Esportivos Europa Ford Hatches

Reviravolta: Ford aposta no EcoBoost 2.3 para o próximo Focus ST

focus-st-projeção-1024x576

Informações vindas dos EUA falavam da introdução do motor Dragon, ou melhor, EcoBoost 1.5 de três cilindros, no Ford Focus ST 2020. Agora, surge nova informação sobre o esportivo que deverá aparecer oficialmente no Salão de Genebra de 2019. De acordo com a revista inglesa Autocar, o motor não irá reduzir o tamanho do propulsor, mas aumentar em relação ao atual.


A marca americana teria observado que o motor de três cilindros 1.5 e com dois turbocompressores, ficaria perto do limite de resistência. Ou seja, ele trabalharia forçado na maior parte do tempo. O objetivo era entregar 275 cavalos para peitar Peugeot 308 GTi S e Renault Mégane RS. Estes, no entanto, usam motores 1.6 THP e 1.8 TCe, maiores e de quatro cilindros numa comparação com o EcoBoost 1.5 de nova geração, usado atualmente no Fiesta ST 2019.

Para satisfazer os puristas, a Ford decidiu-se pelo maior EcoBoost 2.3 e com direito à transmissão manual de seis marchas, sem qualquer opção de câmbio de dupla embreagem Powershift ou automática com conversor. Mas, nada de algo em torno de 280 cavalos. Nesse aspecto, a empresa parece não ter embarcado numa corrida por potência, limitando o 2.3 a 250 cavalos. Ele, no entanto, usará diversos componentes da versão de 350 cavalos usada no Focus RS atual. Na série especial Red Edition, o hot hatch atinge até 375 cavalos nesse propulsor.

Ford-Focus-ST-2015-1


Joe Bakaj, vice-presidente de desenvolvimento de produtos da Ford Europa, disse que o Focus ST 2020 terá “aquela sensação divertida de dirigir”. Com muito mais torque em baixas rotações, o EcoBoost 2.3 de 250 cavalos pode até ser mais pesado que o atual 2.0 EcoBoost, mas o hatchback perdeu em média 88 kg nesta nova geração. Mas, o esportivo deve acrescentar mais peso, podendo ficar na casa de 1.437 kg. Além disso, a estrutura está 20% mais rígida, enquanto a suspensão melhorou em torno de 50% com uso de materiais mais leves e resistentes.

Já em relação ao próximo Ford Focus RS 2020, a marca americana parece ter mantido a programação em torno do motor EcoBoost 2.0 hibridizado. Nesse caso, fala-se em um sistema elétrico de 48 volts e um propulsor adicional, que elevaria a potência para além de 400 cavalos, suficientes para competir com Audi RS3 e Mercedes-AMG A45 (ou A53). Nesse caso, o câmbio obrigatoriamente terá de ser de dupla embreagem com seis velocidades e a tração será nas quatro rodas.

No caso do EcoBoost 1.5 de três cilindros, sem essa proposta esportiva, provavelmente seu uso como alternativa aos motores V6 3.5 ou 3.7 não deve ser concretizado, podendo no máximo ser uma opção viável ao 2.0 EcoBoost atual.

[Fonte: Autocar]

 

COMPARTILHAR:
  • Erivelton Freitas

    Eu olho, eu olho, e eu olho, e não tô engolindo esse novo Focus!

    • Fanjos

      O Focus atual é bem bonito, já o novo eu tb estou demorando para digerir, tirando os faróis que ficaram mais incrementados na parte interior, de resto ainda não sei se ele substitui a altura.

      • Acho que é meio aquela primeira impressão de um modelo, que acaba quase sempre causando alguma estranheza. Mas olhando atentamente, me parece ser uma boa evolução do design anterior. Me parece ser um design com bom potencial para uma boa aceitação pelo mercado.

    • Ricardo Blume

      A frente lembra muito a do Mazda 3, mas o problema é que a versão “antiga” é linda demais e ai complica mesmo.

      • Erivelton Freitas

        A Versão antiga tinha uma frente linda e uma traseira feia, essa tem uma traseira linda e uma frente feia, é uma inversão da geração anterior!

    • daneloi

      Não me desce também. O atual é muito mais bonito do que esse novo. Dá a impressão que regrediu

  • ObservadorCWB

    Como assim: “Para satisfazer os puristas…” ???? A explicação é ENGENHARIA pura e simples. A própria matéria comenta o fato dos limites de resistência.

  • Catucadao

    claro viram que a porcaria do downsizing não combina

    • Alexandre

      “porcaria do downsizing” KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      essa nem vou comentar.

      • Catucadao

        que bom assim não perco meu tempo kkk

        • Alexandre

          os dois felizes rs

          • Catucadao

            kk

      • Novaess GTO

        Eu imagino que seria um prazer imenso rodar todos os dias com o v8, gastando R$5000,00 de gasolina por mês, recendo um salário de um cidadão normal.
        O mundo seria tão mais bonito se nossos avós e nossas tias dirigissem Camaros, Mustangs ou Vipers 8.4! Kkkkkkkkkkkk

    • carlos4carros

      e nem um V8 no RS…

      • Catucadao

        claro que não… mais um v6 não ficaria ruim

        • carlos4carros

          Um V6 no ST e um V8 do RS.

          • Catucadao

            é pode ser eu acho…. pensei em um v6 melhorado mais até que é interessante um v8

            • carlos4carros

              Na minha opinião, o ronco de um V8 compensa os beneficios de um turbo de pouca litragem. Isso porque sou uma pessoa comum. Mas se fosse um piloto profissional ou mesmo se gostasse de track day, eu ia preferir um turbo moderno.

              • Catucadao

                vou de aspirado sem turbo e girando alto gosto disso… o som é marcante

  • Diogo

    Downsize tem limite, eu ainda desconfio da durabilidade desses motores que já estão rodando por aí.
    Pena que só o RS terá um câmbio DCT, que triste isso.
    Espero que o novo Focus venha pro Brasil e venha com a versão manual.

    • PEDAORM

      O conceito foi superado pelo rightsizing, onde não se usa motores tão subdimensionados.

    • FocusMan

      Aguarde e verá a surpresa. Como comentei aqui bem antes do lançamento que o cambio do modelo civil tinha surpresas e realmente veio com 8 marchas ao inves das 6 propagandeadas.

    • leandro

      Olha o futuro pode dizer mas os tsi 2.0 do vw tem boa reputação os caminhões ja fizeram isso a muito tempo e funciona mas com limites recentemente a valtra tratores tentou meter potencia de 6cc num 4cc e desistiu depois aumentou a cilindrada num 4cc obtento sucesso ou seja fez o downsize mas fazendo um meio termo tirou 2 cc e aumentou a cilindrada no menor.

      • Diogo

        Pois é, são 2.0 que estão sendo substituídos por 1.5.

        • leandro

          Com certeza durabilidade vai cair mas hoje tudo é feito para durar menos.

  • PEDAORM

    Comentei exatamente sobre isso na outra matéria que se especulou o 1.5 no ST. Muita potência para o motor.

    • Piston head

      Haja coxim pra dar conta!

  • FFSB

    Aos poucos o novo Focus (MK4) vai descendo. Começo a achá-lo simpático, até bonito (embora tenha perdido um pouco da identidade visual). Certamente ao vivo será bem melhor a impressão.

    Interessante a possibilidade de comparação que o NA deu ao colocar o novo modelo (projeção ST) e o “antigo” (real): o MK3 já pareceu velho.

  • FocusMan

    A questão é que novos estudos mostram que motores com capacidade volumétrica abaixo de 2000 cilindradas tendem a ter menor eficiencia. Veremos milhões em desenvolvimento sendo jogados fora próximos anos pois os motores voltarão a crescer

    • Catucadao

      já está na hora de termos motores grandes novamente

  • FocusMan

    Também será surpresa a potência. A reportagem está enganada sobre.

  • Lucas

    motor mais pesado? só muda virabrequim e as bielas, visto que o EB 2.0 usa o bloco alto dos Duratec 2.3/5.. acrescimo de peso irrisório…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email