Asiáticos Ecologia Híbridos Hatches

Reva: Elétrico indiano chega ao Chile

reva Reva: Elétrico indiano chega ao Chile







O mercado chileno de automóveis está recebendo um grande número de produtos vindos do oriente, principalmente da China. Mas, essa semana chegou naquele país uma opção alternativa para quem não quer gastar com combustível e ainda ajudar a reduzir a emissão de poluentes. Trata-se de um pequeno carro elétrico chamado Reva. O modelo é comercializado também nos EUA e Europa.

Sua origem é a Índia, onde o modelo é produzido também em versões com gasolina. O pequeno elétrico tem capacidade para levar quatro pessoas, apesar do seu tamanho. Sua autonomia é de 80km e as baterias podem ser recarregadas em seis horas. O Reva atinge velocidade máxima de 70km/h, o que garante um desempenho razoável em vias urbanas de trânsito rápido. Quando é que teremos uma opção 100% elétrica em termos de automóvel no mercado nacional?

Fonte: Globo.com



  • marcos

    o problema é essa autonomia…. só 80 km e já era? :nanao:

  • Luis.J.R.

    Caramba?Isso me faz lembrar do supermini da
    gurgel.É mesmo o novo dono da gurgel poderia fazer
    uma parceria com essa reva para vende ou mesmo até
    roduzir esse carrinho aqui, já pensou. :cool:

  • Andersound_sp

    E o preço ??? depender do valor quem sabe se poderia ser uma boa ou não !!!

    :batman:

  • Se o carro é vendido nos EUA, atende a requisitos de segurança e entre outras coisas tem disponibilidade tecnológica para airbags. Interessantíssimo, sem contar que é um supermini, dá pra colocar dois na vaga de um ford ka! olha só , tem repetidor de seta na lateral… parece ótimo.

  • Giovanni

    80 km está bom demais, dá pra ir ao trabalho e voltar com folga (pelo menos pra quem não mora tão longe). Chega em casa, liga na tomada e pronto. Economiza deixando o carrão só pro fim de semana. Compraria um carrinho elétrico desses numa boa, desde que não fosse muito caro :ok2:

  • Alexandre

    é mais fácil perguntar qual carro não é vendido no chile! oh inveja(no geral!)

  • Rafael FM

    E O BRASIL NADA DE ELÉTRICO AFF ,,,, :clown: :clown: :clown: DE ELETRICOS

  • Rodrally

    [Comentario #94023 sera citado aqui]

    R$15.600.

    Saludos,

    Rodrigo Carmona

  • fl4v10r04l

    Em 1996 comprei um Fiat Uno Mille EP 4portas, vidro eletrico, ar condicionado, e o painel todo completinho (relogio digital e outras coisas que por mais que julguem simples, sumiram das versoes atuais) por R$15mil.

    Sei que os tempos são outros e a economia idem..
    Mas 15mil num supermini mais mini ainda é demais!

    Não vale mesmo!

  • Ciro

    esquece esse reva. eu quer saber se ali do lado é um Suzuki Wagon R! adoro aquele carrinho

  • Vento

    Fala sério!…estão fabricando carrinho da Lego em escala comercial?… :hauhau:
    Falando sério agora; seria uma boa opção prá quem mora em Sampa, RJ, BH, CTBA, POA…
    A receita é: carros elétricos + carros compactos -poluição – trânsito = páz na Terra… :lips:
    E a CPFL, Eletropaulo e etc…etc…, agradecem…. :craz:

    Abs;

  • Fellipe DF

    O melhor dessa notícia é saber q esse troço ñ vem parar no brasil…
    :hauhau: :hauhau: :hauhau: :hauhau: :hauhau:

  • huahuahua

    uma batida a 20 por hora na lateral disso e o motorista morre de hemorragia interna aguuuuuda… fora que o vidro vai quebrar na cara dele :cavera:

  • rafaelphanton

    A questão ai não é somente segurança do veículo e sim a econômia e baixo custo.
    Não podem exigir tanto de um carro pequeno como esse no quesito segurança pois, por pior que seja, é uma alternativa à motocicleta que, com toda certeza é bem menos seguro do que esse carrinho ai.
    Sem falar que, mesmo não tendo as facilidades da moto para transitar pois, não passa em todo lugar, pode-se ir com mais conforto, ouvindo um som e, ainda por cima, não sofrer nas chuvas.

    Carro que deve ser permitido apenas para trânsito urbano, na estrada não dá.

  • Vento

    [Comentario #94099 sera citado aqui]
    Engano seu amigo! O Smart foi muito bem no Crash test europeu, e é bem compacto também! Segurança não tem que depender do tamanho do veículo e sim da forma como ele é concebido e frabricado, pensando no item segurança!!!

    Abs;

  • huahuahua

    [Comentario #94099 sera citado aqui]

    É uma alternativa à moto com certeza, ainda mais por não poluir o meio onde vivemos, mas, ainda sim, uma batidinha qualquer na lateral, ou na frente msm, o motorista vai sentir legal…

  • rafaelphanton

    [Comentario #94118 sera citado aqui]

    Não me enganei não.Nem disse que segurança depende do tamanho.
    Só disse que a exigência não pode ser tão grande para um veículo desse tamanho.Claro que tem que ser seguro mas, vai ser seguro até onde ele puder.
    Quanto ao Smart, dê uma batida frontal com ele contra uma F-250 por exemplo, para ver se sobra alguma coisa.
    Poxa, precisa entender o comentário antes de criticar.
    Se for assim ninguém compra moto então que, mesmo com bons projetos, nunca resistem quando levam pancadas mais fortes.


Send this to a friend