Renault: participação menor na Nissan para elétricos

renault megane e tech electric vazado 1

A Renault quer criar uma divisão apenas para carros elétricos, seguindo uma tendência no setor automotivo de separação das operações que são mais lucrativas.


Nos EUA, por exemplo, a Ford decidiu separar suas operações de carros elétricos do restante da companhia.

Outra separação recente foi da Daimler Trucks com a Mercedes-Benz Cars & Vans, inclusive com a saída desta última da sede no ABC para São Paulo.

Pode ser que a Mercedes-Benz, nos próximos anos, separe a operação EQ do restante da operação de carros e vans, também direcionando suas ações para obter mais capital.

Já no caso da Renault, a intenção é criar uma empresa focada apenas em carros elétricos e com expectativa de estar listada nas bolsas de valores a partir do segundo semestre de 2023.

Contudo, fazer a separação da Renault para uma Renaulution, provável nome da companhia que venderá somente carros elétricos, exigirá fundos que a montadora não tem agora.

Para isso, a Renault considera rever sua participação na Nissan de modo a obter o dinheiro necessário para fazer a separação.

renault megane e tech electric 5

Mesmo assim, a Renault ainda precisará da aprovação da parceira Nissan para rever sua posição na Aliança e obter os fundos.

Para competir com Tesla e Volkswagen, a Renault precisa de uma empresa mais limpa, sem os riscos de operações com produção de motores e carros comuns, especialmente após o caso da Rússia.

Como vem focando forte em carros elétricos, baterias e motores elétricos, a Renault se tornou um dos players com maior potencial de crescimento no cenário dos carros elétricos no futuro.

Num formato enxuto, apenas com a propulsão elétrica, a Renault conseguirá certamente obter muito mais dinheiro com a negociação de suas ações.

Tendo registrado receita acima do esperado para o primeiro trimestre, a Renault está num bom momento – apesar da Rússia – e a informação sobre sua intenção já fez suas ações subirem 5% em Paris.

A Renault não comentou o assunto e a Nissan tão pouco…

[Fonte: Bloomberg via Reuters]

 

 

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.