Brasil Recalls

Quase 3 milhões veículos ainda circulam com os airbags mortais no BR

Quase 3 milhões veículos ainda circulam com os airbags mortais no BR

Os “airbags mortais” da antiga japonesa Takata (hoje Joyson Safety) seguem causando dores de cabeça. De acordo com a Agência Estado, ainda há cerca 2,7 milhões de veículos circulando no Brasil com os equipamentos de segurança defeituosos.


Vale lembrar que a primeira morte devido ao airbag da Takata já foi confirmada no Brasil, no estado do Rio de Janeiro. O veículo envolvido no acidente era um New Civic LXS 2008. A Honda informou que o modelo foi chamado para recall em 2015, porém o proprietário não levou o carro para fazer o reparo. Em nota, a montadora disse que “expressa suas sinceras condolências e solidariedade aos familiares e amigos da vítima e ofereceu atendimento e suporte à família”. Informações sobre a vítima não foram divulgadas.

Quase 3 milhões veículos ainda circulam com os airbags mortais no BR

Só no Brasil, são mais 5 milhões de carros afetados, aqui estão incluídos aqueles que já foram convocados para recall. A maior parte das japonesas: Nissan, Toyota e Honda. Por aqui, há registros de 16 feridos e uma morte (a do Rio de Janeiro).

Em outros países a situação já é bem preocupante. Nos Estados Unidos, por exemplo, há relatos de 200 feridos e 22 mortes por conta dos “airbags mortais”.

Quase 3 milhões veículos ainda circulam com os airbags mortais no BR

O equipamento de segurança da Takata ficou conhecido como “airbags mortais” após apresentar defeito de fabricação e, consequentemente, mortes. Quando acionado em casos de acidente, o sistema lança peças de metais que atingem os ocupantes do veículo. O problema gerou megarecalls em todo o mundo. Nos últimos sete anos, mais de 30 milhões de veículos foram afetados.

Ainda sobre o acidente no Rio de Janeiro, a Honda alerta os proprietários que não fizeram recall. “A Honda continua a convocar proprietários de veículos afetados pelos recalls do insuflador de airbags Takata e pede para que levem, com urgência, seus veículos a uma concessionária autorizada para o reparo. Os proprietários podem checar no link www.honda.com.br/recall se seus veículos precisam de reparo. O agendamento pode ser feito pelo mesmo site ou pela Central de Atendimento: 0800-701-3432.”, disse a nota.

[Fonte: UOL / Agência Estado]

Darlan Helder

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011

  • Randy de Lima

    Seria uma verdadeira caça aos proprietários dos carros com o Airbag defeituoso. As montadoras e os importadores independentes deveriam se juntar aos concessionários de suas respectivas marcas para convocar um mega recall e proteger mais vidas

  • delvane sousa

    Algo a mais deveria ser feito, pois se tem o registro de todos os veiculos com esse grave problema. Ex: cruzando dados do fabricante com os Detran se pode localizar facilmente os proprietários atuais, mas só sabem fazer isto pra enviar multa pra casa das pessoas.

    • Cesar

      Não é bem assim.
      Tem uma parcela da população que cumpre com suas obrigações e este sim você encontra.
      Agora quantos automóveis circulam por aí sem documentos?

    • Rodrigo

      Como o colega abaixo descreveu não é tão simples assim. E pra piorar a fiscalização nesse sentido, por parte do Estado é inexistente. A “trava” de atrelar ao licenciamento não funciona se o atual proprietário simplesmente ignorar o licenciamento. E além disso boa parcela da população adota uma postura alienada (ou de procrastinação) sobre o problema. Tomara que essa fatalidade desperte alguma consciência nos atuais donos em ao menos verificar se seus veículos estão ou não afetados pelo recall.

  • Valdek Waslan

    Eu só acho estranho uma coisa que é para salvar a sua vida lhe matar.
    Sei lá…
    É como se você tivesse que tomar um remédio mas sabendo:
    “- Olha, esse remédio vai lhe curar nisso mas em pouco tempo vai lhe causar àquilo!”
    Eu sei, eu sei,… eu sei que são situações distintas e que nem todo air-bag faz isso… mas soa estranho.

    • Cesar

      Até mesmo remédio pode matar dependendo da quantidade.

      • Valdek Waslan

        Sim, sim,…
        Mas a nossa legislação obriga os carros saírem de fábrica com airbag…
        Aí eu penso:
        Ok… compro um carro zero de uma montadora que é obrigada a me entregar com airbag. Aí o airbag explode e me mata…
        RESPONSABILIDADES…
        Da legislação que obrigou a montadora a colocar o airbag…
        Da montadora que obedeceu à lelislação…
        Ok… Culpa? De quem produziu!!!
        RESPONSABILIDADES…

        Aí eu compro um carro zero e dou de presente para minha esposa e ele explode…
        Culpa – De quem produziu
        Responsabilidades
        – Da legislação
        – Da montadora
        – e minha que dei o carro

        Eu sei que na realidade não é assim… mas moralmente… é mais ou menos assim!!! Por isso acho estranho.

  • passis

    Procede a informação de que a Honda iniciou a campanha de recall em 2015?

  • Piston head

    Muita coisa poderia ser melhor explicada sobre esse assunto. Atinge só as japonesas?

  • Zé Mundico

    Além da intensa divulgação na imprensa, o aplicativo do CRLV digital acusa a necessidade de fazer o recall do veículo. Inclusive se o proprietário não fizer o recall não poderá transferir o veículo.
    Se o cara sabe que tem fazer e não quer fazer, paciência….
    A maioria dos estados já adota o formato digital e a previsão é que até junho ou julho desse ano todos adotem. Aí ninguém poderá mais vir com a conversa fiada de que “não sabia”.

  • FFSB

    Como saber se meu veículo está incluído na lista dos “premiados” pelos airbags da Takata?

    • kirig

      Aí está o problema No Google vi que um carro aqui em casa está, um March Mexicano 2011. Nunca vi o chamado. Fui na Nissan Hoje, disseram que não

    • Cesar

      No sitio do fabricante consta os recalls e os chassis envolvidos.

    • Gabriel Camilo

      Também quero saber, em casa temos um Honda Fit 2015 e uma Hilux 2018, não sei se os airbags destes ainda são defeituosos.

      • De Vieira

        É Só ligar na Concessionária e fornecer o Chassi. Já troquei Airbag de Dois Fits em casa e do nosso Corolla, que inclusive eu dei PT ano passado e, Graças a Deus estou vivo.

        • Gabriel Camilo

          Valeu man.

  • kirig

    Sexta feira recebi uma carta de recall do Corolla da minha mãe.
    Ela comprou zero em 2007, e está com ele.
    – precisaram de 13 anos para chamar
    – o risco que ela correu nestes anos ficaram por conta e risco dela sem saber.
    – A css da cidade diz que tem mais de 40 carros na fila e não há previsão de reparo
    – indaguei sobre desligá-los, já que há riscos. Mas não é a recomendação da Toyota. Além do que é o do passageiro.
    – Se minha mãe se acidentar, segundo a toyota nos que nos fufu com tal problema.

    Espero que não aguardem o carro ter 26 anos para chamar o outro air bag.
    Resumindo, os carros que meus filhos e eu temos podem um dia ser chamados por conta disso, e nem temos ideia se há risco.
    Valeu montadoras.

    • De Vieira

      Isso acontece muito, só é relativamente novo para nós brasileiros.
      Sabe aquela Grand Cherokee que fez tanto sucesso no Brasil nos anos 90?
      Ela constantemente se incendiava e explodia ao ser colidida na traseira. Um “erro” de projeto (pra mim projeto barato da Chrysler como sempre foi desde os anos 1950) no tanque de combustível que era feito de um plástico que poderia rachar facilmente tendo em vista, inclusive o local onde ficava, bem exposto. Mais de 400 pessoas morreram só nos EUA, o recall foi inicado em 2012… para as Jeep Grand Cherokee (ZJ 1993-1998) e Jeep Liberty (KJ 2002-2007), chamada de Jeep Cherokee no Brasil. É muito delicado isso, mas as empresas não querem se comprometer. Muito se falou dos “Onix” (dois) que pegaram fogo. A GM antes de repassar à imprensa sobre o Recall contactou os donos pra NÃO utilizarem os veículos e deixarem assim que possível nas concessinárias, colocando-se à disposição carros da GM alugados para não ficarem a pé. Máquinas podem dar problemas, é de inteira responsabilidade das empresas que nenhum dano seja causado à seus clientes. Sempre tivemos Honda e Toyota em casa, tenho um Onix e apesar do dano psicológico causado pela imprensa nada aconteceu e sigo satisfeito. Tudo foi feito em tempo recorde. Ainda assim, espero que nenhum susto venha acrescentar futuramente, mas nunca se sabe. na história automotiva podemos ver que demora-se anos para se tomarem uma atitude acerca de um problema. triste.

  • De Vieira

    Eu acho que deveria ter um sistema para rastrear carros que não efetivaram recall. É de inteira responsabilidade do proprietário entender que isso é uma situação que pode por em risco não apenas ele, mas outrem. Eu considero um ABSURDO 3 milhões de veículos ainda nessa condição, em que pese alguns desses ainda estarem em revendas automotivas, muitos estão em posse de pessoas que andam diariamente em perigo.
    Eu entendo que a Tataka e as marcas de carro tem sua parcela de responsabilidade, mas você vai viver na propabilidade de a qualquer momento bater o carro e ser degolado? É só ligar na concessionária e fornecer o chassi.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email