Quanto de potência a direção hidráulica (e elétrica) roubam do motor?

direcao hidraulica eletrica
direcao hidraulica eletrica

Sem os sistemas de direção hidráulica ou elétrica, ainda estariamos fazendo aquele exercício desagradável de biceps, ao estacionar nossos carros.

Mas eles cobram seu preço, ao roubar um pouco da potência do motor. Essa potência que o motor perde é maior no caso da direção hidráulica, que chega a tomar 3 cavalos do motor, o que acaba sendo bem mais perceptível em carros fracos, como aqueles com motor 1.0.

Na direção hidráulica, temos a bomba hidráulica, válvulas e um pistão de dupla ação. O motor do carro move a bomba através de uma correia.

Assim, a bomba manda óleo para as partes certas com a ajuda das válvulas. Todo esse sistema cria menos esforço para girar as rodas, mas rouba mais potência do motor.

Já a direção elétrica usa apenas 0,6 cavalo do motor, o que mostra sua eficiência muito superior, consumindo quase 80% a menos de energia para funcionar.

A direção elétrica usa um motor elétrico controlado por sensores. Esses sensores captam o esforço e a direção do volante, ativando o motor conforme a necessidade.

Seus componentes essenciais são o motor elétrico, sensores e controladores eletrônicos.

A eficiência energética é uma das grandes vantagens da direção elétrica. O motor só funciona quando preciso, ao contrário da direção hidráulica.

Características Direção Elétrica Direção Hidráulica
Motor Motor elétrico Bomba hidráulica
Consumo de Potência Baixo, apenas quando necessário Alto, operação constante
Sensores Presentes, para torque e posição Ausentes, controle mecânico
Eficiência Energética Alta Baixa
Manutenção Baixa Alta

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.