Crossovers Esportivos Europa Hatches Mercado Renault

Renault Sandero RS 2.0 poderia seguir para Europa e outros mercados

renault-sandero-rs-avaliação-NA (30)

De acordo com a revista australiana Motoring, a Renault estaria considerando a comercialização do hatch esportivo Sandero R.S. 2.0, já oferecido no mercado brasileiro pelo preço sugerido de R$ 62.125, em outros mercado pelo mundo. A intenção da divisão Renaultsport seria exportá-lo para outras regiões.

A divisão esportiva da Renault estaria admirada pelo desempenho do Sandero R.S. 2.0 e estria disposta a coloca-lo em outros mercados, mas para isso o projeto precisará ser aprovado pela direção da companhia. Engenheiros e executivos da Renaultsport têm pressionado para que haja um estudo de viabilidade técnica.

A principal questão é a engenharia. O Sandero esportivo tem altura muito elevada para suas pretensões na Europa, o que o havia eliminado num primeiro estudo. Mas a fonte da revista diz que molas e amortecedores podem ser substituídos para reduzir a altura livre do solo, uma mudança considerada “simples”.

renault-sandero-rs-avaliação-NA (16)

O outro ponto é a motorização. O propulsor 2.0 usado pelo Renault Sandero R.S. 2.0 tem elevado nível de emissão de CO2 de 175 g/km, o que o tornaria inviável comercialmente na Europa, especialmente na França. O imposto adicional acabaria com o preço do modelo. A fonte – provavelmente argentina – diz que o hatch custa em torno de US$ 26 mil no país vizinho.

Por fim, o maior problema seria a Dacia. O Sandero é um carro da marca romena na Europa e haveria sim um conflito de interesses, pois a divisão Renaultsport trabalha exclusivamente para a marca francesa e um R.S. 2.0 é marca registrada da divisão.

O máximo que poderia ocorrer é a introdução dessa versão com a marca Dacia e ajustes para não ser comparada com a Renault, mas a motorização efetivamente deverá ser outra. O motor 1.6 TCe de 160 cv seria uma opção muito interessante, mas muito cara, lembrando que a intenção é a exportação. Então é o 2.0 ou nenhum.

renault captur

Captur R.S.

Mas enquanto a Renaultsport acalenta uma possibilidade pouco provável de acontecer com o Sandero R.S. 2.0 na Europa, outra ação da divisão – mais próxima da realidade – teria sido colocado de lado, um Captur R.S. Jerome Stoll, chefe de marketing da divisão francesa, disse que o terceiro R.S. provavelmente seria um SUV na Europa.

Embora não tenha citado nomes, Stoll estaria se referindo ao Captur, de acordo com fontes da marca. Mulas do crossover esportivo já teriam sido vistas em testes pela Europa e portando o motor 1.6 TCe de 220 cv e 26,6 kgfm, associado com transmissão de dupla embreagem EDC de seis marchas.

captur-helly-hansen-8

No entanto, agora as fontes da Renaultsport dizem que isso não deverá acontecer, pois o projeto foi cancelado. O motivo é que a marca francesa estaria receosa de um fracasso comercial do Captur R.S., embora reconheça que a divisão esportiva poderia fazer um crossover muito bom para alta performance. Uma comparação foi feita com a Audi, que faz e vende bem SUVs esportivos, mas a francesa não estaria no mesmo patamar de receptividade nesse caso.

Jean-Christophe Kugler, presidente da Renault para a França, diz que a gama de produtos R.S. será ampliada para mercados fora da Europa, mas todos associados com a performance obtida por produtos da divisão no circuito alemão de Nürburgring, o que um SUV não conseguiria fazer.

[Fonte: Motoring]

Agradecimentos ao Rogério.

 







Send this to friend