Renault deixa de fazer mais de 5 mil carros com greve

fabrica renault 1

Enquanto a Caoa Chery encerra a produção em Jacareí, a Renault a mantém parada em São José dos Pinhais, mas por outro motivo, uma greve dos funcionários, que já dura dez dias.


Segundo a montadora, que busca acordo junto ao sindicato para um reajuste no PPR – Programa de Participação dos Resultados – o complexo Ayrton Senna deixou de produzir 5 mil carros e 6,8 mil motores no período de paralisação.

Nesta segunda, a Renault fez nova proposta para os trabalhadores, mas em assembleia, a mesma foi rejeitada e a greve continua. A discordância é em relação à garantia de no mínimo R$ 22,3 mil de PPR sem vínculo com metas de produção.

A Renault até concorda em pagar o PPR proposto, mas somente diante da meta de atingir em 2022, a produção de 198,5 mil unidades.

Por ora, segue a negociação entre montadora e sindicato quanto à questão da meta. O sindicato fala em perda de renda de 25% para os trabalhadores e também relembra a demissão de dois mil empregados, reduzindo o quadro para 5 mil pessoas no complexo.

Já a Renault, em relação à produção paranaense, revelou recentemente a fabricação de um novo SUV – que se suspeita ser uma variante do Dacia Stepway – com a plataforma modular CMF-B e motor 1.0 TCe, ou seja, turbinado como na Europa, porém, flex.

Com quatro fábricas separadas, o complexo Ayrton Senna tem enorme capacidade de produção de carros e motores, mas trabalha em ritmo muito abaixo da capacidade devido à queda nas vendas, pandemia e crise dos chips.

Diante da recente paralisação, não programada pela montadora, as vendas da marca deverão cair em maio e com reflexo em junho. Na unidade, são feitos os modelos Kwid, Sandero, Logan, Stepway, Duster, Captur, Oroch e Master.

Kwid e Oroch foram atualizados recentemente, enquanto a Master avança no ranking de vendas nos comerciais leves.

[Fonte: Automotive Business]

 

 

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.