_Destaque Mercado

Quinzena de junho destaca dupla da Hyundai e compacto da Toyota

toyota-etios-2017-NA (3)

A primeira quinzena de junho tem o Onix na liderança, enquanto a Hyundai consegue finalmente posicionar entre os 10 mais o HB20 na segunda posição e o HB20S em décimo, posição que empurra o Renegade para 11º.

O Prisma acelerou para terceira posição, enquanto outro sedã famoso mantém-se bem em quinto, no caso o Corolla. O HR-V continua sendo o best seller entre os utilitários. No segundo pelotão, o Etios está em “drive” e avança com rapidez, se posicionando em 13º.

O japonês de Sorocaba deixou up! e Uno para trás, enquanto sua versão sedã mantém a 16º posição, bem distante do Mobi, que ainda não deslanchou e continua em 17º. Já o Siena amarga 18ª posição e pode seguir o destino do Voyage, que já não figura entre os 20 há algum tempo. O Duster volta ao grupo, assim como a Spin.

Confira abaixo os 20 automóveis mais vendidos da primeira quinzena de junho de 2016:

1) Onix – 5.500 unidades
2) HB20 – 4.958
3) Prisma – 2.909
4) Ka – 2.796
5) Corolla – 2.723
6) HR-V – 2.522
7) Gol – 2.380
8) Sandero – 2.164
9) Palio – 2.100
10) HB20S – 1.953
11) Renegade – 1.763
12) Fox – 1.634
13) Etios – 1.591
14) Up! – 1.575
15) Uno – 1.571
16) Etios Sedan – 1.544
17) Mobi – 1.249
18) Siena – 1.233
19) Duster – 1.161
20) Spin – 1.140

[Fonte: Fenabrave]





  • Franco da Silva

    Mas ainda compram Onix e Prisma?!?! Tem gente que não lê sites especializados nem antes de comprar carro!
    Nem questiono as “qualidades” dos carros, é mais pela mudança de modelo em poucas semanas.

    • Talvez justamente pelas mudanças… Descontos..
      E acredite amigo, nem doce eu compro hoje sem entrar na internet. Mas tem gente que se dispõe a gastar o dinheiro de uma casa sem pesquisar antes. Na máxima “Se quero comprar carro, tenho que ir onde vende carro”.

      • Mario

        Palio, Uno e Mobi juntos, não chegam no Onix. Os dois primeiros estão na UTI, e o recém lançado, é ‘natimorto’. A expectativa é que o novo palio/punto seja um super carro, caso contrário, será o próximo mico.

        • leandro

          Já tive um novo Palio e gostava dele por ter manutenção barata, revisão na CSS só a de 15 mil km com mão de obra grátis.
          Se adicionasse ESP e trocasse o dualogic por AT nos mesmos preços eu tinha coragem de encarar outro

          • Edson Fernandes

            Poxa, assim até eu. Mas acho que o Palio deveria ser um carro que merecia ao menos nas versões de topo, volante com ajuste de profundidade.

            Pergunta de voce como ex dono: Quando aluguei, fiquei 10 dias com um 1.0. Uma das coisas que acontecia era que o banco era muito macio e eu tinha a sensação que ele cedia com o tempo, pois eu ficava depois de dirigir com dores nas costas.

            Acontecia algo assim contigo?

            • DPSF

              Tive um Grand Siena e a espuma mole me incomodava bastante. Sem contar que em pouco tempo, ela cedia e ficava marcado o tecido do banco… a espuma dos bancos da idea, do punto, line e bravo eram bem melhores, mais rigidas…

              • Edson Fernandes

                Concordo contigo. Tenho a mesma impressão.

                Alias, elogio os bancos do Bravo que são realmente confortaveis e apesar do produto carecer de outros detalhes, os bancos me marcaram devido a conformidade do mesmo. Extremamente confortavel porém abraçando com muito conforto.

            • leandro

              Quando novo era bem firme, depois de 2 anos era nítida a diferença do banco do motorista pro passageiro

        • T1000

          Uma queda vertiginosa da Fiat depois que largou o Palio Fire e o Uno Vivace para apostar no Mobi.
          A Ford só consegue emplacar o Ka. Tá todo mundo com alergia de Fiesta e Focus depois da história do câmbio.
          Up continua não emplacando e a atualização do Gol só serviu para sair de 10º até o 7º.
          Toyota vendendo muito Corolla e Honda lucrando Horrores com o HRV.

          • CharlesAle

            Focus pode até ser..Mas o PS só nos Fiestas mais caros, ou seja, percentual bem baixo..O problema do Fiesta chama-se Ford Ka e crise econômica, o que deixa o Fiesta caro para a grande maioria..

        • CharlesAle

          O Mobi foi a Fiat que não quis enxergar que o carro poderia ser um grande mico, como vem sendo..Brasileiro que se dispõe a comprar carros zero não quer mais só casca nova.Quer um carro minimamente moderno e bem equipado..E o Mobi não é nada disso, além de ser um carro muito apertado..

      • carroair33

        Tem certas coisas que eu nao consigo entender ,o SANDERO sempre vende bem esta sempre na media mas ninguem comenta nada,nao se fala das qualidades,do espaço interno,aqui so se fala dos carros que estao na “moda” aqui se trata carros e montadoras como se fossem times de futebol muita gente aqui é passional

        • Fala o cara que não aceita crítica ao Étios. O primeiro a colocar uma camisa de um fabricante criticando os outros por isso.
          Mas vai falar o que do Sandero? Sandero no Top 10 é natural pela política de preço do fabricante e pelas qualidades dele. A posição do antigo líder, o atual líder, um médio e um crossover entre os mais vendidos, a posição de projetos modernos fora do Top 10 como up! e Mobi… Isso geralmente é falado… Você quer que tenha uma torcida por um carro e critica as pessoas por isso. Francamente..

        • T1000

          eu teria um Sandero se o banco do motorista fosse menos estreito, tivesse menos ruído interno e comesse menos pneus dianteiros.

          • Wilibaldo

            Ele consome pneu dianteiro na mesma proporção dos demais carros passeios, não sei de onde veio essa história. Rodei no meu primeiro Sandero 80milKm fazendo apenas um rodízio aos 45milKm; e tinha condição de andar mais uns 6milkm até chegar na marca limite de segurança. No meu carro atual estou com 45mil Km e os dianteiros se encontram um pouco mais do meio de sua vida, acredito que farão entre 70 e 75mil km.

            • Detector de Mentiras

              Mentira!
              Se vc deixasse pra fazer o primeiro rodízio só aos 45.000km, seus pneus dianteiros já estariam na lona.
              Os 4 pneus podem durar mais de 60 mil, se bem calibrados, mas é necessário fazer rodízio a cada 10 ou 15 mil.

              • Wilibaldo

                O pior é que o fato dos 80mil KM é verdade. Mas realmente eles estavam semanalmente sendo calibrados; e, o trajeto praticamente todo em rodovia asfaltada. O pneu era um goodyear GPS3. Quanto a questão do rodízio – por experiência própria – não consigo concordar – pois, tenho a impressão que o rodízio acelera o desgaste do pneu. Por sua vez, geometria e balanceamento considero importante para o veículo e para o desgaste dos pneus, por isso faço a cada 15mil Km.

              • Edson Fernandes

                No meu antigo C3 eu só fiz rodizio na revisão de 30000km e os pneus duraram até 60000km.

                Se o cara não pegar muitos buracos, rodar predominantemente na estrada, isso pode acontecer. Foi o caso do meu C3 que os dois primeiros anos foi onde eu fiz 60000km com ele. Os demais km, foram divididos em 5 anos. E sim, rodei muito em estrada… para se ter ideia, já fiz ida e volta do Rio de Janeiro para São Paulo uma semana toda indo e voltando. Isso só para o Rio.

            • T1000

              Dê um pulo numa loja de locadora e veja o estado dos pneus dianteiros destes carros com 30mil km, depois vc me conta.

              • Wilibaldo

                Carro de locadora precisa ser comparado com carro de locadora. Agora, se baseando apenas pela minha própria experiência, sem nenhuma medição técnica, tenho a impressão que os veículos hatches possuem o mesmo desgaste entre eles, nunca consegui perceber que um determinado veículo “comeu” SIGNIFICATIVAMENTE mais o pneu dianteiro em relação a um outro hatch de aproximado peso e motorização (CORSA, PALIO, FOX, GOL, ONIX, GOL); e, o que muda é a qualidade do próprio pneu e o cuidado do motorista em sempre calibra-lo.

          • Pô T1000, super trunfo de largura do banco? Heheheh
            Falando sério, o projeto da suspensão do Sandero tem 50 anos, e na minha família tivemos todas as versões, incluindo a pickup: Corcel I, II, Belina II, Del Rey, Pampa, Sandero e Logan, com motor 1.0 16V, 1.4, 1.6, 1.6 16V e 1.8 Ap. Problemas de desgaste ocorreram mas não eram endêmicos, pois ocorreram em outros carros de arquiteturas diferentes, inclusive um Peugeot zero e Mercedes. Logo, deve-se a manutenção inadequada/ausente, ou algum carro premiado, não podendo ser creditado ao modelo. Quanto ao consumo do 1.6 da Renault, você está certo. Ele fica atrás sim da VW, por exemplo. Quanto ao banco… Ele está no mesmo nível dos rivais, sendo mais feio que esses, exceto o Gol sem o pacote Trend que parece um cobertor de mendigo. Nesse aspecto a pouca largura é um ponto positivo. Não o vejo em nível inferior a Palio, Gol, Onix, Ka… Logo a largura do banco não o faz um banco pior.

            • T1000

              Fala Lagoeiro,
              Fiz algumas viagens longas no Sandero, aluguei diversas vezes, pois estava cogitando em comprar um. Estas 3 questões me incomodaram muito. O banco, passava a impressão de você estar solto no carro. Neste ponto, tive uma experiência melhor com a Fiat, até mesmo com VW.
              O consumo.
              O ruído interno. Pqp, eu chegava com o ouvido zunindo.
              Acho um carro mais adequado para usar no dia a dia da cidade. Para usar em viagens no trabalho, não me atendeu.

          • Rodrik Sanches

            Interessante nas matérias e avaliações do Sandero por sites e revistas especializadas um dos pontos mais elogiados é justamente a suspensão robusta para aguentar nossas ruas e estradas esburacadas. Acho estranho sua observação sobre “comer” pneu.

            • T1000

              eu não falei nada sobre a suspensão ser ruim. Por favor releia.

              • Rodrik Sanches

                Um carro que tem suspensão elogiada dificilmente teria problema de “comer” pneu.

      • Rodrigo

        Acho que tem gente que não se importa com as mudanças, mas sim se importa com os descontos.
        Até pq devem se concentrar em aspectos estéticos tal qual ocorreu com Cobalt.

      • Detector de Mentiras

        Verdade!
        A Ford e a GM ganham muitas vendas na base dos descontos.
        Ambas sempre trabalham com as infames “taxas especiais”.

        A VW e a Fiat, no geral, são mais ruins pra isso. A VW vem mudando, mas só em carros micados, como Golf 1.6, Jetta e Tiguan. (Eu disse micos, senhores analfafuncionais, e não ruins. Mico = jargão automotivo para aquilo que o mercado rejeita, não necessariamente por ser um mau produto).
        Assim como, misteriosamente, Peugeot e Renault. Ruins de desconto!

        • T1000

          Peugeot e Renault trabalham bem os descontos para PJ.

          • Wilibaldo

            Tbm tenho a impressão que Citroen, Peugeot, Renault e Nissan são as mais fáceis de conseguir desconto para faturamento direto.

            • Wilibaldo

              Por aqui, quando a compra é direta com a CC para pessoa física, tenho observado que a GM possui uma politica de preços bem agressiva na hora de fechar a compra, tenho a impressão que eles não querem perder negócio para a concorrência.

        • Wilibaldo

          Ruim de desconto é a HONDA, pelo menos aqui no meu estado. Nem mesmo pro CIVIC que já esta saindo de linha estão praticando desconto. Fui negociar o LXR, e os preços praticados estão praticamente o de tabela, o mesmo ocorre com a versão EXR. Os descontos grande estão apenas para a versão LXS.

          • Detector de Mentiras

            Mentira, em partes.
            Fui na Honda em dezembro passado.
            O Civic LXR custava 77k (tabela 81).
            O LXS AT era 73 se não me engano, um preço bem aceitável pelo carro que é, mesmo com a cara antiga.
            City e Fit do showroom tinham desconto (tímido) à vista, tabela à prazo.
            HRV não tinha em estoque, mas era vendido pela tabela com espera e com ágio de 5 a 10 mil para “furar a fila”.

            Aproveitando o ensejo, a Toyota tinha desconto em todos à vista, cerca de 5 mil no Corolla, quase 10 mil na RAV e na Hilux (era da antiga) e SW4 (idem).
            O Etios X antigo era vendido a 37 mil, grande desconto também (cerca de 3 mil é um desconto grande nessa categoria).

            Mas que elas não são boazinhas, nós já sabemos.

            • Wilibaldo

              A LXR em cor metálica foi oferecida por 78,5mil contra os 83.700 da tabela. O que considero 6% praticamente sem desconto para um veículo saindo de linha. Em 2013, me lembro de ter ido olhar ela, e era 75mil; imaginava que neste momento a LXR poderia ser ofertada por 70~72mil. Recuei do negócio.

              • MauroRF

                Final do mês passado peguei um LXR branco por 74,5k, comprado na André Ribeiro de Santo André – SP, depois de muita negociação com a vendedora.

            • MauroRF

              Final do mês passado peguei um LXR branco por 74,5k, comprado na André Ribeiro de Santo André – SP, depois de muita negociação.

          • Edson Fernandes

            Encontrou a versão EXR? Essa versão em SP pelo menos, já está indisponivel na maioria dos concessionarios. (ate onde eu sei)

            • Wilibaldo

              Fui no sábado dia 04/06; e, eles tinham as 3 versões. A LXS – AT só preta estava sendo oferecida por 69mil + 1.200 pela cor perolizada, na tabela é 78.900,00. Só que eu queria a LXR por até 72mil e o que me ofereceram foi 78,5. A EXR tbm tinham, só que como o valor da LXR já ultrapassou o que eu estava disposto a pagar, não cheguei a entrar em maiores negociações pela versão superior.

            • MauroRF

              É verdade, Edson, peguei o meu no final do mês passado, LXR branco, e o EXR já não tinha mais.

              • Wilibaldo

                No sábado 04/06 eles ainda tinham aqui no RS a EXR, mas provavelmente não deveriam ter muitas unidades, ou as que tinham já tavam praticamente vendidas, não sei – só percebi que a vendedora não demonstrou grande interesse em aplicar maiores descontos pra essa versão (EXR), acredito que a oferta realmente não era grande. O interesse pelo menos por aqui, é vender a LXS. Negociando, naquele dia, eu não consegui esse valor de 74,5 pela LXR. De qualquer forma parabéns pelo carrão.

      • Edson Fernandes

        Gostei do seu comentário novamente. E fazendo alusão ao que disse, eu “deixei” de comprar aquecedor em lojas fisicas por custar “apenas” o dobro de lojas da internet. Frete? R$4,44. E ainda comprei dois.

    • Zé Mundico

      O principal fator que determina a compra de um carro é o preço ou condições de pagamento (financiamento, prazo, etc).
      Carro barato sempre vai vender mais porque o dinheiro sempre deve vir em primeiro lugar.
      Simples e cristalino.

      • Exatamente! pode ser 5 estrelas e o escambau, mas o grosso da população quer mesmo é preço!!
        e se vier com uma telinha multimídia, melhor ainda!

      • Bruno Brasil

        o problema é q esse barato pode ser caro, vide “n” casos de problemas e recall da GM…

        • Detector de Mentiras

          Mentira!
          Até Honda e Toyota fazem recall.
          Recall é bom. É melhor do que esconder os problemas e fugir da sua responsabilidade.

          • ViniciusVS

            Como falei em outra matéria, Recall em Japoneses é respeito ao consumidor, em marcas tradicionais é projeto medíocre…

            Nem adianta argumentar, pensamento é esse infelizmente.

        • Felipe

          Mas a solução/correção de um problema via Recall não resolve/substitui componente (s) sem ônus ao consumidor?!

      • Daniel dos Passos

        Ok, explique o Corolla e HR-V no top 10.

        • Zé Mundico

          Não vejo problema nenhum nisso. São as pessoas que tem um melhor poder aquisitivo que compram Corolla e HRV.
          Outro fator importante é que os potenciais compradores de Corolla e HRV não querem nem passar perto de alguma “coisa” que tenha VW, Fiat ou GM no nome.

        • kleber peters

          A crise do crédito não chegou em quem está com $$$ no bolso. O cara leva o Corolla 2015 dele e junta mais 10k à vista em cima e pega o 2016. Ano que vem a coisa se repete… e assim vai. Agora um pobre coitado como eu, só com uma bíblia para comprar um pé de boi.

    • Walter Augusto

      Até pouquíssimo tempo, quando a fiat era líder vendendo Palio ,Uno, Siena, muita gente batia palmas, elogiando a fiat…kkkk. Mesmo vendendo essas porcarias, era elogiada. Acho que uma terceira posição pra fiat estaria de bom tamanho.

      • Juliano

        Mas naquela época esses carros não eram “porcarias”. Hoje são porque há opções melhores.

      • Desculpa, mas Fiat aqui sempre foi de longe mais criticada que elogiada.

      • Detector de Mentiras

        Mentira!
        A Fiat sempre foi odiada por aqui. Em geral ela vende para consumidores “menos entendidos” de carros. Exceto esses novos modelos FCA, que são bons (Toro/RNG)
        Aliás, desde o Fiat 147 (149 para alguns, com 2 defeitos a mais) a Fiat é alvo de chacota.
        É bem verdade que grande parte dos carros são inferiores, quando comparados a VW e GM, principalmente (entre outras), mas são melhores do que carros chineses e incomodam menos na manutenção quando usados do que franceses (no Brasil, onde os mecânicos torcem o nariz até hoje para eles).
        Concluindo, temos Fiat Strada e Saveiro/Gol na empresa. TODAS as Strada possuem o motor todo babado de óleo por fora… Os dos VW é sequinho, só tendo algum vazamento na tampa, em razão de bundões que não a apertam direito ou apertam demais e espanam a rosca.
        Os Fiat devem ter algum sistema especial de lubrificação externa, vai saber (sqn)
        Porém, a manutenção é fácil, barata, simples, e é difícil quebrar alguma coisa que faça o carro parar de andar. A manutenção VW é mais cara e mais frequente! (mas os Fiat são péssimos de dirigir, na minha opinião. Só gosto da resposta do acelerador, arisca)

        • Vinicius

          Cara, temos um uno que faz os serviços do restaurante da família, é daquele quadradinho ainda, completo, foi pego com 66 mil e hoje está com 130. Além de óleo, filtro e afins, o carro não dá problema algum, mas é nada mesmo. A cada 7500 km levamos ele na oficina, e até hoje nunca deu nada. É pau pra toda obra

          • Detector de Mentiras

            Aquele era bom. Também tive um

    • automotivo

      A medida que o novo vai chegar, ´´aumentaram os descontos´´ ou ainda…o modelo ´´novo´´ não terá mais os descontos, e ainda…. poderá vir mais caro. Só o tempo dirá. Sendo assim alguém que precisa do carro e o escolheu ( eu não o compraria) talvez seja o tempo certo de comprar, deve-se levar em conta que a maioria das pessoas tem outras prioridades fora o carro novo, e dispensam algumas tecnologias, eu, mesmo prefiro a embreagem a cabo, outros….

    • ViniciusVS

      Tem gente que nem abre a tampa do capo e (se abre não entende nada também) Onix vende pelo CxB e por ter cambio Automático e não automatizado ( aqui o preconceito com automatizado é muito grande, tanto que alguns vendedores falam que seus carros são automáticos porque sabe que se falar a palavra “automatizado” o cliente vira as costas e não volta mais.

      Se Você vai comprar um carro Automático o onix é um dos melhores CxB simplesmente porque em sua categoria “é o que tem pra hoje”.. Quem busca um carro 1.0 e vai olhar o Onix na negociação consegue sair por praticamente o mesmo valor com um 1.4 e se bobear AT ainda, a Chevrolet é bem agressiva em negociação.

      No Test Drive por mais jurassico que o 1.4 seja o consumidor leigo ( maioria) só vai conseguir avaliar se o motor tem bom desempenho ou não e querendo ou não esse motor não faz feio frente a concorrência, ele entrega bom torque.

      É aquilo, o que segura as montadoras são os reais consumidores e não os comentaristas de fórum… Se as montadoras dependessem só dos leitores do NA já tinham fechado as portas, mesmo porque muitos aqui defendem comprar carro usado.

    • Edson Fernandes

      Compram pq ele tem bons descontos, tem ofertado itens de série atraentes ainda que o motor 1.0 ao menos para mim é bem ruim nele.

      Se fosse ter um, teria de ser o 1.4.

  • Eduardo

    Achei que o destaque seria a dupla da GM… Primeira e terceira colocação.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Chegamos no fundo do poço? ainda não…

    • Raul Godiano

      Em que sentido?

    • Hugo Borges

      Discordo. Apenas dois carros antigos estão no Top 10, Palio e Gol. O mercado está amadurecendo sim.

      • E só um carro 5 estrelas no Top10. Amadurecimento não significa evolução. Mobi é mais novo que up!, HB20, Onix… É melhor?

        • Hugo Leonardo

          Só 3 carros 5 estrelas entre os 20 primeiros.

          • Acredito que não seja o caso do Hugo Borges, mas quem é das antigas do NA sabe da torcida que existia para o Gol não ser mais líder porque ele era o culpado pelos preços altos, atrasava a evolução do mercado, fazia os fabricantes não se mexerem…
            O Gol não é mais líder. Nosso mercado melhorou? Os carros que hoje estão na liderança são melhores em relação aos seus concorrentes, ou estão no mesmo nível que o Gol estava em relação aos seus?
            Eu já falava que o Gol não era o problema. Assim como o Onix não é.

            • Mauro Schramm

              Acho que o HB20 avançou alguns milímetros em relação ao Gol: plataforma mais moderna e segura (não é aquilo tudo, mas é melhor do que o Gol) motor e transmissão (AT) mais modernos, acabamento melhor…

              • Sim, também acho. E sempre falei isso, mesmo sendo proprietário do Gol (Ou talvez por isso). HB20 é melhor que o Gol. Ponto. Não é muito melhor, não é “melhor em tudo” (Que costuma ser o argumento de quem não tem argumento).

                • Detector de Mentiras

                  Nem mentira, nem verdade.
                  Era melhor, mas creio que hoje, com esse Gol “remotorizado”, entendo que estejam no mesmo páreo.
                  Apesar de que Gol, em geral, tem uma bateção interna infernal.
                  Não sei como é o HB20 depois de 50.000 km. Mas o Gol se desmancha internamente. E isso é desde aqueles Gols caixotes.
                  Logo, podemos supor que o HB20 tem um melhor acabamento.
                  _
                  Essa questão de plataforma e projeto é intangível, nunca saberemos qual tem mais soldas, qual tem melhores aços etc.
                  A VW tem a fama de empregar boa estrutura nesse projeto PQ24 aí, que envolve a suspensão do Gol bolinha e teoricamente a plataforma de Polo/Fox…

                  • Exatamente! Se a plataforma em que o carro é construído proporciona ganhos e vantagens em peso (que reflete em peso e economia), segurança, rigidez torcional… Tanto faz a idade dela.

                  • Edson Fernandes

                    Bem… meu cunhado tem um HB20 1.6 “seleção” e nada bate por dentro depois de seus 55000km rodados.

          • Mario

            Mas ai, é falta de opção.

            • Algo me diz que mesmo se tivesse opções, escolheríamos segundo critérios nem sempre racionais!

              • Edson Fernandes

                Ou escolheriamos sim por criterios racionais, porém, critérios individuais. O cara que compra um Onix tem uma serie de fatores para isso.

                É o mesmo que diz que um Onix é mais macio e maior que um Gol, mais espaçoso e conta isso como uma vantagem. Para algumas pessoas o importante não é necessariamente aquilo que é mais moderno. Ela vai colocar como ponto positivo essa questão.

                Quer ver como a coisa é engraçada? Tem gente até hoje que tem ar condicionado e NUNCA acionou o recirculador. E fica sofrendo com poluição.

                E a Hyundai vende o hb20 com “ionizador” que na pratica seria para evitar fungos e não poluição, mas algumas pessoas entendem como um solucionador de cheiros.

                • Sim, eu respeito os critérios individuais, mesmo que não sejam racionais. O que é difícil de engolir são pessoas dizendo que fez uma escolha racional quando é claro que não.
                  Entenda: Uma escolha não precisa ser racional. Mas que a pessoa bata no peito e assuma isso. Não fique tentando dar um fundo de racionalidade ao que não tem.
                  Tenho um exemplo em casa: Minha irmã bateu no peito para falar que comprou um Palio 1.0 por 35 mil. Falei que o carro dela não tinha ar, e nesse preço HB20 tinha. Aí ela passou a falar que tinha pago 30 mil no carro. E justificar que não comprou carro com ar porque o desempenho do carro já era ruim por ser 1.0, imagine com ar. Um dia perguntei para ela se ela sabia para que servia o conta-giros. Ela não sabia. Que carro andaria bem assim se o motorista não tem a minima noção de rotação do motor? Agora ela está com o “carro importado” HB20. Um ponto zero. E com ar.
                  Ela tentou dar uma roupagem racional a escolha do Palio, mas que não resistiu a uma pergunta. Seria a mesma coisa, no seu exemplo, a pessoa falar que escolheu Onix por conta de ser o único por ser automático de verdade. Aí você lembrar do HB20, 208, C3 e Étios, e ela ficar inventando defeito nesses carros para justificar a compra.

                  • Edson Fernandes

                    Sem dúvida.

                    E essas pessoas fazem mesmo isso. Vou dar o exemplo : Meu cunhado comprou em 2011 (ou 2012) uma 320i. Minha irmã perguntou se era um carro legal.. considerando na epoca que já haviam carros com motores turbinados (C180 e A4 para ser mais especifico), com proposta parecida e bem mais completos, disse que não valia a pena.

                    Eles pagaram R$120000. (meu cunhado e irmã)

                    Depois o meu cunhado pegou o veloster no lugar… ficou feliz da vida dizendo que tinha muito mais recursos que a BMW (telinha né? e teto solar). Ou seja… para ele foi a realização de um sonho que quis colocar como algo racional. Concordo com o seu argumento.

                    Mas também há aqueles que existe uma necessidade a ser cumprida e muitas vezes isso pega mais que aquele carro tecnologicamente ou até mecanicamente superior (ou melhor de segurança).

                    Nosso mercado demonstra ao mostrar as vendas do up. Para mim, é o subcompacto bem moderno diante da proposta do que ele oferece. Só que obviamente um subcompacto não faz milagres então espaço interno não será expoente, é um carro de pouco conteudo principalmente porque ele já começa a disparar em preço contra um compacto e isso faz a diferença.

                    Para meu uso, eu acho que o up seria otimo, mas … o mercado não. Além do que é possivel encontrar incrivelmente um Onix LS mais barato que um take up (que ainda pode ter menos conteudo de conforto). Tudo isso pode ser determinante pela compra de outro produto.

                    Quantos aqui não compraram Siena e Classic por ser sedan e precisar de porta malas?

                    E olha que interessante que eu me encaixo nesse tipo de situação: Queria um carro automatico, com ar digital, com mais segurança e espaçoso. Entretanto, não precisava de um sedan médio, mas era certo o interesse por um hatch médio compacto.

                    E procura aqui e procura ali, compactos imediatamente começaram a sair da opção por oferta muito menos do que eu esperava. (apenas a citar, o unico mais proximo era o Fiesta). Aí passei pelos hatches, sedans, crossovers e tudo que vc pode imaginar…rs

                    Aí colocando no papel tive que escolher em um produto que pudesse:
                    – Ter um bom pacote de item de serie
                    – Espaçoso
                    – Ter um motor condizente
                    – Seguro

                    Aí detalhes definiram a minha escolha:
                    – Preço
                    – Preço x equipamentos
                    – Preço das peças
                    – Consumo
                    – Seguro

                    Então vou citar apenas o HB20 porque é um produto que gostei mas dizer porque descartei.

                    – Espaço pequeno
                    – Consumo da versão automatica alto
                    – Pacote de segurança pequeno
                    – Para o porte do produto ele veio equipado, mas para o que eu procurava, achei pouco
                    – Apenas o basico dos itens de segurança
                    – Seguro iria sair caro (no meu perfil e onde moro: R$3200)

                    Ainda que os preços das peças dele seja bem inferior ao Fluence sem duvida.

                    Então tentei traçar um paralelo e encontrei no Fluence o resultado esperado cadenciando a possibilidade ou não de mante-lo e conciliar com os itens esperados. Eu analisei muitos produtos para chegar nessa conclusão e o que me afastou dos hatches médios, era simplesmente o preço. Sempre BEM MAIS ALTO que os sedans médios. (de respectivos anos)

                    Além do que, poucos na epoca realmente estava com os mesmos itens de segurança que os sedans. A exemplo: Um Jetta tinha 4 air bags e ASR (2.0 flex) e um Golf de epoca apenas 2 e ainda de 2 gerações atrás. (isso não quer dizer nada, mas tinha ar digital de 1 zona x 2 do Jetta, um interior bem apertado perante o do Jetta que é super espaçoso e por aí vai).

                    Para se ter ideia, o Golf que eu procurava, qdo 0km custava R$65000 mesmo em vias de parar sua produção.

                    Cheguei a conversar com vendedor da VW disso e joguei o preço para baixo pois não pagaria um produto já desatualizado e prestes a sofrer mudanças…. ele riu da minha cara e disse que não tinha como (mas queria pagar R$10000 a menos)

                    Ele riu mas não foi de deboche, só disse para ele o quanto eu consideraria pagar. Mas veja que coloquei criterios que para mim seriam racionais, que podem colocar para outras pessoas dificuldade. Uma delas seria justamente o tamanho do carro, pq o Fluene é gigante tanto de largura como de comprimento (ele é “corpudo”)

        • Hugo Borges

          Eu falo em questão de projeto, plataforma, Gol e Palio são antigos. Eu sei muito bem que o alemão, agora, tem motor moderno, é gostoso de dirigir mas está saturado.

          • Hugo, o que adianta uma plataforma “nova” para tirar 3 estrelas em crash-test? Projeto novo o Mobi é, e olha para lista: Ele é melhor que qual carro ali? Para mim ele perde até para o Gol.
            Mas concordo que o Gol já deu.

        • Walter Augusto

          Mobi? Ta de sacanagem né…..kkkkk. esse troço sai de linha já já.

  • Yuri Lima

    Quem te viu quem te vê.
    O deus da VW, o Gol, que já foi líder imbatível, está recebendo farol alto de Sandero pedindo passagem!

    • Pacheco

      O Gol ta igual a Seleção. Sem prestigio. KKKKKKKKKKKKK

      • Yuri Lima

        Verdade! E a queda dele começou mais ou menos no mesmo período! kkkk

    • Doccar

      Houve uma greve dos cegonheiros da VW entre o final de maio e inicio de junho. Portanto, as entregas devem terem sido afetadas..acho que ate o final do mes o Gol da uma subidinha.

    • ViniciusVS

      Será que estarei vivo para ver isso acontecer com o Corolla?

  • oscar.fr

    Uma coisa eu nunca vou entender: como carros como Gol e Fox que vendem cada vez menos ainda são considerados “bons” de revenda e perdem menos valor que carros que vendem mais que eles como Ka, HB20 e Sandero? Pessoalmente, tendo conhecido carros de outras marcas (a maioria delas tida como ruim de mecânica: Ford, Hyundai, Renault, Peugeot, Citroën… e vendo que na prática não é nada disso) ainda me pergunto como alguém no mercado de usados prefere um Fox ou um Gol a um HB20, Sandero ou 208/C3/Fiesta um ou dois anos mais velho?

    • Eles são bons de revenda, isso é um fato, independente do mérito disso. E é um erro avaliar isso olhando a posição dos carros em uma tabela mensal. Quantos Gols e Fox tem na rua dessa geração ou de gerações que compartilham peças com esses últimos? Mais que Sanderos, HB20’s e Ka’s. Mas imagino que esses não sejam ruins de revenda.

    • Louis

      Uma coisa que pode explicar é o custo de manutenção. Comprei amortecedores para meu 206, paguei aprox.o dobro do valor de amortecedores do Gol. Isso em auto-peças independente.

      • Vitão

        Mete uma Kayaba que resolve o seu “probrema”…

        • Louis

          Se fosse Kayaba seria até mais caro, comprei o kit com 4 Monroe, R$ 1.200 paus (com batentes, coxins e coifa).

      • T1000

        Claro que vai se mais caro, o 206 não é um pé duro como o gol é.

    • T1000

      208 e C3 (principalmente o modelo novo) são ótimos de revenda.

      • Detector de Mentiras

        Mentira!
        Os novos vendem bem porque são seminovos e modernos.
        Mas os C3 e 206/207/208 velhos são PÉS-SI-MOS de revenda.
        Podem ser carros bons, mas têm manutenção mais chatinha (na visão dos mecânicos) e mais cara que os carros mais tradicionais (Fiat/GM/Volks – Ford não, pois sua manuten. também é mais cara)

        • Doyle

          papagaio. Só repete o que mecanico fajuto mal formado diz

          • Detector de Mentiras

            Só estou informando a vida real, longe dos Super Trunfos que vcs jogam aqui diariamente, propagando falácias e inverdades.
            Sai muita besteira desses comentários que só vale na internet, mas desinforma alguém que esteja REALMENTE PROCURANDO INFORMAÇÃO SÉRIA pra COMPRAR um automóvel, e não masturbar em configuradores on-line.
            Franceses USADOS têm manutenção pior, SIM!

            • Matthew

              Exato! As vezes o pessoal fica delirando aqui na internet e parece se esquecer de questões de ordem prática. Sempre comentei isso também. Por mais que eu seja metido a auto-entusiasta entendido do assunto, ainda hoje tenho dificuldade em encontrar um carro usado decente e mecânico bom então é de chorar. Quando é o meu que tá na reta eu até assumo o risco, mas em hipótese alguma eu ponho a minha mão no fogo envolvendo um terceiro, recomendando aquele carro usado ou aquela mecânica.
              Esses dias fui à uma concessionária GM comprar peças e dei uma olhada no usados que estavam expostos no showroom, que supostamente são o filé mignon que eles conseguem captar. Entrei num Sentra ano 2012 que estava com a embreagem completamente baixa e dura! Isso porque eles falam que todos os “nossos carros são revisados e inspecionados”. Balela. Se fosse verdade, como deixariam passar algo tão evidente? Só trocam SE o comprador perceber e reclamar, mas aposto que ainda vai ter gente que acha normal.

              • Detector de Mentiras

                Totalmente o que eu penso. Jamais ajudo alguém, porque se o carro era uma bomba, vai sobrar pra mim.
                Sempre tem um tio/tia/prima que pede um conselho, e eu aconselho comprar um carro novo…
                Eu mesmo já tive novo e usado, hoje tenho um usado bom. Mas já me ferrei com usado ruim…
                Uma vez um amigo nosso foi trocar sua S10 por uma nova, quando saiu essa S10 modelo novo, acho que em 2012. Ele deixou sua 2006, eu acho, lá, com mais de 300.000 km rodados em estradas interioranas do DF e Goiás. Só que ele é meio entusiasta de carros, cuida bem e tal.
                Aí essa concessionária tinha fama de ter usados bons (veja bem…) e eu fui lá conferir se a fama era real. Batata, a S10 marcava uns 120, 130 mil km no pátio, depois da “revisão” que eles fazem…
                Beleza, o consumidor muitas vezes pede pra ser enganado com esse negócio de km, mas isso não justifica o ESTELIONATO que alguns praticam.

        • Felipe

          Conte-nos mais sobre sua visão do mercado de usados e seminovos…

          HB20, Etios, Sandero e March não são tão “tradicionais”, mas vendem bem no mercado de usados… E olha que entre os que citei, tem “asiático” aí com motor 3 cilindros, ou seja, uma chikungunya pra muito mexânico por aí, fora um “francês” que citei também…

          • Detector de Mentiras

            Hb20, Etios e Sandero vendem bem.

            Hb20 porque é bonito, desejado. Além do mais, a Hyundai tem uma fama de marca boa, semelhante às nipônicas (muitos pensam que o é).
            Etios porque é Toyota. Ponto final, fim de discussão.
            Sandero porque é espaçoso e barato.
            March é mico…

            Franceses são micos nos usados… Vcs podem amar esses carros, dormir dentro desses carros, mas eles são micos usados, isso todo mundo sabe, todo mundo sempre soube e todo mundo sempre saberá.
            Não queiram desinformar as pessoas.
            O cara tem que comprar um C3 2010 usado sabendo que ele tem que pagar barato, porque a mecânica é mais cara e vai penar pra revender.

            • Edson Fernandes

              Legal é que eu vendi meu C3 e meu Xsara com 1500 e 1000 respectivamente abaix oda tabela… “Ruim mesmo”.

              As peças depende de onde a pessoa compra. Em SP é facil achar barato e eu já disse aqui, era mais barato que cesta de peças para Fox e Gol 1.6. A diferença é que nesse periodo que tive o C3 (2008 até 2015), o C3 vinha com um conteudo melhor por um preço menor. Logo… o preço dele também iria ser menor que o de venda de um Fox ou Gol 1.6. (que eram sempre as versões de topo desses)

            • Felipe

              Ah, tá.

  • Doyle

    Chamar Etios de japonês é mesma coisa que chamar Gol de alemão

    • E me chamar de africano! Heheh

    • Derek

      Rs… mas a mecânica do Etios tem realmente a qualidade Corolla.

      • Mas o Corolla é feito em Indaiatuba.

        • invalid_pilot

          Nego acha que Corolla é abençoado por monges budistas da ilha de Honsu kkkk

          • Mas não tem gente que comemora que um carro indiano feito no Brasil está vendendo bem, por causa da origem da fábrica dele?

        • Edson Fernandes

          E a qualidade do motor dos demais carros também é similar. E agora? rs

        • Derek

          Ficou estranho mesmo, vou corrigir

    • mauricio

      Etios é indiano e gol é brasileiro kkk

    • Detector de Mentiras

      Nem mentira, nem verdade.
      É um projeto destinado aos chamados mercados emergentes, é verdade.
      Mas o gol também é, pois só é encontrado na América Latina.
      Entretanto, é notável a diferença de DNA entre Gol/Fox, Uno/Palio, Etios, Fords Ka/Fiesta e outros.
      Existe sim uma ascendência genética do DNA da matriz, até porque, em geral, esses projetos são os mesmos de carros mais antigos, só que remodelados e continuando em produção nos mercados emergentes.
      O Gol nada mais é do que um Polo/Golf diminuído e com suspensão simplificada, com motor Audi, isso falando lá dos anos 70/80, é claro (estou brincando um pouco, mas é um pouco verdade também. O próprio APzão era usado nos Audi dos 80’s).
      Outra coisa: O Brasil até retoca esses carros, faz uns acertos, a chamada tropicalização. Mas o Brasil não projeta nada sozinho, nunca. Nada sozinho, nunca!
      Até mesmo a Toro (projeto nacional) teve de ser aprovada pessoalmente pelo CEO da FCA, segundo informa-se.
      Outra coisa²: as fábricas possuem equipamentos importados e técnicos da matriz, SEMPRE. A BMW em Joinville é assim (citei essa porque é o que eu conheço…). Os mandas-chuvas são tudo alemón

      • ViniciusVS

        Motor e cambio do Etios/Corolla eram importados do Japão. agora que serão feitos no Brasil na fabrica de Porto Feliz aqui em São Paulo.

        Não vejo problema em um carro ser para país emergente, afinal vivemos em um país emergente, apesar da maioria nivelar muito por cima comparando nossos carros e padrão de vida com Europeus e Norte Americanos…

        Quando o Brasileiro entender que:

        – Ele não tem dinheiro e sim crédito aprovado, que se o banco falar “Não!” ele andará de ônibus.

        -Ele não vive em país de primeiro mundo, com excelente qualidade de vida mas sim em um País emergente ( Brics) ou seja obviamente está no mesmo nível da Índia

        -Nossa moeda não vale nada

        Quem sabe não aprendemos quem são os verdadeiros “culpados” e ai aprendemos a votar melhor?

        • Detector de Mentiras

          Bom, estou digitando com os pés, pois estou aplaudindo com as mãos
          Concordo com tudo

  • Paulo Júnior

    Eu estou super enganado ou o consumidor está ficando mais exigente de acordo com o fracasso retumbante do Mobi (Micro-Uno)?

    Eu sempre tive FIAT e era uma marca que uns anos atrás realmente podia ser reconhecida por líder, era a única montadora que oferece em carro popular com três opções de motores (1.0, 1.4 e 1.6) no Palio.

    Sempre com novidades para sacudir o mercado, como por exemplo, a Fiat Toro que não reinventou a roda como pick-up monobloco, mas deu um gás no segmento que não era explorado até então.

    Depois de dois ótimos produtos em mãos (Renegade e Toro) lança um carro que é um remendo estúpido do “Novo Uno” que já não é espaçoso e tenta convencer o consumidor que é um produto novo (Lembrei do comercial do Nissan March: Eu sou um carro novo, um carro novo!)

    Para mim desde o Fiat 147, os problemas de fogo no Tipo, a mecânica complicada para época do Brava e Marea, a soltura de roda no Stilo, o Mobi consegue ser o pior carro já feito pela Fiat na américa latina!

    • Bruno Brasil

      Compre um japoneis e descubra o q é carro de vdd, eu tb sempre tive fiat e achava uma marca boa, mas depois vc descobre q era tudo ilusão…

      • Edson Fernandes

        Compre um CARRO MODERNO que aí sim podemos comparar. Essa coisa de japones não existe. Até porque todos os compactos são robustos.

        A questão de economia vem com modernidade, tal qual o Etios tem no motor, um ka também possui. Isso citando um carro “de marca tradicional”. Mas mecanicamente nenhum deve em nada.

        • DGA

          Ande 60.000 Km em um Etios e a mesma quilometragem em um Ka e depois reafirme a sua tese! Aluguei um Ka 1.5 com um pouco mais de 5.000 Km na última vez que estive em Floripa e para a minha surpresa ele tinha mais barulhos internos e peças mal encaixadas e/ou soltas que meu Etios com quase 60.000 Km, isso sem falar que já apresentava embreagem dura e defeito nas travas automáticas. Aliás, meu Etios está quase igual a quando era zero Km. Não é mito, os japoneses são mais obstinados com a qualidade do que produzem.

          • Edson Fernandes

            O meu C3 que fiquei 7 anos com ele, só apareceu um barulho interno: O forro cedeu com 90000km. E o que fazia barulho? A peça onde fica alojada a luz de leitura. Foi colocar um revestimento anti ruido e 0 barulhos novamente.

            Desculpe, mas não é só japonês não.

            E outra, quer comparar mesmo um carro alugado com um carro que vc é dono? Se for assim, eu aluguei em Floripa um Palio 1.0 Attractive (com ar, direção, travas…) e com 57000km rodados (era de uma locadora regional) e não havia barulhos internos. Fez uma falta alias um som no carro….

            Novamente, não dá para levar em consideração que é “marca japonesa” fosse assim, não teria outros lideres de mercado nos compactos.

    • Detector de Mentiras

      O Mobi falhou porque é muito pequeno.
      As pessoas não gostam de carros diminutos por aqui.
      Mesmo que não usem o espaço excedente.

      • T1000

        a Fiat é muito boa em marketing, eu até fiquei surpreso com o assassinato de 2 modelos que vendiam bem para o lançamento deste compacto. Achei que eles soubessem o que estavam fazendo. Parece que deram com os burros n’água.

        • Matthew

          No Brasil o pessoal compra carro sem nenhum critério. No meio dessa crise um colega meu comprou o tal do Mobi porque o padrinho dele tinha se metido num rolo de financiamento, aí pra não perder o crédito acabou empurrando o Mobi pra ele. Detalhe que o cara tem mais de 1,90 m de altura.

          • T1000

            nossa srsrs

  • CanalhaRS

    Impressionante ver a vendas fracas de hoje em dia e lembrar de como eram a anos atrás. Incompetência total de nossas políticas econômicas e das montadoras.
    Gol perdendo para HR-V e Corolla é um vexame retumbante da marca que detinha 50% do mercado em décadas passadas. E o presidente caolho não vai resolver isso, tenho certeza.

    • Pacheco

      Gol vendia 30 mil unidades por mês. Se duvidar não vende isso por ano agora.

    • Detector de Mentiras

      Discordo em partes.
      Corolla vendendo bem significa que muita gente melhorou de vida.
      Vectra era carro de patrão… Hoje carros dessa categoria (Cruze, Corolla, Jetta) são carros de pobre remediado, que somos a maioria de nós brasileiros. (até +-85 eramos pobres sem remédios)

      Tomar os números de venda do Gol não é válido como termômetro da economia, pois o Gol decaiu no gosto do consumidor e chegaram concorrentes fortes, como HB20, Onix, Etios e outros, que não existiam (a GM tinha o Celta, mas era de uma categoria teoricamente inferior). A própria VW não tinha o Up, para repartir as vendas internamente. O Palio era só um, e não 3 modelos (Fire, Palio e Novo Palio, além de Uno, novo Uno e Mobi. Logo vem o Novo Mobi [permanecendo o “simplesmente Mobi” em linha]).

      Nossa economia não é um exemplo de sucesso, mas os salários aumentaram muito e as pessoas em geral estão tendo mais acesso ao consumo. Mesmo pegando os números gerais de vendas de carros, há outras coisas dividindo a carteira do consumidor hoje. Quando o iPhone foi lançado, era coisa de quem viajava pros states. Hoje o famoso “pobre remediado” (aka classe média brasileira) compra parcelado. E isso é um objeto que só encarece, ano a ano (inclusive em relação ao dólar). A velha história do avião, como um ex-presidiário, digo, ex-presidente sempre dizia, é verdade. Hoje vc não pega um avião com menos de 70% de lotação… Claro que isso não é mérito apenas de um partido ou outro, mas um conjunto de fatores.

      Mas a discussão dá um bom caldo.

      • T1000

        “Corolla vendendo bem significa que muita gente melhorou de vida”
        Discordo, acredito que muitos endinheirados tenham optado pelo Corolla por 2 fatores:
        – O Preço subiu muito, então o cara que antes comprava um Volvo, Subaru, Elantra, Passat, Camry passa a comprar um Corolla pelo mesmo valor que pagava nesses carros antigamente.
        – Questão de segurança, o Corolla é um carro muito mais discreto e, por isso, chama menos a atenção de bandidos.

        • Detector de Mentiras

          São bons argumentos…
          Mas eu tenho contra-argumentos:
          1- Eu vejo muito mais gente comprando Audi, BMW e Mercedes… As pessoas que tinham Vectra/Civic/Corolla eu vejo hoje nesses carros. Até meu pai é um exemplo, que hoje anda de Hilux (carro que custa mais caro que BMW, Mercedes) e antigamente sequer tinha dinheiro para um Vectra… Era muito difícil comprar, o crédito também era escasso, etc
          2- Não penso dessa forma… A maioria que compra Corolla gosta do “status” que o modelo oferece, na minha visão

          • Zé Mundico

            Concordo. Quando a vida do pobre “melhora”, quem se dá bem é o rico.
            Desde que o mundo é mundo a coisa caminha assim….rsrsrsrs

      • Matthew

        Não entendi a colocação de que agora o Gol tem novos concorrentes. No auge ele chegou a vender numa média superior a 20 mil unidades por mês. Hoje o Onix, líder de mercado, vende pouco mais de 10 mil unidades, coisa que o quarto ou o quinto colocado do mercado vendia quando o Gol era líder.

        • Detector de Mentiras

          Mas havia menos oferta… A VW só tinha Gol e Fox, não tinha Up!, assim como os Palio eram mais restritos, não tinha tantos modelos.. Não tinha o novo sucesso, que é o HB20, não tinha o compacto da Toyota (Etios)… Isso que eu digo. As vendas foram pulverizadas em vários carros diferentes

  • Fanjos

    Aparentemente o Mobi deu um flopão!

    • Pacheco

      Quando a Fiat subir os preços, ele vende mais… kkkk

  • afonso200

    mobi ja iniciou falido

  • zekinha71

    up! e Uno disputando clientes no tapa.

  • Rodrigo

    Up 1575, mobi 1249…
    Nenhum dos dois deslanchou. Ano que vem vão disputar pau a pau a 14a. ou 15a. posição, pro desespero da VW e FIAT.

    • Cris Dorneles

      Brasileiro compra caro por metro, sub compacto é furada.

      • Rodrigo

        Não acho isso. Americano sim compra carro por metro quadrado.
        Lá nos EUA os carros são mesmo bem grandes em sua maioria.
        Acho que o bicho pega aqui porque cobram alto por pouca coisa.

        • Cris Dorneles

          Mas esse carro aí, parece de brinquedo…. Ele e o up!, mas o up! ainda é melhor construído.

          • Rodrigo

            Isso é verdade!
            Mesmo assim, as duas montadoras investiram alto e têm retorno 70% menor do que o esperado!

      • Detector de Mentiras

        VERDADE.
        Brasileiro compra carro por metro.
        O único (ÚNICO) que fugiu da regra era o Fusca, mas também não tinha muita concorrência
        Mobi, Up!, isso nunca vai vender. O que vende é sedãzinho, tipo Prisma, carrinho que imita carro grande, tipo HB20 (imita i30), Gol (imita Golf), etc.

        • Vitão

          Como todo bom brasileiro curte um bom PORTA-MALAS kkkk… No bom sentido é lógico…

          • Cris Dorneles

            E no mal também…

        • T1000

          DEPENDE
          Se o Mobi viesse no mesmo patamar de preços do antigo Palio Fire, estaria vendendo bem.

          • Mr Potato

            De fato, acredito que se a FIAT vendesse o Mobi intermediário por uns 25.000 (não, ainda não tomei uns drinques), venderia bastante, apesar de não ser lá essas coisas. O carro se encaixaria naquele perfil de consumidor que sabe que o carro não é muito bom, mas que dá para aceitar pelo preço baixo ou para as empresas que querem algo simples para “botar na mão do empregado”.

      • CanalhaRS

        Não acho que seja isso. Todas as opções que temos (ou tivemos) sempre são precificadas muito acima do que deveriam, o que acaba colocando-os em confronto com os produtos maiores.
        O mesmo está acontecendo hoje em dia com os hatchs médios, e tem muita gente achando que se trata de mudança no gosto do brasileiro.

  • Muriçoca

    Moby…. Ainda não vi nenhuma unidade na rua.

    • T1000

      já vi 2

    • Rodrigo

      Moby eu ainda não vi.
      Mobi já vi em Salvador, em MG e em SP.

    • Zé Mundico

      Ontem eu vi um mas já estou melhor.

      • CanalhaRS

        Huahuahuahuahuahua!!!!

  • Fabio Marquez

    Com crise se cresce mesmo. Os carros ainda não são ótimos, mas evoluiram demais depois da crise. Na época de vacas gordas carro não tinha air bag. Hoje em dia com essa mixaria em vendas já vemos popares com ESP e notas em crash test tão boas quanto alguns sedans médios do inicio da década. Até Golf hoje é “alinhado” com o resto do mundo.

    Ps: Esse detector de mentiras é chato bagarai!!!!

    • Detector de Mentiras

      Agradeço pela parte que me toca
      Até porque a intenção é contestar os embusteiros, mesmo (com o devido respeito [atenuado, não tão estrito], que se espera de uma discussão internética)
      E não ser legalzinho e ganhar “laikes”

  • saosao

    Esse texto tentou ser divertido mas ficou muito confuso, fora que compara nada com nada. Melhor olhar a tabela direto.

  • fbl

    Enquanto isso…. Mais un powershit pouco rodado a venda, todo serelepe e trepidante a espera de um novo dono. Hb20 e Corolla impressionantes como sempre e o valente etios se posicionando como um dos melhores carros pra um brasil arrasado pela crise, onde o dinheiro é escasso e é preciso gastar pouco e com coisa boa de verdade.

  • Rodrik Sanches

    Onix vendendo bem devido ao excesso de promoções da GM.
    Onix zero a R$36.990.
    Devido a esse preço agora referência no Onix zero os preços dos semi novos e usados estão em queda acentuada.



Send this to friend