Europa Mercado Minivans Renault Sedãs

Renault vai cortar Scénic, Espace e Talisman na Europa

Renault vai cortar Scénic, Espace e Talisman na Europa

A Europa é uma região que ainda resiste bem à invasão provocada pelos crossovers e SUVs no mercado mundial. Infelizmente, aos poucos, as muralhas vão caindo por terra e alguns segmentos tradicionais deverão desaparecer na pilhagem.


Marcas como Ford, Citroën e Renault ainda lutam sobre os muros, mas o implacável avanço dos utilitários esportivos faz até o impensável acontecer no status atual do continente (confira mais abaixo).

Tal como outras que se renderam, a Renault também cortará três modelos de segmentos vitimados pelos SUVs. Scénic, Espace e Talisman não terão sucessão no mercado europeu.

Renault vai cortar Scénic, Espace e Talisman na Europa

 

O motivo original era o avanço dos SUVs pela Europa, o que já estava colocando minivans e sedãs grandes em questão. Contudo, com os problemas decorrentes da crise na aliança com a Nissan e agora com a pandemia de Covid-19, a Renault vai abrir mão de alguns produtos clássicos.

A minivan Espace revolucionou o mercado de automóveis nos anos 80 junto com as Chrysler Voyager e Dodge Caravan nos dois lados do Atlântico Norte, atendendo melhor as famílias no uso diário e ameaçando o futuro das peruas.

Ela foi tão popular que até aqui inspirou um carro fora-de-série, a Grancar Futura. No entanto, quem veio foi a Scénic, muitos anos depois, sendo o monovolume preferido de muitos brasileiros.

Renault vai cortar Scénic, Espace e Talisman na Europa

Dois dos principais monovolumes europeus, Scénic e Espace vêm caindo em vendas nos últimos anos e, somando-se o sedã executivo Talisman, tiveram baixa de 20% em 2019. O último é o terceiro elemento que não terá continuidade.

Há muito tempo, a Renault tem um pé no segmento de sedãs grandes, desde o Renault 18 dos anos 70, passando pelo 21 e o nosso conhecido Laguna. Com o fim desses, a marca abre mais espaço para Captur e Kadjar.

Aliás, por causa da redução de custos nas operações da Espanha, a Renault-Nissan negocia a transferência da produççao de Captur e Kadjar para o Reino Unido. Apesar de o Brexit estar confirmado para o fim do ano e com possíveis taxas extras na exportação, isso tudo não parece impedimento para o crescimento dos dois SUVs.

[Fonte: Auto News/Financial Times]

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • 😎.

    Space e Scenic vão ser grandes baixas , minivans são os carros mais racionais em relação ao espaço interno que é imbatível, nenhum SUv é superior nesse quesito. Enquanto ao Talisman , que carro belo , é uma pena esse grande sedan sair de linha .

    • Concordo e seria perfeito, o Talisman, no lugar do Fluence mas…. SUV reina aqui, no Brasil.

      • Paulo Lustosa

        Talisman tem o porte bem maior que do Fluence, seria pra substituir o que o Laguna e o Renault 21 fizeram por aqui no Brasil.

        • Pode ser tbm… dai poderia bater de frente com o Passat ou Jetta e Cia. E não duvido que vendesse bem, já que a maioria analisa beleza externa do carro e nisso o Talisman não perde..

  • Hilario Bairle Junior

    Espace e Scénic, dois grandes carros, que são modelos clássicos desde que lançaram, que são ícones da Renault e que farão muita falta. E o sedã Talisman e a sua versão perua vão deixar muitas saudades!!! Esses belos carros da Renault vitimados pela moda SUV e Crossover!!!

  • Dudu Pimentel

    Esse modinha de SUVs está detonando aos poucos as demais categorias de carros…a culpa é dos próprios consumidores, onde a grande maioria está optando por esse tipo de carro. As montadoras só se adaptam ao mercado e justamente isso dita as tendências do mercado, pq o que importa SEMPRE será o lucro (eu sei que se vc ai que discorda do meu comentário faria o mesmo que os donos das montadoras, afinal vc TAMBÉM irá querer ganhar bilhões por mês).

    • Edu

      Discordo.

      • Dudu Pimentel

        Com o que discorda?
        Com o fato que não iria abrir da tradição ou que os SUVs estão tomando espaço dos outros segmentos?

        Na primeira: duvido que vc iria preferir ter bilhões de dólares em prejuízo e ainda ter risco de falência por causa de teimosia…

        Na segunda pergunta, não tem oq discordar, amigo…tem marca que já anunciou que quer ter só SUV no seu portfólio, algo que a Jeep e a Land Rover fazem a muitos anos.

        Se não esse moda, várias marcas não teriam arriscado em um segmento que não tem experiência…iriam ficar só que vendem bem…quer exemplos?

        – Hyundai : IX35/Tucson, Creta/IX25 (são modelos mais novos), VeraCruz, SantaFe e etc

        – Kia: Sportage, Sorento, Mohave, Stonic, Seltos etc

        – Nissan: Kicks, Rogue, Qashaqai, Murano, Pathfinder, Armada e etc

        – VW: Tiguan, Tiguan Allspace (tem 7 lugares) Touareg, Atlas, T-Roc, T-Cross e etc

        – Chevrolet: Tracker, Traiblazer, Equinox, Blazer, Traverse, Captiva e etc (no Brasil, tinhamos só Tracker e Blazer, hj temos Tracker, Equinox, Traiblazer, posibilidade da vinda da Blazer e um SUV menor que a Tracker, que ocupará o lugar do finado Onix Activ)

        – Peugeot: 2008, 3008, 5008 e etc (acredito que teremos um 1008), que antes só tinha o 107, 108 (HB sub-compactos), 206, 207 (HB compactos), 207 Passion (sedan compacto) 208 (HB compacto premium, 308 (HB médio, 408 (sedan médio, 508 (sedan médio-grande) e etc

        – Citroen: C3 Picasso, C4 Cactus, C5 Cactus e etc. Até então só tinha C1, C2 (HB sub-compactos), C3 (HB compacto), C4 (SD médio), C5 (SD médio-grande), C6 (SD grande) e etc.

        • Paulo Lustosa

          E a PSA antigamente de SUV só tinham o C-Crosser e o 4007, que nada mais era que um rebadge da Mitsubishi Outlander, e o C4 Aircross que era um rebadge do ASX, ou seja, tudo projeto da Mitsubishi com engenharia de emblema usando como base a plataforma do Lancer, já que a Mitsubishi sempre teve uma variedade enorme de SUV

          • Dudu Pimentel

            Bem lembrado amigo.

        • Edu

          Não leve a mal, é uma posição pessoal. Estou indo para o terceiro suv e não me sinto culpado por essa “modinha”. Credito essa preferência às vantagens que os suv’s oferecem, pelo menos para mim.

          • Dudu Pimentel

            Ah, ok…vc então prefere SUV não pq quer ficar na moda, como muitos ai…e sim pq te atende nas suas necessidades…eu tb sou assim: só compraria um tipo de carro se achasse que me atenderia, não importando se está na moda ou não. Mas tem muita gente ai que gosta de tirar onda com vizinho e está na moda e ai compra, mesmo que não seja o carro ideal…eu acho sem sentido fazer isso, mas cada um usa o salário como bem entende.

    • Luis Burro

      Vc se refere aos herdeiros pq duvido q os fundadores iam querer isto, eles tinham visão bem diferente naquela época e ñ iam se vender desta maneira!

      • Dudu Pimentel

        Querer mudar, tb acredito que não iriam querer, mas prá manter os negócios bem é preciso acompanhar o mercado e se eles não acompanharem mercado vão ficar prá trás e isso pode matar os negócios da marca, logo terão que mudar.

        Quem manda no mercado SEMPRE será o consumidor e a para lucrar e se manter no mercado as marcas tem que dar o que a maioria procura, não o que eles tem de tradição.

        Tanto esse papo de tradição não cola e sim que o lucro é mais importante, que teve marca que passou a usar tecnologia que segundo a tradição NUNCA usaria, mas como o consumidor exigiu e quem aderiu, se deu bem, essa marca está fazendo o mesmo. Que marca é essa? Ferrari (sempre jurou de pés juntos que jamais usaria motor que não fosse à combustão…mas foi só os concorrentes passarem a ser híbridos e tendo desempenho melhor e vendendo mais, que correram atrás e lançaram a LaFerrari, que é V12 6.3 + motores elétricos com sistema KERS, que lhe garante mais potência e torque que qualquer Ferrari até então). A mesmo tb disse que não usaria motores turbo de novo e no entanto, de novo…a concorrência usou, vendeu bem e têm melhor desempenho e passaram a adotar tb: California T, GTC4 Lusso Turbo, 488 GTB, F8 Tributo, Portofino.

        Os Bentleys sempre tiveram motores enormes, mas devido ao mercado e ainda mantém, porém, Continental GT e Flying Spur passaram a usar o motor V8 4.0 Biturbo GDI, para baixar o preço e vender mais…se fossem manter a tradição, iriam manter somente o W12 6.0 Biturbo e estariam fodidos hj.

        A Chevrolet tinha o Impala como o sedan mais tradicional da marca americana (vendido desde os anos 50), mas devido a alta procura por SUV e a abaixa por sedans, ele saiu de linha…o Ford Taurus foi pelo caminho nos EUA (só sobrevive na China)

        Conclusão: esse papo de tradição será mantido se significar lucro, senão irão deixar de lado a tradição e irão em busca do lucro.

  • Dod.

    O fato é que a maioria* dos SUVs consegue fazer exatamente o mesmo papel de uma minivan de mesmo porte e muitíssimo bem e quem comprava elas já percebeu isso. Eu mesmo tive três minivan seguidas (Meriva, Fit e Idea) que eu usava bastante para levar tralhas da família pra casa de praia e sítio ou viajar com mais duas ou três pessoas, achava elas os carros mais práticos do mundo e pensava que nunca sairia do segmento, e quando migrei para um SUV compacto (que era a única coisa que atenderia plenamente meu uso e que eu podia pagar) não senti falta de espaço ou de praticidade.

    • Henrique12

      Meriva, FIT e IDEA? Sério? kkkk

    • Paulo Lustosa

      Depende muito do crossover compacto. Dos que existem hoje, só vejo o Duster e Captur sendo os mais práticos pra órfãos de minivans compactas. Do resto, uma Spin ou o Fit são mais práticos que a maioria esmagadoras deles.

  • Rogério R.

    Parece que o carro que virá do conceito SUV elétrico Morphoz que substituirá os três modelos citados de uma vez. Pelo visto além do avanço dos SUVs a redução de custos será a prioridade já que um carro será produzido no lugar de três.

  • Diego Nascimento

    Uma tristeza! O Talisman é de babar de tão lindo!

  • LuisG

    Uma pena a Renault tirar Scénic e Espace de linha, são carros que com certeza deixarão saudades…

  • Saraiva

    Scenic tão linda ainda que nessa azul caixão de anjo.
    Mc’pode?
    Saudades de quando tínhamos uma paleta de cores generosa.

    • zekinha71

      As cores do Twingo eram muito loucas, nada convencional.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email