RAM: picape média ainda não tem plataforma definida

ram 1000 3

A RAM prepara uma picape média para atuar no lugar da antiga Dodge Dakota, que inclusive já foi produzida no Paraná entre o fim dos anos 90 e o começo dos anos 2000.


Carlos Tavares, CEO da Stellantis, deu uma arrefecida nos ânimos de quem espera pelo produto, sugerindo mais três anos para o surgimento deste produto.

De acordo com a revista Motor Trend, a Stellantis ainda não definiu qual plataforma STLA será usada no modelo, que pode até mesmo surgir 100% elétrico.

Como se sabe, a STLA Frame é a base com chassi de longarinas para picapes grandes da Stellantis nos próximos anos.

Ela não é exatamente monobloco, mas a RAM poderia dispor de um modelo assim para servir como produto de acesso, porém, não combina muito com a proposta da marca, pelo menos nos EUA.

Na América Latina, até a Strada é uma picape RAM… Todavia, uma coisa é vender para mexicanos, outra é para consumidores americanos altamente tradicionalistas.

Ainda assim, uma picape média de chassi de longarinas, na RAM, seria uma ameaça à 1500 e seria grande demais para as pretensões da Stellantis.

ram teases electric 2

Nesse caso, um projeto mais localizado no Brasil, pode ser a saída, usando a base Small Wide B, que sustenta a Fiat Toro.

No entanto, a própria Toro já é vendida como RAM 1000 na América Latina.

Comenta-se então sobre um modelo intermediário, supostamente para rivalizar com a Ford Maverick nos EUA, algo que a Toro talvez não conseguisse.

Aí, surge o nome RAM 1200, que provavelmente teria perto de 5,10 m ou até mais, carroceria mais larga e formas robustas, sendo assim mais parruda que a picape da Fiat.

Dessa forma, a linha de produção da RAM 1200 poderia ser estabelecida nos locais de produção dos Jeep Compass e Renegade, no caso do primeiro, em Toluca, México.

Isso facilitaria as coisas para a RAM, que até poderia enviar a 1200 para cá com motor 2.0 Hurricane de 279 cavalos e tração AWD para medir forças com a Maverick.

[Fonte: Motor Trend]

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.