Elétricos Hatches Preços Renault Salões do Automóvel

Renault Zoe chega ao Brasil com preços a partir de R$ 149.900

Renault Zoe chega ao Brasil com preços a partir de R$ 149.900

O Renault Zoe, hatch compacto elétrico da marca francesa, começa a ser vendido no mercado brasileiro com preço sugerido de R$ 149.900. As duas primeiras concessionárias já foram habilitadas em São Paulo e Curitiba, e as vendas começam nesta quarta (7), após o encerramento do Salão do Automóvel.


Renault Zoe chega ao Brasil com preços a partir de R$ 149.900

As duas lojas já terão à disposição dos clientes carros para test drive e as reservas poderão ser feitas não só nas revendas, mas também através do site (ainda não ativo) eletricos.renault.com.br ou no estande da Renault no Salão do Automóvel 2018, que abrirá ao público na próxima quinta (8).

Já oferecido no Brasil através de parcerias com empresas públicas e privadas, o hatch compacto – assim como seu primo Nissan Leaf – nunca esteve disponível para o consumidor comum. Ainda assim, de acordo com a Renault, metade das vendas de carros elétricos no país provém de emplacamentos da marca francesa, que ainda tem os modelos Twizy e Kangoo em uso nessas condições por aqui.


Renault Zoe chega ao Brasil com preços a partir de R$ 149.900

Com 4,084 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,562 m de altura e 2,588 m de entre-eixos, o Renault Zoe é praticamente do tamanho de um Sandero e tem motor elétrico de 109 cavalos, bem como baterias de lítio de 41 kWh, suficientes para autonomia de 300 km (confirmado na apresentação) na vida real, pois no padrão laboratorial NEDC, o alcance é de 400 km.

A Renault ainda não explicou como será a comercialização da infraestrutura de apoio ao Zoe, como carregador doméstico ou estações de recarga rápida em locais de interesse. Porém, a simples iniciativa de sua comercialização depois de anos de presença local de forma indireta, dá ao consumidor uma nova possibilidade de automóvel com emissão zero e silêncio a bordo.

Ainda não se sabe se a Renault fará o mesmo com o comercial leve Kangoo ZE e o pequeno urbano em tandem Twizy. Por ora, o Zoe se apresenta como uma opção interessante, apesar do preço elevado.

Renault Zoe chega ao Brasil com preços a partir de R$ 149.900
Nota média 4.4 de 8 votos

  • zekinha71

    Como a Renault ouça por o preço abaixo do Bolt e Leaf, vai levar bronca do cartel.

    • GreatU2

      Que ouça, veja, sinta, cheire e prove!

    • Edgar

      O Zoe está para o Leaf como o Sandero está para um Golf…

    • th!nk.t4nk

      O Zoe é minúsculo cara. É um segmento abaixo de Bolt, i3 e Leaf.

  • Marcus Vinicius

    Está começando a reagir agora ao bmw i3 !

  • Gran RS 78

    150 mil reais? O governo deu o incentivo para que os preços fossem bons, mas continuam caríssimos e longe da maioria dos consumidores brasileiros.

    • JoSantos

      Mas achou mesmo que algum elétrico chegaria aqui por menos de R$ 100 mil?

      • Gran RS 78

        A BMW já chegou a vender o i3 no lançamento por aqui por 159 mil reais, isso antes do incentivo do governo, acho que daria para vender bem perto dos 105/110 mil reais, especialmente o Zoe que é um modelo antigo e com acabamento abaixo da média dessa categoria.

        • Ernesto

          Creio que você tenha pesquisado o valor do dólar na época que o i3 era vendido a esse preço, assim como o preço em Euros deste Zoe sem incentivos de Governos na Europa, então, por favor compartilhe para a gente.

          • Gran RS 78

            O I3 em 2015 custava 169 mil reais e o preço do dólar naquela época ultrapassou os R$4,00 e acabou fechando o ano praticamente no mesmo patamar desse ano de 2018. Portanto, daria muito bem para a BMW vender mais barato o i3, sem contar as outras marcas, pois seus modelos não são considerados premium como um BMW.

            • Ernesto

              Você está falando do ano em que houve a crise política na qual a Dilma recebeu o impeachment. Será que a BMW chegou a reajustar os valores de carros que já estavam aqui no Brasil? Em Fev/2015 o dólar chegou a R$2,57, em Maio/2015, a R$2,95. Deve-se levar em consideração que o volume importado desse carro deve ser baixíssimo, ou seja, qual o dólar que foi utilizado na importação dos carros que a BMW tinha em estoque?
              Bom, então vamos ver o valor do i3 no lançamento no Brasil: Set/2014 – valor inicial de R$225.950,00, com o dólar neste mês de Set/2014 fechando a R$2,45.
              Você falou que no lançamento o carro custava R$159.000,00, ou seja, não se deu ao trabalho de pesquisar.

              • Gran RS 78

                Amigo, eu me dei o trabalho de pesquisar sim, tanto é que mencionei o quanto que o I3 custava em 2015, pois me atentei no valor do dólar naquele ano, que por coincidência é praticamente o mesmo que temos em 2018. Claro que no lançamento dele aqui no Brasil em 2014, ele custava mais de 220 mil, afinal era um modelo com uma tecnologia completamente nova, inclusive lá fora, diferentemente do momento atual, inclusive por ter mais concorrentes de diversas marcas no mercado, e tbm temos que levar em consideração todos os tipos de incentivos que esses carros tem em qualquer parte do mundo, por isso que eu digo que hj, eles teriam que custar menos que na época do lançamento.

                • Ernesto

                  Olha o que você escreveu: “A BMW já chegou a vender o i3 no lançamento por aqui por 159 mil reais”. O lançamento do carro foi em Set/2014, com os valores que eu comentei. Use o google e tire a prova.

              • Cláudio Modesto

                Usam a cotação da Apple.

        • FrankTesl

          mas o próprio i3 teve preço aumentado, pois o pack de baterias ficou maior.

    • Olhe o preço do Bolt e do BMW I3. O Zoe esta mais barato, se formos comparar.

      • Tirando ele, voce pega o Prius de 126 mil.

        • Gran RS 78

          Na verdade o Prius terá redução de preços com o novo regime automotivo rota2030, portanto custará menos que 126 mil reais.

        • Prius Hibrido por 126k, não elétrico.

          • Gran RS 78

            Sim, mas custa praticamente o mesmo que esses modelos elétricos lá fora, portanto eles teriam que ter preços parecidos por aqui.

            • Aí temos que ver que versão do ZOE vão trazer para cá, não falaram na matéria.

              Se for a de entrada, que custa €23,490 nos EUA, aí está caro mesmo, pois deveria ter o mesmo preço do PRIUS, agora se for a SIGNATURE Nav R90 (acontece no Brasil de trazer só a melhor versão para vender a imagem), aí estaria levemente barato em proporção ao prius.

              Certeza mesmo só teremos quando anunciarem a versão.

      • Gran RS 78

        O Zoe é mais antigo que o Bolt, inclusive com bem menos autonomia das baterias, portanto tinha que custar menos mesmo.

        • Filipo

          O Zoe tem 300 km de autonomia, o Bolt tem 383 km.

        • Sim, mas nenhuma montadora coloca pra perder infelizmente. E mesmo assim, rola aquele preconceito de ser Frances e tudo mais. Mas, o Bolt eu achei caro, o I3 senão me engano custa 190 ou 199. Ai fica a briga de qual levar, bmw ou GM? E para aqueles que, pensam em economizar, vão mirar no Zoe. Fora que falta o Leaf ser lançado. E como é japones, prepara a facada..

          • Ernesto

            O Zoe é menor que o Leaf.

    • Emanuel Schott

      Chevrolet Bolt custa o dobro do Sonic nos EUA. La também existem uma cacetada de subsídios (até mais que aqui).

      Carros elétricos são caros mesmo, não espere coisa barata pelo menos nos próximos anos.

    • GreatU2

      O governo só abaixou os preços para que a Renault Zoe Conosco

    • Robert Dniro

      O Bolsonaro precisará intervir nesse mercado automotivo aqui dando incentivos e diminuindo impostos, com essa política comunista que já conhecemos a muito tempo comprar veículos novos continua sendo algo surreal para muitos, inclusive para mim.

      • MKB

        Política comunista? Disserte mais sobre…

        • Robert Dniro

          Não precisa, vocês comunistas entendem do assunto.

      • Helder

        Kkkk defecou pela boca

        • Robert Dniro

          Pela boca??? Não sabia que o teclado falava.

      • Tudo o que não precisamos é de intervenção governamental. Quanto menos Estado, melhor.

        • Robert Dniro

          Entendo, só que o governo aqui além de não ajudar só atrapalha, com cargas altíssimas pra se produzir desde o funcionário empregado que gera um custo elevado pra se manter até o produto final com mais impostos embutidos.
          O próprio Temer disse ainda na negociação do Arroto2030 que não mexeria nos lucros do governo, sendo assim os corajosos continuam pagando em média 40% do valor final do veículo.
          Com isso se vende menos gerando menos empregos e menos dinheiro circulando, travando a economia.

    • FrankTesl

      o preço de um ZoE na França é de 17.200 euros, após bônus governamental de 6.000 euros. O preço cheio é de 23.200 euros, o que em conversão supera R$100.000,00 – O imposto de importação (I.I.) foi isento, mas ainda deve acrescentar IPI de 8% (antes era 25%) e ICMS de 18% + frete e taxas de aduana.

      Era para ser bem pior, pois antes havia imposto de importação que podia ser der de 15% ou 20%, IPI de 25% etc.

    • Cláudio Modesto

      80 mil seria um preço negociável. Acima disso é forcar demais.

  • O Coringa

    Bacana esse investimento das montadoras em carros elétricos, Bolt, Zoe e Leaf. Uma pena que ainda são inviáveis pela precifiação.

    • hinotory O

      Todos carro elétrico deveria ter um motor flex para carregar a bateria, tipo do nissan e-power. 100% bateria é foda.

  • Sendo o mais barato, no momento. Bela iniciativa e se acharem caro, tem o Prius de consolo.

  • Phantasma

    Pelo menos é mais bonito que o Kwid

  • Mario

    Estão de brincadeira, né? Zoe por 150k, Leaf e Bolt por 180k !!!!!! O pobre do brasileiro ainda vai ter que inalar muito CO2!!! É assim que o governo quer incentivar os carros elétricos??? Piada! 45k doláres

    • JoSantos

      É a realidade. Um elétrico chegar por aqui custando um Onix, ou Argo ou Polo? Jamais. Quem sonhou com isso deve viver em outro mundo que não é o brasileiro rs

      • Oliveira

        elétricos e híbridos não são tecnologia para país pobres e emergentes.. fora que as peças de reposição acabam saindo muito mais caras nesses países do que peças de veículos à combustão.. para ter um noção, um banco de baterias de um Prius 2003-2009, custa cerca de mil dólares, imagina isso em reais..

        • JoSantos

          Sim, estava muito claro isso. É só ver o preço dos elétricos lá fora. Não tem como um Bolt custar o mesmo que um ONIX LTZ ou um CRUZE LT. Inovações tecnológicas infelizmente não são acessíveis de imediato para classe média/baixa.

        • awatenor

          4Kr$…sei não… a cada 100.000 kms? Pechincha… a essa altura a manutenção dos nacionais de hoje custariam muito mais nesse patamar.
          Lembre: embreagem a 60Kkm (minimo), muita (cara) mão-de-obra nas revisões, pastilhas e discos (elétricos quase não os usam), velas (e provavelmente seus cabos), bicos (solvente na gasolina e muita água no álcool), filtros de ar, combustível e óleo (e o óleo!), etc, etc, etc……como disse: será?

          • Oliveira

            4 mil mais os impostos (média de 62%), fora a mão de obra pois trocar o banco de baterias não é tarefa simples.. no combustão, a manutenção média dos primeiros 60 mil km gira em torno de 2,5 a 3 mil reais, e pra atingir essa quilometragem, eu demoraria uns 2 a 3 anos.. então, de qualquer forma, na minha situação, sairia mais caro ter um elétrico ou híbrido do que um combustão.. fora a falta de interesse..

  • awatenor

    Hum, tá… entendi… elétrico popular no Brèçil só a partir do valor de uma CASA popular… êta país bom de lucro…

  • No_Name

    Um dos carros mais interessantes da Renault.

  • Filipo

    O Governo Federal tem que aumentar o subsídio a este tipo de veículo. Por esses preços, não dá!

    • leitor

      Não precisa de subsídio pra isso. Basta ter um imposto justo. Aqui os impostos são quase o mesmo preço do produto.

  • SDS SP

    Vou continuar emitindo muito CO2 por enquanto…

  • Paulino Lino

    Não existe justificativa pra um valor tão exorbitante pra um carro minúsculo elétrico (ah já sei a carga tributária é muito grande e tal) mesmo assim não justifica. 150k deveria ser preço de SUV elétrico compacto por aqui

    • JoSantos

      A versão mais barata do Zoe em Portugal está 28.992 Euros que na conversão direta hoje daria quase 125 mil reais.

      • th!nk.t4nk

        Sim, mas tem os retorno de impostos do governo nesse valor ainda. Continua caro (preço de Golf), mas é uma boa pra quem tá louco pra ter um elétrico e anda basicamente só na cidade.

  • Cicero Santiago

    Enquanto não descobrirem uma bateria mais barata queade lítio, o carro elétrico sempre será Carro de Barão, de classe média altae dos ricos. O que Deu deixai carro caro é o banco de baterias.

  • Dod, o verdadeiro :D

    Mais um brinquedo de rico.

  • SK15

    Bem nunca terei um elétrico nesse pais pois nada abaixa de preço, só sobe, então seguindo a cartilha em breve já estará ocorrendo os aumentos desses preços nem um Kwind vai da pra comprar daqui 5 anos …

  • Luccas Villela

    PQP, que foda. Enfim o futuro está batendo a nossa porta, pena que os preços ainda são proibitivos. Digamos que está 2,5X o preço de um Sandero “””””equivalente””””.

  • afonso200

    nunca vai ter acesso a quem realmente precisa economizar

  • Ricardo Blume

    Do jeito que andam as coisas, a única coisa elétrica que o brasileiro terá em casa será a torradeira. Tá osso ser ecologicamente correto neste país.

  • Cristian

    Pessoal aproveitando o assunto economia, indo para o meu trabalho (campo) tem uma subida bem íngreme, dura em média uns 7 min pra subir, qual das opções deve gastar menos combustível: subir em uma marcha onde a rotação fique baixa (1500/2500) porém a velocidade também baixa, ou esticar um pouco e subir com o giro e velocidade mais elevados (3500/4500) fazendo o carro subir mais “embalado”?

  • Rubens Rogatto

    150K ….em um elétrico ..pé de cabra….. Bimmer..semi nova … ilumine a mente e o bolso dos incautos.. :-)

  • Matuska

    Pensa por outro lado: daqui a 5/10/15 anos vamos falar “Lembra quando custava um veículo elétrico em 2018?” Hoje “qualquer” um pode comprar.

    • Ernesto

      Achei o seu comentário é um dos mais sensatos.

  • Klaus Nickel

    vou instalar um motor elétrico na minha bike

  • Mauricio Ferrari

    Eu acho que o verdadeiro incentivo deveria ser (já há muito tempo) para a produção dos componentes e dos veículos aqui no Brasil. Deveríamos ter nos preocupado em dominar a tecnologia primeiro, fazer parte desse clube produtivo para exportação. Em seguida, incentivar o consumo interno, algo que também já poderia ter começado há uns 5 anos. Se isso tivesse sido feito, estaríamos nos destacando nesse mercado que promete ser grande no futuro a médio prazo. Mas, planejamento no Brasil, é utopia.

    • leitor

      Se o Brasil estivesse liderando a produção disso, esses lugares que querem aparecer com proibição de carros a combustão procurariam ou inventariam outro problema para resolver.

  • Pelo visto Zoe continuará sendo, para a maioria, apenas a filha da Sabrina Sato, ou a zebrinha amiga da Peppa. Que carro caro!

  • leitor

    Cambada! Aproveitem que os SUVs Creta, Kicks e Captur ainda estão em torno da metade desse preço. Senão isso ainda vai dar muitos divórcios.

  • Raimundo A.

    O Clio IV F em Portugal parte de 14k euros enquanto o Zoe 27k. É quase duas vezes o valor. Aqui, que não temos o Clio IV FL e este é superior ao nosso Sandero que parte de pouco mais de R$ 40k, o Zoe chega por apenas R$ 150k, ou seja, quase 6X o valor do Sandero.

    Será que uma produção local do Zoe baixaria o preço para o patamar encontrado na Europa? Pouco provável. Com sorte, seria 4X o valor, e ainda é muito perante a diferença na Europa.

    Vai ser veículo para entusiasta rico, porque mesmo com redução de tributos, o preço continua muito alto.

    • FrankTesl

      Esse preço seria de um Sandero ou um Kwid?
      Um Kwid (fora as versões ultra pé de boi de trinta e poucos mil reais) razoavelmente equipado custa em torno de 38mil- zen – a 42mil – intense.

      O preço inicial de um Sandero no site da Renault BR é de R$48.000 (versões motor 1.0 3 cil SCe).

      Mesmo assim, 150 mil não é 6x (seis vezes) mais caro que 40 mil. É 3,75 vezes mais caro (150/40=3,75).

      Se fosse comparar o preço do ZoE com o preço informado do Sandero, seria 150/48 = 3,12 vezes mais caro.

      Contem também que provavelmente os carros elétricos, pelo menos na França, além dos bônus de milhares de euros concedidos, devem ter isenção ou uma redução forte do imposto sobre consumo, o IVA deles,

      Aqui no Brasil, existem (a grosso modo) dois impostos parecidos com o IVA.
      O federal, também conhecido como IPI
      O estadual, conhecido como ICMS.

      Aqui o IPI para VEs era de 25%, foi reduzido para 8% (mas pode ser até 18%, dependendo de peso e eficiência)
      Aqui o ICMS varia em cada estado, mas na maioria deve ser algo em torno de 17% ou 18%. Pode haver estados que cobrem 12%, como pode haver estados que fixem o ICMS em 25%, 30%….

      Em SP, o ICMS é 18%.
      O “””IVA brazuca””””” (forçação de barra para representar a soma de IPI+ICMS) seria 26% (8% de IPI + 18% de ICMS)

      Enquanto na França o IVA para carros elétricos pode ser zero. Alguém que more lá pode esclarecer como é a tributação de um carro elétrico na União Européia.

      Sabemos que além de isenções tributárias, os governos efetivamente concedem créditos e bônus para quem compra elétricos, o que nem de longe se cogita aqui. Foi um parto de anos só para conseguir isentar o imposto de importação e reduzir o IPI. Estados nem falam em reduções de ICMS na atual conjuntura.

  • FrankTesl

    A nissan poderia trazer o nissan note e-power, com motorização elétrica para tração e motor flex 1.0 para geração de energia.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email