Matérias NA Veículos Comerciais

Quantos carros cabem em uma cegonha?

Quantos carros cabem em uma cegonha?

Embora a produção de automóveis seja escoada por via ferroviária em muitos países, especialmente nos EUA, México e Europa, em todo o mundo, o caminhão-cegonha é o mais usado e ideal para a distribuição de veículos saídos das fábricas. O termo “cegonha” é utilizado no Brasil para designar as carretas transportadoras que levam os lotes de carros zero km para as concessionárias ou terminais portuários para cabotagem (linhas marítimas dentro do mesmo país) ou exportação.


Cegonha é dita em lenda popular como a ave que leva os bebês para os pais. Da mesma forma, as carretas assim chamadas levam “os filhos” das marcas de suas fábricas para os futuros pais (consumidores). O setor é muito forte no Brasil, visto que a via ferroviária praticamente não é usada, embora a Fiat tenha feito isso no começo de sua produção em Betim-MG, nos anos 70. Em geral, o caminhão-cegonha é composto por um cavalo mecânico com potências variadas e geralmente de marcas associadas aos clientes.

Quantos carros cabem em uma cegonha?

Embora não seja regra, algumas marcas impõe às transportadoras de veículos que suas cegonhas (e mesmo os ônibus que levam funcionários) sejam da mesma marca ou de fabricante pertencente ao seu grupo. Por exemplo, caminhões VW, Scania ou MAN para transporte de carros da Volkswagen ou Iveco para distribuição de automóveis da Fiat. Não há nenhuma modificação desse tipo de caminhão, geralmente de dois eixos (4×2), embora também sejam usados versões com três (6×2) para puxar, que vai engatado na quinta roda sobre seu curto chassi.


A outra parte da cegonha é um semi reboque adaptado para transporte de veículos. Trata-se de uma plataforma com armação metálica articulável que possui dois pisos basicamente, mas dotado de macacos hidráulicos que levantam ou abaixam o piso superior para desembarque ou embarque de carros. Com pequenas rampas móveis internas para melhor arranjo da carga, dependendo do tamanho de cada veículo embarcado, a carreta pode levar geralmente 10 ou 11 carros no padrão usado dentro do Brasil.

Quantos carros cabem em uma cegonha?

As cegonhas que rodam no país possuem em média dois eixos, mas existem tipos com um eixo. Além disso, alguns implementos rodoviários para transporte de carros apresentam piso único com rampas ajustáveis e possuem capacidade para três ou quatro carros. Todos os tipos de automóveis são transportáveis por cegonha. Carretas de um piso e três eixos são dedicados ao carregamento de caminhões (de três a quatro) e chassis de ônibus. Também existem alguns caminhões-cegonha sem semi reboques engatados, montados sobre o mesmo chassi do caminhão de porte médio-pesado com capacidade menor.

Por aqui, o tamanho padrão é 22,4 m de comprimento com 4,95 m de altura. Os carros levados na cegonha são presos com cintas de nylon travadas nos pneus e o implemento possui informações relativas ao comprimento e altura na parte traseira, além de luzes de sinalização a cada 3 metros nas laterais. O limite de velocidade imposto legalmente ao cegonheiro é de 80 km/h. Além disso, não podem circular a noite em pistas simples, se tiverem mais de 19,8 m, conforme determina a lei.

No mundo

Quantos carros cabem em uma cegonha?

O caminhão-cegonha não é igual em todos os lugares do mundo. Dependendo das características de cada mercado, o modelo deste implemento rodoviário possui formatos diferentes. Nos EUA, por exemplo, por conta do tamanho enorme dos caminhões pesados (cavalo mecânico), que geralmente têm três eixos e cabine como uma mini-casa, o semi reboque é articulado em duas partes, sendo que uma delas fica sobre o caminhão e leva em média três carros, enquanto a segunda metade é rebocada e carrega seis carros.

No Japão, uma cegonha típica utiliza apenas um eixo e enormes rodas de pneu únicos, formando assim o chamado rodado simples. Eles levam em média sete carros. Na Europa, existe uma grande variedade de cegonhas, mas geralmente elas apresentam um caminhão plataforma com quatro carros e um reboque com mais seis veículos.

Quantos carros cabem em uma cegonha?

Mas, de todos os países, o que mais chama atenção quando o assunto é transportar veículos é a China. O país asiático extrapola no quesito número de carros levados em cada viagem, criando literalmente trens rodoviários com implementos de dimensões exageradas. Como o mercado interno movimenta 30 milhões de carros e caminhões por ano, a demanda por transporte é gigantesca. Tanto é que se o número de cegonhas chinesas, caso tivessem um padrão com 10 carros em cada semi reboque, representaria uma frota três vezes maior do que a existente por lá.

Então, para levar mais carros sem encher as estradas com carretas, os transportadores chineses adotaram implementos rodoviários de fileira dupla. Essa pode ser na parte superior ou nos dois pisos, tornando a carreta mais larga que o padrão de 2,70 m. Nesse caso, a cegonha local pode levar em média 30 carros de uma vez! Sendo que 14 vão embaixo e 16 em cima. Nesse caso, são levados desde automóveis de passeio a pequenos caminhões leves. Em outros de uma fileira, chegam a colocar dois veículos praticamente pendurados fora do semi reboque.

 

Quantos carros cabem em uma cegonha?
Este texto lhe foi útil??

  • Daniel

    Quantos paus se faz uma canoa?

  • Mayck Colares

    Costumam ser os mais imprudentes na estrada (costumam pq não da pra generalizar). E não sei oq fazem pra essas Cegonhas correrem tanto.

    • Adriano Ribeiro

      Os cavalos dos carros somam com o Caminhão em si askdkad

      • Mayck Colares

        Boa teoria hahaha

    • Eduardo Alves

      Carro é uma carga leve, dai os motoristas abusam.

    • Mauricio L.

      Caminhão de 360cv a 460cv (que é geralmente o que tem os cavalos mecânicos por aí) levam 32 a 37 toneladas de carga, depende do implemento obviamente. Aquela carga ali de 11 onix x 1.021 kg = 11,23 toneladas, então sobra muiiiita potencia.

    • Deadlock

      Vivemos a ditadura dos caminhões (que encarecem quase tudo), depois que Kubitscheck prometeu, para atrair as fábricas de caminhões, não construir mais nem um metro de linha férrea durante 50 anos (na época as ferrovias eram controladas pela Rede Ferroviária Federal, mas havia algumas linhas privadas). O frete dos carros poderia cair muito se os veículos novos fossem transportados por trens e mais ainda por navios.

  • Tibúrcio

    Qual é o significado do propósito?

  • Verdades sobre o mercado

    É uma vergonha o transporte de veículos 0km em nosso país. Veículos produzidos no sul do país serem transportados até o nordeste de caminhão (deveriam ir de navio), Veículos produzidos em Gravataí só deveriam ir de caminhão para os estados do Sul mesmo, no restante deveriam ir de navio e serem distribuídos em portos estrategicamente localizados. MEsma coisa para os produzidos no Paraná que deveriam ir de caminhão apenas para o Sul e Sudeste(e parte deveria ir de trem). Os produzidos no Nordeste deveriam ir de navio também.

    • Raimundo A.

      Isso que você diz vai depender do contexto, meu caro. Em Suape/PE, a depender do fluxo, chegam veículos nacionais e importados da GM, VW e Toyota. A Jeep exporta.
      Nesse contexto, há estratégias questionáveis, mas já li sobre levar veículos do produtor até um grande CD bem localizado e deste dão andamento ao trecho. Isso evitaria um mesmo caminhão fazer um longuíssimo trajeto e normalmente volta com vazio.

    • Marcelo Nascimento

      No porto do Rio tá sempre abarrotado de carros da Peugeot. Certamente é pra distribuidor aqui no BR mesmo.

  • Victor Eduardo

    Fala do preço da Gasosa, mas não faz isso com nosso plano de dados.

    Amamos vocês!

  • Raimundo A.

    Essa matéria poderia mais detalhada. Aqui no país, embora o uso seja menor, há bitrens e rodotrens cegonhas, que transportam caminhões, máquinas agrícolas e veículos que exigem maior cuidado. Já vi fotos de bitrem 26m e sete eixos para transporte de máquinas e rodotrem nove eixos com quase 30m para transporte de carros importados.

    Na Austrália, há rodotrens com três composições, treze eixos e cerca de 45m de comprimento. Eles transportam quase 50% a mais sobre as cegonhas daqui.

  • Valber Santana Coelho

    Se o sistema ferroviário do BR fosse totalmente integrado não verias esses cegonheiros nas rodovias seria tudo por trem só a distribuição final seria por caminhão. Mas como em cada estado há uma montadora diferente não tem como essa cabotagem fora as limitações de bitola e gabarito entre outros impedem essa logística que é totalmente sufocante.

    • Emanuel Schott

      EUA têm trem pra todo lado e mesmo assim se usa muito transporte rodoviário. Um complementa o outro. Ferrovia não consegue substituir completamente os caminhões.

      • th!nk.t4nk

        Completamente nao, mas em grande parte. Aqui na Alemanha o transporte de carros é basicamente por trem. Apenas no destino final o carro pode (ou nao) entrar em uma cegonha pra distribuiçao nas cidades menores da regiao. Resultado: é raríssimo ver cegonhas nas estradas. Os EUA sao um caso diferente, eles sucatearam sua malha ferroviária e hoje sofrem com as consequências.

        • Unknown

          Não vejo esta vantagem toda da Ferrovia sobre a rodovia. Especialmente em países de relevo acidentado.

          • th!nk.t4nk

            Aí você tocou num ponto importante: a Europa é basicamente plana (tirando a regiao alpina e áreas específicas). O Brasil é bem mais diverso que isso. Precisaríamos de um estudo sério de viabilidade, feito por alguém sem o rabo preso com essas empresas. Poderia ser criado um instituto de mobilidade no Brasil, ligado às principais faculdades de engenharia. Nem precisaria de um orçamento tao forte de início, mas dali poderia sair o embriao de um plano federal pra mobilidade no Brasil, e aí direcionar com clareza os investimentos. Talvez trem nao seja o caminho pro BR de fato (embora no mínimo ainda seja positivo pra melhorar o mix de modais de transporte), quem sabe, mas deixar do jeito que está só vai levar ao caos caso o país volte a crescer.

            • Unknown

              Sim, pois quanto mais pontes, túneis e cortes de morros forem necessários fazer, mais dispendiosa a obra. Veja o custo por KM da Imigrantes e compare com a Bandeirantes, por exemplo.

  • Abel Neto

    NA deixando a desejar… ja disse antes e volto a repetir…noticias fracas, sem conteúdo…
    Motor 1 já noticiando a nova S10, BMW serie 3 com desconto de 51k….

    Vamos la NA…

    • Rogério R.

      Concordo com você. O NA está definhando com esse tipo de notícia ou tópico. Gosto muito do site e espero que revejam isso, pois realmente o M1 está indo bem.

    • Lareiro

      Você será banido, rsrs.

      • Abel Neto

        Pior que sou leitor assíduo aqui do site e vejo que ta definhando mesmo como disse o Rogério!

  • Piston head

    Cadê o Fastand para explanar sobre o assunto?

    • Raimundo A.

      Poxa, você é das antigas. Foi lembrar desse nick.

      • Piston head

        Provavelmente você tb, pois reconheceu o nick.

  • Dimitri Diegoli

    Depende! Se for Spin ou Mobi, nenhum. Porque não são carros. kkkkkkkkkkk

  • toninho

    nenhum, pois o caminhão esta sem diesel

  • Lareiro

    Sempre achei os caminhões americanos mais bonitos e brutos que os brasileiros. Fiquei impressionado quando vi o caminhão do Stallone no filme Cobra. Os atuais são mais arredondados mas igualmente bonitos.

  • Escridelli

    Já não se usam carretas tipo cegonha com apenas 01 eixo há tempos.
    Hj o padrão são 02 eixos na carreta e cavalo mecanico 6×2 para poder levar veículos maiores e mais pesados sem exceder o peso no eixo trator como ocorrem em alguns casos com cavalo mecanico 4×2.
    Lembrando que nesse ramo cegonheiro é comum ter cavalos mecanicos com potencias elevadas, não pelo fato da carga ser “pesada” mas por capricho mesmo. É o segmento aonde se encontra os mais belos e personalizados caminhoes.

  • Ronald

    Matéria fraca e boba…

    • Daniel dos Passos

      Obrigado!

  • Unknown

    Impressionante como na China as coisas ainda funcionam no improviso!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email