Hatches Preços Renault

Renault tem nova campanha de vendas para Kwid e Sandero

Renault tem nova campanha de vendas para Kwid e Sandero

A Renault tem nova campanha de vendas para os modelos Kwid e Sandero, chamada “Operação 3 em 1”. As ofertas reúnem preço com nota fiscal de fábrica, parcelas reduzidas e três revisões incluídas.


No caso do Renault Kwid Zen tem preço sugerido de R$ 39.990 e tem parcelas de R$ 360 até o Carnaval de 2021. O preço à vista é de R$ 41.298,00, sendo considerado no financiamento, tendo entrada de 40% (R$ 15.996,00) e 54 parcelas mensais, sendo as 6 primeiras de R$ 356,49.

As demais 48 parcelas são de R$ 712,73, com taxa de juros de 1,07%. A taxa de abertura de crédito é de R$ 699,00, mais R$ 154,13 de taxa estadual. Ao final do plano, o valor total chega a R$ 52.345,88. As três primeiras revisões custam R$ 1.308 num pacote de 3 anos ou 30.000 km.

Já o Sandero Life 1.0 tem preço promocional de R$ 44.990, mas no plano de financiamento proposto pela campanha, deixa o preço à vista de R$ 46.298,00, tendo entrada de R$ 17.996,00 (40%) e 54 mensais de R$ 777,57, sendo que as seis primeiras são reduzidas para R$ 388,93. A taxa de juros, nesse caso é de 0,99%.

O custo efetivo do financiamento, com os R$ 744,13 de taxas, chega a R$ 57.652,81. De acordo com a Renault, por mais R$ 20 por parcela, o cliente troca a versão Life pela Zen, que traz multimídia Media Evolution com Google Android Auto e Apple CarPlay, bem como sensor de estacionamento.

Outras versões do Sandero também estão incluídas na campanha, como a versão GT Line 1.0 2021, que tem preços a partir de R$ 50.190, com financiamento tendo entrada de R$ 21.079,80 (42%), com 54 mensais.

Nesse caso, o preço considerado é de R$ 51.498,00 e as primeiras seis de R$ 417,16 e as demais em R$ 834,32. O custo efetivo total é de R$ 63.630,07.

O Sandero tem motor 1.0 SCe com 79 cavalos na gasolina e 82 cavalos no etanol, além de 10,4/10,7 kgfm, respectivamente. Já o Kwid tem uma versão simplificada do 1.0 SCe, entregando 66 cavalos na gasolina e 70 cavalos no etanol.

 

 

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Rick Wakeman

    Tem que ver quanto fica pra quitar, mas no ano passado comprei um Mobi Like. O preço a vista era 38 mil. Eles não cavam desconto, pois esse valor já era com desconto (o Mobi sempre foi vendido com desconto, desde que o Kwid chegou ao mercado). Mas se você financiasse, pagaria o preço de 35 mil. Eu financiei e poucos meses depois quitei o carro. Devo ter pago uns 300 Reais de juros somente. Ou seja, o carro saiu pra mim por 35300. Hoje, na FIPE ele vale 35707. Melhor que comprar carro usado! Estou com um carro novo e paguei menos que a FIPE!!!

    • Verdades sobre o mercado

      Quanto você financiou ? E qual o prazo ? Não cobraram TAC ou TC ?

      • Rick Wakeman

        Foi aquele finciamento com prestação balão…ultimana prestacao era de uns 10 mil. 36 meses.

        • Verdades sobre o mercado

          Mas o valor financiado ? e a TAC (ou TC) teve ? de que valor ?

          • Rick Wakeman

            Deve ter sido uns 27 mil financiados. Nao lembro exato o valor. A taxa de contrato TB não lembro, mas foi baixa. Só sei que fiz as contas na quitação e foi um ótimo negócio.

        • Hugo Victor

          Cada um com suas necessidades, mas…
          1) O que te levou a querer trocar um Argo com 29mil rodados?
          2) Porque trocar um Argo em um Mobi, que é beeem inferior em tudo (acabamento, espaço, motor…)

          Te pergunto isso com toda humildade do mundo. Não tô criticando, só querendo entender mesmo(se quiser explicar, claro).
          Abraço e que bom que fez um bom negócio.

          • Rick Wakeman

            Estava precisando de dinheiro. Tenho (ainda) cartão da Fiat que vc acumula gastos e pode usar 5% das compras em carro zero. Acho que tinha uns 4 mil de bônus desse cartão, mais a diferença do argo pro mobi, aí me reestruturei financeiramente. Prefiro comprar carro zero do que usado, pois zero não me dá surpresas financeiras futuras, nem preciso ir a mecânico. Mas assim que melhorar vou comprar um carro melhor. E com o mobi pouco rodado consigo vender bem. É um carro fácil de revenda.

            O problema é que quero um automático e espaçoso. Aí vai ter que ser usado pois carro zero automático é difícil de encontrar uma opção.

    • Ramiro rami

      Fiz o mesmo que vc nestas mesmas condições só que o meu financiamento falta a última no caso a maior. To aqui já organizado e com veículo novo sem sofrer com carro usado.

  • zarath rocha

    Selic a 2% ao ano e os caras trabalhando com 12%… melhor negócio é financeira.

    • JFX

      E é mais que 12% a.a.
      Essas taxas que eles divulgam são sempre mentirosas. A única taxa verdadeira que existe é essa que eles resolveram apelidar de “CET”, como se fosse outra coisa que não a taxa de juros em si.
      Por exemplo, a tal “tarifa de cadastro”, em verdade é taxa de juros.
      Isso ocorre porque falta regulamentação estatal no mercado financeiro, que provavelmente aqui no Brasil é um dos mais liberais do mundo. Não há nem mesmo decisionismo do Poder Judiciário, pois o tribunal responsável por esse tema é o STJ, rigorosamente liberal (em economia).

      • Matheus Mendes

        Não necessariamente, já que seu banco de relacionamento não te cobra TC.

  • Rogério R.

    Ô Renault! Por que os Sandero Life+ colombiano e o Zen argentino(versões intermediárias lá) são equipados com vidros elétricos traseiros de série, e o Zen brasileiro não e nem oferecido como opcional?

    • Alaor

      Porque aqui, quem compra Sandero é locadora, eles só se importam com o preço.

      • Rogério R.

        E após um tempo as locadoras os revendem para pessoas físicas. Mesmo assim acho que a Renault deveria caprichar mais um pouco no hatch.

  • Julio

    Esta Renault não tem vergonha na cara querer cobrar 52 mil neste Kwid, o pior ´quem compra.

  • Ramiro rami

    48 x 712,00 fora a entrada num kwid só os fortes!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email