Hatches India Renault Vídeos

Renault Kwid chega ao mercado com atualização visual feita no Brasil

Renault Kwid chega ao mercado com atualização visual feita no Brasil

O Renault Kwid 2020 foi apresentado na Índia com um visual bastante radical, inspirado no conceito K-ZE. Com preços a partir de 283.290 rúpias ou R$ 16.375 numa conversão direta. É praticamente metade do preço do modelo brasileiro, que parte de R$ 33.990.


Aliás, esse Kwid indiano de visual diferente tem parte de seu DNA brasileiro, de acordo com a filial da Renault por aqui. Segundo a marca francesa ao site UOL, o design dessa atualização foi criado no país após uma concorrência entre as unidades do fabricante francês em todo o mundo.

Renault Kwid chega ao mercado com atualização visual feita no Brasil

Ainda em relação ao modelo brasileiro, a atualização feita para a Índia não deverá chegar tão cedo por aqui, mas servirá para medir a reação do mercado nacional. A renovação do Renault Kwid brasileiro para algo tão diferente assim, pode ser um risco grande, ainda mais que o pequeno está emplacando bem, chegando ao terceiro posto em setembro.


Eventos recentes mostram que nem toda atualização é bem-vinda, então a Renault deve estar com as barbas bem de molho para o que se seguirá após o Kwid 2020 indiano. Visualmente, o modelo adota luzes diurnas em LED e repetidores de direção num mesmo corpo, montado sobre o conjunto ótico principal.

Renault Kwid chega ao mercado com atualização visual feita no Brasil

Este se mescla com a grade atualizada, mas chama atenção mesmo para o para-choque, que ficou mais volumoso e agrega agora os faróis de tamanho grande e lente simples. Na mesma moldura se escondem os faróis de neblina, tendo em volta vincos bem pronunciados.

A grade inferior se mesclou bem com os pequenos bumpers na base do protetor, que tem molduras laterais que se fundem com as saias laterais. Ambos possuem detalhes em cor laranja, assim como as molduras dos faróis. A mesma tonalidade é vista nas barras longitudinais no teto e nos retrovisores.

Renault Kwid chega ao mercado com atualização visual feita no Brasil

As rodas de aço com calotas de cor cinza estão presentes, assim como elementos no para-choque traseiro. As lanternas ganharam assinatura em LED. No interior, o Renault Kwid 2020 ganhou nova multimídia com tela de 8 polegadas, assim como cluster digital, volante estilizado, botão de marchas na versão automatizada Easy´R e bancos personalizados.

O Kwid indiano tem motores de três cilindros 0.8 SCe com 54 cavalos e 1.0 SCe com 68 cavalos, sendo oferecido nas versões STD, RXE, RXL, RXT e Climber. Apenas essas duas últimas podem ser automatizadas, mas só com motor 1.0. Confira o vídeo da campanha de marketing mais abaixo.

Renault Kwid 2020 – Galeria de fotos

[Fonte: UOL]

Renault Kwid chega ao mercado com atualização visual feita no Brasil
Nota média 2.7 de 7 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Diego

    As pessoas que compraram este carro me desculpem , mas na minha opinião são tudo um bando de idiotas.

    • Raul Cotrim de Mattos

      Dentre todos os que compram carro 0km no Brasil, são os menos idiotas.

      • Wall André

        Eu presumo que você compre só celulares e tvs usadas né? Pois se não você seria um idiota!
        Assim como os carros são muito mais caros, os eletrônicos também são, e não faz da pessoa uma idiota pelo simples fato de ela comprar coisas novas, a pessoa compra um carro novo pois tem dinheiro para fazer isso e também por que gosta de ter, legal essa linha de raciocínio de muitos no Brasil serem idiotas só pelo fato de usar seu dinheiro para comprar um carro 0KM, segundo você quem compra apenas carro usado é inteligente né? Esse seu comentário foi um tanto quanto ignorante, me desculpe.

        • Henrique12

          Pobre que compra carro 0 Km no Brasil é trouxa mesmo.

        • Joao Victor

          Compro semi novo, Ando de Uber, alugo, ou contínuo com o Peugeotzinho 206 2005, mas NUNCA gastaria 40 mil reais pra andar de kwid, prefiro até o Busão…

          • vi.22

            as pessoas tem necessidades diferentes e o que se aplica a um nem sempre se aplica ao outro, existem lugares que nao tem uber e nem onibus.. embora uma escolha nao dependa apenas disso.

        • Raul Cotrim de Mattos

          Falta de educação financeira por parte do brasileiro, que estimula todo tipo de abuso de preço por parte das montadoras, fora a indústria do seguro, das revisões e etc… Tem que ter coragem, viu? Na minha família acordamos para a realidade há uns 15 anos e demos um salto na qualidade dos carros e na economia. O pior de tudo é que tem gente que reclama da tal ‘indústria da multa’, mas aceita ser extorquido de formas bem piores.

          • Paulo Lustosa

            Pra comprar um carro usado eu olho muito bem a procedência e se houve alguma coisa grave com o carro, se tiver batido ou não tiver feito revisão em concessionária na época de vigência da garantia, descarto o carro na hora.

        • Julio Andraski

          Nesta lógica, o cara ali deve andar de tênis comprado em brechó, pois novo custa muito caro. Com R$ 30,00 ele compraria um Nike usado, ainda com pouco chulé e quase nenhum remendo. Seria loucura (para pessoas com este raciocínio) comprar um tênis (mesmo que fosse um Olympikus simplinho) por R$ 150,00, novinho, sem maus odores, sem nenhum rasgado, não é? Ele deve preferir cuecas usadas também.

          • Henrique12

            Não confunda alhos com bugalhos, tênis e cuecas não precisam de seguradoras nem de financeiras. Não tem IPVA altíssimo e gasto com “revisões” kkk.

        • Piston head

          Mais engraçado, de onde acham que vem aquele usadinho conservado? Brota da chuva ou o que?
          Quem fomenta o mercado desses seres superiores que compram só usado, são os que compram 0km. Nego viaja demais, mas demais da conta mesmo.

          • Raimundo A.

            Foi bom você introduzir esse comentário, pois bate com o meu e complemento dizer que se idiota é quem compra 0Km, faz papel de idiota o que compra usado ignorando que tem gente que compra carro de segunda mão, terceira, etc.
            Quem compra um de terceira e acha que tá fazendo ótimo negócio, os sábios reclamando dos donos de veículos 0km são idiotas por comprarem de segunda mão.
            É aquele típico comentário mal intencionado, querer ter razão, mas quem o faz não percebe que a crítica lhe cabe quando muda a referência.
            Num país feito nosso que certas coisas são caras, gera um efeito dominó permanecendo usadas não sendo atrativas para um nível de renda ou preferência menor.

            • Raul Cotrim de Mattos

              Digo e repito, falta de educação financeira. Compram carro como se fosse pão e trocam ano a ano como se fosse uma coisa inteligente a se fazer. Não se esforçam nem para entender a questão. Só querem justificar o gasto exorbitante e sem nexo. Mas enfim, o dinheiro e o esforço é de vocês… não sou eu que tenho que valorizar.

              • EDU

                Mas qual o problema da pessoa comprar o que ela quer ? Amigo cada um tem suas prioridades, seus gostos seus bolsos e modo de pensar . Se foi bom pra tua familia e vc po legal mas nao da pra rotular os outros como vc ta fazendo . Viva e deixe viver.

              • Henrique12

                Meu pai andava de corcel e dizia que na época dele, as pessoas se adaptavam ao carro que desse pra comprar, hoje em dia com a farra das financeiras, tem vizinho meu que troca todo ano, e sempre inventa “motivo” pra trocar, e pergunta se tem garagem, 100 reais de garagem é um absurdo, mas 100 mil num civic é cafezinho, mas nunca na vida essa pessoa teve 100 mil, já que os bancos que compram os carros.

                • Edson Fernandes

                  Mas fomentam esse mundo dos bancos com financiamentos a perder de vista. E ainda deixam de curtir a vida por isso…

          • Julio

            hahaha muito boa e concordo.

      • pedro rt

        eu nao acho, sao um bando de sem nocao pagar ate mais de 40mil numa coisas dessa q nem carro e de tao pequeno e fraco q sao

    • Mário Leonardo Pires

      Eu não penso assim. As pessoas precisam se locomover e promover o mínimo de conforto para si ou para a sua família. Temos boas opções de usados na mesma faixa de preço, porém são necessários 30% de entrada. No carro 0 km 10% de entrada já basta para a entrada e se o comprador tiver um bom relacionamento com o seu respectivo banco dá para comprar 100% financiado.
      A grande maioria das pessoas compram o que podem e não o que querem.

      • Janio Candido

        Enfim um comentário realista, possivelmente esses participantes desses blogs são muito ricos e só compram Jaguar e Range rover, eles não entendem o que é a necessidade de locomoção com o minimo de conforto.

        • Julio Andraski

          Pior, “estes” participantes andam de Celta financiado pela BV Financeira em 60 meses e se esquecem que na época, o Celta era considerado este carro “inferior”.

          • Julio Andraski

            Com o preço de um Celta em 2001, comprava-se um Monza 2.0 usado com ar-condicionado. Para alguns, o Celta era ideal. Para outros, o Monza. Quem está certo nesta estória? AMBOS.

            • Janio Candido

              AMBOS concordo com você total, nem todo mundo se preocupa com a performance do motor nem se quer leva isso em conta na compra, quer a penas um carrinho de boa, pra não adar de moto ou a pé..

              • Edson Fernandes

                Mas são publicos distintos. CErtamente o cara que optou pelo Monza no seu exemplo, é pq entende que quer um pouco mais de conforto que o Celta pode dar. E qdo falo conforto, não se limita apenas a ter itens de conforto, mas um carro que consiga entregar mais itens.

                Quem compra o celta sabe que terá uma manutenção menor, sendo 0km menor chances de precisar de uma manutenção imediata e irá ficar no limite, ao menos da maioria.

                Apesar de mesmo preço do Monza usado, o Celta será mais atraente justamente pelo custo de mante-lo.

      • Henrique12

        Comprar 0 KM “Sem Entrada” kkk, TROUXA LEVEL 1000000. Vai ter prestação pra 2 encarnações…

        • Marcos Souza

          Ué, se eu pego o dinheiro que tenho pra comprar um carro a vista e invisto em um negócio e depois acabo tendo que pegar um carro econômico pra me ajudar no negócio, será que estou errado?
          Financiar 50 mil pra abrir um negocio mais caro que financiar um carro de 50 mil sem entrada.
          E não adianta falar que poderia pegar um usadinho, pois um usado tem uma possibilidade muito maior de dar problema do que um zero (rodando mais de 3 mil km por mês) além da taxa ainda ser maior.
          É o que eu fiz e não me arrependo.

          • Edson Fernandes

            Isso não é o normal das pessoas. Eu tbm qdo comprei o C3 em 48x, reverti uma grana maior que o preço do carro mesmo financiado (que felizmente não foi tão alto assim de juros).

            Mas sabemos que tem mta genre que se enfia em divida para comprar o tão sonhado carro mas que está comprometendo uma renda enorme, onde essa poderá ter um pouco mais de conforto pagando o preço em outros pontos da vida.

            No meu convivio alias, mta gente prefere ter um carro mais novo do que uma vida mais bem vivida. Eu já escolho o inverso.

    • Joao Victor

      Concordo, pra mim isso nem pode ser considerado um carro, no máximo um quadricilco, prefiro mil vezes um Corolla ou um i30 usado, ou fiat 500 se quisesse um compacto, do que essa coisa indiana.

      • vi.22

        cada caso e um caso, manter um i30 ou um corola e nao e mesma coisa que manter um kwid…

        • Danilo

          Exatamente! Tem que levar em consideração a manutenção, seguro, economia de combustível e diversos outros fatores antes de partir pra um usado de categoria superior. Muita gente falando besteira por aqui.

        • Marcelo Alves

          Se a pessoa não tem condições de comprar um médio e manter a manutenção, penso que o mais sensato seria comprar um popular completo (0km) e ficar com ele uns 10 anos ou mais ou então comprar um popular completo usado, pois aí a pessoa terá um carro de confiança, com manutenção em dia e com tudo o que ela precisa…

          Agora se a pessoa sequer tem o dinheiro para comprar um Corolla ou i30 0km, não vai ter também dinheiro para trocar peças, não digo nem de manutenção básica, mas sim daquela manutenção inesperada, um semi-eixo que dá problema, uma direção elétrica que estraga, uma central eletrônica, amortecedores, etc.. Essas coisas que as pessoas nunca levam em consideração que podem dar defeito e aí compram o carro e quando acontece de ter esses problemas eles não tem condições de consertar, pois a peça pode facilmente passar dos 2 ~ 3 mil reais e aí eles ficam fazendo gambiarras ou comprando peças roubadas para colocar nos carros…

          • Jorge Castro

            mas no caso do corola e inquebravel , nao precisa trocar nem oleo e so comprar o carro mesmo pois corola nao quebra nem da manutenção c bobear c bater regenera igual ao wolverine rs e o i30 e o melhor hat do mundo precisa falar mais alguma coisa rs

            • Marcelo Alves

              Kkkkk tem isso também… Aí o cara compra o Corolão automático, sai por aí falando que o é o melhor carro do mundo, aí um belo dia dá o azar de acontecer um problema no câmbio automático e fica 6 mil para consertar, aí o cara não consegue pagar ou tem que se endividar todo para conseguir pagar, ou então leva no mecânico boqueta que diz que conserta por 2 mil e daí 3 meses depois o câmbio quebra de novo!

          • Joao Victor

            pra mim sempre será uma enorme insanidade gastar 40 mil reais pra andar em um carro popular 1.0, se só tem condições de manter essas carroças, que compre um popular usado em bom estado por 15~20 mil, mas enfim, cada um faz que quiser com seu dinheiro.

            • Edson Fernandes

              Aí depende.

              Quem conhece e sabe analisar um carro, sabe comprar ele usado. Mtos desses que compram ele 0km é pela dificuldade de encontrar um usadinho bom.

              E vou te dizer… parece que dono de carro compacto adora ser cupim de ferro. Tem mtos considerando ano-modelo, que parecem ter 10 anos e vai ver, é um carro de apenas 2 anos de uso .

        • Joao Victor

          Não precisa ser um i30 ou um Corolla, eu míseros 10 mil em um Peugeot 206 1.6 completíssimo, já estou com ele há quase um ano, e até agora só manutenções preventivas e uma troca do escapamento, em termos de conforto, desempenho e segurança ele é mil vezes superior à qualquer carro popular 0km, é um carro que foi projetado para os Europeus, não para os indianos…

      • Marcos Souza

        Compra um Corolla 2010 marcando 80 mil km rodados no painel e 300 mil na realidade e acha que errado é quem compra carro zero.
        Daí a caixa de câmbio estraga pq o óleo nunca foi trocado e vc já saí perdendo uns 5 a 10 mil.

        Isso sem contar que pode ter batido e nem tenha mais os airbags funcionais. Só o relê pra enganar a central do carro.

        Ah, e não esqueçam do óleo mais grosso colocado no motor pra enganar o comprador e o carro não fumar.

        Eu só tive carros zero. O meu atual eu comprei em 2013 e está com 166 mil km rodados.
        Sei como foram feitas as manutenções, tudo que foi trocado preventivamente incluindo o óleo do câmbio automático.

    • Ricardo Piccolo

      “Obrigado” pela adjetivação.

    • syfus

      Digamos que nao sao idiotas, mas pobres ou sem possibilidade de comprar um carro de verdade…. pelo menos conquistam o sonho de ter um carro =)

  • Josh Pádua

    O Brasil tá tão na b***a que até a Índia ta com produtos mais legais nós

    • awatenor

      Eles vão sair do painel da miséria antes de nós, decerto. Enquanto aqui uns empurram os outros pra não afundar na lama e ninguém sai do poço, lá eles estão reconstruindo o país e se tornando uma segunda china…e a gente…ladeira abaixo.

      • vicegag

        Os mostradores foram inspirados nos relógios G-Shock.

  • LL

    Podia vir pra cá com motor do sandero…

    • Jorge Castro

      quem compra este carro podia ter ate motor de geladeira que nao fazia diferenca

  • Rogério R.

    Gostei do novo design, vi em outros sites que a versão normal sem as molduras nos faróis dianteiros ficou bem bacana. O Kwid indiano levou 4 anos para receber esta reestilização, se seguir esse intervalo de tempo o brasileiro será renovado no final de 2.021 ou início de 2.022. Creio que pelo design ele continuará fazendo sucesso aqui, mas a Renault tem que melhorar os ruídos internos e colocar o motor 1.0 SCe de 82 cv do Sandero nele para ficar melhor.

  • Pedro Klaus

    Horroroso!

    • th!nk.t4nk

      Vai ter gente aqui no comentários dizendo que gostou, fica de olho. É por isso que tanto carro bizarro é vendido no Brasil, o gosto do povo é bem “diferente”, digamos. Quanto mais parece um carro dos Power Ranges, mais curtem.

  • Rogério R.

    Gostei do novo design, vi em outros sites que a versão normal sem as molduras nos faróis dianteiros ficou bem bacana. O Kwid indiano levou 4 anos para receber esta reestilização, se seguir esse intervalo de tempo o brasileiro será renovado no final de 2.021 ou início de 2.022. Creio que pelo design ele continuará fazendo sucesso aqui, mas a Renault tem que melhorar os ruídos internos e colocar o motor 1.0 SCe de 82 cv do Sandero nele para ficar melhor.
    Ah! A Renault do Brasil deveria ter se inspirado nesse painel de instrumentos do Kwid 2020 na reestilização de Sandero e Logan 2020 com velocímetro e tacômetro digitais e o computador de bordo centralizado, ficaria show!

    • Gabriel Molina Pinheiro

      Não acredito ser o caso de colocar esse motor. O carro é um subcompacto, pra andar na cidade.

  • Henrique12

    É sério que esse treco azul com laranja foi parido no Brasil? Radicalizou mesmo kk!

    • Lucas Silva

      Não, não leu a matéria? Ele foi feito para a Índia e depois veio pra cá pra substituir o Clio que já não dava mais pra Renault atualizar sendo um carro da década de 90.

  • Janio Candido

    Vocês que comentam nesses blogs de carros devem ser muito ricos, moramos em um pais fuleiro, cheio de desigualdade, desemprego e tudo mais, ai o cara vem criticar um trabalhador que quer comprar seu carrinho. bando de posers do terceiro mundo.

  • 4lex5andro

    Parece painel de moto…

    Se for comprar um subcompacto, na cidade, melhor pegar um citycar mesmo.

    • Edson Fernandes

      Na verdade é uma atualização do painel atual. E esse felizmente ainda conta com conta-giros. O anterior que tbm era digital, não contava com esse recurso.(na India)

  • Paulo Lustosa

    O que não gostei desse carro é o espaço, eu me senti dentro de uma lata de sardinha.

    • kirig

      Eu também não coube dentro, o ombro pegou na coluna.

      • Edson Fernandes

        O mesmo comigo.

    • Lucas Silva

      Isso parece ser uma crítica frequente do pessoal que andou nele, acho que a Renault vai ter que deixar o Kwid mais largo aqui se quiser agradar e atrair mais consumidores ao carro.

      • Paulo Lustosa

        Comigo foi para as pernas, ficaram presas no painel.

        • Lucas Silva

          Eita, não sabia que acontecia isso com alguns, é, acho que além de deixar ele mais largo, tem que mudar o painel ou deixar a parte inferior mais alta (mesmo que faça o porta-objetos ficar menor), mas acho que seria melhor mesmo trocar o painel e o botar o da Triber nele (se caso não acontecer esse mesmo problema).

        • Edson Fernandes

          Comigo foram principalmente os ombros.

          Mas o que mais pegou nele é qdo eu comparo com o Mobi: Não é um carro expoente em nada, mas… me cabe mto melhor.

          É um carro que eu já dirigi e a posição e espaço dianteiros é de compacto literalmente. MAs tbm… em ambos esqueça os bancos traseiros. Só se amputar as pernas da pessoa que vai atrás de mim.

          • Paulo Lustosa

            Também tive essa sensação no Mobi e no Uno antes do facelift, acomodam bem melhor que o Kwid.

    • Gabriel Molina Pinheiro

      Infelizmente não tem mágica. Ele é um carrinho subcompacto. Então vai ser pequenininho mesmo. Meu tio nos seus 1,90 tem um carro desse. Como ele cabe nesse carro eu não sei…

      • Paulo Lustosa

        Minhas pernas ficavam presas no painel do carrinho. Tbm tenho 1,90

      • Edson Fernandes

        Tenho 1,87m. Eu fiquei rente a coluna B e minhas pernas não tem outra posição que não seja praticamente em cima dos pedais. Talvez seja isso que o Paulo diz. Em outras palabras, eu sei que me cansaria rapidinho.

  • daRio

    gostei da cor…

  • awatenor

    Que medo de modificar que nada…estão é amortizando o valor das modificações que tiveram que fazer para resolver os inúmeros problemas de qualidade. Mas é isso, não tem almoço grátis, quer subcompacto (classe que só se justifica com baixo preço) com qualidade? UP!, Picanto, mas tem que pagar caro pela tecnologia e qualidade construtiva (e mais ainda pela manutenção), senão, vá de Kwid e Mobi e aceite os problemas.

  • Mayck Colares

    O Kwid até tenta passar qualquer requinte com uns apliques em marfim, black piano isso na versão mais cara mas não consegue esconder a pouca largura do carro. Os ocupantes ficam muito próximos. Complicado.

  • awatenor

    Cá pra nós, a Renô tá perdendo o bonde da história… essa reforma não sai tão cara, afinal…mas ela tem mesmo é que se provar nos testes de qualidade e resistência. Isso realmente atrapalha, pois brèçilêgñio, que eu saiba, não gosta muito de ter dor de cabeça com problemas mecânicos…(acho que ninguém). Torcendo pra esse carrinho ficar bom e para a Triber vir parar também no Brazzilll.

  • Julio Andraski

    Quando o Fiat 147 foi lançado no Brasil, muitos torceram o nariz. Diziam que era fraco (mas muitos mal haviam possuído um, e os mecânicos, acostumados com projetos arcaicos, não conseguiam fazer sua manutenção corretamente por incompetência). Hoje, depois décadas, o carro é cultuado, ganha placa preta, escrevem-se livros sobre ele…. (que comece o mimimi…)

  • Lucas Silva

    Se a Renault está querendo saber como será a reação e opinião de alguns brasileiros e esteja vendo, vou deixa aqui a minha, a atualização ficou boa, mas acho que para o mercado daqui, algumas coisas que poderiam ser feitas, mas que talvez acabassem deixando o carro mais caro, porém melhor seriam:
    Na parte de redesign por fora, acho que poderiam se inspirar um pouco no Twingo, ele tem um ótimo visual pra um subcompacto e que acho que daria certo no kwid.
    No interior acho que poderia mudar ele por completo e deixar identinco ao da Triber (só mudando talvez as cores) do qual realmente ficou muito bom e moderno para um painel cheio de plástico.
    Já numa parte mais estrutural, acho que deveria deixar o Kwid um pouco mais largo, já que pelo visto esse é uma das críticas de alguns sobre o espaço interno do veículo, ah e claro, as rodas receberem 4 parafusos seria uma mudança bem vinda pela maioria.

    • Paulo Lustosa

      Ele ficar mais largo internamente só projetando outro. Pra resolver a questão do espaço dele na parte das pernas é simples de resolver, só fazer uma cava na parte traseira e reprojetar o painel pra ficar mais anatômico e menos intrusivo para as pernas que ele fica bom de espaço.

      • Silvio

        Para quem quer mais espaço interno já tem o Sandero. Acredito que esses carrinhos pequenos tem seu mercado, pois tem gente que gosta desta característica ou só pode pagar isso mesmo e faz questão de carro 0km.

  • yurieu

    Não são críticas aos trabalhadores, mas sim ao tipo de produto comercializado.

    • Janio Candido

      Mas existem opções mais caras e melhores, o problema é o bolso do brasileiro meu amigo, muita gente corre pra uma opção mais em conta… são tempos difíceis, para se comparar realidades! O Brasil é muito desigual, quem puder comprar essa caranga ai tem que agradecer a Deus e muito.

  • leonardo silva

    Não precisaria nem ser pouco intendido de mercado ,mas e claro que venderia aqui ,estão duvindando apenas coloquem um carro nas suas representantes Renault em São Paulo e mudem o valor de 33,990 e coloquem 38,990 se vender já sabem ,tem uma aparência menos melancolia do mais barato vendido #SEM_CRENTRAL_MULTIMIDIA
    carro valente incara tudo com facilidade ate pequeno leve e confortável ,Bom de suspensão e sério o carro de vcs e divertido .70 Cavalos e bom ,mas coloca 89 cavalos mas fôlego ,como dissemos o carro de vcs e incrível esperto .

  • leonardo silva

    Só não esqueçam aos xingao os que compram carro 0/KM eles tem 5 anos de garantia e só procurar que tem ksksksksksks e seu carro estão com a manutenção em dia .

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email