Comprando e Vendendo Mercado

Que carros completos comprar com menos de R$ 40.000?

renault-kwid-2018-NA-61-1024x635 Que carros completos comprar com menos de R$ 40.000?

Que carro completo dá para comprar com R$ 40.000? Bem, em 2014, era possível levar pra casa Ford New Fiesta 1.5, Peugeot 208 1.5, Citroen C3 1.5, Nissan March 1.6, Toyota Etios 1.5, Fiat Palio 1.6, Renault Logan 1.6, Volkswagen Gol 1.6, Chevrolet Onix 1.4, etc. E com R$ 30.000 havia 10 modelos, hoje apenas o Chery QQ.



A lista abaixo foi feita com preços de tabela. Sabemos que muita gente irá falar o mesmo de sempre: “Ah, mas os preços praticados são muito menores, aqui na minha cidade tem o modelo X por tanto”. Pode ser verdade, mas os valores de comparação entre modelos novos aqui no NA sempre seguirão valores de tabela. Até porque se citarmos os menores preços possíveis no país, eles servirão apenas para quem está naquela cidade, como São Paulo, por exemplo, e não temos leitores apenas em São Paulo.

Carros completos com motor acima de 1.0 e custando até R$ 40.000 já entraram em extinção, não existem mais. Com o aumento do dólar, Lifan e JAC tendem a aumentar o preço. Enquanto isso Chery Face sai do mercado, e o Celer hatch e sedan nacionalizados chegaram na faixa dos “famosos” R$ 39.000, mas já estão acima dos R$ 40.000 hoje.

No momento, com R$ 40.000 só compramos carros 1.0 completos, e são poucos. E olha que nessa faixa de preço temos carros bem fracos, ou são subcompactos, ou são inseguros. Todos os carros abaixo vem equipados com ar condicionado, direção assistida, vidros dianteiros elétricos e som. Equipamentos adicionais são citados na frente do valor do modelo.

Carros completos 2017 até 40.000 reais

Chery QQ Look – R$ 29.990
Renault Kwid Zen – R$ 35.990
Fiat Mobi Like – R$ 39.780

Carros completos até 40.000 reais que era possível comprar em 2015

– Chery QQ 1.0 = R$25.590,00 (alarme, vidros traseiros)
– Geely GC2 1.0 = R$30.900,00 (vidros traseiros)
– Chery Face 1.3 = R$30.990,00 (alarme, vidros traseiros)
– Fiat Palio Fire (2 Portas) 1.0 = R$33.337,00
– Volkswagen Gol (2 portas) 1.0 = R$33.638,00*
– Chevrolet Celta 1.0 = R$33.760,00*
– Chevrolet Classic 1.0 = R$34.400,00 (alarme)
– Fiat Uno Vivace (2 Portas) 1.0 = R$34.664,00

– Fiat Palio Fire 1.0 = R$35.616,00
– Volkswagen Gol 1.0 = R$35.733,00*
– Renault Clio 1.0 = R$36.073,00
– Volkswagen up! (2 Portas) 1.0 = R$36.649,00
– Fiat Uno Vivace 1.0 = R$36.834,00
– Chery Celer Hatch 1.5 = R$36.990,00 (alarme, vidros traseiros)
– Jac J2 1.4 = R$37.490,00 (alarme, vidros traseiros)
– Chery Celer Sedan 1.5 = R$37.990,00 (alarme, vidros traseiros)

– Ford Ka 1.0 = R$38.290,00
– Nissan New March 1.0 = R$38.690,00* (vidros traseiros)
– Renault Sandero 1.0 = R$38.780,00 (alarme)
– Volkswagen up! 1.0 = R$38.909,00
– Fiat Novo Uno 1.0 = R$38.981,00 (alarme, vidros traseiros)
– Lifan 530 1.5 = R$38.990,00 (vidros traseiros)
– Jac J3 1.4 = R$39.000,00 (alarme, vidros traseiros)
– Fiat Palio 1.0 = R$39.387,00*

Obs: Carros com * estão equipados com som (acessórios).

Por Lucro Brasil

  • Pedro Paulo ()

    Vocês têm certeza disso? Por que quando vou na concessionária sempre é mais caro do que o anunciado…

    • Joao

      Então estão te enganando, pois na CSS é SEMPRE mais barato

      • Lucas Moretto

        Acho que depende da região.

        • AHSOliveira

          Além da região tem a marca, já fui em algumas que era mais caro e outras mais barato mesmo com o frete.

          • dougkmt

            Com certeza! Não é só a região que altera o preço final. É bem diferente vender um CR-V limitado pelas cotas e com poucas unidades sendo importadas, do que um Gol buscando retomar a liderença no final de 2014.

            A variação de preço é influenciada pela quantidade de dias que a unidade está em estoque, pelo fechamento do mês e batimento de metas, desova de ano / modelo ultrapassados, cor, frete, condição de pagamento, custo da logística para se vender naquela região, dentre outros fatores.

          • Pedro Rocha

            Se bem que o que mais chegou perto de ser um carro de verdade, não um refugo de submundo, na lista acima foi o up!

            • CignusRJ

              Pedro Rocha.
              Acho que vc esta ou sendo injusto ou sendo rigoroso demais. UP td bem, concordo.
              Mas o March, Ka, Novo Uno e Celer não posso concordar. Colocaria sob questionamento.
              March, Ka e Novo Uno não foram testados ainda, o primeiro tem o primo europeu que se saiu bem, o Ka e Novo Uno pelas especificações dos fabricantes parecem, que terão boas notas, mas ainda carecem de comprovação.
              Já com Celer, o nacional não teve nenhum teste de impacto já o Chinês conseguiu 4 estrelas no CNCAP e, que eu saiba, o teste Chinês é mais rigoroso que o Latin.
              Pelos motivos expostos coloco estes em dúvida, os demais ou me faltam informações ou concordo com vc.

              • Pedro Rocha

                Responda para si mesmo: qual carro desses seria vendido nos EUA?

                • 4lex5andro

                  nem precisa citar o mercado americano, que parece de outro planeta, basta o padrao europeu..

                  nao existe gol, palio, novo uno e clio br , muito menos carro chery, lifan ou geely em pais desenvolvido..

                  fora isso restam up, march, ka, sandero e logan que rodam em estradas europeias..

                  os tres ultimos nao foram testados ainda no latincap, o march tirou nota menor que o similar europeu e só o up tirou uma nota condizente com seu projeto ..

                  • Raphael Pereira

                    Se o Logan e Sandero forem exatamente iguais aos Europeus como a Renalt diz, eles podem ter 4 estrelas nos testes ja que os Dacia tiveram essa nota.March segundo a Nissan eles tiveram algumas mudanças que pode melhorar nos testes. O Chrey Celler(Fluin Chines) teve 4, Gol 3,ja o clio teve pessima 1 estrela o que é preoculpante ja que ele um dia foi referencia de segurança nos compactos.

                    • Junoba

                      Na verdade o Clio teve 0 estrelas sem Airbag, e depois que foi testado com as bolsas infláveis e com algumas melhorias na carroceria, passou para 3 estrelas.

                    • RRT Felipe

                      Clio tem 3 estrelas com airbag duplo no Latinncap, como é vendido agora.

                  • Junoba

                    Mas a Geely vende carros no mercado europeu. A Lifan vende motos na Espanha e EUA. E por ai vai…

                  • Economy

                    O Ka europeu é baseado no Fiat 500, não essa coisa que vendemos por aqui. E para o modelo tupiniquim ser vendido por lá em substituição ao derivado do Fiat, ele passará por dezenas de milhares de modificações para receber a autorização do Mercado Europeu para ser comercializado. Vale lembrar que o modelo tupiniquim é cheio de falhas na construção. Desalinhamento de carroceria em relação as portas é um negócio nojento nesse carro. É visível demais. Nem faz diferença para um Palio Fire.

                • AHSOliveira

                  Lá o mercado apresenta idiossincrasias que torna uma comparação com o nosso impertinente, Combustível barato e toda uma infraestrutura de transporte pensada para veículos maiores que a média mundial. Creio que seja mais pertinente comparar com mercado Europeu que é de onde a maioria dos veículos da lista deriva, mesmo com motorizações e algumas plataformas defasadas.

                  • Pedro Rocha

                    Nem entrei no mérito dos motores quando escrevi isso: pensei somente nos itens de segurança.
                    Na Europa, o Niva ainda é vendido sem airbags, por exemplo.

                    • AHSOliveira

                      Em muitos países europeus estes itens de segurança não são obrigatórios. vai pela consciência do cosumidor, que não compra se o veículo não oferecer, exceto é claro em nicho específicos, como o Niva, a replica do Lotus Seven feita pela Caterham…

                • Paulo

                  Pobre se comparando co rico.

                • Alessandro Lagoeiro

                  Entendo o espírito, mas acho que não é bem por aí.
                  Então um carro só será bom se for vendido no EUA (Aliás, dúvida: É no Estados Unidos ou noS Estados Unidos? Não sei mesmo!)? Os carros de lá são vendidos para as necessidades deles, adaptados para os gostos deles.
                  E cá para nós: O mercado deles é bem mais irracional que o japônes ou europeu.
                  Lá eles tem preferência por sedãs em detrimento de Hatches. Será que eles sempre usar o porta-malas? Já pensou nosso trânsito aqui, em vez de cheio de Celta, Gol, Palio (Sem defender a falta de qualidade desses carros), estivesse com S10, Ranger, F250, F150, Hilux?
                  Se eu preciso ir sozinho até o centro, porque tenho que ir de Dodge RAM em vez de um key car?
                  Imagine que o Brasil todo fosse como o Pantanal ou as regiões remotas da Amazônia. Aí então, nosso mercado seria dominado por pickups médias. Teria sentido ficar reclamando que no EUA Accord, Fusion, Taurus, Impala… São os mais vendidos?
                  Gostaria que nossos carros básicos já trouxessem a segurança de americanos e europeus. Mas ainda acho mais racional encarar uma marginal lotada com um Celta que com uma RAM.

                  • Economy

                    Isso se dá pela liberdade de escolha dada aos consumidores por lá. Irracional é o desses países que exigem impostos menores pelo tamanho do carro. O exemplo típico é o da India, onde o carro com tributação menor são os de modelos com menos de 4 metros de comprimento.

                    • Alessandro Lagoeiro

                      Talvez levar em conta só o tamanho, sem levar em conta outras coisas talvez não seja mais inteligente (Parece que o tamanho também é um critério no Japão, mas existe outras coisas, e acho que pensam em implementar na França). Mas sinceramente, não acho o modelo indiano um absurdo, ainda mais que carros visam substituir motos. E de qualquer forma, pior é o brasileiro, baseado na cilindrada!

                  • Marcos Souza

                    É que as ruas e os estacionamentos já são para esses carros. Ao invés de pensar em encarar uma marginal parada com uma RAM, imagine se por exemplo vc andaria numa cidade do inteiros brasileiro que tem poucos carros e quase nenhum congestionamento com uma RAM. É bem mais confortável que um celta. Como estavam alguns amigos meus falando, se vc dirigir um fusion, nunca vai querer andar de prisma na vida. Claro que vc compra o que o bolso aguenta…e lá um fusion sai muito mais barato. Acho que o fusion la deve custar menos salários mínimos que um prisma aqui.

                • Marcos Souza

                  Por isso que eu comprei um Sonic ano passado. Apesar de perder 3 airbags, a estrutura é a mesma que noa EUA.

              • Gustavo73

                O Ka tem a plataforma do New Fiesta, a Ford já disse que aguarda 4 estrelas nele. O “Novo” Uno já foi testado e tem 3 estrelas, afinal ele so sofreu uma reestilização. O March que também só é um facelift tirou 2 estrelas com 2ab abs. Em que o teste chinês é mais rigoroso. O da Latin segue os mesmos da Euro na questão de velocidade e ângulos de impacto. A diferença é que lá por existir à muito mais tempo. Eles exigem itens de segurança ativa que aqui ainda não.

                • CignusRJ

                  Gustavo73:
                  O latin Ncap não tem os mesmos critérios do NCAP. Assim como o C-NCAP tb não o tem. Vou procurar na net onde vi sobre o C-NCAP ser mais rigoroso que o latin e informo.
                  Uma vez eu disse que o latin NCAP foi criado pq não haveria justificativas do NCAP ter critérios diferentes p/ testar carros iguais que são feitos em países diferentes. Então cria-se uma instituição nova, que use outros parâmetros.
                  Pedro Roca:
                  Nenhum carro fabricado e vendido p/ o brasileiro seria vendido nos EUA assim como também não seria vendido na Europa e Japão. Para ser vendido lá fora tem que sofrer centenas de modificações. e pior ainda ser vendido mais barato que aqui no caso do México.
                  Mas a questão é, não tenho dinheiro p/ comprar Mercedes, audi, golf, Passat, Altima, assim como a maioria da população. Andar de moto é mais inseguro e de ônibus nem se fala, então meu caro, mesmo com estes carros que temos é melhor eles que sem eles.
                  O que devemos exigir de nosso governantes e das empresas é respeito e produtos melhores.

                  E o que eu disse anteriormente mantenho. o UP se destaca nesta lista e colocaria outros citados na dúvida, não colocando-s no mesmo saco de porcarias.

                  • Gustavo73

                    O Ncap ou na verdade Global Ncap engloba todos os Ncap. E estão vinculados a ONU. Inclusive no caso da Latin os testes são feitos no mesmo laboratório na Alemanha. Como eu falei a velocidade e ângulos de colisão são os mesmos. A diferença é que a Latin ainda só avalia basicamente a estrutura e impactos nos dummies. Sem impactos laterais ou capotamento. A Latin usa 2 veículos a Euro 4. Os dummies usados também são os mesmos. Assim como o Ncap da Ásia cada um avalia modelos vendidos em suas áreas de influência. E levam em consideração a evolução tecnológica de cada região. Não dá para em menos de 5 anos termos avaliações com os mesmos critérios que o europeu que tem 20 anos. Mas veja que já houve mudanças. Antes não havia modelos com 5 estrelas na região, hoje temos Focus, Jetta, Golf, Corolla, Ecosport e Up. Fora a atenção dada. Antes de 2010 não se sabia nada só se imaginava. Quem diria que o Polo lançado em 2002 teria 4 estrelas para adultos e 3 para crianças e o Corolla da geração anterior teria as mesmas 4 estrelas para adultos e uma só estrela para crianças. Com os testes e atenção dada as coisas vão melhorando.

                • O March não é apenas um facelift… mudou o local de fabricação e a forma de fabricação. O March era vendido nos EUA, saindo da mesma fábrica mexicana que o March do Brasil, e o de lá tinha 4 estrelas, enquanto o Brasileiro tinha 2 estrelas, mostrando que realizavam economias no carro que era comercializado aqui. A Nissan diante desta demonstração, se retratou e garantiu que colocaria novamente no veículo as barras de proteção lateral e os materiais mais resistentes, além de aprimorar os pontos de deformação programada no modelo brasileiro, para que este atinja a mesma nota do March Europeu (Micra) e do MArch que foi vendido nos EUA.

                  Considerando o que foi proposto pela Nissan, cabe esperar um novo teste Latin N-Cap, com o modelo fabricado no Brasil, para então sabermos o que melhorou no carro ou não.

                  • Gustavo73

                    O March é sim só um facelift, não é uma nova geração. Quanto a melhora que a Nissan disse ter feito, só saberemos se e quando o modelo agora feito no Brasil for testado. A Nissan poderia muito bem patrocinar um teste o quanto antes para isso. Até lá fico com o resultado anterior.

                    • Quando há modificações estruturais, conforme informado pela montadora, ainda que visualmente seja um facelift, o carro ainda que não tenha ganho uma nova geração, pode ter evoluído, deixando de caracterizar apenas uma mudança visual (que é o facelift), permitindo que a montadora considere-o um novo carro, forma que a Nissan trata o New March, ante o March Active. Isso é meio polêmico, e já gerou até profundas discussões em 2011, quando a Hyundai modificou mais de 60 itens (com revisão de materiais, troca de fornecedores e etc), além de ter aprimorado a mecânica do antigo i30 (ainda que não tenha tido ganho de desempenho) e o chamou de “Novo i30”, causando um grande furor… pois bem, ainda que não tenha sido uma nova geração, a CAOA venceu no Conar aqui no Brasil e pode o continuar chamado de Novo i30.

                      Das que modificam o carro continuamente e o não chamam de “novo” só conheço a Lifan… até a VW quando fez a atualização visual e mecânica do Gol, voltou a chamá-lo de Novo Gol por um bom tempo.

                      Voltando ao assunto, que é o teste NCap, não ficarei com o resultado anterior, pois a Hyundai com o HB20 provou que se cumprida as modificações programadas, o resultado pode ser bem melhor, vide a evolução de 3 estrelas para 4 estrelas (bem próximo de 5) para adultos e de 1 estrela para crianças, para 3 estrelas (com pontuação bem próxima de 4), cumprindo as modificações propostas. Não acredito que a Nissan não tenha adotado o perfil de construção americano e/ou europeu para o veículo e no mínimo espero que tenha alcançado o nível de construção do mercado nacional, que em média é de 3 estrelas, diferente das vergonhosas 2 estrelas obtidas com o modelo mexicano comercializado no Brasil, totalmente capado (incluindo a ausência de barras de proteção lateral e materiais menos resistentes na estrutura).

                    • Gustavo73

                      Dimithri as modificações estruturais são novidade só aqui. Elas já existiam no March e Micra ao redor do mundo mesmo sem o facelift. Só o modelo feito para a AL não tinha. No mundo todo o March/Micra ele só sofreu uma repaginada de meia vida aqui também. Oferecer o que já existia em outros países não é vantagem.
                      O Gol quando veio com o Novo na frente mudou tudo, plataforma e motores, nada do anterior servia. O mesmo com o I30.
                      No caso do HB20 foi feito um novo teste, não foi só a Hyundai falar que mexeu em alguma coisa. O primeiro com 3 estrelas era o hacth o segundo um sedan. Por isso o reteste é necessário, espero que realmente a Nissan tenha feito as alterações necessárias. Mas precisa colocar a prova algo que não fez.

                  • Marcos Souza

                    Olha, o CEO da renault-nissan é brasileiro. Então espero uma gambiarra sempre que possível.

                    • Alessandro Lagoeiro

                      Na verdade ele é do Líbano, França, Brasil, EUA e Japão… hehehe

              • 4lex5andro

                nao é rigor nao, de fato, so salva o up (e possivelmente o ka) dessa lista abaixo de 40 mil r$..

            • RyanSX

              E ainda reclamam do carrinho.

        • RyanSX

          Fora que os preços do site são “PREÇOS SUGERIDOS” deixando assim a opção do concessionário colocar o preço que quiser no carro.

      • Comentarista

        Na minha cidade é sempre mais caro. Falam que tem o frete, preco site é base SP, pintura branca é mais cara.

        • Alvaro Guatura

          Aqui também.
          Bom pra quem mora em capital e tem mais de uma concessionária concorrendo. Interior, além de todos problemas de negociação, ainda conta com aquela palhacada de “Lei Ferrari” (invasão de área, que é abusivo e vai contra o CDC)

          • Comentarista

            Mas quando morava na capital de MG, sempre comprei carros pra meus parentes do interior. Em BH nunca se opuseram em vender pra outra cidade.

          • Chega_de_Ignorância

            Só que nas capitais e grandes centros os usados são mais desvalorizados. Um usado que no interior vale 30 mil reais, em SP-capital a concessionária sugere pagar 15 mil reais, por exemplo.
            E vender particular/consignado é um rolo enorme…

          • Marcos Souza

            Uma concessionária que eu conheço burlava essa lei sempre. Ela emplacava o carro no nome de laranjas e depois revendia pra vc o carro já emplacado…alem de fazer o carro mais barato, dava emplacado.
            Azar da CSS…que faça o valor mais baixo pra vender.

      • Davi Millan

        Não é não! Isso depende muito da cidade, da quantidade de concessionárias e o gosto da região. Aqui em Floripa carros da Honda (quando tinham) e Toyota estão sempre acima da tabela e se tu der o carro em troca só não tendo amor ao seu dinheiro para pagar. Algumas praticam sobrepreço mas te devolvem no teu carro (acho que é uma estratégia para dizer que estão pagando no teu carro 5 mil a mais do que os outros, mas na verdade o carro deles já estão 5 mil acima da tabela). Aqui geralmente a Renault é quem pratica preço abaixo da tabela, pelo menos era assim.

        • Junoba

          A Toyota aqui da minha cidade, paga uns 50% abaixo da tabela fipe no carro usado envolvido na compra. Eles fazem isso com qualquer veículo envolvido na negociação.

          • Davi Millan

            Sendo Sincero, não sei como vende tanto Corolla, acho que nos outros estados deve ser bem melhor. Aqui se vê muito mais C4 Lounge, Renault Fluence e Ford Focus que o Corolla. Eu tenho um Cerato que comprei em 2012. Passei na Toyota só por desencargo de consciência. E não foi diferente, pagavam o 30% do valor da FIpe, sem falar que o Corolla custava 6 mil a mais ainda, sim 88 mil pelo XEI. Não preciso nem falar que sai na mesma hora né… #Edit: 70% do valor da Fipe

            • afonso200

              em resposta depois de 3 anos voce compra seminovo simples

            • GPE

              No caso, fipe menos 30%, o que da 70% do preço de tabela, né isso?

              • Davi Millan

                Isso mesmo, pensei em uma coisa e escrevi outra.

            • Chega_de_Ignorância

              Realmente em SC os preços dos carros são absurdos. Honda sempre acima também (e em Floripa nem tem mais!).
              A família que é dona da HAI TOYOTA é dona das lojas Berlanda (móveis e eletrodomésticos). Nessas lojas também é tudo mais caro e eles têm lojas em todo o estado. O dono dessas lojas tem uma chácara no interior do estado, em Curitibanos (serra catarinense, perto de Lages), e nesse local ele recebe frequentemente o Senador e Ex-Governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB).
              Tem coisa feia no meio dessa gente… Da HAI Toyota e lojas Berlanda. Corolla, Hilux, tudo é vendido acima do preço e a loja HAI em Floripa é gigante, lá na BR. Pra mim tem lavagem de dinheiro no meio disso aí… Patos são os que inocentemente compram Toyota acima da tabela com eles.

              • Davi Millan

                Eita, não sabia que a “treta” era maior.
                Único carro que eu vi ser vendido sem ter sobrepreço na Hai era o Etios, mas também ele nem vende. As únicas que eu já vi vender no preço ou abaixo da tabela aqui em Floripa são: Chevrolet (Onix e Cobalt), Renault (praticamente o preço da tabela), Ford (essa realmente vende na tabela, mas em algumas versões de alguns carros tem desconto), VW (Se resume as ofertas no site da montadora, o resto tem preço de tabela ou preço maior como o Golf), Fiat (não tem desconto, mas também não cobra além) e BMW (essa sim tem descontos). Agora Kia e Citroen tem algo peculiar. As duas cobram 5 mil acima da tabela, porém a Kia “devolve” 4 no teu carro, já a Citroen “devolve” os 5 que cobram mais. Eu acho que é uma estratégia para dizer ao cliente que estão pagando mais no carro dele e conseqüentemente ficar mais feliz e fechar. Notei isso aqui nesse momento em que penso em trocar de carro.

      • Junoba

        Aqui na minha cidade é diferente, sempre cobram mais caro, e quando tem desconto é somente naquele modelo que fica encalhado por muito tempo. A Mitsubishi por exemplo, chega a cobrar 7k acima da tabela.

      • Rodrigo Alves Buriti

        NUNCA fale isso
        Aqui, quando o civic e crv renovaram, custava até 5mil reais a mais. (lembrando que essa honda fechou por dar muito prejuízo).
        A KIA aqui cobrava 8mil a mais que preço de internet por causa do “frete”….
        A VW cobrava mais caro e na hora de fechar baixava para preço de internet se fosse a vista (porém na cidade vizinha, tinha mais de 10% de desconto em relação ao site).
        Lembro que um amigo ia comprar um cruze quando lançou, nas duas concessionárias GM diferentes porém no mesmo quarteirão, uma tinha preço de internet e a outra era mais caro e “dava” IPVA e emplacamento.

        Concessionária, se ela puder tirar mais de você, pode ter certeza que tira, apenas duas concessionárias aqui cobravam preço de internet, Renault e Mitsubishi (que eram do mesmo dono).

        • Ric53

          Essa de considerar o preço da internet como “dando um desconto” é de chorar! Por isso tem q pesquisar muito antes de comprar

        • Joao

          nunca fale isso, aqui é assim, eu não sabia dessa diferença absurda de estado para estado em carro ZERO, uma pena, aqui em SP é sempre abaixo da tabela e do site, uma CSS Fiat já me ofereceu uma Strada Adventure TOP com teto e tudo, por 9k abaixo da tabela, a Honda sempre faz a sua linha toda em 24x sem juros com 60% de entrada e ainda da desconto de uns 2~4mil no carro.

        • Marcos Souza

          Meu pai foi trocar a tucson num cruze…na Chevrolet da minha cidade eles queriam 12 mil de volta, meu pai foi numa cidade a 100km e fechou a 9mil a diferença no mesmo carro. Ainda ganhou sensor, bancos de couro e fechamento dos vidros no controle.

    • Lucas Moretto

      Comigo também!
      E normalmente vem acompanhado de desculpas como: “É porque é na troca” ou “Tem o frete” ou “O preço do site não está atualizado”

      • Junoba

        Na Mit da minha cidade, falam que o preço do site é somente a vista…..hahaha.

        • Davi Millan

          Florianópolis?

          • Junoba

            Ipatinga/MG

            • Davi Millan

              Engraçado, porque aqui em Florianópolis a css da Mitsubishi diz a mesma coisa.

              • Ric53

                Aqui em SP tbm, estamos todos lascados..

        • Mas isso até que faz sentido, pois quando você coloca o teu carro usado no negócio a revenda precisa vender esse carro para ter todo dinheiro do carro que você comprou. É como você vender um imóvel que vale R$ 500 Mil, ai chega um interessado que quer dar o imóvel dele na troca, que vale R$ 350 Mil, e chega um outro cliente que te oferece R$ 480 Mil a vista. Para quem você vende ?

          • Chega_de_Ignorância

            Mas eles ganham rios de dinheiro no usado também. Se eles pegam abaixo da Fipe e o carro está conservado, dão uma maquiada, baixam km e vendem acima da Fipe pra algum desavisado. E do jeito que os novos estão caros, os usados nem ficam muito no pátio. Carro bom vende logo e os ruins eles repassam pros multimarcas parceiros. Nesses eles pagam valores mais ridículos ainda.
            Claro que não é um crime, é apenas o mercado. Mas crer que as concessionárias passam fome é o mesmo que imaginar que donos de postos de combustíveis não combinam preço, não alteram o combustível e/ou também são apenas vítimas.

            • Wilian

              Ninguem reclama de pagar 3 vezes o valor de uma camisa, mas a concessionária ganhar 10% de lucro líquido (que muitas vezes não chega a isso, algumas vezes pode superar) parece crime. A concessionária é vista como a grande vilã do comércio, mas muitas vezes tem uma margem de lucro muito menor do que outros comércios que faturam tanto ou mais. Se vender usado dá tanto dinheiro e é tão fácil de vender, qquer um pode abrir uma revenda de usados. Esse comércio é muito mais difícil do que parece. É coisa ou para vigarista ou para profissional. Cabe o cliente procurar identificar os dois. E menor preço não é o principal critério.

          • Junoba

            Mas se os outros não cobram acima da tabela, porque eles tem que fazer isso ? E quando paga acima do “oficial”, na hora da revenda a desvalorização é maior.

        • Luiz

          Pergunte pra eles se o banco paga parcelado pra eles !? Porque até onde eu saiba toda venda de veiculo TODA é feita à vista porque que financia para você são os bancos. Se o “vendedor” me solta uma dessas eu aperto a mão dele e o considero um ser inferior a mim por achar que no universo paralelo dele eu iria cair nesse MIGUE. Na boa pra mim podia abolir vendedor de carro e colocar um totem configurador que iria ser mais rápido e prazeroso comprar o carro.

          • Wilian

            Ninguem falou de financiamento, falamos de usado na troca. Financiado quando eu vendo realmente é como a vista, dá um pouco mais de trabalho, mas os valores que a loja recebe são os mesmos. Agora o usado esse dá trabalho para vender sim e ainda envolve o risco de ficar c ele no pátio até vender. Lembrem-se, a concessionária paga seu carro a vista para a fábrica quando vende, ou seja, ela “compra”, tira dinheiro do caixa para ficar c o seminovo, isso inclui também custos financeiros.

    • Felipe Sousa Augusto

      Por 40 mil compro Jetta 2010

      • Ramom Alencar

        começou… AH… por esse preço prefiro um azera V6…
        AH… por esse preço prefiro um fusion V6…
        meu caro, não se compara NOVO com USADO.
        o preço do seguro do jetta é o mesmo de um KA?
        o consumo?
        a manutenção?
        reposição de peças?
        o espaço que ocupa na garagem?
        não estou dizendo que prefiro um KA novo a um jetta usado, mas não se deve comparar, quando for a matéria a respeito de usados vc cita seu jetta.

        • dougkmt

          Exatamente!!! Comparação justa e coerente é novo X novo, e usado X usado!!

        • Anderson Trajano

          kkkkkkkk começou (2) Fico só esperando o pessoal começar a fazer essas comparações …

        • Ric53

          Sem sensacionalismo vai, eu tenho certeza que o amigo não quis dizer 1.0 zero km ou V6 com 5 anos de uso

        • Rodrigo R

          Entrei para falar isso, da turma dos espertos do carro médio usado.

      • Junoba

        Com 40k eu compro Fluence 2012 e três vezes mais equipado que o Jetta.

        • dougkmt

          Pra ser 3 vezes mais equipado vc está contando botão por botão do painel hein! Kkkkkk

          • Junoba

            Kkkkkk foi um jeito de dizer, de como o Fluence é melhor e mais equipado que o Jetta.

            • Edson Fernandes

              Só lembrando que esse Jetta 2010 é o 2.5. Esse é bem equipado.

              Agora, me fala onde tem Fluence 2012 por R$40000 automatico, que vou correndo comprar o meu. Os atuais é por volta de R$45000.

              • Raphael Pereira

                Bh vc acha!

                • Edson Fernandes

                  Dynamique CVT entre 30000 a 40000km rodados? E ainda 2012 ? (pois esse possui controle automatico de velocidade adicional que não havia no 2011 além de controles no volante para o som).

                  • Raphael Pereira

                    Desse jeito na casa dos 43 ,45 mil.

                    • Edson Fernandes

                      Exatamente é bem nessa casa mesmo.

                  • Junoba

                    Meu avô teve controle automático de velocidade, e controles pro som no volante, no modelo 11/12 do Fluence dele.

              • Ramom Alencar

                http://carro.mercadolivre.com.br/MLB-621287632-renault-fluence-dynamique-20-2012-automatico-auto-street-_JM
                compra e faz o relato aqui para o NA e não esqueça de me agradecer pela dica
                kkkkkkkkkkkkk

                • Edson Fernandes

                  Engraçado que em outro site, ele deixou bem claro vender apenas para revendedores…. é mole?

                  • Ramom Alencar

                    kkkkkkkkkkkkkk

              • Fábio

                BSB vc acha. Já vi um com teto por esse preço, mas era 11/12

      • Pedro Paulo ()

        com motor de santana?

        • Chega_de_Ignorância

          Com 1/2 motor de Lamborghini.

          • Adam Lewis Charger

            Na verdade é um VR6 cortado.

            • João Martini

              O 2.5 do Jetta é o V10 5.0 do Gallardo cortado ao meio.
              Mesmo porque um VR6 não tem como cortar. Os cilindros ficam muito próximos. É quase uma fusão de dois blocos.

              • Adam Lewis Charger

                Nem eu, nem você hahaha é um motor Audi da década de 80, campeão com o Audi Quattro no Grupo B e não tem nada a ver com o V10 da lambo que é um projeto bem mais moderno.

                Eu falei sobre o VR6 porque tinha visto algo na internet sobre o VR5, mas ele não foi utilizado no Jetta, apesar de existir.

      • Chega_de_Ignorância

        Tá maluco!?
        Por 40 mil tu compra uma BMW M3 1995.
        BÊ-EME-DÁBLIU! Série M!!!
        O vizinho pira!!
        E se quebrar compra tudo no Aliexpress!

        • João Martini

          HAHAHA

      • Paulo

        Com 40 mil dá para comprar muitos outros carros, até Mercedes-Benz, o foco da reportagem não é esse.

    • Rodrigo R

      Troquei de carro em Junho de 2014, no site era um preço, na loja era 5 mil mais barato e ainda me deram o emplacamento, o que reduziu mais R$ 900 Reais do meu custo com despachante(era esse valor que estava na nota de valores). RJ.

  • Fábio Alisson

    40 mil num carro 1.0 parece-me insano. Depois de comprar 3 carros zero km entre os anos de 1999 a 2011, optei por um seminovo em 2014. Creio que eu não volte mais a comprar carros zero km.

    • Ramom Alencar

      parabéns meu caro.

    • Igor

      Qual carro voce pegou? Gasta muito mais com manutenção? Qual km?
      To perguntando pq estou quase nessa.

      • Fábio Alisson

        Opa. Então, antes eu tinha um Civic 2011 que tirei zero, e agora peguei um Civic EXR 2014 seminovo, com apenas 7 meses de uso, ou seja, praticamente zero. A diferença é que paguei R$ 11 mil a menos que o valor do carro zero. Ainda tenho mais de 2 anos de garantia. Não ví nada de negativo nessa aquisição, só vantagens. Quanto a manutenção os gastos são os mesmos do outro Civic que tirei zero. Só ví vantagens, sem contar que não paguei emplacamento, película, tapetes…

        • Igor

          Legal, valeu pela resposta!
          Parece mesmo ser a melhor opção.

        • Alessandro Lagoeiro

          E porque alguém se desfez com sete meses de um carro tão bom?

          • Fábio Alisson

            Pra comprar uma SUV. Vaidade do cara. Não me cabe julgar. O carro realmente está bom, foi visto minunciosamente por mim, e levei em um amigo vendedor de carros e um avaliador, os quais constataram que não havia nada de errado com o carro, a pintura está toda original, o que também foi confirmado pela concessionária Honda.

            • Alessandro Lagoeiro

              Mas então você conhecia ele. Essa é outra situação. E claro que não cabe alguém julgar, mas quando comprei meu último carro zero, estava olhando outros, e me chamou atenção um Clio com 8 mil quilômetro e um Uno com 11 mil. Todos com o mesmo papo de que o ex dono não se adaptou ao carro, pois precisava de um carro automático. O complicado foi descobrir isso só depois de comprarem o carro. Eu já comprei uma Mercedes usada assim, mas do patrão da minha irmã, que foi fazer graça com a mulher que simplesmente não conseguia subir no carro (Sim, era a Classe A)

              • Fábio Alisson

                Não conhecia o ex-dono do meu carro. Encontrei o carro num anúncio de jornal que sequer tinha foto. Porém fui vê-lo e gostei do que ví. É claro que antes de achar esse ví alguns que não estavam bons, mesmo carro mesmo modelo. Mas pra comprar um seminovo tem que olhar bem. Não me arrependo, só alegria.

          • Adam Lewis Charger

            Existem muitas pessoas com esse tipo de besteira na mente (meu tio é uma delas) está sempre trocando de carro por bobeira e acaba passando carros praticamente novos, as vezes com 4 meses de uso.

            • Alessandro Lagoeiro

              E também existem zero km com problemas que a fábrica a concessionária não conseguem resolver, e o dono perde a paciência e dinheiro. Eu acho que quando fui comprar meu carro, era o caso do Uno que estava vendendo. Mas parece que para os compradores do NA, ou o problema é resolvido com a assinatura do DUT, ou a pessoa conserta o problema por sí própria… Para vender o carro logo depois!

              • Fábio Alisson

                Não foi o caso do meu carro. Já rodei 8 mil km depois que peguei, inclusive fiz 2 viagens para uma cidade que fica a 340 km daqui. Só alegrias.

            • Fábio Alisson

              Exatamente. Quero fazer negócio com esse tipo de gente, daqui pra frente. rs

    • Fernando S.

      Carro, pra mim, tem que ser zero. Se for pra pegar usado, eu fico com o meu atual.

      • duhehe

        Depende…
        Eu não pegaria um carro com mais de 20.000 rodados.
        Até essa marca, acho que dependendo do negocio, vale a pena.
        Outro situação é essa sendo discutida aqui no forum, entre um 1.0 com o kit sobrevivencia e um medio usado bem conservado, iria de usado, popular 1.0 ninguem merece.

        • Fábio Alisson

          Fecho contigo nas duas afirmações. Farei isso agora, comprarei carros com no máximo 1 ano e meio e menos de 20 mil km rodados.

          Também fico com um médio usado no lugar de um 1.0 com o “kit decência” (ar, dh, ve, te, abs, air bag). Um médio oferece muito mais e, geralmente são plataformas globalizadas, muito mais seguros, que compactos com plataforma tupiniquim, com motores mancos e arcaicos.

          Vejam o exemplo do Prisma Advantage, que piada! R$ 48 mil num carro com um motor 1.0 que foi concebido a mais de 20 anos…

          • Alessandro Lagoeiro

            Prisma concebido a mais de vinte anos? Que Prisma?

            • Fábio Alisson

              Releia meu comentário, afirmei que o MOTOR do Prisma foi concebido há mais de 20 anos. Se não sabe essa família de motores chegou ao Brasil no Corsa, em 1994.

              • Alessandro Lagoeiro

                Entendi, e de fato tinha entendido errado. Mas que eu saiba esse motor recebeu atualizações para dizer que é o mesmo motor. Já que falou de médio, vai minha dúvida: Será que o motor do Corolla é novo? Será que para essa geração, que estreou recentemente (Acho que no ano passado, não foi?), o motor é completamente novo? E do Civic, Jetta TSI, Focus, Golf…? Não acho que uma fabricante grande como Toyota, VW, Honda, Ford… Quando projete um novo motor, jogue todo o passado fora e comece do zero. O que vem é sempre evoluções em cima do que se tem na prateleira. Claro que em alguns momentos há uma mudança brusca, com rompimento do passado porque pouco poderia ser aproveitado (Acredito que tenha sido assim com VW a ar e AP, Endura e Zetec que é baseado no motor campeão do mundo com o Schumacher e por aí vai… No mais, o que temos são sempre atualizações). Até porque se esses fabricantes jogassem todo o investimento, conhecimento e know-how adquirido em décadas e começasse do zero, qual seria a diferença deles para os fabricantes que estão surgindo agora, como os chineses e indianos? Então eu concordo que o motor Chevrolet não tenha tanta tecnologia quanto seus rivais e mereça uma atualização… Mas ser o mesmo motor de 1994? hum…

                • Fábio Alisson

                  Engraçado, todos os carros citados, como Corolla, Civic, Jetta TSI, Focus, possuem motores que podem até não serem totalmente novos, porém possuem recursos tecnológicos como: comando de válvulas variável, alguns têm injeção direta, turbo, bloco em alumínio… Para exemplificar, um motor de um Civic ou Corolla 2007, na minha opinião é bem superior a um Fiat eTorq, que é de concepção teoricamente mais nova.

                  Jetta TSI e Golf, não preciso nem falar né? Motores de origem Audi

                  Agora o 1.0 da Chevrolet, sinceramente, de 94 pra cá, ganhou um módulo flex de injeção e deve ter mudado os coletores, e alguns componentes internos pra aumentar a taxa de compressão.. Enquanto concorrentes como VW, Hyundai e Ford já trabalham com motores 1.0 de 3 cilindros, multiválvulas, comando variável.. etc etc. Os números de desempenho e consumo estão aí para nos mostrar.

                  • Alessandro Lagoeiro

                    Exatamente Fábio! Você chegou no ponto que queria: Novos materiais, novo comando de válvulas (Para se ter uma idéia, dois motores da Ford de 90 eram da década de 70: O V8 do Mustang e o 1.0/13 do Fiesta, o Kent/Endura. Mas justamente isso o que mudava neles: O comando de válvula. E no caso do Muscle, o bloco passou de ferro fundido para alumínio, além da óbvia injeção que era um evolução da Benneton V10 Zetec). Você fala de alguns componentes internos? Quais são: Biela, virabrequim, cilindro, bloco (Não sei, estou só exemplificando)? Então, o que determinaria que ele é o MESMO motor da década de 90, o que identificava nos Ford que eu citei, ou hoje nos japoneses?
                    O motor Chevrolet é desatualizado? Isso é fora de questão, e em nenhum momento eu questionei isso. Precisa de uma atualização? Sim, e você foi perfeito nisso: Os números estão aí, e seria muito idiota brigar com isso. Mas o que eu questionei foi o fato de falar que é o mesmo motor. Imagine que ele ganhe o comando de válvulas variável e 16 válvulas, sem mudar nada no bloco ou dentro dele. O que ele ficaria devendo para os mais novos? E ainda assim, não seria o mesmo motor?
                    E eu acredito que você possa estar certo, mas todo motor da Audi não é sempre de origem VW (Ou Porsche, no caso das Avanti dos anos 90) e nunca ao contrário? Mesmo que eles sejam lançados exclusivamente nos irmãos mais nobres, acho que o centro de desenvolvimento de motores é em Wolfsburg mesmo. Mas vou tentar pesquisar sobre isso.

        • Alessandro Lagoeiro

          O problema que vejo é que nessa configuração, o usado estaria muito próximo do valor do zero km. Aí na diferença de juros do financiamento talvez a diferença já era?

          • Fábio Alisson

            Que juros? Paguei a vista. Um motivo a mais pra valer a pena.

            • Alessandro Lagoeiro

              Escrevi errado. Quis dizer em um “eventual” financiamento.

      • Fábio Alisson

        Usado é uma coisa, seminovo é outra. Peguei um carro com 7 meses de uso e com um deságio de R$ 11 mil em relação ao modelo zero km, fora outras despesas ao se adquirir um zero km. Achei que fosse uma vaidade tola pagar R$ 11 mil só pra dizer que estava pegando um carro zero. Para efeitos de comparação: era levar um Civic de entrada (LXS) zero km ou um top de linha (EXR) com 7 meses de uso em estado de zero, pelo mesmo valor. Fiquei com a segunda opção.

        • Stark

          Pra mim não tem essa de “seminovo”. Se alguém está vendendo o carro depois de usar, então ele é usado. Alguns estão bem conservados, outros menos, sem falar nas bombas. Na minha opinião é só um termo bonitinho pra enganar o subconsciente (e funciona).

          • Fábio Alisson

            Não falei e nem me iludi em momento algum que comprei um carro zero, mas o fato é que ele estava em “estado de zero” como afirmei. Achei mais vantajoso, pois não precisei financiar, e ainda achei melhor pegar rum carro mais completo que um 0 km menos equipado e menos motorizado.

            • Stark

              Não disse que você se iludiu, disse apenas que não concordo com o termo.

        • Fernando S.

          Nesse caso, foi um negocião. Mas isso é exceção, é um caso em mil. Geralmente são carros com três anos de uso e mais de 50 mil rodados (por uma pessoa que vc não sabe como tratava o veículo)

        • Rodrigo R

          Seminovo é uma palavra bonitinha inventada por vendedor de carro para vender mais caro carro USADO !

          Já viu mulher semi virgem ?

          • Fábio Alisson

            Comparação “inteligente” hein.

            Continue pagando uma fortuna a mais por um zero km. Eu prefiro pegar um “usado” com meses de uso, em estado de zero, e por uma boa quantia a menos.

  • TukhMd

    No primeiro pelotão ficaria com o QQ, quando for nacional. No segundo, Up! e Ka pela modernidade, Sandero ou Celer (nacional) para quem precisa de espaço interno e vai usá-lo como único carro da família ou quem pega estrada frequentemente (motor > 1.0).

    • TukhMd

      Edit: Sandero NÃO! Vi agora que a versão sub-40k é a 1.0. Que acinte!!!!

      • Edson Fernandes

        Pelo menos em SP vc pega com facilidade 0km, o Expression 1.6.

  • Doccar

    Se nao fosse o super IPI dos PTralhas, os chineses estariam bombando nesse segmento.

    • João Cagnoni

      Dos petralhas? A indústria praticamente obrigaria qualquer governo a fazer o mesmo.

      • Junoba

        Colocando o super IPI de 30% e ainda o “normal” que é cobrado dependendo da motorização, ICMS, PIS, COFINS. O desGoverno está sendo ate investigado pela OMC por causa disso, e você acha que qualquer governo faria isso !?….. Voce é petista só pode…Hahahahaha.

        • BillyTheKid

          Praticamente todo partido que ganha uma eleição já começa devendo “favores” pras empresas que deram “doações” pra eles. E não é só o PT que recebe “doações” generosas de várias empresas…

          Agora imagina você, presidente da república, recebendo das montadoras ameaças de demitir funcionários e fechar fábricas por causa de “concorrência desleal” dos importados. O que você faz? Liga o foda-se e arrisca investidores fugindo com bilhões pra outros países, ou tenta manter os investidores e, melhor ainda, aplica mais um imposto rendendo ainda mais grana pro governo? Só não vem me dizer que o (insira qualquer partido aqui) escolheria a primeira opção…

          Não sei porque tem gente que pensa que o governo trabalha pro cidadão. Nem nos EUA eles são tão cegos a ponto de acreditar nisso.

      • CignusRJ

        João, me responde, como a industria praticamente obriga?
        Ela bota uma arma na cabeça da Dilma e diz “se não aumentar vc morre?”
        Claro que não, a industria não obriga, geralmente são membros do governos que oferecem seus serviços. Vejo o governo como fornecedor de serviços e a industria como consumidores. sendo que neste caso o fornecedor é que estabelece os preços.
        De qualquer forma o que existe é acordo e não um que obrigue o outro.

        .

        • 4lex5andro

          tem comentario risivel mesmo, praticamente defendendo o governo (independente de ser pt ou nao) como se o estado nao embolsasse quase 40 % sobre o preço de cada carro ..

      • duhehe

        Acho que se o PT nunca tivesse colocado o pé em Brasilia, hoje tudo seria muito diferente no setor automotivo.

        • 4lex5andro

          na verdade nao seria tao diferente, desde o governo psdb,já existiam cotas sobre importaçao de carros ..

    • Alessandro Lagoeiro

      O único que teve uma proposta para poder levar a sério, a JAC, chegou tão próximo do preço dos nacionais que sem IPI Ford e Citroen igualaram o preço rapidinho, o que tornou os “nacionais” uma aposta melhor. O preço deles era bem próximo do que Suzuki, Renault e Peugeot tinham na reabertura do mercado. E nenhuma dessas bombou.
      Por favor, não me venha falar de chineses que não se preocuparam com assistência, pós-venda, rede de distribuição e até mesmo qualidade de montagem dos seus carros. Esses não dá para levar a sério. Carro não é simplesmente adquirir pelo menor preço possível. Tem que ter uma rede de assistência, segurança de que não tirarão o modelo de linha amanhã ou abandonarão o país..

      • TukhMd

        Eu considero a CHery a mais confiável nesse sentido.

        • Alessandro Lagoeiro

          Amigo, talvez ela tenha se tornado a mais confiável, mas longe disso quando chegou. Não é apenas disponibilizar os carros. Mas a infraestrutura para eles. Porque Toyota vende tanto, mesmo sendo mais caro que os concorrentes e oferecendo menos? Porque ela oferece mais que apenas o carro. Oferece uma infraestrutura para esse carro depois que você comprar.

      • Edson Fernandes

        Foi a JAC? E a Chery que tem centro de desenvolvimento e produção? Que já tem uma fabrica no Brasil cujo já fabrica o Celer (atualizado)?

        Desculpa… mas se for considerar seriedade, eu iria preferir confiar na Chery do que na JAC.

        • André

          Concordo, a Chery parece ser a primeira marca chinesa com alguma chance de crescer de forma sustentável no Brasil.

        • Alessandro Lagoeiro

          Disse que chegou com uma proposta nova. Inclusive acho que hoje a Chery é a melhor chinesa aqui.

        • Embora a Chery tenha a fábrica local, centro de desenvolvimento e esteja investindo pesado por aqui e com isso tem aumentado a confiança na marca, atualmente acho que a Lifan é a montadora chinesa mais bem estruturada no país, pois foi capaz de melhorar o seu pós-venda a ponto de ser melhor que o da PSA (o que não era muito difícil) e o deixar bem próximo da qualidade (ou falta de) do pós-venda na concessionária oferecido pela VW (nada referencial, considerado um dos piores do país). Vejo a Lifan como a mais esperta, sem alarde, transformou aquele galpãozinho que era da Effa no Uruguai, em uma unidade de montagem bastante interessante e, no caso de seu best-seller, o X60, que é dotado de peças bastante generalistas, tem adotado diversos fornecedores locais (Mercosul, incluindo Brasil) e desde o lançamento do carro, a cada seis meses (as duas versões que lança todo ano) ela muda muita coisa no veículo, tanto no que se vê, como a alteração de rodas, cores do interior, multimídia, vidros, quanto principalmente na mecânica, onde já mudou fornecedor do sistema de freios, fechadura/ignição, bateria, cabos elétricos, sistema de travamento, sistemas de monitoramento (com a adoção do computador de bordo inclusive), bomba de combustível e até fez modificações no motor, tendo tido até mesmo um lote de X60 com motor 1.8 de 135cv, e o atual 128cv que se adapta bem a nossa gasolina etanolizada em excesso, graças as modificações recomendadas pela filial brasileira, o que garantiu sucesso ao modelo e o fez cair no gosto do público brasileiro, se tornando o veículo de montadora chinesa mais vendido do país, mesmo sendo um dos mais caros. Mérito da Lifan que ouviu seus consumidores e tenta se inspirar no que a Hyundai, Honda e Toyota são para seu consumidor: excelência.

  • TukhMd

    Impressionante como o Up! é caro para a categoria, pelo menos no preço de tabela. Não que os outros não sejam ainda mais caros, considerando a antiguidade dos projetos e suas plataformas de baixo custo, mas o preço em termos absolutos conta muito nesse segmento.

    • FPC

      Eu comprei o meu em julho por 3 mil abaixo da tabela

  • Dieizon

    O único com bom custo é o ka e lifan 530.

  • Lyn

    Up!, March e Ka

    • TukhMd

      March, assim como o irmão Sandero, denuncia logo seu projeto de baixo custo, mas sem o espaço interno deste. Única vantagem é o motor atualizado, mas considerando que há concorrentes de outras marcas com projetos superiores, e preços semelhantes – como Up! e Ka, não vejo como boa compra.

      • Lyn

        Priorizo economia de combustível a espaço interno. E o motor renault 16v me incomoda na cidade pois o motor e chocho em baixas rotações

        • TukhMd

          Então Up! é mais negócio!

          • Lyn

            sim. eu coloquei em ordem de qual eu pegaria.

  • Roberto

    Que preços surreais por carros BEM meia-boca. Dá nem vontade de comprar esses “Compactos” 0 Km

  • André Maia

    Sempre a mesma ladainha nos comentários. Os ‘mocinhos’ são sempre os que menos vendem. Os vilões, os mais vendidos.

  • Wagner Lopes

    Por isso estou fora do “carro zero” já fazem bons anos….

    • vicmarconi

      Eu tenho dinheiro e vontade, mas dá um desânimo ver o tempo de trabalho necessário para pagar um carro zero. Sinceramente, minha vida vale mais que um carro. Meu atual é de 2009 e assim permanecerá por muito tempo.

      • Wagner Lopes

        Vontade agente sempre tem né…?!! Quem não gosta de ficar trocando de carro e experimentando sempre um diferente…?!! O meu também é 2009 e me satisfaz plenamente em todos os aspectos. A manutenção é rigorosa e feita por mim mesmo com todo o capricho além de não ficar na mão dos concessionários e sua reconhecida incompetência atual. Mas hoje tenho outras prioridades para meu $$$$ (imóveis) e carro, com certeza, já não faz mais parte delas…

  • Darlon Anacleto

    Que bosta! Pelo visto vou envelhecer comprando seminovos com até quatro, cinco anos de uso (se é que isso ainda é considerado seminovo). Pelo menos levo carro mais seguro e completo.

  • Mr. Car

    A coisa está feia mesmo. Se fosse comprar um 0km hoje até R$40.000,00 com todos os equipamentos que gostaria de ter no carro, teria que considerar os 1.0. Seria um up! ou Novo Ka, talvez um New March já com o motor 3 cilindros. Como bem lembrado, há um ano atrás, se tinha várias opções com motores maiores, 1.4, 1.5, e até 1.6. Quase troquei, só não o fiz pois meu carro (2009) não tinha nem 20.000Km, pensei melhor, e achei bobagem. Está batendo até um certo arrependimento, mas agora é tarde, he, he!

    • Stark

      Trocar carro com 20.000 km é muito cedo. Só consideraria trocar a partir de 60 mil km. Apesar da idade do seu carro, se estiver conservado vale a pena manter. No seu caso só trocaria por um usado, já que os 0km aumentam cada vez mais.

      • Mr. Car

        Por isto não troquei: baixíssima quilometragem (agora 24.000Km), e muitíssimo bem conservado.

        • Fernando S.

          Caramba, vc não roda nada com o carro praticamente. Meu carro tirado da CSS em janeiro de 2014 já está com 15 mil rodados (em 13 meses)

          • Mr. Car

            Praticamente só uso para viajar. Este é o segredo, he, he!

  • Fabio Pasche

    Nossa, só 1.0 ( eu vi os chineses )

    • Junoba

      É porque os chinas não contam pra você ne……

      • Fabio Pasche

        Sim, eles não contam, ainda tenho uma certa desconfiança.

        • Fernando S.

          Só um completo insano pra comprar carro chinês, vai levá-lo à tumba.

          • TukhMd

            Eu teria coragem de comprar um Chery Celer se oferecessem uns R$4.000,00 de desconto e fosse pelo menos 3 estrelas no crash-test. Os caras parecem mais “sérios” do que os outros. Ah, e claro, com ccs perto de onde moro.

          • Fabio Pasche

            Eu não to pedindo pra você aceitar ou não o que eu penso … Cada um tem seu gosto pessoal e sua própria concepção.

            Apesar das minhas ressalvas, eu em momento algum te critiquei, então faça o mesmo e respeite a opinião de quem descorda de ti.

            • TukhMd

              Eu acho que você não entendeu o Fernando S. Ele está CONCORDANDO com você; para ele insano é quem COMPRA carro chinês e não quem é desconfiado deles, como você.

            • Fernando S.

              Enlouqueceu? Eu estou concordando com você, Fabio.

              • Fabio Pasche

                Vou re ler, se eu entendi errado me desculpe …

              • Fabio Pasche

                Sim li errado e peço desculpas novamente …

                • Fernando S.

                  Tranquilo =D

  • Heverson

    E pensar que a exatos 2 meses atrás, meu pai pegou o “antigo” novo palio fire 4 portas com Direção Hidráulica, Ar-Condicionado, Vidro Elétrico Dianteiro e Trava Elétrica por exatos R$ 29.990,00… Deu entrada de R$ 12.000,00 e financiou o restante em 48x de R$ 520,00. Pelo visto não foi um mal negócio visto os preços praticados atualmente.

    O que meu dá raiva são os preços praticados pelas CSS em serviços simples… Quando meu pai foi retirar o palio dele, a CSS estava fazendo uma “promoção” e oferecendo a ele um pacote com a instalação de alarme (pósitron), película fumê e protetor de cárter por míseros R$ 1.250,00 em até 4x sem juros no cartão! Ainda bem que ele me ligou antes de fechar negócio com essa “promoção” e eu juro que se eu tivesse lá, eu iria rir na cara da vendedora…

    No fim das contas ele instalou a película em uma loja especializada por R$ 150,00, o alarme (também pósitron) em outra loja por R$ 250,00 e o protetor de cárter em uma oficina por R$ 60,00, ou seja, uma economia de R$ 790,00 em relação ao preço da CSS!

    • Fernando S.

      Sempre que leio essas notícias de aumentos, eu abro um sorriso de orelha a orelha por ter comprado um Fiesta RoCam 1.6, em 2013, por 33.990,00.

    • Stark

      Bom, não quero criticar ninguém mas fazendo essa conta são 7 mil reais de juros. Por isso que o melhor é comprar à vista, mas infelizmente pra muitos o financiamento é o único jeito.

      • Rodrigo R

        O mercado agora ainda dá um bom negócio se o comprator tiver de 50% a 60% do valor do carro, e parcela “sem juros” em 12x ou taxa baixa de 0.99%, o que ainda não fica proibitivo a prazos de até 36x.

  • FFSB

    Brasil… Quando é que ficamos tão ricos? Porque idiotas sempre fomos (e somos).

  • pedro rt

    valor na css e sempre bem mais barato q o sugerido no site da marca e pra lançamento e o mesmo preço do site

    • Davi Millan

      Não é não! Isso depende muito da cidade, da quantidade de concessionárias e o gosto da região. Aqui em Floripa carros da Honda (quando tinham) e Toyota estão sempre acima da tabela e se tu der o carro em troca só não tendo amor ao seu dinheiro para pagar. Algumas praticam sobrepreço mas te devolvem no teu carro (acho que é uma estratégia para dizer que estão pagando no teu carro 5 mil a mais do que os outros, mas na verdade o carro deles já estão 5 mil acima da tabela). Aqui geralmente a Renault e a Chevrolet (como tu me lembrou, mas apenas para alguns modelos) são as que praticam preço abaixo da tabela, pelo menos era assim.

  • pedro rt

    se for chevrolet entao… os preços sao de 5mil a 12mil mais barato q aqueles do site da marca dependendo de qual for o modelo

  • Joildo Dias

    Está inviável comprar carro 0 nesse país, esse ano tenho que trocar de carro vou fugir de 0 e vou de usado quem sabe 12/12 ou 13/13 procurar com calma e bem conservado…….com uns 20 ou 30% mais barato que um 0, mas que na verdade deveria ser o preço do 0……….esse país é uma comédia………..

    • pedro rt

      com 45mil vc compra um honda city LX automatico 12/12

  • Milton Baptista

    40 mil reais = 15 mil dólares.
    Com 15 mil dólares, nos Estados Unidos, você leva um Nissan Versa, completo, por 10.990 dólares. Em compensação, em Cuba e na Venezuela, nosso modelo, com 15 mil dólares você não leva carro algum

    • Tosoobservando

      O incrivel é isso ser na mesma jaula, oops , planeta.

  • Junoba

    O melhor custo-benefício dos populares, é o Face. Não tem melhor que esse. O problema mesmo é o pós-venda, mas é sim uma boa opção. Somente uma atualização e bastante marketing pra salvar o modem.

    • TukhMd

      Face? Sério? Aquele carro que vai sair do mercado daqui alguns meses, deixando os compradores com o mico na mão? E ainda por cima se esfarela no crash test…

      • Junoba

        Você não sabe das coisas, e sai falando. O Face conseguiu 3 estelas no teste da Ancap ( teste australiano).

        E porque ele seria um mico ? Ele está ficando bem mais tempo que o Sonic, que só de vender menos, a GM tirou do mercado brasileiro. Pelos os chinas não desistem tão fácil do mercado.

        • 4lex5andro

          mas por exemplo , o march tirou uma nota no euroncap e outra no latincap..

          parece cedo afirmar que o chery face vendido em melbourne, é o mesmo vendido em sp , por exemplo..

          • XXRS

            Creio que as unidades do Face destinadas ao mercado australiano eram “especiais”. Eram porque o modelo deixou de ser oferecido, por lá agora só o Cielo, como J3 Hatch, e o Tiggo, como J11 SUV. Olha, conhecendo bem tanto Face quanto Cielo, a falta de qualidade deles, pelo menos nos modelos oferecidos aqui, fica difícil acreditar que um mercado maduro e desenvolvido como o australiano admita algo igual a eles sem que haja uma “adaptação” para adequar os carros as exigências minimas do mercado. Julgando pelas fotos do site australiano da Chery, o Cielo vendido lá aparenta ter acabamento bem melhor que o que foi vendido aqui, e inclusive esse era um dos pontos fracos do carro, cujo interior desmontava literalmente.

            • Junoba

              So pra você ter uma ideia, o Tiggo vendido na Austrália usa o volante do QQ, aquele negocio feio ! Não acho que a qualidade seja melhor.

      • Fernando S.

        Esse Junoba vive num mundo paralelo, ele acha que carro chinês é bom negócio.

      • XXRS

        Face, aquele com bancos revestidos de pano de chão encardido, com costuras feitas por meninas chinesas de 5 anos de idade. Aquele que tem acabamento de deixar qualquer popular nacional, até o Celta e o Palio Fire, como carros de luxo.

        • Fernando S.

          Faltou citar que houve um recall em 2012 por conta do pedal de freio, que pode entortar se for pressionado com muita força kkkkkk

          • Junoba

            Não foi com o Face. Mas com o S18.

    • pedro rt

      hj nao vale mais apena comprar jac motors ou esses chery mais baratos. se for barato o melhor entre os chineses e o lifan 530

      • 4lex5andro

        o lifan que jogou o cofre do motor no banco do dummie .. “ta certo” ..

        • pedro rt

          vc tem provas sobre isso? to falando da nova geracao de carros da lifal como o x60 e o 530

          • Alessandro Lagoeiro

            Acho que quem tem que provar que mudou é o fabricante, e não o amigo acima. A Hyundai tinha tido um desempenho irregular no primeiro teste (Vale ressaltar: acima de qualquer chinês) e patrocinou o segundo teste para provar a melhoria.

    • TukhMd

      Desculpem utilizar o termo “carro”, foi descuido meu. O certo é LATA DE LIXO MOTORIZADA!

    • Stark

      Beleza, compra um Face. Boa sorte com a manutenção e peças no mercado paralelo. Boa sorte esperando chegar as peças. Boa sorte tentando vender o carro por uma pechincha (e ainda não vão querer). Crash test desses carros é uma incógnita, não adianta dizer que tirou 5 estrelas em tal mercado pois a qualidade varia demais de um lugar pro outro.

      Falta diferencial aos carros chineses, só o preço não é suficiente pra deixar a desconfiança de lado.

      Entre o seu adorado Lancer e um chinês você compraria qual? Nem precisa responder.

      Não adianta economizar na compra e passar dificuldade depois.

  • dougkmt

    Excelente observação na explicação do método da pesquisa:

    “A lista abaixo foi feita com preços de tabela. Sabemos que muita gente irá falar o mesmo de sempre: “Ah, mas os preços praticados são muito menores, aqui na minha cidade tem o modelo X por tanto. Pode ser verdade, mas os valores de comparação entre modelos novos aqui no NA sempre seguirão valores de tabela. Até porque se citarmos os menores preços possíveis no país, eles servirão apenas para quem está naquela cidade, como São Paulo, por exemplo, e não temos leitores apenas em São Paulo.”

    Muita gente não entende quando discutimos e comparamos carros com os preços de tabela (informados oficialmente no site da marca), e utilizam exatamente o argumento de que na concessionária X da cidade dele o desconto é de R$ Y, abaixo da tabela. Isso não cabe no NA, que possui abrangência nacional.

  • Alvaro Guatura

    Com 40 mil na mão eu compraria, emplacaria e faria seguro de um up (move), 2 portas, preto, com ar condicionado + direcao eletrica + acesso completo, e cambio imotion.

    • João Cagnoni

      Com 40 mil reais eu reformo minha casa inteira e banco uns 10 anos de churrasco pra todos os amigos todo mês.

      • Junoba

        Você tem amigos !? Ainda não sei o que é isso de verdade, porque o único que eu tinha, me abandonou. Virou noiado. Um dia você vai perceber que você está sozinho… Acredite (;

        • Adolfo Frota

          churrasco e cerveja por conta atraem milhares de “amigos”, mas na hora do “pega pra capar”, quantos sobrarão?

          • Junoba

            Sobra ninguém pra nada não. Só querem saber de aproveitar um dos outros.

            • Lyn

              Jesus que papo é esse. hahahaha

          • Mr. Car

            Amigo amigo meeeeeesmo, do tipo amigo de fé, irmão camarada, quem tem muita sorte pode contar nos dedos das mãos. Se bobear, das mãos do Lula, he, he, he! Eu tenho uns quatro destes. Se contar meu cachorro, cinco.

        • ESouza

          Que triste isso cara…

          • Junoba

            É a realidade…… Eu também não estou nem ai pra amigos, melhor mesmo so aqueles conhecidos da rua……kkkkkkkkkkkkk

      • Mr. Car

        Digamos uns R$30.000,00 na reforma da casa inteira, o que já não daria uma reforma das mais radicais. Sobram R$10.000,00. Dez anos são 120 meses, isto significa R$83,33 por churrascada mensal. Ainda que você tivesse só um amigo, vamos combinar: churrasquinho chinfrim, heim? Melhor comprar o carro. He, he, he, he, he!

      • Chega_de_Ignorância

        40 pau pra reformar uma casa inteira? Não sobra pro churrasco não, hein

        • CARnivoro

          Se ele fizer um orçamento vai ver que R$40mil não dá pra pagar nem o pedreiro!!! Bem vindo ao Brasil!! kkkk….

  • Iran Borges

    Cenário triste.

  • Kohlsgrün

    E viva a inflação! Quanto será o custo real (produção) de um “produto” destes? Talvez, uns 40% do que esta a ser cobrado no CSS? Nunca compraria um Fiat Palio (projecto de 1996) com motor 1.0 Fire+ (projecto 1985) por R$33.337,00.

    • Junoba

      Lembra que eu te perguntei de qual país você era !? Tu ainda não respondeu. Vieste de onde ?

  • Ediomar

    Não sei como será se um dia pegar um carro 0 km,adoro ler conteúdo técnico sobre automóveis,em especifico sobre o meu veiculo,nas horas vagas sempre gosto de fazer um upgrade ou manutenção mais fácil na garagem de casa como trocar liquido de arrefecimento,filtros,higienizar ar condicionado,trocar eventuais lampadas queimadas,etc,coisas que em carro 0 km não podemos mexer.

  • duhehe

    Que carros completos comprar com menos de R$ 40.000?

    Depois de ler a matéria, conclui : Nenhum.
    Carro 1.0 não é completo, já que falta o principal: motor!

    • 4lex5andro

      depende pra uso em viagem, é dificil contar com os atuais carros mil ..

      mas em perimetro urbano, up e ka parecem opçoes consideraveis, nao que cobrem barato (logico)..

    • Tosoobservando

      tem varios chineses ali que nao sao 1.0.

      • Fernando S.

        Chinês não é carro.

        • Tosoobservando

          tem 4 rodas e anda, é o que entao? Ridiculos tais comentarios, pois os chineses daqui poucos anos terao pelo menos 4 marcas mundiais e o povo vai fica babando ovo, igual hoje fazem para os japoneses. E o Brasil??? kkk

          • Fernando S.

            Com 4 rodas e anda, até carrinho de rolimã.

    • Chega_de_Ignorância

      Dirija um up! ou Ka que vc muda de ideia!
      Claro que não adianta encher de carga e levar a sogra junto…

  • Angelo Lucca

    Uma boa dica pra quem quer comprar é ir nas concessionárias “pra fechar negócio” nos três últimos dias do mês…. Vc consegue verdadeiros “milagres” nesses dias… E nem pense em fechar na primeira, com o preço de uma vc vai em outra e se bobear consegue ainda mais desconto e até uns brindes….

  • Felipe Alfano Perrone

    Minha mãe pegou o Ford Ka em maio de 2012 por 25000 (ou 25900, não sei ao certo), com tudo menos ABS – AB2. São duas coisas que fazem falta, mas não vale a pena trocar agora. Estou com ele desde agosto do ano passado, e não devo trocar tão cedo de carro. Penso como vários, pegar um seminovo de categoria superior

  • Leonardo C.

    Procurando opções para trocar o Corsa Hatch Joy 2008 básico que meu pai tem desde 0KM, e como ele roda muito por dia (média de 60 km), é interessante o carro ser zero. Ná época, o carro custou R$29.300,00 na cor Preto Liszt. Observando esses preços, estou atraído por um Onix, devido aos preços razoáveis que estão sendo praticados aqui em SP, e pelo carro em si, o conjunto me agradou (eu sei que o motor é ultrapassado, mas como é quase o mesmo que equipa o nosso Corsa ele nos agrada e é suficiente) e precisa ter AC, pois o calor que anda fazendo não tá fácil.

    • Ric53

      Cara, eu tbm tive um Corsa 1.4 e considerei o Onix mas eu sinceramente achei q não seria uma evolução, a condução é bem parecida, oq não é ruim mas se vc der uma olhada por aí vai encontrar coisa bem melhor por só um pouquinho a mais como por exemplo C3 e 208 1.5, ambos com direção elétrica (Onix ainda usa hidráulica), acabamento superior e de concepção mais moderna.

      • Leonardo C.

        Concordo com você, C3 e 208 são boas pedidas no momento, gosto do 208 pelo volante pequeno e o painel com a central multimídia, já o C3 pelo parabrisa Zenith e a posição mais elevada de condução. Citei o Onix pelo bom preço que encontrei por aqui, até mesmo com condições melhores se eu adquirisse na mesma concessionária que compramos o Corsa

      • Gustavobrtt

        O porem é o preço do C3, e principalmente do 208, que provavelmente levarão nosso amigo ao ônix.

  • So tranqueira abaixo de 40 mil.

  • Cleidson

    Meu pai tinha um Fiesta 2002 comprado zero que ele não andava, ficava de enfeite na garagem. Três anos depois, com 5 mil km, trocou por outro Fiesta, que pelo andar da carruagem, vai ir pelo mesmo caminho. Ou seja, as pessoas trocam de carro sem necessidade. Vou ficar com meu Ka pelo menos uns 5, 6 anos.

    • Daniel Ferreira

      É a mais pura verdade. Troquei o meu Clio 2011 comprado zero depois de 3 anos só porque o usava para trabalho e ele estava sendo surrado em estradas péssimas. Em condições normais, eu gostaria de tê-lo mantido por 6 anos ou mais.

    • Fernando S.

      O Fiesta tem que ser o 1.6 (esse é nave). O 1.0 é muito lerdo, talvez o pior 1.0 do Brasil.

  • Fabricio Espindola

    Estava procurando um carro até 40000. Acabei comprando por 42500 um Focus Sedan GLX AT 2013, 30000km. Pra mim vale muito mais a pena pegar um seminovo equipado e ja desvalorizado, do que qualquer um desses zero.

  • Pedro

    Os hondas sempre são boas opções de usados… O FIT vc acha 2012 e conservado nesta faixa…

    • Gustavobrtt

      Acho a faixa de 40k bem cara para um fit 2012 usado

    • Vitão

      Por 40K vc acha FIT ano 2010 ou 2011… O mercado de usado tbm está inflacionado atualmente pela alta procura….

    • Fábio

      São boas opções, mas tb cobram bem $$$$ por isso. São caros, eu passo.

  • Raphael Pereira

    Pensar que na faixa dos 45 mil comprava versao de entrada dos medios ha alguns anos atras, e hoje populares inseguros com motor fraco.

  • e_angel

    HB20 ainda está abaixo dos 40k?

    • Gustavobrtt

      Acho que versão de entrada sim, mas talvez sem tem alarmes nem vidros elétricos (a confirmar)

  • Diggo

    Eu ficaria entre o Nissan March e o Ford Ka.

  • Higor Fontana

    Resumo pra quem veio direto para os comentários:

    Nenhum que preste…

  • Tosoobservando

    Agora que os chineses tao começando a vir mais seriamente, tendo fabrica, da pra cogitar ter um. Agora uma coisa é fato, se ta caro, é pq tem quem paga, senao custava metade do preço.

  • André

    Dos modelos acima, ficaria com Ka, Up ou Gol. Se esses ainda estivessem acima do orçamento, pegaria o QQ, tranqueira por tranqueira, pelo menos a mais barata.

  • Chega_de_Ignorância

    Pra mim, abaixo dos 40 é HB20, up! e Ka, nesta ordem.

  • Marcos Wild

    Tudo carroça,
    40 mil reais dá pra comprar quase 14 mil dólares, com 14 mil dólares dá pra comprar um Corolla zero km nos EUA.

  • JoãoAVR

    Complicado ‘soltar’ 40 mil reais nesses carrinhos. O consumidor brasileiro é muito louco!

    • Vitão

      O fods de comprar carro zero é que além desse 40 K, vem de tabela o valor da documentação, emplacamento, som (pra maioria dos casos), IPVA, seguro, etc…

      Só nessa bricandeira acrescenta-se mais 3 K nessa aquisição… Por isso compra de carro zero estou fora, porque é só facada em versão combo….

  • Boris

    Se o critério é 40 mil zero km na tabela, o Etios 1.3 tem que ser incluido na lista ( 39950,00)

    • Vattt

      Esse preço é o de entrada e sem os opcionais necessários para fazer o comparativo.

      • Fernando S.

        Todos os modelos do Etios vem com o kit decência (ar, direção, vidro e trava), acredito eu.

        • Vattt

          Realmente entrei no configurador da Toyota e e já vem completinho de serie!!! Lembrei rtambém do Peugeot 207 que já vem completo de fábrica por 37.990,00. Ao menos os dois são nacionais e motores acima de 1.0 cilindradas.

      • Boris

        Só faltou o som.

  • Vattt

    Uma pena os carros estarem custando “tão caro”. Carro popular no Brasil já beira os 40 mil. Nesse embalo, vou de usado mesmo. Hoje em dia carro zero é uma piada, com o pós venda cada vez pior e a falta de peças atingindo até os populares das 4 grandes. E o mercado paralelo ainda mais incompetente e desqualificado. Tudo é apenas ” jeitinho pra ganhar dinheiro. Fazer o nome e fazer história, ficou no passado. O negócio é vender!

  • GrandeMontanha

    Por menos de R$40.000,00 compra-se carros “quase” completos.

  • João Guilherme Fiuza Lima

    Por isso acho que vale muito gastar um tempo visitando as concessionárias. Moro em Salvador/BA. Semana passada fui com minha mãe em algumas e, numa loja da Nissan, nos ofereceram o March S 1.6, com som instalado e com pintura perolizada (branco) por R$39.000,00. Não é uma pechincha, mas achei o valor mais em conta que os outros que vimos (fora que eles atualizaram o plano de manutenção, que ficou mais barato que antes)
    Só não fechamos porque uma vizinha não se adaptou ao New Fiesta SE 1.5 (vermelho perolizado) que comprou há 8 meses, quis nos vender com 6 mil Km…
    O vendedor da Nissan acabou perdendo a venda.

  • Sandro

    Por esse preço não compro nenhuma dessas porcarias.

  • shdn2010

    Chega a dar arrepios olhar esses preços e o padrão de carros que levamos, é bizarro…….

  • Bruno Wendel Marcolino

    depois falam que os chineses estão caros…

    • Fernando S.

      Pela dor de cabeça que é ter um e nunca mais poder se livrar dele, com certeza é MUITO caro. Eu compraria o tal de J3 se ele custasse até 26 mil reais, com tudo o que ele tem hoje. Passou disso, só com muita coragem. Por 40 mil então, só doido.

      • Bruno Wendel Marcolino

        mais coragem é comprar palio fire por 33 mil, celta por 33 mil, gol por 33 mil, tudo com motores 1.nada.

        Realmente a revenda dos chineses não é tão boa, mas se está comprando o carro por conforto é uma boa opção.

  • Franklin Diego

    Que desgosto: após ler o título da matéria e ver que tem um Palio Fire como imagem do título… :

  • Andre Sih

    Me desculpem a sinceridade, mas nesse valor só tem lixo, tudo bate-bate. Melhor comprar uma bike Trek ou uma moto …

  • Bruno

    Saudades de quando um Sandero 1.6 completo custava R$35K, paguei R$39K no meu Stepway.

  • CorsarioViajante

    AI DEUS! Até quando vão repetir esta coisa que “completo” equivale a ar, direção e travas? Pelamor… Vamos parar de repetir as bobagens do marketing e começar a dar o nome certo às coisas.

  • CARnivoro

    Meus Deus! Qdo eu vejo estes preços me assusto cada dia mais com os preços aqui no BR!

    Só carros de ENTRADA com preços exorbitantes!

  • DGA

    Listinha pavorosa esta, hein! Não creio que os preços dos veículos nacionais irão subir tanto ou no mesmo ritmo do ano passado, pois no patamar em que já se encontram as vendas despencaram, e a tendência é cair mais ainda, mesmo que não haja mais aumentos. A recessão veio com tudo e os brasileiros estão contendo os gastos.

  • zeuslinux

    Carros (e não carroças) completos (inclusive em termos de mecânica boa e segurança) por menos de 40 mil não há NENHUM. Eu diria que esse limite está mais para 70 mil reais hoje em dia…

  • Richers

    Éber, faça uma matéria com hatches compactos e médios que se podem comprar com até R$40.000,00. Obrigado!

  • Claudio Abreu

    Compra o meu! é o melhor negócio…. rsrsrs
    Sorry, caras.

  • Guilherme

    Infelizmente estamos usando os maiores lixos projetados na terra, com os maiores preços existentes na terra!!.. Unica coisa que me dói é saber que se voce trabalhar certinho nos EUA ganhando seus $15/h voce anda de BMW ou Mercedez acima de 2010 ou 2011 falando isso em um mês ou dois caso voce seja mais ‘pé no chão’ de trabalho. Ou colocamos na cabeça que quem faz e manda num país é o povo ou iremos ficar nessa merda a vida toda..

  • Economy

    Me lembro em outubro de 2013 a minha mãe ter adquirido um March 1,6 S completo por R$ 33.990,00.
    Hoje por esse valor, compra-se um Palio Economy 2 portas tido como “completo”.

    Mas não se desesperem! Em breve estaremos pagando até R$ 100 mil por um simples Siena Fire. Estou mentindo? Esse é o valor que se paga pelo Dodge Forza (Siena Fire) na venezuela. E como bem sabemos, o brasil caminha para ser este país em breve. Podem jogar suas fichas.

  • José L.

    Ka e Sandero vêm com som e não estão marcados com *.

  • Fábio

    Isso porque a inflação anunciada pelo governo é em torno de 6,5% ao ano. Imagine se esse índice fosse sério e pudéssemos perceber o aumento real de preços, principalmente os automotivos. Pelo menos daria para planejarmos melhor nossas compras.
    Mas esse ano, SE precisar comprar só vou de carro usado. Pega-se um de 2 anos e meio que está muito bom de preço e novo ainda.

  • Revoltado

    Chery Celer não seria uma boa opção para o assunto em questão?

  • Revoltado

    Acabei de dar uma pesquisada aqui na internet e eu to achando que dei um mole feio demais, em Outubro de 2014 troquei o carro da minha esposa um Fiesta Rocam 13/14 por um New March SV 14/15… e olhando aqui acho que eu poderia ter pego o Chery Celer

  • Hen_Par

    Cara, o pior nisso tudo é saber que em 2007 paguei R$33.750,00 por um Gol GIV Trend, e o Palio 1.0 custava 37 mil…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend