Esportivos Europa Hatches Lançamentos Renault Salões do Automóvel

Renault Megane R.S. 2018 surge finalmente com 280 cv

renault-megane-rs-2018-1 Renault Megane R.S. 2018 surge finalmente com 280 cv

Finalmente o Renault Megane R.S. 2018 deu as caras ao público europeu. O médio esportivo da marca francesa está sendo mostrado no Salão de Frankfurt e vem com uma série de novidades. Longe do Brasil, o hot hatch vem agora com o motor 1.8 TCe, o mesmo do Alpine A110 2018, ostentando nada menos que 280 cv a 6.000 rpm e 39,6 kgfm de torque. Além disso, a empresa confirma o lançamento da versão Trophy com 300 cv para o final do próximo ano. O objetivo é certo, retomar o recorde de Nürburgring.



Mas, por ora, o Renault Megane R.S. 2018 apresenta um pacote visual com alguns elementos característico da divisão Renaultsport, tais como os faróis de neblina em LED triplos, por exemplo. O para-choque tem um formato mais agressivo e conta com entradas de ar adicionais, bem como spoiler integrado. Saias laterais mais proeminentes, saídas de ar extras nos para-lamas dianteiros, faróis de LED com LEDs diurnos e máscara negra, grade em preto brilhante personalizada e logotipo R.S.

renault-megane-rs-2018-7 Renault Megane R.S. 2018 surge finalmente com 280 cv

Na traseira, mais duas saídas de ar adicionais, bem como enorme difusor de ar integrado ao para-choque, bem como escape único centralizado. As lanternas em LED permanecem sem atualização, enquanto o conjunto de rodas de liga leve aros 18 ou 19 polegadas têm desenho mais esportivo. O Renault Megane R.S. 2018 vem com interior totalmente personalizado, destacando-se o volante em couro com costura vermelha, marcador de direção e logotipo RS estilizado. Dois grandes paddle shifts chamam atenção.

O quadro de instrumentos é análogo-digital com display central TFT personalizável. Os bancos esportivos apresentam revestimento em Alcantara e costuras vermelhas, enquanto as portas e demais guarnições vem com outros detalhes, igualmente exclusivos. Luzes de LED decoram o ambiente, junto com pedais de alumínio e alavanca de câmbio esportiva. O mais interessante no Renault Megane R.S. 2018, no entanto, é o freio de estacionamento.

renault-megane-rs-2018-8 Renault Megane R.S. 2018 surge finalmente com 280 cv

Quando equipado com câmbio de dupla embreagem EDC de seis marchas, o Renault Megane R.S. 2018 vem com freio de estacionamento eletrônico. Mas, se a opção for pela caixa manual de seis velocidades, o condutor terá freio de mão manual. O hatch francês vem ainda com modos de condução ajustados pela multimídia R-Link, sendo eles Conforto, Normal, Esporte, Corrida e Pessoal. Há também o RS Monitor que, além de dados de telemetria, oferece ao “piloto” o modo Especialista, onde é possível conectar câmeras de vídeo ao sistema R-Link, gravando a volta rápida.

O Renault Megane R.S. 2018 possibilita ainda desligar muitos dos sistemas de controle, a fim de garantir melhor performance na pista para os pilotos experientes e vem ainda com o sistema de direção nas quatro rodas 4Control, que ajusta o ângulo das rodas traseiras, lembrando que o hot francês tem suspensão traseira por eixo e torção, o que não depõe contra sua performance. Na frente, a suspensão McPherson tem um eixo de direção independente para respostas mais diretas e diferencial de deslizamento limitado da Torsen.

Renault Megane R.S. 2018 – Galeria de fotos

  • Joaquim Grillo

    Carro lindo só isso, olha esse milha put@ de uma sacada de design

    • mjprio

      Porreta mesmo

    • Paulo Albuquerque

      Só uma correção é neblina.

      • Joaquim Grillo

        tipo favela agora é comunidade entendo

        • Paulo Albuquerque

          Tem uma diferença boa nos dois power ranger

        • Edson Fernandes
          • Joaquim Grillo

            isso é na década de 80 e 90 filho hoje fazem as duas funções

            • Edson Fernandes

              Não , não faz.

              Se fosse, o posicionamento dos farois de neblina não estaria proximos do chão. E se fosse de longo alcance, cegariam os condutores do sentido contrario com a maior facilidade. O problema é que colocam “xenão” nos neblinas e aí sim atrapalha tudo. Mas ele não é farol de alcance.

  • Mario Souza

    Isso que podemos chamar de carro bonito!

  • Douglas

    A Renault deveria oferecer essa pintura amarela no Sandero R.S..

  • oloko

    Ah se a renault lançasse esse carro aqui, em versões normais e quem sabe uma mais mansa para competir com o GTI/SI

    • 4lex5andro

      Durante uma década a Renault fabricou o Megane no Brasil mas não obteve sucesso.

      Quando começou a investir em Dacias, as vendas da marca melhoraram no país, então dado esse entendimento, novos Clio, Megane ou Scenic, não deverão aportar por essas bandas nem tão cedo.

      • O nosso mercado “pede” veículos simples, de baixo nível tecnológico e com facilidade de manutenção na “rede paralela”. Então é isso que as montadoras priorizam, infelizmente. É a famosa lei da “oferta e procura”.

    • Custaria entre 150 e 200 mil e venderia meia dúzia em um ano. Não temos mercado para esse tipo de carro, essa é a nossa triste realidade. É só procurar Golfs GTI por nossas ruas para se constatar isso.

      • oloko

        Então, não seria essa versão né, porque essa compete com o golf R, só que se lançassem uma versão com 230 240 cv e um preço razoavel acho que venderia ”bem” sim. E até que vejo bastante golf gti por ai

        • Rapaz, o Golf não anda vendendo 1000 carros por mês… imagine o que sai de GTI.
          Eu até vejo, também. Umas três, quatro vezes por ano acabo cruzando com um… rs.

  • Ricardo

    Os recordes de Nürburgring deveriam começar a serem separados por categoria de carro/cilindrada/pressão turbo, afinal um carro turbo de mesma cilindrada, por exemplo 2.0, pode ir de 180 a 380 cv fácil!

  • Matheus_P

    Esse hatch em versao normal deveria ser oferecido no Brasil…

    • zekinha71

      Pra que?
      Vc não ia ver do mesmo jeito, categoria dos médios já está morta, ninguém compraria ainda mais sendo um francês, que o povo daqui acha que não presta, mas compram Onix, Gol, Mobi.

      • Venderia tanto quanto vende o Peugeot 308. Realmente não tem sentido montadoras investirem nesse nicho de mercado, atualmente. Não é atoa que a PSA nem cogitou trazer o C4 hatch pra cá, a despeito de ser produzido na Argentina.

  • thi

    golf R ou esse renault ?

    • No_Name

      Focus RS.

    • Mateus Soletti

      Megane!!!

  • No_Name

    Por que será a “diferença” de ter freio de estacionamento eletrônico para quando equipado com câmbio AT e freio manual para câmbio MT?

    • mjprio

      Vou dar um chute… em alguns modelos o freio de estacionamento elétrico /eletrônico e automaticamente acionado ao se colocar a alavanca em P

      • No_Name

        Pode ser. Estive pensando também que talvez a marca tenha “pensado” nos puristas e deixado o freio de mão no MT para possibilitar os cavalos de pau hehe.

        • IPZ.4

          Tb acho isso e, partindo dessa suposição, a Renault merece consideração por isso. Na verdade, desde que eles botaram o Sandero RS na rua comecei a ver a Renault com outros olhos.

    • Douglas

      Agradar aos puristas. Em geral quem gosta de câmbio manual também gosta de freio de mão convencional.

  • RSRX

    Focus RS

  • Junior Lobato

    carro limdo de mais da conta!

  • Lorenzo Frigerio

    Parece um Argo melhorado.

    • Sinceramente, conseguir enxergar as linhas do Argo nesse carro é uma missão bem complicada… rs

  • Bill Waishington

    Um baita de um carro. isso deve andar pra porra.Pena que o Brasil nunca vai ver um desse kkkk

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend