Renault oficializa saída da Rússia e cessão de ativos

Renault Arkana 2018 2

A Renault oficializou nesta segunda (16) a saída da Rússia, onde mantinha duas operações, sendo uma própria e outra como controladora da AvtoVAZ.


Com a Guerra da Ucrânia em curso e também com ela as sanções contra o país oriental, a Renault confirmou o que a mídia russa já dizia. A montadora francesa cedeu 100% das ações da Renault Group para a cidade de Moscou.

Nesse caso, trata-se da operação existente na capital russa, onde a Renault produzia seus próprios carros, entre eles o Arkana e o Kaptur (com “K” mesmo). Também fazia os modelos Logan, Sandero e Stepway, além do Duster.

Além disso, a Renault cedeu seus 67,69% de controle sobre a montadora AvtoVAZ, produtora dos carros da marca Lada. A transferência foi feita para o NAMI, que é o Instituto Central de Pesquisa e Desenvolvimento de Automóveis e Motores.

Renault Kaptur Extreme 2017–pr.

Luca de Meo, CEO do Renault Group, disse: “Hoje, chegamos a uma deliberação difícil, mas necessária. Estamos tomando uma decisão responsável em relação aos nossos 45 mil funcionários na Rússia, ao mesmo tempo em que protegemos a performance do Grupo e nossa capacidade de voltar ao país no futuro, em um contexto diferente. Tenho confiança na capacidade do Renault Group de acelerar ainda mais sua transformação e superar seus objetivos de médio prazo”.

O valor das operações da Renault na Rússia são de 2,195 bilhões de euros, que serão retirados do balanço fiscal da montadora no primeiro semestre de 2022.

Assim, a Renault perde sua importante participação e liderança no mercado russo, antecipando o que irá ocorrer com as demais montadoras que ainda mantêm seus ativos naquele país.

Impedidos de importar peças e componentes, assim como de manter negócios no país, os fabricantes de veículos europeus terão grande prejuízo com a nacionalização de seus ativos na Rússia.

Ainda não se sabe se no futuro a Renault conseguirá reaver tais operações, mas pelo andar da carruagem…

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.