Hatches Preços Renault

Renault Sandero GT Line 1.0 chega com preços a partir de R$ 47.990

Renault Sandero GT Line 1.0 chega com preços a partir de R$ 47.990

O Renault Sandero agora dispõe de uma nova série especial, a GT Line com motor 1.0. Com 3.500 exemplares, o hatch compacto da marca francesa parte de R$ 47.990. A série está sendo oferecida com um pacote de itens estéticos para diferenciação em relação às demais versões.


Renault Sandero GT Line 1.0 chega com preços a partir de R$ 47.990

O Sandero GT Line 1.0 vem com faróis de neblina, teto preto, retrovisores elétricos com repetidores na cor dark metal, aerofólio traseiro, saias laterais, spoiler, difusor de ar traseiro e grade dianteira esportiva. O volante é revestido em couro, enquanto a alavanca de câmbio possui detalhe cromado. Serigrafia GT Line também faz parte do visual.

Renault Sandero GT Line 1.0 chega com preços a partir de R$ 47.990


Além disso, o Sandero GT Line 1.0 tem ainda ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, trio elétrico, rodas de liga leve aro 15 polegadas, multimídia MediaNav com tela sensível ao toque, navegador GPS, Bluetooth, USB, computador de bordo, entre outros. O hatch vem com motor de três cilindros 1.0 SCe com até 82 cavalos e 10,5 kgfm. Opcional: rodas de liga leve aro 16 polegadas.

Perto da atualização, o Renault Sandero já vendeu 37.788 unidades em 2018, mantendo-se como 11° colocado no ranking dos automóveis. Entre os hatches compactos, o modelo só está à frente do Etios e do Fox. A marca pretende renovar visualmente o produto nos próximos meses, a fim de mantê-lo em evidência até a próxima geração, que não deve ter relação com a Dacia.

O projeto deverá ser tocado pela própria Renault e pode utilizar a plataforma modular CMF, embora a B0 da geração atual ainda esteja em foco nos mercados emergentes, onde o Sandero atua com força.

Por ora, o modelo parte de R$ 47.990 e é oferecido nas versões Authentique, Expression, Vibe e GT Line (também com motor 1.6), assim como o esportivo R.S. 2.0 e o aventureiro Stepway, que é vendido nas versões Expression e Dynamique. Além do 1.0 SCe de até 82 cavalos, o hatch tem ainda o 1.6 SCe com até 118 cavalos e 2.0 16V de até 150 cavalos.

 

Renault Sandero GT Line 1.0 chega com preços a partir de R$ 47.990
Nota média 4.6 de 18 votos

  • Paulino Lino

    Esteticamente agradável mas esse motor 1.0 não dá heim (foge da proposta esportiva da versão).

    • Edson Fernandes

      Mas tem no catalogo a versão com o motor 1.6 SCe (mas pula para R$57500 segundo o site)

  • zekinha71

    GT Line significa o que: linha grande tranqueira?

    • Bruno Carvalho

      Gira Travado…

    • Daniel

      Grande Tartaruga

  • Emygdio Carlos

    As montadoras estão esculhambando a sigla GT.

    Sandero GT com motor de enceradeira?

    Assim não dá!

    • vicegag

      E alguns reclamavam, que o Corcel GT da década de 70 tinha poucas alterações no motor para obter mais potência.

      • Emygdio Carlos

        É verdade!

      • Edson Fernandes

        Mas a Renault desde sempre lançou a versão GT Line com adereços esteticos apenas. A vantagem do Sandero é ter uma versão esportiva de verdade que tentam até no site desmembrar como apenas “R.S. 2.0”.

        É um Sandero esportivo e não precisa ter vergonha de citar o carro como esportivo. Mas enfim…

  • Allifen Marques

    Kia Picanto GT abrindo escola

    • Edson Fernandes

      Na verdade, Chevrolet, Ford e Fiat já fizeram muito isso.

  • Lucia C.

    Isso só pode ser piada. O cara compra um carro com pegada esportiva e com motor de cortador de grama

    • Bruno Carvalho

      Meu barbeador é mais forte que esse “esportivo”…

  • JCosta

    Esportivo manco… coisas do Brasil.

    • Elizangela Oliveira

      Apenas manco, esportivo passa muito longe!

      • Edson Fernandes

        Porque inclusive a estabilidade do Sandero Civil está bem longe mesmo de esportividade….

  • Yuri Lima

    Aí sim, viu!!!!

    Show de bola! Vai andar muuuuuuito!
    Botei fé na Renô!

  • Raphael Pereira

    com motor 1.0, Atá.

  • Rafael Hanemann

    proposta interessante… mas… com esse motor?! imagino ele com 4 passageiros e bagagem no porta-malas. será que sai do lugar? ou… sobe uma rampa de garagem?

  • Retrato do Papai

    será que custa muito pintar os sensores de estacionamento e colocar adesivo preto na coluna B?

    • Edson Fernandes

      Se nem no R.S pintam…. imagina nesse? rs

  • Rafael 88

    Quando li: Sandeiro GT line 1.0, bem pensei, deve ser um 1.0 turbo né, quando leio a matéria é um 1.0 aspirado de apenas 82cv, decepção total, essa sigla GT está sendo usada de forma indevida nesse carro.

  • Yuri Lima

    É reflexo de nossa sociedade.
    Ora, ora. negócio é PARECER, não SER.
    Com a gasolina cara, ainda por cima, muitos não têm condição suficiente para bancar a ânsia de combustível do Sandero RS (motor F4R), esse sim, anda muito e é um devorador de pista, sem equivalente em preço e desempenho atualmente entre os 0km. Mas muitos querem posar “de bacana” com um carro “esportivo”, sem arcar com os ônus que isso traz. Então, o GT Line 1.0 vem preencher esse espaço.
    Tem-se todo o jeitão de esportivo, mas sem as desvantagens que isso possa trazer no uso diário.
    Além disso, à revelia da sigla, seu conjunto é muito bom para o preço que custa, creio eu que não há equivalente entre os 1.0 atuais que ofereça essa lista de equipamentos em faixa de preço similar. Não seria minha opção, mas é um bom candidato para quem procura um 1.0 bem equipado nesse patamar de custo.
    Lembrando que temos em preço similar agora na Fiat um Uno Way 1.0. Diante do italiano, esse Sandero é muito mais carro.

    • Guily

      Eu entro nos comentários deste tipo de lançamento ja esperando comentários detonando. Ja na minha opinião precisamos de mais comentários como o seu, vc comparou muito bem este carro perante outros 1.0 e até pseudo aventureiros! Tem que pensar nesse carro como 1.0 bem equipado, mas a sigla GT Line causa uma síndrome nas pessoas quando o motor é mais modesto, que não importa quão ruim seja a concorrencia, sempre vão criticar o carro devido a sindrome que a sigla gt faz hehehe

      • Yuri Lima

        Exatamente, meu amigo. Concordo contigo
        O conjunto do carro é muito bom para o que custa e em relação à concorrência. O maior rebuliço das pessoas é em relação à sigla, sem se atentar aos itens citados acima.
        Talvez seja até estratégia da Renault o uso dessa sigla num carro cuja proposta passa longe de ser esportivo. Se fosse qualquer outro nome que não remetesse à esportividade, o carro não teria tanto destaque nas mídias automotivas.
        Em todas que li sobre o GT 1.0, vários comentários.

  • Bryan Silva

    GT Line 1.0 é doído!

  • beto

    É piada ne?

  • Edson Fernandes

    Curioso é esse atropelamento de versões na Renault.

    Com isso ela tem só em 1.0:
    – Sandero Authentique
    – Sandero Expression
    – Sandero Vibe 1.0
    – Sandero GT Line 1.0

    Curiosidades da Renault: O Vibe é mais caro e apresenta o mesmo conteudo do GT Line, exceto pelas rodas que do GT line é aro 16″ (um belo exagero para um carro 1.0), o Expression de forma alguma se consegue farol de neblina (apenas disponivel no Vibe e GT Line) mas… aí que vem a curiosidade… vc pode adicionar no Authentique camera de ré e fica “devendo” a “telinha” do Expression. Pensnado em custos, o Authentique seria melhor negócio né? Só que aí, o Authentique custa R$46990 (colocando todos em cor vermelha que é a unica sem custo), coloca camera de ré, pula para R$47000 e uns quebrados. Aí enxerga que o custo x beneficio é da GT Line por R$47990, mas na hora de trocar esses pneus aro 16″, o cara chora…. mas dai se abrir mão, precisa pular para o Vibe que custa R$50000. Bizarro.

    Mas na pratica é possível tirar o vibe por R$45000. E eu iria nele,pois a unica diferença é a roda aro 15″ e para a proposta do carro, eu iria preferir. (outra bizarrice by Renault: Motores 1.6 apenas nas Expression e GT Line que custam respectivamente R$55000 e R$57500… obviamente a bola da versão está nessa roupagem esportiva e a terrivel roda aro 16″ sem necessidade só para dar mais gasto para quem prefere gastar menos em pneus, já que o Sandero não é tirando sua versão esportiva, sinonimo de boa estabilidade).

    • mjprio

      Caraca, essa estratégia da Renault é pior do que a Dilma explicando como estocar vento….

  • Ricardo

    Quando será que a Renault vai soltar uma multimídia com espelhamento de celular?
    Acho louvável disseminar a central atual por quase toda a linha, mas com 2019 chegando e sem espelhamento não dá…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email