Elétricos Governamental/Legal Hatches Renault

Renault K-ZE: Kwid elétrico é registrado no Brasil

Renault K-ZE: Kwid elétrico é registrado no Brasil

A revista do INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial – revelou o registro de patente do Renault K-ZE, versão elétrica do subcompacto Kwid, semelhante a estas imagens. Trata-se de uma versão diferente daquela vista na China, trazendo traços semelhantes ao modelo comum, equipado com motor 1.0 SCe.


Ele utiliza faróis de tamanho padrão, mas com luzes diurnas triplas em LED e projetores maiores. A grade falsa também está presente, sendo seu desenho similar ao visto em registros de patentes em outras regiões, como a Índia, por exemplo. O subcompacto elétrico é uma aposta da Renault para mercados onde a eletrificação está iniciando com força, como no mercado indiano.

Aqui, o registro de patente – pelo menos nesse momento – é uma garantia normal de proteção de direitos. No entanto, com os incentivos recentes do Rota 2030, o Kwid elétrico pode ser vendido e produzido no Brasil, mas isso deve demorar bem mais que em outros países.

Renault K-ZE: Kwid elétrico é registrado no Brasil


O motivo ainda é o custo, mesmo com a proposta inicial de Carlos Ghosn – quando era presidente da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi – de um carro elétrico de US$ 8.000, existe ainda a questão da demanda, visto que um produto como esse poderá custar até o dobro por aqui.

A Caoa Chery já chegou a demonstrar interesse em seu pequeno elétrico eQ, versão do QQ, que pode chegar com preço competitivo, mas ainda é cedo e o primeiro carro eletrificado da marca chinesa deverá ser o Arrizo 5e, com um preço bem mais alto, mas com melhores chances em recepção do mercado.

Na China, o Kwid elétrico é feito em parceria com a Dongfeng e começa a ser vendido no dia 5 de setembro, tendo um visual com faróis diminutos de LED e grade estilizada, assim como a traseira. Lá, o modelo tem autonomia de 271 km no ciclo NEDC (laboratório) e pelo menos dois derivados com visuais e marcas diferentes surgirão.

Renault K-ZE: Kwid elétrico é registrado no Brasil
Nota média 4.3 de 3 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Yuri Lima

    Um comercial com Regina Casé e o Casé Peçanha seria legal, mesmo que a pronúncia seja “kei-zi-i” ou outra coisa.

    • João Silva

      Boa! kkkk
      Regina Casé combina bastante, feia como esse bichinho, kkkk
      Ainda bota o cabelo arrepiado como se tivesse levado um choque, kkkkk

  • klaus

    nosso primeiro mini SUV elétrico

  • Filipe Casagrande

    Carro feio, caro e com baixa autonomia como elétrico. Ou seja, será um fracasso

  • leitor

    Um Kwid top de linha está sendo vendido por uns R$40mil. Com os preços dos elétricos nas alturas, creio que o modelo será uns R$140mil.

    • Alvaro Guatura

      Aqui (Poços de Caldas MG) está custando ridiculos 48 mil na versão Outsider

  • 1945_DE

    Esse é um tiro no pé. Vai custar pelo menos ums 90.000,00 ou mais. Quen que vai querer gastar esse dinheiro todo em um carro feio, e eneficiente como este. O atual, está indo bem, pois está no patamar do poder aquisivo nosso. É um dos mais baratos, mas ainda está caro.

  • Hodney Fortuna

    Como sempre aqui qualquer modelo elétrico tem que demorar ao máximo para proteger a famigerada Petrobras e seus lucros. Afinal temos que carregar esse “elefante branco” nas nossas costas.

  • Fanjos

    Por até uns 55… chutando muito 60 mil, alguns barbudinhos tatooados com coque samurai comedores de alho poró poderão comprar, mais que isso nem eles

    • Edgar

      Por mais que isso ficarão com o Leaf de 170 mil, Renault Zoe de 150 mil ou um BMW i3 de 220 mil…

  • Rogério R.

    Aqui no Brasil sinceramente se não houver um incentivo para cria uma boa infraestrutura de recarga nas rodovias, acho que a melhor saída de início é investir primeiramente nos híbridos e só depois nos elétricos.

    • Mayck Colares

      Concordo 100% é como se estivéssemos saltando a fase híbrida pra fase elétrica sem estar preparados ainda.

  • Breno Zanata

    O suv elétrico compacto… dos compactos elétricos? Pera aí que me perdi em como vai ser o slogan.

  • Filipe Augustus

    Seria legal tbm como facelift em toda linha essas alterações!

  • andrevilsonpereira

    acredito que chega por 100 mil já que o Zoe é vendido por 150 mil eles vão ter que melhorar bastante o interior p/ que esse carrinho de brinquedo vala 100 mil

  • Aguiar Romero

    Seu por “apenas” 109.990,00

  • 4lex5andro

    Com menos impostos seria um Renault inovador, com potencial pra ser o primeiro elétrico com preços competitivos no país.

  • Giuseppe

    Se for elétrico tende a ser caro, sendo assim, mantendo o acabamento, beirando o insulto, será uma péssima opção. Para que a história seja diferente surpreendam no preço (difííícil).

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email