Hatches História Renault

Renault Sandero GT Line: tudo sobre a versão esportivada do compacto

Renault Sandero GT Line: tudo sobre a versão esportivada do compacto
Renault Sandero GT Line

Seguindo a mesma receita de marcas como a Fiat com sua linha Sporting, Hyundai com a linha R-spec e Chevrolet com a linha Effect, a Renault já ofereceu o compacto Sandero na configuração GT Line. O Renault Sandero GT Line foi lançado como edição especial em 2010, mas dois anos depois virou uma versão de série da gama do carro.

Hoje, com a chegada da linha reestilizada do Renault Sandero 2020, o Sandero GT Line já não é mais comercializado. Todavia, há bons exemplares do modelo pseudo-esportivo à venda no mercado de seminovos e usados.


Veja abaixo tudo sobre o modelo:

Renault Sandero GT Line – história

Primeiro Sandero GT Line chega em novembro de 2010

A versão GT Line foi lançada na primeira geração do Sandero em nosso mercado. O modelo chegou como uma edição especial limitada (vendido até abril de 2011), com preço sugerido de R$ 42.590. Ele se diferenciava pela roupagem mais esportiva, além da decoração exclusiva no interior.

Do lado de fora, o então novo Renault Sandero GT Line se diferenciava pelos faróis com máscara negra, lanternas traseiras com lente escurecida, moldura em preto fosco nos faróis de neblina, capa dos retrovisores em preto brilhante, adesivo nas laterais, rodas de liga-leve de 15 polegadas em preto brilhante, aerofólio traseiro em preto brilhante e ponteira de escapamento cromada.

Já o interior ostenta volante com revestimento em couro, painel de instrumentos com grafismo exclusivo, novo revestimento nos bancos, detalhes em preto brilhante e costuras contrastantes na cor vermelha.

Ele saiu equipado de série com vidros dianteiros e travas elétricas, ar-condicionado, direção hidráulica, com com MP3 player e airbag duplo. Como opcional, oferecia freios ABS por R$ 1 mil extras. O motor era o mesmo 1.6 flex de 112 cv do Sandero Stepway.

GT Line retorna como versão em agosto de 2012

Renault Sandero GT Line: tudo sobre a versão esportivada do compacto

Pouco mais de um ano após ter vendido todos os exemplares da primeira leva do Renault Sandero GT Line, a marca francesa relançou o modelo, agora com a nova cara do modelo reestilizado e ainda como versão permanente da gama. Ele tinha preço mais em conta, de R$ 38.470.

Seguia com faróis e lanternas escurecidos, faróis de neblina com moldura preta, logotipo da versão na carroceria, para-choque exclusivos, rodas de liga-leve na cor preta com visual inspirado nas da perua Mégane Gran Tour, aerofólio traseiro, entre outros.

Por dentro, oferecia cintos de segurança na cor vermelha, nome da versão nos encostos de cabeça dianteiros e cor vermelha nas costuras dos bancos e saída de ar-condicionado. Tinha os mesmos recursos do antigo, além de computador de bordo e comando satélite na coluna de direção.

O motor era o 1.6 Hi-Power de 106 cv e 15,5 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas.

Linha 2014 com central Media NAV em junho de 2013

Já em junho de 2013, a Renault passou a vender o Sandero na linha 2013/2014. Entre as novidades, o GT Line passou a dispor da opção de central multimídia Media NAV. Tal recurso tinha tela sensível ao toque de sete polegadas, rádio AM/FM, Bluetooth, som MP3 e navegador GPS integrado.

O GT Line passou a custar R$ 40.960.

Nova geração do Sandero GT Line em setembro de 2015

Renault Sandero GT Line: tudo sobre a versão esportivada do compacto

Como uma alternativa mais “mansa” ao Sandero R.S. de 150 cv, a Renault voltou a oferecer o Sandero GT Line em sua nova geração em setembro de 2015. Com visual e desempenho mais modestos, o modelo esportivado foi anunciado com preço de R$ 48.990.

Ele tinha um visual mais neutro que o da geração antiga. Oferecia para-choques com detalhes cromados, capa dos retrovisores na cor grafite, rodas de liga-leve de 16 polegadas com desenho exclusivo e o nome da versão na tampa do porta-malas.

Por dentro, detalhes em azul nas costuras dos bancos, volante, manopla de câmbio e saídas de ventilação. Era equipado de fábrica com central multimídia, sensor de estacionamento, ar-condicionado digital, trio elétrico, direção eletro-hidráulica, entre outros.

O motor do novo GT Line era o 1.6 de 106 cv.

Sandero GT Line ganha motor 1.0 em outubro de 2018

Um ano e meio após o lançamento do novo GT Line, a Renault passou a oferecer em nosso mercado o Renault Sandero GT Line 1.0. Antes disponível somente com motor 1.6 flex, o pseudo-esportivo a gama ganhou a opção do motor menor para ficar mais em conta.

O GT Line 1.0 foi anunciado por R$ 47.990, ou R$ 1 mil a mais que o GT Line 1.6 em sua ocasião de lançamento. Ele seguia a mesma linha do hatch com motor mais potente. Saía de fábrica com central Media NAV, rodas de liga-leve aro 15, ar-condicionado, trio elétrico, direção eletro-hidráulica, entre outros. Como opcional, oferecia rodas aro 16 e câmera de ré.

O motor do GT Line de entrada era o 1.0 SCe de até 82 cv e 10,5 kgfm, com câmbio de cinco marchas. Sua produção foi limitada a 3.500 unidades.

Renault Sandero GT Line: tudo sobre a versão esportivada do compacto

Sandero GT Line – detalhes

A exemplo de alguns de seus rivais como Fiat Palio Sporting e Chevrolet Onix Effect (que também foram descontinuados), o Sandero GT Line não passa de um hatch compacto com traje esportivo para atrair os consumidores mais jovens. Aqueles que buscam por um carro verdadeiramente esportivo contam com o Sandero RS, que tem um motor 2.0 litros flex de 150 cv e vocação mais “afiada”.

Os diferenciais do GT Line são apenas estéticos mesmo, isso desde a primeira leva do modelo, anunciada por aqui em meados de 2010. O Sandero em sua versão esportivada se diferencia dos demais por itens como rodas de liga-leve com desenho exclusivo, capa dos retrovisores na cor cinza, para-choque frontal com detalhes cromados, faróis e lanternas escurecidos e aerofólio traseiro.

O interior é decorado com bancos em tecido exclusivo e costuras azuis nos bancos, volante e manopla de câmbio. As saídas de ar também ostentam detalhe azul.

A antiga geração do Sandero GT Line era mais decorada. O compacto tinha moldura preta nos faróis de neblina, rodas de liga-leve em preto brilhante, capa dos retrovisores e aerofólio traseiro em preto brilhante, adesivo nas portas dianteiras e na tampa do porta-malas e ponteira de escapamento cromada.

Por dentro, bancos com tecido com grafia exclusiva, painel de instrumentos com grafismo diferenciado, volante revestido em couro, bancos e alavanca de câmbio com costuras na cor vermelha, entre outros.

De resto, o modelo seguia o mesmo padrão das demais versões, inclusive na motorização e acerto de câmbio, suspensão e direção. Ou seja, um carro para quem apenas quer mostrar para os outros que tem um veículo supostamente “esportivo”.

Renault Sandero GT Line – versões

O Sandero na versão GT Line foi comercializado nas seguintes configurações:

  • Sandero GT Line 1.6 Hi-Flex (2010 a 2013)
  • Sandero GT Line 1.6 Hi-Power (2015 a 2016)
  • Sandero GT Line 1.6 Flex (2016 a 2019)
  • Sandero GT Line 1.0 Flex (2018 a 2019)

Renault Sandero GT Line: tudo sobre a versão esportivada do compacto

Sandero GT Line – equipamentos

Veja baixo os equipamentos de série das versões mais recentes do Sandero GT Line:

Segurança: airbags frontais, freios ABS, Isofix para fixação de cadeirinhas infantis no banco traseiro, alarme perimétrico, brake light, barras laterais de proteção nas portas, cintos de segurança dianteiros reguláveis, sistema start/stop de parada automática do motor, entre outros.

Conforto: abertura interna do porta-malas e do reservatório do combustível, bolsas integradas na parte traseira dos bancos dianteiros, banco traseiro com encosto rebatível, porta-copo e objetos no console central dianteiro e traseiro, para-sois com espelho cortesia, sensor de estacionamento traseiro, ar-condicionado automático, banco do motorista com ajuste de altura, bancos CCT (Cover Carving Technology), vidros dianteiros e traseiros elétricos, vidros verdes, travas elétricas das portas, retrovisores elétricos, entre outros.

Visual e acabamento: rodas Interlagos em liga-leve de 16 polegadas, difusores de ar laterais e traseiros, grade dianteira inferior esportiva, maçanetas internas cromadas, monograma GT Line, puxador de porta pintado, retrovisores na cor Dark Metallic, repetidor de seta nos retrovisores, revestimento da alavanca do freio de mão, volante em couro com adesivo GT Line, entre outros.

Tecnologia: computador de bordo, central multimídia Media NAV Evolution com tela sensível ao toque de sete polegadas, navegador GPS, rádio AM/FM, conexão Bluetooth, entrada USB e sistema de som com quatro alto-falantes, entre outros.

Renault Sandero GT Line – preços

Pelo menos por enquanto, a Renault não anunciou a nova linha do Sandero GT Line, alinhado com a gama do compacto que foi reestilizado recentemente.

Confira abaixo os preços do GT Line no mercado de seminovos e usados conforme a Tabela Fipe:

  • Sandero GT Line 1.6 Hi-Flex 2011: R$ 22.270
  • Sandero GT Line 1.6 Hi-Flex 2012: R$ 25.140
  • Sandero GT Line 1.6 Hi-Flex 2013: R$ 26.660
  • Sandero GT Line 1.6 Hi-Flex 2014: R$ 28.520
  • Sandero GT Line 1.6 Hi-Power 2016: R$ 38.170
  • Sandero GT Line 1.6 Hi-Power 2017: R$ 40.760
  • Sandero GT Line 1.6 Flex 2017: R$ 42.530
  • Sandero GT Line 1.6 Flex 2018: R$ 45.660
  • Sandero GT Line 1.6 Flex 2019: R$ 49.010
  • Sandero GT Line 1.0 Flex 2019: R$ 41.570
  • Sandero GT Line 1.0 Flex 2020: R$ 44.000

Renault Sandero GT Line: tudo sobre a versão esportivada do compacto

Sandero GT Line – motor

As primeiras versões do Sandero GT Line foram anunciadas com um motor 1.6 8V Hi-Power. Este propulsor, dotado de quatro cilindros, consegue desenvolver 98 cavalos de potência com gasolina e 106 cv com etanol, a 5.250 rpm. Já o torque é de 14,5 kgfm e 15,5 kgfm, nesta ordem, a partir de 2.850 rpm.

Porém, em novembro de 2016 o hatch compacto passou a dispor de um 1.6 SCe 16V flex, dotado de novas tecnologias como duplo comando de válvulas variável na admissão, injetores posicionados no cabeçote, componentes e alumínio e sistema start/stop.

O Sandero 1.6 SCe consegue entregar potência de 115 cv no etanol e 118 cv na gasolina, a 5.500 rpm, e torque de 16 kgfm com ambos os combustíveis, a 4.000 giros.

Recentemente, o Sandero GT Line ganhou a opção do 1.0 SCe 12V flex, que dispõe das mesmas tecnologias do 1.6 SCe, mas com três cilindros. Rende 79 cv quando abastecido com gasolina e 82 cv com etanol, a 6.300 rpm. Já o torque é de 10,2 kgfm e 10,5 kgfm, respectivamente, a 3.500 rpm.

Em todos os casos, a transmissão é uma manual de cinco velocidades.

Renault Sandero GT Line – consumo

Veja a seguir os números de consumo do Sandero na versão GT Line conforme o Inmetro:

Sandero GT Line 1.6 16V Flex

  • Consumo de 8,4 km/l na cidade e 8,9 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 12,5 km/l na cidade e 13 km/l na estrada com gasolina;
  • Nota “C” na comparação relativa na categoria e “B” na comparação absoluta geral.

Sandero GT Line 1.0 12V Flex

  • Consumo de 9,5 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 14,2 km/l na cidade e 14,1 km/l na estrada com gasolina;
  • Nota “A” na comparação relativa na categoria e “B” na comparação absoluta geral.

Sandero GT Line 1.6 8V Hi-Flex

  • Consumo de 7,5 km/l na cidade e 8,7 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 10,7 km/l na cidade e 12,4 km/l na estrada com gasolina.
  • Nota “C” na comparação relativa na categoria e “B” na comparação absoluta geral.

Renault Sandero GT Line: tudo sobre a versão esportivada do compacto

Renault Sandero GT Line – desempenho

Os números de desempenho do Sandero GT Line são os seguintes:

Sandero GT Line 1.6 16V Flex

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 9,8 segundos;
  • Velocidade máxima de 185 km/h.

Sandero GT Line 1.0 12V Flex

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 13 segundos;
  • Velocidade máxima de 163 km/h.

Sandero GT Line 1.6 8V Hi-Flex

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 11 segundos;
  • Velocidade máxima de 179 km/h.

Sandero GT Line – garantia e revisões

A Renault comercializa toda a linha Sandero com garantia de três anos ou 100 mil km rodados, o que ocorrer primeiro. Sendo assim, se você estiver em busca de um Sandero GT Line seminovo, prefira exemplares de ano/modelo 2017 a 2019, que ainda estão cobertos pela garantia.

Confira abaixo os preços das revisões do Sandero GT Line:

Sandero GT Line 1.0 12V SCe Flex

  • 10.000 km: R$ 399,99
  • 20.000 km: R$ 399,99
  • 30.000 km: R$ 399,99
  • 40.000 km: R$ 649,74
  • 50.000 km: R$ 418,08
  • 60.000 km: R$ 418,08

Sandero GT Line 1.6 16V SCe Flex

  • 10.000 km: R$ 459,09
  • 20.000 km: R$ 459,09
  • 30.000 km: R$ 459,09
  • 40.000 km: R$ 765,97
  • 50.000 km: R$ 477,18
  • 60.000 km: R$ 477,18

Renault Sandero GT Line – ficha técnica

Motor

1.0 SCe

1.6 SCe

Tipo

Dianteiro, transversal, gasolina e etanol

Dianteiro, transversal, gasolina e etanol

Número de cilindros

3 em linha

4 em linha

Cilindrada em cm3

999

1.597

Válvulas

12

16

Taxa de compressão

12:1

10,7:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Multiponto

Potência Máxima

79 cv na gasolina e 82 cv no etanol a 6.300 rpm

115 cv na gasolina e 118 cv no etanol a 5.500 rpm

Torque Máximo

10,2 kgfm na gasolina e 10,5 kgfm no etanol a 3.500 rpm

16 kgfm na gasolina ou etanol a 4.000 rpm

Transmissão

Tipo

Manual de 5 marchas

Manual de 5 marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado (dianteira) e tambor (traseira)

Disco ventilado (dianteira) e tambor (traseira)

Direção

Tipo

Eletro-hidráulica

Eletro-hidráulica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas

Liga-leve de 15 polegadas

Liga-leve de 15 polegadas

Pneus

185/65 R15

185/65 R15

Dimensões

Comprimento total (mm)

4.060

4.060

Largura sem retrovisores (mm)

1.733

1.733

Altura (mm)

1.536

1.536

Distância entre os eixos (mm)

2.590

2.590

Capacidades

Porta-malas (litros)

320

320

Tanque (litros)

50

50

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

456

450

Peso em ordem de marcha (kg)

1.011

1.053

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,35

0,35

Sandero GT Line – galeria de fotos

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.

    Quem somos

    O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

    Notícias por email