*Destaque Crossovers Lançamentos Renault

Renault Kwid 2018 mantém preços da pré-venda e revela mais novidades

renault-kwid-2018-NA-38 Renault Kwid 2018 mantém preços da pré-venda e revela mais novidades

O Renault Kwid 2018 chega ao mercado brasileiro com o mesmo com os mesmos preços de pré-venda, que começam em R$ 29.990. O subcompacto da marca francesa é oferecido no país como sendo um SUV compacto, por conta dos ângulos de entrada e saída mais elevados, assim como a altura da suspensão. A proposta chega com outros argumentos de vendas para se tornar um referencial no segmento. A fábrica já trabalha em três turnos, mas a empresa não revela números de produção.



Um dos focos do Renault Kwid 2018 é a segurança, entregando de série quatro airbags, sendo dois frontais e dois laterais, além de fixadores Isofix para cadeiras infantis. Outra proposta é um custo de manutenção de menos de R$ 1,00 por dia, além de preços competitivos. A plataforma modular CMF A reduz enormemente o peso, que no modelo é de 790 kg. A Renault também focou no tamanho do porta-malas, que tem 290 litros.

renault-kwid-2018-NA-19 Renault Kwid 2018 mantém preços da pré-venda e revela mais novidades

Desenvolvido para ter um custo de produção baixo, o Renault Kwid 2018 chega com a plataforma modular CMF A com compartilhamento de peças e componentes entre produtos diferentes, totalizando cinco produtos, uma família de motores e uma família de câmbio, reduzindo o tempo de desenvolvimento e produção, tornando o modelo mais rentável nesses dois aspectos.

Com 3,68 m de comprimento, 1,58 m de largura, 1,47 m de altura e 2,42 m de entre eixos, o Renault Kwid 2018 pesa de 758 kg a 786 kg, sendo um dos carros de produção seriada mais leves do mundo. O porta-malas tem 290 litros, com até 1.100 litros devido ao banco traseiro rebatido, 14 litros de porta-objetos e um tanque de combustível de apenas 38 litros. A capacidade de carga útil é de 375 kg. Simples e funcional, o modelo aposta na estrutura modular para ampliar a sinergia entre produtos de dentro da marca n chamada organização 2ASDU.

renault-kwid-2018-NA-10 Renault Kwid 2018 mantém preços da pré-venda e revela mais novidades

Renault Kwid 2018 – Versão brasileira

No Brasil, a variante nacional recebeu 200.000 horas de desenvolvimento e mais de um milhão de quilômetros, bem como 35 testes de impactos, bem como estrutura com 30% de aços de alta resistência, bem como quatro airbags, cintos com pré-tensionamento com alerta de desafivelamento, freios ABS com EBD e cintos traseiros laterais de três pontos com Isofix. A direção é 100% elétrica.

O foco na proposta de utilitário esportivo, o Renault Kwid 2018 possui ângulo de entrada de 24° e ângulo de saída de 40°, assim como altura livre do solo de 180 mm. Para mover esse novo carro, a marca francesa utilizou-se do motor de três cilindros 1.0 SCe com modificações, por exemplo, não possui comandos de válvulas variáveis, reduzindo assim seu custo e números de potência e torque. Por isso, ele possui 12V e entrega 66 cv com gasolina e 70 cv com etanol, ambos a 5.500 rpm. Já os torques são de 9,4 kgfm na gasolina e 9,8 kgfm no etanol, sendo ambos a 4.250 rpm. A transmissão é manual de cinco marchas.

renault-kwid-2018-NA-40 Renault Kwid 2018 mantém preços da pré-venda e revela mais novidades

Dessa forma, o Renault Kwid 2018 vai de 0 a 100 km/h em 14,7 segundos no etanol e 15,5 segundos na gasolina, bem como tem consumo urbano de 10,3/14,9 km/litro e rodoviário com 10,8/15,6 km/litro, respectivamente com etanol e gasolina. O modelo vem com suspensão dianteira McPherson e traseira por eixo de torção. A posição de dirigir é elevada com 324 mm de altura em relação ao solo.

renault-kwid-2018-NA-49 Renault Kwid 2018 mantém preços da pré-venda e revela mais novidades

Renault Kwid 2018 – Design

O Renault Kwid 2018 tem um visual bastante simples e funcional, mas com design atual, tendo linha de cintura alta, colunas C bem reforçadas, assim como frente elevada. Os faróis são simples e com monoparabola, grade com detalhes cromados, para-choques com entradas de ar laterais, proteção nas caixas de rodas, adesivos laterais, retrovisores pretos, lanternas compactas, tampa traseira bem limpa e para-choque com proteção preta.

As rodas de aço ou liga leve possuem três parafusos e os pneus são estreitos. Por dentro, o Renault Kwid 2018 tem quadro de instrumentos compacto com velocímetro e conta-giros analógicos, além de display com nível de combustível e outras informações. Na parte central com tela de 7 polegadas e entradas USB e auxiliar embutidas. O ar-condicionado tem comandos simples, enquanto os bancos apresentam apoios de cabeça integrados na frente e móveis (3) atrás.

renault-kwid-2018-NA-55 Renault Kwid 2018 mantém preços da pré-venda e revela mais novidades

Renault Kwid 2018 – Manutenção e revisão

A manutenção tem três primeiras revisões grátis para os primeiros clientes, tendo custo até 30.000 km de R$ 1.047. O preço pode ser financiado.

Revisões

10 mil

20 mil

30 mil

40 mil

50 mil

60 mil

KWID Life

R$ 349

R$ 349

R$ 349

R$ 470

R$ 349

R$ 349

Kwid Zen/Intense

R$ 388

R$ 388

R$ 388

R$ 509

R$ 388

R$ 388

renault-kwid-2018-NA-44 Renault Kwid 2018 mantém preços da pré-venda e revela mais novidades

Renault Kwid 2018 – Preços e conteúdo das versões

Renault Kwid Life – R$ 29.990 – De série com quatro airbags, cintos com pré-tensionamento com alerta de desafivelamento, freios ABS com EBD e cintos traseiros laterais de três pontos com Isofix, indicador de marchas, desembaçador do vidro traseiro, rodas de aço com calotas aro 14, pneus 165/70 R14 e pré-disposição para rádio.

Renault Kwid Zen c/rádio – R$ 35.390 – Itens acima, mais direção elétrica, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas e rádio com MP3/USB/auxiliar e Bluetooth.

Renault Kwid Intense c/pacote Connect – R$ 39.990 – Itens acima, mais rodas de liga leve Flexwheel aro 14, faróis de neblina, multimídia MediaNav 2.0 (com navegador GPS e dados de tráfego, score de eficiência na condução e recomendações de direção econômica), câmera de ré, chave canivete com alarme, abertura elétrica do porta-malas e retrovisores elétricos.

renault-kwid-2018-NA-60 Renault Kwid 2018 mantém preços da pré-venda e revela mais novidades

Renault Kwid 2018 – Cores e Acessórios

O Renault Kwid 2018 é oferecido nas cores Orange Ocre, Branco Marfim, Vermelho Fogo, Branco Neige, Prata Étolie e Preto Nacré.

O Renault Kwid 2018 tem uma oferta de acessórios, tais como porta-celular, carregador USB, capinha envolvente da chave, bolsa organizadora, câmera interna, cooler, sensor de estacionamento, alarme, câmera de ré, faróis de neblina, rodas de liga leve aro 14 polegadas, soleiras nas portas, entre outros. Logo mais, traremos nossas impressões ao dirigir.

Renault Kwid 2018 – Galeria de fotos

  • ViniCarvalho77

    Kwid (34.990), Mobi (35.490), up (42.390) e QQ (31.490). Nestes valores, o QQ vem de série a mais que todos os outros, rodas de liga leve, sensor de estacionamento, vidro elétrico nas 04 portas, retrovisores elétricos e rádio com mp3. Estes itens não são oferecidos de série nestes veículos. Com estes itens, o Kwid pula pra 39.990 (8,5 mil a mais). O Mobi vai pra 39.490 (8 mil a mais) e o up a 45.990 (14 mil a mais). Pesquise bem e faça as contas. :)

    • Flight_Falcon

      ViniCarvalho77,

      Desculpe o questionamento, mas você compraria um QQ no lugar destes? Ou já teve um carro dessa marca e ficou com eles até após o período de garantia para ver como fica a parte de peças e manutenção?

      Não é afronta a minha pergunta. É questão de conhecer os argumentos e até mesmo as vezes ter sido proprietário e por falta desse conhecimento muitos condenam sem conhecer.

      Obrigado.

      • ViniCarvalho77

        Olá amigo! Pela diferença de R$ 8,5 mil reais, compraria, sim, sem dúvida. Fui na concessionária e fiz o test drive no New QQ. Naturalmente que também vou na Renault conhecer o Kwid, assim como fui na Fiat conhecer o Mobi. Já tive carros chineses (Lifan 320, Jac J2, o próprio QQ antigo). Entendo, perfeitamente, o preconceito com as marcas. Mas, sinceramente, acho que essa diferença de valores em carros de entrada, fica difícil optar pelas tradicionais. Por isso que há lugar para todos. E como comentei anteriormente, o Kwid vai vender muito, pois é um carro diferenciado. Quem sabe possa incomodar o Onix, já que ele tem espaço interno bem interessante, diferente do Mobi, por exemplo, que, atrás, deixou e muito a desejar. Abraços!

        • Filipo

          Sem falar dos outros fatores, quem compra carro chinês achando que está economizando, pelo preço do produto final, está enganado. A desvalorização bem mais acentuada deles, anula ou até negativa a diferença de preço que se obteve na compra.

          • Joel Oliveira

            Justamente. Meu tio comprou um Rexton 0km por R$ 120mil e três anos depois foi na mesma loja que vendeu e ofereceram R$ 28mil. Pra piorar, o bico injetor deu defeito e não achou peça em canto nenhum aqui na Bahia Teve que comprar em SC e esperou ainda chegar.

            • Cyro

              é coreano kkkk

            • Marcio Mendes

              O QQ não é chinês! O QQ agora é BRASILEIRO!

              • Deadlock

                Piorou…

            • Osni Duarte

              Rexton é coreano.

            • Mr. Pennybags

              Sem desmerecer, mas o Rexton, né?! Vamos combinar, se nem os chineses emplacam….

          • T1000

            mas a desvalorização de um chines é sobre um valor mais baixo, pois o carro é mais barato. Se voce pegar um carro mais caro, mesmo que a desvalorização seja % menor, em valores absolutos pode ser ate maior e as pessoas acham que estão fazendo bom negócio…

            • Marcio Mendes

              Não é chinês! O QQ É BRASILEIRO! Procurem se atualizar!

          • Marcio Mendes

            O QQ não é chinês! O QQ agora é BRASILEIRO! Procure se atualizar!

            • Filipo

              Existe uma diferença muito grande entre ser fabricado no Brasil e ser montado no Brasil. No caso do “QQ”, este era importado e agora é montado no Brasil, em CKD. Isso resolve o problema da incidência de impostos, mas as peças continuam praticamente todas importadas. Ou seja, na prática, em termos de manutenção, não muda nada.

              • Marcio Mendes

                Procure se atualizar, Felipo! O New QQ é FABRICADO no Brasil e não montado. A fábrica fica em Jacareí-SP e fabrica também o Celer.

          • Djalma

            Fabricado no Brasil!

        • Marcio Souza

          Algumas coisas que devemos nos atentar ao comprar um carro chinês é a disponibilidade de peças na própria rede da marca, valor de seguro (que costuma ser mais alto devido a isso tbm) e desvalorização e facilidade na hora da revenda.

          • ViniciusVS

            Isso quando tem uma concessionária perto né? Aqui em São Paulo a rede da Chery já é péssima. Enquanto não melhorar isso as tradicionais vão nadar de braçada, mesmo cobrando mais por um produto de qualidade equivalente ( no caso tão duvidosa quanto o QQ)

            • Cesar

              E olha que a fábrica da Chery é aí do lado. Imagina no resto do país.

              • Leandro Balmant

                A concessionária que tinha aqui em Jacareí fechou e abriu na cidade vizinha.

          • Marcio Mendes

            O QQ agora é brasileiro! Procure se atualizar!

            • José Barbosa

              Não basta ser brasileiro. Imagina você viajando e, por qualquer motivo, uma pecinha besta quebra e você não pode seguir viagem, por que não a encontra.
              Depois que você mora em roça, entende pq VW e GM fazem tanto sucesso, e as alternativas são os inquebráveis (Toyota e Honda).

              • Djalma

                A Renault não é muito diferente, tem muitas concessionárias mas está muito concentrada em grandes cidades.

                • José Barbosa

                  Sim, também batemos nesta questão. Mas a Renault está sempre orbitando entre o 4º ao 8º posto dos mais vendidos entre marcas, o que reduz um pouco o problema. Os chineses precisariam cortar ainda mais em preço para poder disputar e difundir aqui no mercado. Além, claro, de melhorar o aspecto “envelhecido” do interior de seus carros.

            • Marcio Souza

              Boa sorte na aquisição do seu novo brasileiro.

        • Joel Oliveira

          Espaço interessante só em relação aos concorrentes diretos dele, pq o ONIX tem 2,52m enquanto o Renault tem 2,42m.

        • José Barbosa

          Para mim falta um câmbio automatizado nos chineses. E com o respectivo robô para substituição a preços mais baixos. Aí acho que teriam alguma chance de se popularizar. Pagaria fácil até 35k num 1.0 automatizado “completinho”. Hoje, o mais barato é o Mobi pelado a 43. Aí não dá.

      • João Cagnoni

        Eu sei que a pergunta não foi pra mim, mas eu acho o QQ no mesmo nível dos carros citados.

        • Joel Oliveira

          Mas e a revenda, seguro, desvalorização, custo de reparo/ manutenção nao é igual ou semelhante. Com certeza não.

          • João Cagnoni

            O Chery QQ já não desvaloriza mais como antigamente, hoje ela é aceitável, principalmente em números absolutos (o carro é bem mais barato que a média, logo, mesmo que a porcentagem seja maior, na prática ela pode ser menor). Valores de manutenção e seguro muito parecidos com um Renault, principalmente pra quem só leva em concessionária.

            • Edson Fernandes

              Po João, mas vou citar o QQ de geração anterior: Se encontra por valores de R$12000 em média. O cara que comprou por R$22000 deve estar com dificuldades para vender.

              Os compactos em especifico perdem pouco valor no periodo de até uns 3 anos. Procure um Celta ou um Ka. Verá que o impacto é menor na faixa dos R$6000 do zero km.

              • João Cagnoni

                O QQ anterior tinha desvalorização maior do que o da geração atual, pois na época era bem raro ver um nas ruas. De qualquer maneira, fazendo uma pesquisa na Webmotors, o QQ começa a partir de 14k. Em 2011 ele era vendido por 23,5k 0km, então temos uma desvalorização de 9,5k de 2011 até 2017. Um Ford Ka 1.0 pelado custava 29k em 2011, hoje um usado 2011 custa 16k (desvalorizou 13k).

                • Leandro Balmant

                  R$ 29.000 o Ka pelado? Minha irmã pagou R$ 21.000 no dela.

                  • João Cagnoni

                    O Ka só custou 23k (mais descontos) em 2009/2010 com o IPI zero, em 2011 com o IPI normal o Ka partiu para 29k.

                    • Leandro Balmant

                      Então não sei se houve desconto, mas tenho certeza que o preço pago foi de R$ 21.000.

                    • João Cagnoni

                      Eu acredito, quase comprei um Ka por 21.500 em 2010, mas depois o valor subiu muito.

                    • MauroRF

                      E outra, não podemos também esquecer a perda de dinheiro caso tivesse sido aplicado e também o valor do mesmo carro ou de seu equivalente hoje (ou seja, a inflação): hoje, vi agora no site da Ford, o Ka sai por 41k.

            • Djalma

              É um carro limitado, barato, assim como vai ser esse Kwid, mas bem mais baraato. Não sei o que esse povo que deu o sinal no carro pela Internet acha o que vai encontrar. De certo devem estar esperando encontrar uma carro no padrão de KA,HB20, etc.

          • Marcio

            Eu já dirigi um QQ e achei pavoroso, não teria por nada neste mundo, tem refinamento zero, me senti dirigindo um carro ruim de 30 anos atrás.

            • Marcio Mendes

              Então vc vai detestar esse indiano que tirou 0 estrelas no crash test!

            • João Cagnoni

              Mas era o de geração anterior, correto?

            • João Cagnoni

              Estão estimulando o test-drive do QQ, já que é de graça eu vou fazer rsrsrs

          • Djalma

            Como você tem essa certeza, já teve um?

            • Joel Oliveira

              O marido de um amiga comprou um JAC J2 preto, todo completinho e depois “pagou a conta”.

              • João Cagnoni

                O que você chama de pagar a conta?

                • Joel Oliveira

                  Foi assim: comprou o JAC J2 OKM todo equipadinho achando que fez um baita negócio. Quando foi segurar e ao longo do tempo fazer manutenção viu o quanto foi ruim, ainda mais na questão reparo e manutenção. Para achar peça foi péssimo. Quando vendeu, praticamente deu.

                  • João Cagnoni

                    Quais peças ela teve dificuldade em encontrar? Ela mora em alguma capital?

              • Djalma

                Não sei, esse negócio de amigo da amiga já ouvi muito, tem que pegar quem comprou um recentemente e trocar umas idéias. Inclusive o JAC J2 melhorou muito.

                • Joel Oliveira

                  Bom, trabalhavámos juntos, se isso serve em lguma coisa.
                  As peças foram basicamente reparo na lataria, pois bateu na porta e não encontrou fácil. Interior da Bahia – 120km de Salvador.

                  Meu tio também tem um Rexton, que agora descobri ser coreano, e se deu muito mal. Comprou por R$ 120mil e agora a loja ofereceu R$ 28mil. Ele quase mandou a vendedora ir pra…

                  Enfim, deu uma baita má impressão e associando aos tantos outros comentários que vejo sobre chineses, mesmo os “nacionais” não sendo um proeza em segurança, so tenho como manter a desconfiança e nao compraria. Claro que quem quiser, tem todo direito. Boa sorte.

        • Marcio Mendes

          Mesmo nível??? É melhor! E mais barato!

      • Djalma

        O QQ é nacional, se não sabe , é fabricado alí em Jacareí, SP.

    • Vin_T

      Com esse valor adicional, o Kwid oferece 2 airbags a mais, central multimídia, 5 anos de garantia (no caso do financiamento via banco Renault), mais espaço interno, melhor design, melhor pós-vendas, maior rede de concessionários, melhor consumo de combustível e, a partir de uma perspectiva histórica, menores custos de manutenção e menor depreciação.
      Ou seja, obrigado pela sugestão, mas não ;)

      • ViniCarvalho77

        Concordo com quase todas as tuas colocações. Apenas que o consumo de combustível do Kwid teremos que esperar pra ver, já que ele é mais fraco que motor do QQ. Quanto aos airbags laterais e a central multimídia, concordo plenamente. Maior rede de concessionários, também. Custos de manutenção em perspectiva histórica, infelizmente a Renault tem fama de ser muito, mas muito cara. E não sou vendedor da Chery, antes que alguém me xingue por isso rsrsrs! É que não consigo visualizar R$ 8,5 mil a mais num carro que, a bem da verdade, não é tão melhor assim. Mas acredito que o Kwid veio pra sacudir o mercado, sem dúvida nenhuma. Porte, o carro tem. E mais bonito que o Mobi, ele também é :D Abraços e valeu pelo debate!

        • eeucomisso mano

          Isso da manutenção não procede. Já tive um Renault e posso falar com conhecimento de causa.

          • Luis Carlos Saccon

            Concordo …. tive Clio , Sandero Stepway e Celta ao mesmo tempo …… gastava muito mais no Celta do que no Clio e Sandero juntos

          • Marcio

            Eu já tive renault, dois para ser exato, e não tenho nenhuma queixa, sempre fui muito bem atendido.

        • João Cagnoni

          O único Renault caro de peça que tinha aqui na família era um Twingo 0km. Na época custava uns 200 reais um retrovisor, quase 4x acima da média na época rsrsrs…

      • Filipo

        Sem falar na proteção do habitáculo, que no caso do Kwid deve ser melhor, ou menos pior.

      • Djalma

        Versão que tem multimídia custa 40 mil!

        • Vin_T

          Sim, ou 8,5 mil a mais que o QQ, como o colega citou. E, nesse valor, tem a mais os airbags laterais, maior garantia, central multimidia, etc, etc, etc.

    • El Gato Negro

      Boa sorte com o seu QQ.

    • Mayck Colares

      Uai, acabei de ler em um site de um fã boy da vw que a versão zen tinha aumentado pra 35990. Preciso parar de ler aquele site…

      • Filipe Augusto Moro

        Eu só leio por causa dos comentários de um certo fã boy da VW/Audi.

        • André

          Também gosto de dar risada com os comentários bizarros do tal fã.

          • Mr. Pennybags

            Tem horas que o bixo dá uma viajada tão forte que penso que ele toma chá Ayahuasca antes de postar!

      • Artur Barbosa

        Sinceramente, não entendo como vocês ainda dão audiência para esse troço…

      • Djalma

        A versão de 34.990,00 foi a versão de promoção; quem for comprar após o lançamento vai pagar 35.990,00 pois tem item, se não me engano a central Multimídia, que estava incluído no preço para venda antecipada e agora será pago a parte

    • Mario

      Na verdade, eu acho que ele não concorre com o Mobi, mas sim com o Uno, por conta do espaço. Desta forma, a vantagem aumenta.

    • Danilo

      Um carro não se resume só a itens de série.

    • João Cagnoni

      O QQ custa a partir de 26k.

    • Joel Oliveira

      Pode ter itens de série muito bons, mas quero vê a hora da revenda, ninguém quer. Meu tio comprou um chinês Rexton 0KM, por R$ 120.000,00, todo bem cuidado, usou por 3 anos e agora a própria loja quer dar R$ 28.000,00. Isso mesmo, R$ 28.000,00. Não vale a pena comprar esses carros a não ser que já tenha um comprador à espera.

      Eu iria de KWID.

      • Gran RS 78

        Amigo, Rexton é sul coreano e não chines.

        • João Cagnoni

          Chinês, coreano, japonês… Tudo com olho puxado… Não é?

          • Edson Fernandes

            Não, não é.

            Umaa Hyundai não só se estabeleceu no mercado por causa de propagandas enganosas. O produto em si mostrou que melhorou miuto ao que era no passado (que é oq ue os chineses agora aos poucos estão tentando fazer).

            • João Cagnoni

              Eu sei, só fui irônico quando o rapaz chamou um Ssangyong de chinês. A internet é recheada de falácias.

              • MauroRF

                A famosa inclusão digital de um povo desinformado e sem educação (educação, eu digo, formação mesmo, conhecimento).

          • Cesar

            E até culturalmente eles não se curtem.

            • Mr. Pennybags

              Não mesmo. Inclusive ficam ofendidos pra car$#%¨se vc chamá-los de uma etnia diferente da deles.

          • Osni Duarte

            !!

          • Ernesto

            Comentário desnecessário esse aí, hein?

            • João Cagnoni

              E o seu?

              • Ernesto

                Só pelo seu comentário “E o seu?” percebe-se que foi necessário, mas sem surtir efeito. Quem sabe se você pensar um pouco você não perceba o quão ridículo é falar sobre características de etnias.

                • João Cagnoni

                  Eu fui irônico no meu comentário, não racista. Estava tirando sarro do rapaz não saber diferenciar um chinês de um coreano. Eles de fato são muito diferentes. É igual alguém confundir um brasileiro com um colombiano.

                  • Ernesto

                    Então você poderia dizer Zâmbia, Congo, Angola…tudo negro. É isso? Continuo com o comentário de que o que você escreveu, a sua forma de ser irônico, foi péssima.
                    E complementando ao que você comentou posteriormente, não é perseguição não. Comento o que as pessoas escrevem quando acho necessário ou que me dá vontade, seja para elogiar, concordar ou mesmo criticar, como está sendo o caso. Não aguenta críticas? Deixe de escrever então.

                • João Cagnoni

                  Não entendo essa perseguição que você tem com os meus comentários. Isso surgiu desde que eu falei mal da Tucson e você ficou bravinho. Me esquece um pouco, peço que se não entender uma determinada situação, você simplismente ignore. Finja que eu não estou aqui.

                  • Ernesto

                    Bravinho é papo de moleque que se preocupa de levar benga de um outro carro.

                    • João Cagnoni

                      Ernesto, eu não entro aqui pra discutir picuinha. Vou te bloquear.

                    • Ernesto

                      Garoto, não aguenta críticas, então faça isso mesmo. Fique à vontade.

    • Marcio Mendes

      Esqueceu de falar que a garantia do QQ é a mesma: 3 anos. E o QQ agora é BRASILEIRO!

    • 1 Raul

      Mas o QQ não é um SUV… Não, pera…

    • Carlos Augusto Morais – Grupo

      A diferença é que quem comprou um QQ casou com o carro ou entregou ele por um terço do valor que pagou. Um carro Chines só vale a pena se tiver metade do preço dos concorrentes porque é um casamento.

      • ViniCarvalho77

        QQ é brasileiro, não é chinês!

    • Djalma

      Pois é, já falei isso aqui, mas parece que o povo está anestesiado por causa desse carro.

    • VaeVictis

      O Mobi vende bem em Argentina e Mexico.

  • Danilo Figueira

    sera que essa calotinha vai fica boa na Pampa? e no Corcell II?

    • Robinho

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Marcio Mendes

      ai que maldade…

    • Osni Duarte

      Acho que Pampa e Corcel só com aro 13’…

      • kleber peters

        Não, tem 14′. Pelo menos o Del Rey tinha.

  • Giovane Fortuna

    Vai volta a fabricar rodas de ford pampa 😂

    • Luciano RC

      Achei isso a mais sacanagem do carro… quer dizer, reposição só na própria Renault e a preço de ouro.

      • ViniciusVS

        Em breve sai roda alternativa no mercado…

        • Luciano RC

          Se vender como está prometendo, sai mesmo.

    • DuroDrix

      combina com a tomada de 3 pinos kkkk

    • Marcio Mendes

      O Dauphine e Gordini também tinham as mesmas rodas. Veja como a Renault foi buscar inspiração no passado…

  • MIN💀S

    Essa s rodas com 3 parafusos vai dar shit!.

    • Marcio Mendes

      Daqui a pouco eles lançam uma roda com 2 parafusos… e vão dizer que o carro passou por aprimoramentos…

      • DuroDrix

        E redução de peso… kkk

  • Ricardo

    Daqui alguns meses estará R$ 60.000,00.

  • Jad Bal Ja

    Tirando a bobajada de SUV compacto achei o Kwid simpático, desenho bem resolvido, um meio termo entre o enfeitado Mobi e o sisudo Up.

    • Luciano RC

      Se a suspensão e a altura realmente for um diferencial, é vantagem para o consumidor. Eu que moro em Guarulhos, só consigo andar sem quebrar nada em SUV.

      • Raimundo A.

        Vi um hoje, mas fiquei a certa distância para comparar com o Captur o porte externo.
        O vão livre o Kwid me pareceu menor que do Uno Fire e Palio Fire Way.
        Mas uma coisa são números e outra percepção. Comparado ao Captur, parecia que a deste era 50% maior.
        Achei o porte externo pequeno tal qual do Uno Way, mas como o seu design é mais volumoso, para alguns a sensação muda.
        Preço não se questiona e do básico ao mais equipado, sai mais em conta ou equiparável, mas tendo mais conteúdo a outros que sabemos, não são seguros nem maiores, e quem eleva o grau de segurança, o UP não é barato por isso.
        Como já disseram, elevar o nível estrutural de segurança de um carro o torna carro.

        • Luciano RC

          Agora e sentir o mercado e ver como vai reagir. Pelo jeito, inicialmente vai vender bem. Quero ver como a Renault vai se comportar.

    • Wilson Junior

      “O subcompacto da marca francesa é oferecido no país como sendo um SUV compacto, por conta dos ângulos de entrada e saída mais elevados, assim como a altura da suspensão”. Isso algum tempo atrás seria chamado de CrossKwid kkkkkkkkkkk. Mas a moda agora é chamar de SUV

    • Edson Fernandes

      Até porque, o Kwid tem altura menor que o up…rs

  • Filipo

    Não é preciso muito esforço para prever que a versão mais vendida será a “Zen + rádio”.
    Todos estamos ansiosos por ver o resultado do crash test deste veículo! Acredito que será melhor que o Mobi. Mas 2 estrelas seriam ainda muito pouco para um veículo de 2017. Uma grata surpresa com 3 estrelas no geral, seria razoável para o preço/categoria e nosso país. E a Renault sabe como fazer, afinal, o Captur, que é diferente estruturalmente do modelo europeu, ganhou 4 estrelas no crash test, já com as novas regras de impacto lateral.
    Em termos dos atualmente muito falados ângulos de ataque e saída, o “SUV” da Renault supera o “SUV” da Honda (WRV) consideravelmente.
    Em suma, este veículo tem tudo para ser sucesso e repetir Gol, Palio, Uno e até quem sabe o Fusca. Só não entendi o porquê de as revisões das versões Zen e Intense serem mais caras que a da versão Life, se o “powertrain” é o mesmo. Poderiam oferecer a mão de obra gratuita para a primeira revisão, assim como faz a Hyundai Brasil.

    • Maickon Chaba

      o preço da revisão muda por causa do ar-condicionado.

  • Felippe2010

    Quero mesmo é ver o crash test deste carro, até agora é tudo um arco-íris, bons preços, aparência ok, bom nível de equipamentos e é só elogios por parte da mídia, será que vai ter bons resultados ou vai desmanchar igual ao Mobilete? Se tiver bons resultados oferecendo segurança real, ele vai dar trabalho para a concorrência .

    • Guilhe

      É o que quase todos esperamos, o resultado do Crash-test. Até bateu um arrependimento de não ter entrado na pré-venda, mas melhor ter o pé no chão e esperar mais um pouco por esse carrinho, achei ele bem interessante para ser meu segundo carro, atualmente tenho um Civic G9 e o kwid me despertou novamente o desejo de ter um compacto pro dia a dia.

      • Luciano RC

        Se ele for bem no teste, com certeza será um bom carro para o dia-a-dia. Quer ver a versão Automatizada.

        • Guilhe

          Melhor ainda se tiver a CVT.

          • Luciano RC

            Duvido que a Renault faria isso… ela iria matar o Sandero.
            Deve vir com o Automatizado mesmo.

          • Mr. Pennybags

            CVT? Aí acho que força muito. Chuto um 0-100 entre 1:30 e 2 minutos com esse cambio.

      • RRROL

        Esperar é melhor no sentido de ter mais informações e novidades de itens nas versões. Esperaria um ano depois do lançamento. O lado ruim de esperar é o aumento de preços. Tipo pneu com 4 furos

        • 4lex5andro

          Dummies também esperam, porém apreensivos, pelo latincap desse kWid.

    • RRROL

      Só quero ver esse teste. Se for melhor que o UP aí com certeza será um ótimo lançamento. No resto é só especulação

      • Elizangela Oliveira

        melhor que o Up! parece otimismo…

      • 4lex5andro

        Não precisa tirar nota melhor que a do Up, se a nota do Kwid for próxima e igualar o número de estrelas, a Renault vai ter atingido um dos seus objetivos e o carrinho terá um ótimo custox benefício.

  • Lucas086

    Quero ver se esses air bags laterias vão ter resultado mesmo… agora o interessante é que o Duster usa direção eletro hidrualica e o kwid, elétrica.

    • Luciano RC

      Tudo vai do projeto. Lembre-se que Uno tem ESP e Argo não. KKKKK

      • Hater x Haters

        Argo não tem ESP mesmo? Uno tem ESP de série?

        • 4lex5andro

          Depende das versões. O argo tem asr e esp a partir da versão intermediária com motor 1,3 litro.

        • Luciano RC

          Eu não achei o ESP na lista do Argo, e no Uno tem no 1.3.

  • Matheus Pulier

    Tirando as rodas de 3 furos, me parece uma boa opção pelo preço, um tapa na cara dos concorrentes que só inflacionam o mercado de carros. Espero que mantenham por muito tempo, mas duvido muito.

    • Marcio Souza

      Desculpe-me a pergunta, mas qual o problema de uma roda de 3 furos? Encontrar uma esportiva de três furos tbm pra trocar?

      • Luciano RC

        O problema é reposição. Roubar um estepe (coisa comum em grandes cidades) vai virar um inferno pior do que já é. Ter que comprar em concessionária, por que o mercado de reposição não tem essa roda.

        Por que não usar o conjunto do Sandero nele?

        • Marcio Souza

          Vou te dar a dica: use parafuso com segredo, uma das melhores invenções que o ser humano já fez. E no estepe tbm. Vc vai gastar muito menos do que um roda. E com o passar do tempo, devido a ser um carro de alto volume, vc vai encontrar no mercado paralelo essas rodas.

          • Luciano RC

            Amigo… eu conheço quem tinha esses parafusos e perdeu as 4 rodas. KKKKK. Quando o bandido quer, ele da um jeito. KKKKK

            • Marcio Souza

              Se um dia eu perder as rodas do meu veículo com esses parafusos, o cara merece as rodas, pois tem que ser muito bom mesmo…kkkkk

              • Luciano RC

                Eu pensava a mesma coisa até ver esse caso e ouvir de um motorista da Porto Seguro que isso não impede. Dificulta, mas não impede.
                É igual estepe dentro do carro, chave codificada, alarme, rastreador, etc. Tudo dificulta, mas não impede. Se o cara quiser levar, ele leva e ponto final.

        • Louis

          Ninguém vai roubar o estepe 3 furos, já que não tem “mercado”… E caso o carro venda muuuito, vai ter reposição paralela com certeza.

          • oloko

            Sim, você vai acabar comprando o seu próprio estepe roubado kkkkk

            • Cesar

              Aqui em Brasília tem uma feira famosa que dizem que tu chega lá no cara e dá as características do que quer e em meia hora ele providencia para você.

          • Retrato do Papai

            geralmente quem rouba estepe está interessado no pneu… roda de aço é tão barata que devem até jogar fora haha

          • Luciano RC

            Vai roubar para vender para o dono que teve roubado e não comprou na concessionária por causa do preço. Ou levar o pneu.

          • 4lex5andro

            Tem no mercado de picapinhas pampa usadas até hoje pra frete. Mas sério, essas rodas de três pinos são tradição da Renault desde os tempos de gordini e corcel l (que era uma versão ford do renault 12).

  • Eng Turbo

    Ele já está R$1.500 acima dos valores anunciados, com entrega para Novembro

    • Luciano RC

      As concessionárias estão cobrando acima mesmo… em SP estão.

      • Eng Turbo

        Encontrei preços de R$1500 a R$4.000 acima do anunciado

        • Matthew

          Já tem na concessionária da cidade para exposição? Estou pra vê-lo há algum tempo, mas por algum motivo acho os vendedores da rede Renault muito arrogantes. Certa vez fui ver o Sandero com motor SCe naquela unidade da Moraes Sales o vendedor me tratou que nem um zero à esquerda.

          • Eng Turbo

            Encontrei um modelo pra test drive hj. Estão pedindo os mesmos R$1.500 a mais do que o informado na tabela.

        • Luciano RC

          Exatamente… estão praticando isso por que o carro teve muita procura.

          • Eng Turbo

            Extra oficial: Alguns fornecedores da Renault estão com problemas no fornecimento de peças para o Kwid, ou seja, não conseguirão atender a demanda. Resultado? Elevação de preço pra se adequar a demanda, pois nem a Renault e principalmente os Tier2 e 3 imaginavam que o volume seria tão grande.

            • Luciano RC

              Ninguém imaginava… o carro realmente surpreendeu.

  • oloko

    Quero ver o crash test desse carro, a estabilidade dele não deve ser aquelas coisas pois é alto e não tem esp. O motor podia ter esse comando de valvulas ai, mas deve ser bom e econômico mesmo sem. A versão de 35 mil tem um ótimo custo beneficio já, deve ser a que mais vai vender.

    • 4lex5andro

      No papel a estratégia da Renault com esse Kwid tem boas chances de alavancar a marca para o top 4, desbancando Hyundai e Ford.

  • afonso200

    cintos traseiros laterais de três pontos……kkkkk e cade o terceiro cinto de tres pontos ???

    • ViniciusVS

      Quem sentar no meio não terá nem espaço para afivelar o cinto kkkkkkkk

      • Mr. Pennybags

        quem sentar de lado vai ficar um uma banda no colo do da direita e outra banda no colo do da esquerda!kkkkk

  • Adson Lima

    Ainda acho muito caro o valor das revisões para o (mal)serviço prestado e o que (não)é trocado, bem parecidas com as do Clio (tenho um 2015).

    Comparação as revisões do Civic:

    Civic 2.0 EXL
    10 mil km – R$ 244,50
    20 mil km – R$ 389,83
    30 mil km – R$ 244,50
    TOTAL: R$ 878,83
    Civic 1.5 Touring
    10 mil km – R$172,50
    20 mil km – R$ 269,98
    30 mil km – R$ 599,08
    TOTAL: R$ 1.041,56

    • afonso200

      ok, mas e até 100mil km, as revisoes do civic deve ter a de 80mil km que nao sai mais barato que 1000reais……….outra coisa meu Azera V6 a revisao dos 80mil ficou em 1130reais…….se eu tivesse um Accord 2015 V6 essa revisao custaria incriveis 5400reais………isso mesmo a Honda cobra 5400reais na revisao dos 80mil km do Accord V6,,,,,,,,,,,,PIADA

      • Adson Lima

        Concordo, mas a do Clio de 80mil é R$1.386,22. Piada maior ainda!

        Desisti das revisões na Renault, tudo que eu reclamava a garantia não cobria, então não serve de nada!

        • Samluzbh

          As revisões de 80K são caras pela troca da correia, como aos 80k provavelmente já esta fora da garantia é só trocar em seu mecânico de confiança, eu gastei o total R$ 480,00 comprando as peças na Renault e trocando com meu mecânico.

          • afonso200

            depende, estou na revisao dos 170mil km no Azera (2015) e ainda ta na garantia. o manual tem revisoes até 240mil km………nao como carros lixos que tem até 60mil no manual

        • José Barbosa

          Não sei se é coincidência, mas já vi orçamento parecido com isto ser reduzido a 300 reais depois do devido choro por parte do consumidor.

    • Samluzbh

      As revisões múltiplas de 40k na Honda são caríssimas, alem de que cada concessionária cobra de acordo com a “cara” do cliente.

  • afonso200

    dou 45dias e vao subir 1000reais em todas versoes

    • Robinho

      acho que ja subiu, um amigo acima disse que estão cobrando agio em Campinas..kkkk

  • zekinha71

    Se passar um mês e não tiver aumento, a Renault vai arranjar encrenca com a VW, Fiat e o Fanjos.

    • Luciano RC

      Já falam em ágio nas concessionárias. Uma pena, pois o carro tem tudo para ganhar mercado.

      • T1000

        tem gente aceitando pagar agio em carro em.plena crise????
        Como brasileiro é otario!!!

        • Luciano RC

          Pior que tem amigo… sempre tem.

          A crise não é geral… olha os números de venda e se surpreenda com Corolla e Compass vendendo horrores.

    • Cesar

      Ontem no lançamento dele o presidente da Renault falou disso e garantiu que vai manter os preços.

      • Elizangela Oliveira

        E acredita que ele diria o contrário?

    • Robinho

      hauhauhauahua

    • Elizangela Oliveira

      Principalmente o Fanjos!!! Carro fresquinho na praça, com preço “justo”, com fila de espera e não subir no 1º mês? É capaz que ele sabote a fábrica!

      • MauroRF

        Ele vai tentar suicídio depois dessas, kkkkkkkk.

  • Fernando Marques

    O carro agrada em tudo, preço, tamanho e simplicidade para uso no dia a dia. O baixo peso deve torna-lo interessante e a suspensão muito robusta, visto que a carroceria pesa pouco.
    Apesar dos ótimos itens de segurança, vai ser muito bom ver o crash test dele. Se for melhor que o Mobi, o que não é dificil, será sucesso absoluto.
    O Up ainda vale o que custa, pela primazia das tecnologias empregadas nele, sem concorrentes. o TSI que o diga…

    • Luciano RC

      Ainda acho que falta o cambio automatizado.

  • Rafael Santos

    Só eu acho que esse motor dele vai ser mais manco que jegue empacado? Imagina a economia dele com 4 pessoas + bagagem andando nas nossas estradas montanhosas…

    • Luciano RC

      O up! anda bem e tem números próximos. Se for bem casado com o cambio, pode ser suficiente para o carro. Agora quer desempenho, compra o Sandero GT.

    • Guilhe

      A Relação peso potência dele é melhor que a do Sandero 1.0, vamos aguardar para ver como vai ser na prática.
      Sandero 1.0 está na faixa dos 12 kg/cv, contra 11 kg/cv do Kwid.

    • Louis

      Cara é um carro supercompacto popular, não vejo motivo nenhum para criticar o desempenho deste motor. Se bobear vai andar junto com Renegade Etorq At….
      E mais, deve ser um foguete perto dos 1.0 mais antigos, como o antigo Uno Mille, Corsinha 60cv, etc.

      • Mr. Pennybags

        E olha q nos meus 17/18 anos eu me divertia horrores com um corsinha wind!

        • Louis

          KKK eu cantava pneu, subia o giro até o talo (não tinha conta-giros) e soltava a embreagem kkkk

          • Mr. Pennybags

            kkkk bem desse jeito!

    • Cesar

      Segundo teste da 4 rodas deste mês, ele foi superior ao Up e Mobi.

  • Esquilo Tranquilo

    Só acho que podia ter uma opção com motor 1.6. Apesar do foco ser o uso urbano, ocasionalmente a pessoa vai acabar pegando estrada e esse 1.0 deve sofrer hein.

    • Louis

      Eu viajava com um Corsa Sedan 1.0 60cv, com 5 marmanjos dentro e lotado de malas, nunca passei sufoco por falta de potência. Claro que as ultrapassagens têm que ser bem calculadas.

      • MauroRF

        Louis, meu pai teve um desse hatch e andava bem até, mas andava melhor com a transmissão curta, os Corsas com a transmissão mais longa eram lerdos que só.

    • Cesar

      Já viu o tamanho do cofre do motor dele? Ontem estive lá no lançamento e te digo que acho que o 1.6 não cabe ali dentro.

      • D136O

        exato já li que no up só cabe o 1.0

  • raphael gomes

    A versão de entrada é interessante, mas não oferecer direção assistida como item de série fica complicado. Não entendo o motivo disso, somente pra publicar como preço a partir de, mas vc nunca vai encontrar na css.

    • T1000

      direção assistida em um carro de 700kg?
      tu tens braço de geleia?

      • raphael gomes

        Deixa eu falar um negócio pra você, estamos em 2017 quase 2018 e vender um carro sem direção assistida de série desde a versão de entrada é chamar agente de idiota, se não fosse importante não era oferecido nas outras versões, talvez pra vc não faça diferença mas pra muita gente faz. Por quê você não compra ele sem direção e daqui uns 3 anos tenta vender daí você vai ver se não faz diferença.

  • El Gato Negro

    “…utilitário esportivo…”
    “…66 cv na gasolina…”

    Houve um tempo que eu acessava o Porta dos Fundos no Youtube quando queria relaxar e dar umas risadas. Hoje em dia, graças a nossa indústria automotiva, eu acesso o NA.

  • Leandro

    Os contras ficam pelo tanque de combustível ser pequeno, com apenas 38 litros e a roda com três parafusos, ficando restrito quanto a troca por outro modelo de roda.

    • Filipo

      O tanque até que poderia ser maior (ainda que por poucos litros a mais), mas considerando que é um carro de entrada e voltado para a cidade, não vejo tanto problema assim. Veja só, March, Versa e Kicks têm tanque de 41L e são bem mais pesados e utilizam motorização de 1,6L (que bebe mais). O Kicks SL, por exemplo, pesa 1.142 Kg e tem tanque de 41L. É um carro caro, não é veiculo de entrada da linha Nissan e, ainda por cima um veículo que em tese se pode utilizar para viajar.
      Portanto, March, Versa e principalmente o Kicks, mesmo com tanque 3 litros maior, são bem piores em termos de autonomia que o Kwid.
      Quanto à roda com 3 furações, realmente é tosco e dificulta e muito a troca por outros modelos. Mas nesta categoria de carro, são poucos os que fazem alteração de estilo/roda. E a Renault deve ter um motivo plausível para ter escolhido esta furação. Deve estar ligado à custos. Fosse de 4 furos, provavelmente, o custo do produto final seria maior.

      • D136O

        Os três parafusos acredito que é aquela economia burra, os parafusos mais o tempo de fabricação da roda/ cubo com furo a mais não devem custar pra montadora R$100,00. Ou talvez herdou do irmão indiano.

        • Eng Turbo

          Essa economia não chega a R$10,00. Com os R$100,00 que vc mencionou, a Renault compra os 4 pistões, o jogo de anéis e as bronzinas. (E sobra dinheiro)

          • 4lex5andro

            Se foi por economia é difícil cravar, mas esse modo de usar rodas de três furos em carros compactos é praticamente tradição na Renault desde o gordini e o renault 12 (que foi fabricado no Brasil como corcel, pela Ford).

          • D136O

            kkkkk pode ser, não quis exagerar

            • Eng Turbo

              Os valores pagos pelas as montadoras nas autopeças, é muito, mas muito menor do que o valor cobrado no aftermarket….existem casos em que a mesma peça custa 20x no aftermarket quando comparado ao que a montador paga. Somente pra vc ter uma ideia, a grosso modo, o preço de um carro se divide em 3 partes (bem próximas):
              1/3 Custo de produção
              1/3 Impostos
              1/3 Lucro (Montadora + Concessionaria)

              • D136O

                Conheço o processo de fabricação, no caso usinagem, estamparia e laminação e sei como é a relação com os sistemistas. Mas se é pra se apegar nos detalhes a Renault compraria “os 3 pistões..” hehehe

      • Rodrigo Alves Buriti

        Sobre o tanque, concordo. Até a geração passada um mustang GT500 tinha tanque de 47Litros…..não vejo o povo aqui reclamar.

        Já pelas rodas, eu fiquei naquela indiferença, visto que há modelos de rodas com 6 furos de desenho bem atraente.

        • Mr. Pennybags

          “Sobre o tanque, concordo. Até a geração passada um mustang GT500 tinha tanque de 47Litros…..não vejo o povo aqui reclamar.”

          Eu confesso que também fiquei abismado em não ver tanta reclamação sobre a capacidade do tanque de um carro tão popular entre nós. Povo chato!

          • Ernesto

            Realmente o povo devia pegar no pé da Ford para reclamar do tanque de combustível do Mustang GT500! Cada uma…KKKKKKK!!!

  • Jefferson Ferreira

    Vish…. oiaaa será que a Renault brigou com o cartel ??? Logo logo se ela não aumentar os preços vai sofrer represarias…

    • Elizangela Oliveira

      A sua resposta virá em no máximo 30 dias!

    • MauroRF

      Nem tem como brigar com cartel: ou você participa dele ou tá morto.

  • Leonel

    Vai vender mais que água no deserto. No mais, curioso para ver ele no LATIN NCAP.
    Minha aposta é que não fica acima de duas estrelas….espero estar engando (não que isso influencia em algo nas vendas, porque sabemos que não).

  • Hugosw

    Faltou o rack de teto para ficar 100% nos plásticos que o mercado quer

    • Elizangela Oliveira

      Opcional na concessionária, e bem baratinho, como sempre.

      • João Cagnoni

        Esses dias vi uma 320i com tal acessório.

  • Wagner Lopes

    Renô, chega de bla bla bla. Vai lá e banca o teste rápido no LatinNcap pra gente ver se não é de papel como o indiano. Ahhh, e tirar até o conta giros nas versões mais baratas foi pra doer o sac……

    • Jefferson Ferreira

      pode zerar que não vai mudar uma única venda pra eles… onix tá ai pra provar!

  • Mario

    Tomara que a renault consiga realmente fazer qualidade com esses preços. Os airbags laterais e o Isofix foram introduzidos para não zerar no LatinNcap. Gostei do carrinho.

  • Jok Jok

    Por mais que alguns dizem ser seguro… 3 parafusos para a roda e sacanagem!

  • Mayck Colares

    A versão Zen tem ótimo custo beneficio o problema é que não vem nem com conta giros, será q vem com pc de bordo?

  • Daniel

    Eu gostaria de entender a dificuldade de se colocar vidro elétrico nas 4 portas para esses sub-compactos de entrada… isso aumentaria o preço final em quanto? 150 reais?

    • Jok Jok

      E quanto sairia uma roda com 4 parafusos?

    • Jimmy Rustler

      O Kia Picanto têm, mas ninguém compra.

    • oloko

      Fora que os comandos são no painel, para mim isso é horrível, qual a dificuldade de ter vidro elétrico nas 4 portas, com os comandos na porta?

  • Lucas

    Que calotinha sem vergonha…

  • RSRX

    Esse carro vai tirar a Ford do 4º lugar fácil!

    • V12 for life

      Ela já ta em sexto.

      • Ernesto

        FocusMan não gostou disso.

  • Ringow

    Quero o RS

    • Hater x Haters

      Hmmm seria muito interessante com motor 1.6 16V do Sandero num carro de 800 kg e custar uns 50k.

      • Cesar

        Mas o 1.6 não cabe no cofre.

  • Elfo Safadão.

    Se a Renault põe um CVT nesse carro eu compro na hora.

    • João Cagnoni

      Já que o carro é tão leve, fiquei com vontade de comprar um, tirar todos os bancos e acabamentos pra ver se fica com uns 400kg. Aí não tem nem pro Lotus Elise.

  • Rogério R.

    Esse carro irá fazer a Renault decolar no ranking de vendas de marcas, e eu nunca vi um Corcel I e II, uma Belina I e II, um Del Rey e uma Pampa perderem as rodas ou terem problemas por terem apenas 3 parafusos nas rodas. Claro que não! São oriundos de um projeto Renault.

    • Jok Jok

      Ja li isso no mundo de bob…. Mas pense: estradas lunares, se amassar a roda ou quebrar a calota. O que fazer?
      Nao se esqueça que carros novos nao tem as peças de reposiçao tao facil…p ex. Suporte do estep da Captur, camarada meu esperou 45 dias aqui em curitiba…
      Nao vale responder em usar uma roda da pampa ou Del Rey…

      • Vattt

        Divido o mesmo questionamento com você, ache desnecessário essa roda com três furos!!! E não acredito que esse furo a menos promova alguma vantagem em desempenho consumo ou “sei lá o que” expressivo que justifique!!!!!
        E também não vale ligar pro “seguro” que ha certos lugares que não pegam sinal de celular.

      • Rogério R.

        E como antigamente os antigos donos de Corcel, Belina, Del Rely e Pampa faziam qdo amassava a roda numa rodovia? Já que SÓ a Ford usava esse tipo de roda nos anos 1970/80.

        • Jok Jok

          “Carros novos nao tem peça de reposiçao tao facil” O conhecimento nos traz mais responsabilidade. Naquela época viajamos na caçamba da D20 e da Belina, andávamos sem cinto, e por ai vai….no Meu carro nao sai se o pneu tiver bolha ou roda amassada. E sim, na epoca meu pai nao ligava. Mudou quando capotou a pampa, e quase perdeu a vida, devido a um pneu com bolha e roda amassada, que eu tinha ja avisado mas ele nao deu bola

          • Rogério R.

            Mas logo terá, o Kwid vendendo bem e isso é praticamente certeza logo logo terá várias empresas produzindo rodas de 3 furos. Meu pai teve um Corcel II e um Del Rey e nunca teve problemas por causa de roda de 3 furos. Puro preconceito seu!

            • Jok Jok

              Foi vivencia real. Preconceito seria se nao tivesse passado por isso.

              • Rogério R.

                O vídeo prova que roda de 3 furos aguenta o tranco.
                https://www.youtube.com/watch?v=nnjU5YHfmV8

                • Jok Jok

                  Champs, Em momento algum disse que nao aguentaria o tranco. Apenas acho desnecessario 3 furos se 4 ja e bem difundido e com extrema facilidade para achar peças de reposiçao.

                  • Rogério R.

                    Por isso eu repito a mesma pergunta que fiz anteriormente e você não respondeu: “E como antigamente os antigos donos de Corcel, Belina, Del Rely e Pampa faziam qdo amassava a roda numa rodovia? Em algum lugar os proprietários tinham que arrumar.
                    Hoje em dia as empresas de reposição tem muito mais agilidade do que as empresas dos anos 1970/80, não acha?

                    • Jok Jok

                      Eu nao gostaria de ficar esperando 45 dias pra chegar o suporte de estep que meu camarada teve que comprar da sua Captur

        • Cesar

          Melhor: Quem troca rodas de carro por amassado? Eu particularmente em 20 anos dirigindo nunca precisei trocar uma roda por amassado.

          • Jok Jok

            Depende aonde vc dirigi, nao? Temos o mesmo tempo de carteira, mas ja troquei mais de 6 rodas. Va num feirao de usados e se conseguir olhe a roda mas pelo lado interno ….

            • Cesar

              Concordo. Já dirigi de Brasilia até o Pará e de Brasilia até o Rio Grande do Sul. Vivo pela BR 040 de Brasília a Belo Horizonte quase todo mês. Já tive o pneu de um Fluence estourado por uma barra de ferro na rodovia, mas não precisei trocar a roda.

              • Jok Jok

                Principalmente em algumas regioes do nordeste as estradas sao precarias. E como disse nao gosto de mandar “consertar” a roda.

          • Mr. Pennybags

            Eu já troquei umas 4,man! Estrada esburacada+chuva+período noturno.

    • Rodrigo Alves Buriti

      3 furos bem projetados é melhor que 4 furos mal projetados, ein Fiat Stilo?? hehhehehhe
      Vejo a hora a galera querer colocar 5~7 furos pois tem carro maior que possui….poxa, olha a categoria. Tão achando que o citycar vai ficar voando por interlagos a 200km/h na reta? KKKKKKKKK

    • Rogério R.
    • Zé Mundico

      Lembrando que carro de F-1 só tem um no meio…..rsrsrsrsrs

  • Leo

    Prós: um dos melhores designs entre os carros vendidos no Brasil/ Preços / Versão Intense digna em equipamentos.

    Contras: manivelas nos vidros dianteiros são inaceitáveis em 2017, não interessa a categoria / Visor azul do rádio da versão intermediária lembra os primeiros chineses / há desconfianças sobre a qualidade construtiva e a segurança do carro.

  • Victor Hugo

    Compraria a versão Zen fácil!

  • Tochio

    Pode falar o que quiser más a Renault deu uma tacada certeira !!

    • Rodrigo Alves Buriti

      Para quem quer o primeiro carro, é universitário e precisa de um carrinho robusto, econômico, pequeno e barato…..acho que está na medida certa. Eu teria um desse tranquilamente caso dividisse trabalho e estudos. Nessa fase da vida o que a pessoa precisa é economia e praticidade, principalmente se ela anda só e não precisa de um Sedan, hatch médio, etc…..além de que poderá ficar mais tranquilo com os buracos e irregularidades das ruas.
      Minhas condições hoje são pouco diferentes, eu já tenho carro e não vou trocar só por causa disso….mas uns anos atrás onde minha situação não era boa….seria uma boa opção.

      Para quem já tem carro em casa e quer um para apenas ir comprar pão ou ali de forma barata, o Kwid aparenta oferecer mais que os concorrentes pelo que cobra.
      E não devemos esquecer na situação atual do país……acho que a Renault focou justamente esse público.

      Eu teria um tranquilo. Não dou muita atenção aos leitores do NA ultimamente, é um city car….no Japão temos Key Cars (menores, menos potentes, mais feios ehehe) e não vejo ninguém aqui reclamando….

      • Leonardo C.

        Esse carro é perfeito para o meu uso (universitário), para andar na cidade está ótimo, pra viajar temos o C3 em casa, pretendo adquirir um Kwid em breve

      • Ernesto

        Cara, na boa. Você comentou agora sobre os key cars, dizendo serem menores, menos potentes e mais feios e ninguém reclama.
        Outro comentário foi sobre o tanque de combustível do Mustang ser pequeno e ninguém reclamar.
        É sério mesmo que você quer que o pessoal aqui, num site automotivo brasileiro, com 99% de pessoas que comentam serem brasileiras (tô chutando esse percentual, mas deve ser isso ou até maior), ficarem reclamando de tanque de combustível de Mustang GT500 (quem saberia isso???) e key cars japoneses que só existem lá, no Japão? Rsrsrsrs

        • Rodrigo Alves Buriti

          Sim, eu comento com informações de fora e dentro. Precisamos de um referencial, não é mesmo? Não dá para fechar apenas pros brasileiros, eu pelo menos procuro coisas de fora, trocar informações, ser bem informado.

          Agora…..não esquece que o NA também traz notícias estrangeiras…..

  • MARCELO

    Isso vai vender igual água para PJ!!!

    • Ernesto

      Com desconto fica melhor, né?

  • Wilson Junior

    “O subcompacto da marca francesa é oferecido no país como sendo um SUV compacto, por conta dos ângulos de entrada e saída mais elevados, assim como a altura da suspensão”. Isso algum tempo atrás seria chamado de CrossKwid kkkkkkkkkkk. Mas a moda agora é chamar de SUV

  • Dreidecker

    Kwid latino pesa, no mínimo, 758 kg ?!?! Meus deus…, no aguardo do LatinNCap.
    E SUV com altura livre do solo de 180 mm ?? Ah sim, o INMETRO define SUV com “mínimo de 200 mm, com tolerância de -20 mm”…

    • Cesar

      E quanto que é 200mm – 20mm?

      • Dreidecker

        Quer ajuda para fazer a conta ?

        • Cesar

          Acho que você é quem precisa pelo seu comentário.

          • Thetruth

            Acho que seu Tico&Teco lhe impedem de pensar…

          • Dreidecker

            Você está precisando de ajuda psiquiátrica.

  • KevinGR

    Qualquer lançamento que venha com preço abaixo de sua categoria ja tem minha simpatia, so me preocupo até onde a redução de custo foi nesse carro, se até parafuso da roda tiraram (não consigo confiar em só 3 parafusos).

    Agora chamar um carro com 18cm de altura livre e RIDÍCULOS 1,47m de altura de SUV é o fim da picada, Um Fusion tem 1,49m

    • MauroRF

      Você viu algum Del Rey/Corcel/Pampa tendo problema por isso? Eu nunca vi.

      • KevinGR

        Não considero carros antigos como exemplo a ser seguido pelos carros recém lançados, especialmente quando se trata de qualidade e segurança.

        E pensando bem nunca vi uma hilux capotar, um powershift dar problema, um marea explodir e olhe que tenho conhecidos que possuem focus e hilux.

        Enfim, Com segurança, prefiro pecar pelo exagero.

  • Ricardo

    Pegaram o Sandero, espremeram e ergueram!

    • Hater x Haters

      e chutará a bunda quadrada do Up…

      • Ernesto

        E não pense que o Mobi passará ileso.

  • Gran RS 78

    A Renault acertou em cheio com o Kwid. Adeus Up e Mobi, e digo mais: acho que o Kwid irá roubar a segunda posição do HB20 e até brigar com o Onix pela liderança, isso se a Renault não crescer os olhos e aumentar o preço desse modelo. Vamos esperar para ver.

  • Tarsila Santos

    Parece bobeira mas a capacidade do tanque de combustível é muita pequena.

  • durango

    Na Renault da minha cidade tinha um em exposição.
    Com 1.85m e 100Kg, não deu, o ombro bate na coluna lateral, assim como no Mobi e no UP.
    Passo

    • T1000

      sandero seria melhor pra vc, bem mais espaço.

      • durango

        E justamente o que tenho hoje. Do ombro a coluna tem o espaço equivalente a 6 dedos.

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    Mobi vai sofrer muito com esse Kwid, UP já tava tomando um benga da Fiat com seu Sub compacto e agora só vai piorar !! Renault fez um carro que agradou o publico em geral, algo impressionante !!

  • Leandro Balmant

    Os preços estão bem dentro do que a concorrência pede, e a versão mais completa não passando dos R$ 40.000 uma boa pedida, mesmo eu achando valores entre 20 e 30 mil mais adequados à categoria. No entanto, os preços das revisões que não estão nada convidativos.
    No mais, pode ser uma boa para quem quer um subcompacto, mas com bom espaço interno e porta malas acima da média.

  • Wellington Myph13

    Poderiam muito bem ter feito com 280L de porta-malas e jogar 48L de Tanque ou 285L pra ficar 43L, assim não seria o “apenas” 38L como citado na matéria…

  • Diego

    A calota da versão life é a mais bonita de todas.

  • Railson Corrêa

    O carro é bem interessante, agora o texto…
    NA coloca alguém que tenha mais paciência e busque menos repetição no texto.

  • Ricardo Blume

    Estou apostando nesse carrinho. Só não aposto que a Renault manterá seu preço anunciado por muito tempo.

  • Anderson Freitas

    Esse march não me engana

  • As rodas da versão Intense não são de liga leve.
    Essas “Flex Wheel” são rodas de ferro com calotas que cobrem totalmente dando a real impressão de se tratar de rodas de liga leve.
    São raras de ve,r mas vem de série no Sandero Stepway. São aquelas com formato de estrela que na minha opnião são mais bonitas.

  • George George

    Achei muito interessante os itens de segurança de série do Kwid, e pelo material empregado em sua carroceria, o carro com certeza irá vender muito bem. Gostaria de saber do teste de impacto deste carro, quantas estrelas conseguiu?

  • George George

    Sei que o Kwid produzido na Índia tomou 0 (zero) estrelas em segurança. E o fabricado no Brasil?

    • Leonardo azevedo

      O Kwid com 0 estrelas da india não possuia air bag, pelo que pesquisei a renault da india fez reforço na estrutura do carro indiano e incluiu air bag pra motorista e ele ficou com 1 estrela no ultimo crash test. O brasileiro ainda não testaram mas a renault precisa fazer isso logo, pois vejo mais gente criticando Kwid do que o Onix 0 estrelas.

  • Valmir

    Chave canivete???? Só acredito vendo!!!

  • Carlos Augusto Morais – Grupo

    Este carro vai vender muito, só digo isso. Design, preço e custo de manutenção matam os horrorosos UP e Mobi.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend