*Destaque Esportivos Europa Hatches Renault

Renault Clio R.S.18 chega inspirado no mundo da Fórmula 1

renault-clio-rs-18-6 Renault Clio R.S.18 chega inspirado no mundo da Fórmula 1

A Renault apresentou uma edição especial do Clio R.S. chamada Clio R.S. 18, que serve como homenagem à equipe Renault de Fórmula 1 para 2018. O hot hatch foi desenvolvido pela divisão Motorsport da Renault e emprega um visual mais agressivo, pintado exclusivamente em cor preta. Ele foi baseado no Renault Clio R.S. 220 EDC Trophy após consulta dos clientes da marca.



O Renault Clio R.S.18 tem ainda detalhes na cor Yellow Sirius, inclusive no cubo das rodas esportivas pintadas em preto brilhante Deep Black e com pinças de freio vermelhas. Com três faróis de neblina/auxiliares de LED, o hatch esportivo tem até mesmo o logotipo da marca em tonalidade preta, assim como todos os principais detalhes da carroceria, que apresenta também spoilers pronunciados, defletor de ar maior sobre a tampa do porta-malas, difusor de ar traseiro, duas saídas de escape em preto e lanternas parcialmente escurecidas. O escapamento esportivo é da Akrapovic e feito para produzir um som ainda mais forte nessa série.

renault-clio-rs-18-6 Renault Clio R.S.18 chega inspirado no mundo da Fórmula 1

Na frente, chama atenção o conjunto ótico de LED devidamente estilizado, mas sem lente escurecida. O para-choque tem spoiler pronunciado e acabamento que imita uma asa de F1, devidamente pintada em Yellow Sirius. A suspensão é rebaixada e firme para suportar a carga extra de esforço nas curvas, bem como os freios são mais potentes.

Com pneus de alta performance e baixo perfil, o Renault Clio R.S.18 foi desenvolvido para ir bem tanto nas ruas quanto nas pistas. O teto chama atenção pela personalização e a logotipia “R.S.18”, a mesma impressa na traseira e nas portas. O hot hatch ganhou também sistema de direção elétrica mais direta, assim como novos amortecedores na suspensão dianteira.

renault-clio-rs-18-6 Renault Clio R.S.18 chega inspirado no mundo da Fórmula 1

Por dentro, o acabamento padrão do Renault Clio R.S. foi mantido, mas nessa série especial, o painel apresenta logotipo da Renaultsport em duas tonalidades diferentes, além de soleira exclusiva. Os bancos esportivos são envolventes e o volante possui o logotipo R.S. em destaque, bem como revestimento em couro e Alcantara. O painel possui apliques em preto brilhante e fibra de carbono.

Para mover esse bólido de porte compacto, a marca francesa manteve a bordo do Renault Clio R.S.18 o mesmo propulsor 1.6 TCe com 220 cv e 28,5 kgfm, usado pelo Renault Clio R.S. 220 EDC Trophy, evidentemente equipado com transmissão de dupla embreagem com seis marchas e tração dianteira, com direito a diferencial de deslizamento limitado. Com tudo isso, ele parte de 0 a 100 km/h em 6,6 segundos e tem máxima de 235 km/h.

Renault Clio R.S.18 – Galeria de fotos

COMPARTILHAR:
  • Franklin Diego

    Ohh saudades do Cliozinho 1.6 16v bengador!

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Tinha um f.d.p na BR-101 aqui em SC esses dias que com certeza era um clio 1.6, ele tava muito devagar na pista da direita e fui passar ele pela esquerda, normal. Aí o d3monho acelerou e ficou do meu lado, não deixava eu passar, só que eu tava de 1.0 3 cilindros. O cara além de ficar colado do meu lado ainda ficou fazendo graça pra eu acelerar mais, aí desisti e voltei pra pista da direita, então ele sumiu e ficou provocando os outros da frente, por causa de f.d.p assim que dá merd@.. nas estradas

      • Geovane Grimauth

        Tenho esse vulgo bengador 1.6 16v K4M, realmente o carrinho puxa muito..

      • Ricardo

        Se fosse o 1.6 16V vc não teria nenhuma chance. O Clio 1.0 16V anda muito bem, 1.0 mais veloz que já dirigi, é o suficiente para dar pau ou canseira em 1.0s de hoje em dia. O Clio 1.6 16V deve andar junto com o UP! 1.0T.

        • Stéfano

          Saindo do zero, o tsi abre um pouco mas o Clio busca. Anda muito o Cliozinho.

        • Eduardo Throne

          Tive um desses, entreguei esse ano. Realmente um espetáculo. Único problema é escalonamento do cambio, a 100 km/hora o conta giros tá em 3 mil. Uma sexta marcha ajudaria nesse momento

          • Ricardo

            Maioria dos carros 1.6 e 1.8 tem esse giro a 100 – 110 km/h.

      • Edu

        O melhor a fazer é exatamente o que você fez: deixar o provocador ir embora e evitar um acidente com inocentes envolvidos.

        • Edson Fernandes

          Ainda mais qdo vc está na boa.

          O pessoal de carros menos potentes que o meu as vezes gosta disso… de ficar acelerando como se eu fosse participar “da pilotagem” deles. Qdo eles percebem que a velocidade baixa muito, eles vão embora. Eu não dou esse “prazer” ao cara.

    • Robert Dniro

      Tenho um 2005 privilege com 94.000km, (não sabia que tinha esse apelido “bengador”), que delícia dirigir o carrinho não faz barulho de nada, funciona tudo, gostaria de ficar com ele para sempre, colocar umas rodas e escapamento esportivo mas infelizmente se for trocar por um carro mais novo terei que dar ele de entrada, me da um aperto no coração só de pensar já fico com saudade rs.

  • Dudu Pimentel

    Pq não importar o Clio RS para competir com 208 GT e DS 3? O Sandero RS é uma ótima opção de hot hatch (atualmente o mais barato de todos)…quem sabe assim, o Polo ganhe uma versão GT ou GTS 1.4 TSI, o Argo ganhe a versão Abarth (com o 1.3 Firefly Turbo GDI) e talvez o Fiesta ganhe, pela 1ª vez a versão ST (sendo uma versão, e não um pacote esportivado) com motor 1.5 Ecoboost.
    Será que a Renault não pode pensar em trazer o Clio semelhante ao modelo europeu (com algumas modificações)?

    • Franklin Diego

      1.6 TCe com 220 cv e 28,5 kgfm. 0 a 100 km/h em 6,6 segundos e tem máxima de 235 km/h.
      Coitado desses carros que você citou hehehe

      • Malvino Jose Moreira Junior

        Verdade no 0 – 100 bate em todos!

        • Malvino Jose Moreira Junior

          Na verdade o 208 GTI é mas apimentado que o GT!

          • Edson Fernandes

            Ainda até aplaudo a Peugeot em ter mantido o 1.6 THP “original”. Ao menso tivemos algo diferente nos hatches apimentados.

            Pois a matriz é super chata para permitir fazer algo diferente na linha.

            • Linkera

              Sim, mas pelo baixo volume de vendas dessa versão esportiva, não sei por quanto tempo mais teremos esse carro no line-up da marca.

              • Edson Fernandes

                É uma pena, mas uma realidade. Mas eu mesmo queria tanto o 1.2turbo…(e já teria adquirido o produto se fosse com ele).

      • Dudu Pimentel

        Aqui, a Renault poderia trocar pelo 1.3 TCe.

        • Edson Fernandes

          Não iria achar nada ruim. Ter um carro esportivo e economico.

    • João Paulo Xavier Ferreira

      Porque já existe o Sandero RS em terras tupiniquins! Brasilerage não merece Clio.

      • vicegag

        Poderiam pelo menos colocar este motor de 220cv no Sandero R.S., mas até isto ele acham que é demais para o brasileiro.

        • Doge

          Pra custar 100.000 ? Não, obrigado.

          • vicegag

            Logo mais, até os populares mas equipados estarão batendo nesta marca.

            • Doge

              E os sedãns médios nos 200.000 … inflação

          • Edson Fernandes

            Só que aí… além disso, iriam vir os justiceiros: “É ainda um Sandero”. Não … isso não vai acontecer…rs

        • Filipo

          Se tivesse o mesmo motor do Clio II RS, de 182 cv, que na verdade é o mesmo do Sandero RS (F4R), só que com algumas peças diferentes, para mim, estaria ótimo. Com etanol, poderia gerar cerca de 185 cv. Não tem razão para um Sandero ter 200 cv ou mais.

          • Edson Fernandes

            Olha, prefiro o TCe 1.3 de 170cv mesmo viu.

            • Filipo

              Eu também, mas penso que não veremos este motor no Sandero na atual geração. Já o do Clio RS 182, por ser o mesmo bloco, seria fácil implementar as devidas alterações e o custo do veículo não ficaria muito mais alto, e nem de sua manutenção, ao contrário de um motor turbo. E também só exigiria um redimensionamento de freios.
              Nada além disso, pois o torque é praticamente o mesmo o do Sandero RS (Clio 182).

              • Edson Fernandes

                Sabe, eu acho que a Renault será uma das ultimas se vier com alguma proposta de downsizing. Depois de abrir mão de um Sedan médio em seu lineup, ficar concorrendo internamente entre Duster e Captur…. eu não espero nada dela nesse aspecto.

                E veja… é para a fabricante novo, os motores 1.0 e 1.6 de Kwid, Logan, Sandero, Duster, oroch, Captur (obviamente sempre 1.6 nos ultimos e 1.0 apenas no kwid e ainda capado de recurso)

                Então sinceramente não consigo enxergar que ela iria numa versão de nicho atualizar um motor que para o carro é bem forte e acertado. Seria ideal por outros pontos, mas não confio nisso. E olha que sou dono de um Fluence.

        • João Paulo Xavier Ferreira

          Nem gasolina temos mais, vamos agradecer o Temer e o papai do céu que ainda tem gasolina com 27% de álcool no meio. Daqui a pouco todo mundo terá de socar um GNV mesmo!.

          • leomix leo

            E a culpa é de Temer??? Essa gasolina foi mamãe Dilma e Papai lula quem batizou. Ou vc é muito, muito jovem, oi não tem memória alguma.

    • Louis

      Porque todo mundo pede, mas ninguém compra…

      • vicegag

        Além de já cobrarem o olho nos comuns daqui, nunca lançam as belezinhas da Europa, sempre acabam fazendo um catadão dos produtos já vendidos aqui, com os tradicionais fru-frus (esportivação) dos produtos tupiniquins, acenaram com o Megane R.S. e acabaram lançando o Sandero R.S.

      • Mr. Pereba

        kkkk exatamente….eu tbm gostaria de VER esse clio por aqui, mas comprar eh outra historia….mais de 100mil num carro compacto que ia andar quicando nas nossas ruas por causa dessa suspensão e com poucas chances de aproveitar o veneno da cavalaria…

        • vicegag

          Aqui no Brasil tem muita gente com dinheiro, alguém refresque minha memória por favor, nos último anos teve algum real esportivo ( não superesportivo) europeu lançado aqui? No momento só estou lembrando do DS3.

          • Rodrigo

            208 GT (manual, motor THP flex – Mais forte que o do DS3), Sandero RS, Suzuki Swift Sport … nenhum deles vende a contento. Esse segmento está praticamente morto aqui. Uma pena.

            • Edson Fernandes

              Mas não é isso. É carro de nicho.

              É esperado que seja pouco vendido. Nesses valores como do 208, a pessoa irá pesar suas necessidades.

              Acredito que um 208 GT ou é pro cara que pode ter sem se preocupar com outros carros na familia, ou o cara casado que tem ele como seu carro ou então é o terceiro carro. Ou seja, é nicho mesmo.

              Quem aí não vai reclamar de ser baixo, carro mais duro ainda que seja divertido? Eu sinceramente ADOREI o Sandero RS. Eu achei ele inclusive mais divertido de tocar que o Fluence GT.

              O chão que o Sandero RS tem é incrivel. Mas… sei que para minha realidade, talvez esse carro possa ser meu segundo ou terceiro carro. (mas esse no futuro pode ser uma forte opção).

              • Rodrigo

                Eu dirigi (e estava querendo comprar) o Swift Sport. Mas a razão falou mais alto e peguei um Civic LXR pelo mesmo preço. Como vc descreveu, por mais emocionante que sejam esses carrinhos, não dá pra tê-los como carro de uso diário. Já o Golf GTI alia bem esportividade com espaço e conforto. Da pra usá-lo no dia-a-dia tranquilamente. O A3 hatch também.
                No meu caso o principal impeditivo foi o valor do seguro…

                • Daniel

                  Cara, uso um 208 Gt como carro diário e vou dizer que é mais confortável que o 208 Griffe que tive. Totalmente usável no dia a dia, 4 portas, econômico, seguro e manutenção baratas. Enfim… Tudo é relativo. Eu, por exemplo, nunca teria preterido o Swift se estivesse no seu lugar. Mesmo porque já andei bastante em um Swift e um Etios é mais duro.

                  • Rodrigo

                    Nunca dirigi o 208 GT (só o Griffe) mas meu comentário foi apenas relativo ao Swift. Já dirigi o GTI também e achei-o mais confortável até que o Golf Highline com rodas 17″.

                • Edson Fernandes

                  E pense que qualquer desses esportivos (inclua o Golf GTI nessa) vc sofrerá com preço das peças como pastilhas de freio que são especificas para ele.

                  Isso pra mim não se torna um problema para usar o carro para uma determinada finalidade (por exemplo, usar ao final de semana), mas usar no dia a dia, fica muito pesado bancar os custos com desgaste desse tipo de produto.

    • Fabão Rocky

      Tbm gostaria mto de ver essas versões esportivas por aqui, pena q as montadoras só pensam como um todo e tá pouco se preocupando c/ um público mais específico, tipo, aqui no BR já virou caminholândia e o povo só quer comprar altinho da moda cheio de plástico p/ subir as rampas dos shoppings.

    • Hoffmann

      Essa categoria de carro no Brasil é aquele tipo que todo mundo na internet deseja mas ninguém compra, igual as peruas. O 208 GT não vende nada (e ainda enfrenta concorrência dentro de casa, custa o mesmo que um 2008 THP ou 308/408 THP), o DS3 não vem mais, idem para o Swift Sport que ainda tem unidades encalhadas. O Fiat 500 Abarth foi outro que veio e logo saiu do mercado. O próprio Sandero R.S., apesar do bom custo x benefício para um “hot hatch”, pena para sair das concessionárias.

    • Doge

      Pagaria R$ 150.000,00 ou um pouco mais nele ? Por que aqui custaria mais ou menos isso.

      • Edu

        Diversão muito cara.

      • Dudu Pimentel

        150 mil reais é o que vai custar o Golf GTI completo com o facelift…o Clio RS é menor, entaum acho que uns 100 a 120 mil reais faz mais sentido, até pq o Megane RS é o concorrente do Golf GTI.

        • Doge

          Custa 32.000 euros na europa.

          Golf GTi nem de longe compete com o Megane RS, quem concorre com o Megane RS é o Golf R ( 300cv e 4×4 ) que também concorre com Audi S3. Desses o unico que tem aqui no Brasil era o S3 e que custava quase R$ 290.000,00

    • Rodrigo

      Ia ser um Clio com preço de Golf GTI. Se vendesse 3 unidades /mês ia ser muito. Isso não paga nem o treinamento dos mecânicos pra poder dar manutenção nesse carro.

    • Gutto Morais

      Cara, infelizmente não temos mercado pra este tipo de carro. Simplesmente não vende. O Sandero RS tem otimo custo beneficio e não vende. Brasileiro só quer saber de SUV….

    • Raimundo A.

      A Renault está pensando demais e ainda não trouxe os SUVs que estão vendendo, por que traria um Clio IV versão esportiva para não vender quase nada pelo alto preço que ele teria aqui?

      Se ela se deu ao trabalho de criar um Sandero RS para as bandas de cá, é melhor torcer para o novo 1.3 TCe ser ofertado aqui provavelmente substituindo o 2.0 aspirado e por uma configuração mais atrevida chegar ao Sandero RS se este ainda existir.

      O Sandero com 170cv é mais que suficiente para alegrar os que já se contentam com a atual potência. Acima disso como é o caso do Clio IV RS, vai brigar com quem e com preços nas alturas para ter pouca saída?
      Essas versões mais esportivas estão virando nichos e produto que vira nicho pelas bandas de cá não sendo premium a tendência é ser descontinuado porque baixas vendas ou a queda pode inviabilizar a continuidade.

      • Dudu Pimentel

        Infelizmente, os hot Hatch tem espaço aqui, mas ninguém compra. A ideia da Renault é trocar o 2.0 do Captur pelo 1.3 TCe, mas antes atualizar para o 2.0 para SCe…se o Sandero RS continuar, provavelmente ele ganhará essa atualização.
        O Sentra, será uma surpresa se ele ganhar o 2.0 SCe e maior ainda se ganhar o 1.3 TCe futuramente

    • Caio

      Na verdade o Clio RS compete com o 208 GTI, Fiesta ST, Golf GTI, Corsa VXR, DS3 Racing, etc.

      Se um Clio europeu atual já custaria um absurdo, imagine essa versão especial do Clio RS.

  • Jordan rodrigues

    Grandes coisa… No Brasil temos o HB20 r Spec com 128cv kkkk

    • Rodrigo

      Serie limitada com bancos em couro vermelhos! Nem isso o Clio tem (contém sarcasmo)

    • Mr. Pennybags

      Faz de 0-100 em menos de 1 minuto! VOA!

    • Edson Fernandes

      Disputa direta com Uno Sporting com incriveis 107cv! rs

  • Emygdio Carlos

    Recentemente, uma família, que estava a bordo de uma “Ecosport”, foi vítima de dois irresponsáveis, um destes conduzindo ou tentando pilotar uma “Mercedes” e outro, supostamente, dirigindo ou buscando a própria morte ou de outrem em um “Camaro” na região de SBC – SP. Resultado: tragédia! Fico preocupado com o lançamento de carros muito potentes ou de preparações insanas. Infelizmente, os seres humanos são repletos de falhas. Mesmo àqueles que procuram respeitar os limites erram. Imaginem as pessoas que não estão nem aí para leis, códigos, vidas e etc…

    • Douglas

      Gente irresponsável não precisa de carro potente para causar acidentes.
      O problema que vejo é a falta de autódromos, se tivéssemos autódromos em quantidade suficiente eles estariam acelerando lá e não nas ruas.

      • Edson Fernandes

        Iria nada! O cara que é irresponsável, faz isso em qualquer lugar e com qualquer carro.

        Quer ver? O custo de trackday é por volta de 600 a 1000 reais.

        Quem desses vai querer andar com segurança? Muita gente não paga isso porque acha injusto. Detalhe: Esse custo, é praticamente igual em qualquer lugar que se faça trackday.

        Mas pode ter certeza que aquela piada que o cara não corta cabelo, usa roupa rasgada mas tem o “turbaum” para andar na rua… vc acha mesmo que vai pagar trackday? Paga nada!

    • Importante lembrar que, além do motorista do Mercedes, o do Ecosport estava tão errado quanto. Lotou o carro de gente (8 pessoas, consequentemente sem cinto) e nem deveria estar dirigindo, pois também estava com a habilitação cassada por excesso de multas. Como disse o amigo abaixo, “gente irresponsável não precisa de carro potente pra causar acidentes”.

    • Basil Sandhurst

      “Velocidade nunca matou ninguém, parar de repente… é isso o que mata.” Jeremy Clarkson

  • Erick

    Dona Renault poderia trazer o Clio em versões “normais” para o Brasil. O Kwid é muito feio…

  • Eskarmory .

    Renault do Brasil é um resto de bagaço! Clio, Megane, Scenic, Talisman, Kadjar… Esqueci de mais algum? O que é bom de verdade não vem. Mas não os culpo, foi a decisão de vender Dacia aqui que tirou a marca do fundo do poço.

    • Paulo Pereira

      Espace, Koleos, Grand Scenic, Twingo

  • Ricardo Blume

    Não vai vir nem o Megane para o Brasil, quem dirá o RS.

  • leomix leo

    Vejo muita gente sonhando em ter esse carro aqui, mais na hora de comprar que é bom nada, nas rodas de mesa de bar só presta Corolla, gol, palio, celta, hb20 que são bons de revenda, ninguém quer Citroën, Renault, Peugeot. Pois bem vou trocar meu Japa por um francês do mesmo ano.

  • Ely Takeshita

    carro lindo… e com um somzinho da Bose, ainda!!! =)

  • Basil Sandhurst

    Lindo carro.
    Por melhor “tunado” que seja o Sandero RS, eu ainda acho que a carroceria dele é “civil” demais para me seduzir como esportivo.
    O Clio é tudo de bom. Infelizmente jamais o veremos de novo por aqui.
    Abs

  • Richard Bruning

    Opa, sabe em qual lugar de SC? =D

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      itapema

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email