Jeep Manutenção Preços

Revisão Jeep: preços $$ e detalhes

Revisão Jeep: preços $$ e detalhes

A Jeep possui um programa de revisões para seus cinco modelos vendidos no mercado brasileiro, apesar de colocar apenas dois deles em evidência, por conta de sua produção nacional em Goiana-PE. A marca americana oferece diversos serviços em sua rede autorizada, além de produtos específicos para os clientes.


Entre estes está a Garantia Estendida, que pode ser de 12 ou 24 meses, além dos três anos de garantia de fábrica. Outro produto oferecido é a Revisão Sob Medida, na qual o cliente paga antecipadamente por revisões futuras, evitando assim possíveis aumentos de preços e garantindo maior comodidade na hora da manutenção. Pode-se adquirir de duas a oito revisões para carros flex e de duas a cinco revisões para os carros diesel.

A Jeep ainda oferece o Mopar Vehicle Protection, que é um serviço de assistência pós-venda que possui serviços exclusivos 24 horas em todo o território nacional. Além disso, permite ainda a aquisição do Privillege Service por mais 12 ou 24 meses de proteção adicional, além da garantia de fábrica.

Na rede Jeep, existem dois programas de revisão: Express Lane e Oficina Jeep. O primeiro é um serviço rápido de manutenção, feito em apenas 60 minutos e inclui troca de óleo, troca de filtros, substituição de bateria e lâmpadas, troca de pneus, alinhamento e balanceamento, substituição de molas e amortecedores, troca de pastilhas e discos de freio, troca de palhetas de limpadores e higienização de ar condicionado.


Na Oficina Jeep, além dos serviços acima, a marca americana ainda garante reparos mecânicos e elétricos, funilaria e pintura, ar condicionado e instalação de acessórios Mopar. A rede Jeep conta atualmente com 177 lojas em todo o país. As revisões para motores flex são feitas a cada 12.000 km, enquanto os motores diesel necessitam de revisão com intervalos de 20.000 km.

Em seu site, podem ser consultados os valores das revisões flex e diesel dos modelos Compass e Renegade, enquanto os importados Cherokee, Grand Cherokee e Wrangler só consultando o call center da marca. Porém, para trazer a informação correta, tivemos de entrar em contato com a assessoria de imprensa da empresa para obter tais valores.

Porém, não conseguimos uma resposta da FCA sobre o assunto via assessoria, que não nos retornou. Então, entramos em contato com o serviço de atendimento ao consumidor da Jeep, conforme indicado no próprio site da marca. Após certa espera, nos foi informado que os valores das revisões dos três modelos importados só poderiam ser adquiridos nos revendedores. Ou seja, não teríamos um valor correto e nacional para informar. Diante disso, fica apenas a informação (do site) que o trio tem revisões a cada 12.000 km (gasolina) ou 20.000 km (diesel). Se for por tempo, o período entre as revisões é de somente seis meses.

Renegade Flex

Revisão Jeep: preços $$ e detalhes

O Renegade tem revisões a cada 12.000 km. O SUV compacto da marca americana tem custo com revisões até 60.000 km com um valor até adequado, diante da proposta do modelo nessa versão Flex. São R$ 3.962 em cinco revisões, sendo que a mais cara é de 60.000 km. Até 36.000 km, o custo fica em R$ 1.995. O modelo tem motor E.torQ Evo 1.8 com 135 cavalos na gasolina e 139 cavalos no etanol, além de 18,8 e 19,3 kgfm, respectivamente. O câmbio pode ser manual de cinco marchas ou automático Aisin com seis velocidades. A tração é dianteira e a suspensão frontal é mais baixa que na versão diesel.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.8

12.000 km

R$ 362,00

24.000 km

R$ 770,00

36.000 km

R$ 863,00

48.000 km

R$ 778,00

60.000 km

R$ 1.189,00

Total

R$ 3.962,00

Renegade Diesel

Revisão Jeep: preços $$ e detalhes

O Jeep Renegade com motor diesel 2.0 Multijet II de 170 cavalos e 35,7 kgfm, tem revisões a cada 20.000 km, compreendendo assim três paradas para manutenção periódica até 60.000 km. As três custam R$ 3.616, um custo menor que o da versão flex. O SUV nessa configuração traz também transmissão automática ZF 9HP de nove marchas e sistema de tração nas quatro rodas com modos de condução e terreno, além de bloqueio do diferencial e reduzida. O utilitário esportivo tem ainda controle de saída e descida, bem como suspensão traseira McPherson e altura dianteira elevada em comparação com a versão flex.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 2.0 Multijet

20.000 km

R$ 823,00

40.000 km

R$ 1.351,00

60.000 km

R$ 1.442,00

Total

R$ 3.616,00

Compass Flex

Revisão Jeep: preços $$ e detalhes

O Jeep Compass, quando equipado com motor 2.0 Tigershark Flex de 159 cavalos na gasolina e 166 cavalos no etanol, tem revisões a cada 12.000 km, o mesmo em relação aos demais produtos da marca americana quando abastecidos com gasolina ou flex. No SUV de porte médio, o custo de revisão até 60.000 km é mais alto que no Renegade, alcançando R$ 4.323. Em média, as primeiras revisões do Compass são mais baratas, mas a de 60.000 km custa muito alto: R$ 1.526. O modelo tem ainda tração dianteira apenas e transmissão automática de seis marchas.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 2.0

12.000 km

R$ 453,00

24.000 km

R$ 748,00

36.000 km

R$ 828,00

48.000 km

R$ 768,00

60.000 km

R$ 1.526,00

Total

R$ 4.323,00

Compass Diesel

Revisão Jeep: preços $$ e detalhes

No Compass Diesel, a revisão segue o padrão da Jeep com intervalos de 20.000 km. As três revisões até 60.000 km custam R$ 3.920, um valor até atrativo se compararmos com os preços do modelo atualmente. Assim como nos demais, a revisão de 60.000 km é a mais cara. Por fim, o modelo usa motor 2.0 diesel de 170 cavalos, câmbio automático ZF de nove marchas e tração nas quatro rodas. O modelo atualmente é o líder de vendas no segmento de SUVs, sendo um produto que virou referência no mercado.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 2.0 Multijet

20.000 km

R$ 882,00

40.000 km

R$ 1.361,00

60.000 km

R$ 1.677,00

Total

R$ 3.920,00

Cherokee

Revisão Jeep: preços $$ e detalhes

O Jeep Cherokee é oferecido no Brasil nas versões Longitude, Limited e Trailhawk, todas equipadas com motor a gasolina Pentastar V6 3.2 de 271 cavalos e 32,2 kgfm, tendo ainda transmissão automática de nove marchas e tração nas quatro rodas. O modelo é feito sobre a plataforma global da FCA CSUW e tem motor e câmbio em transversal. A base é a mesma que sustentou os modelos Chrysler 200 e Dodge Dart enquanto existiram nos EUA, assim como os Fiat Viaggio e Ottimo na China. Todos esses saíram de linha e restou apenas o SUV da marca americana. É um SUV bem completo e que entrega bastante conforto e sofisticação, especialmente com a multimídia Uconnect com tela de 8,4 polegadas.

Grand Cherokee

Revisão Jeep: preços $$ e detalhes

Importado dos EUA, o Jeep Grand Cherokee vem nas versões Laredo e Limited com motor V6 3.6 Pentastar de 286 cavalos e 35,4 kgfm, tendo transmissão automática ZF de oito marchas e tração nas quatro rodas. O modelo é o suprassumo do luxo da Jeep, mas já sente o peso da idade, pois ainda usa uma plataforma da extinta DaimlerChrysler. Com excelente acabamento e muito couro, o SUV topo de linha em breve perderá a coroa, pois o chamado Grand Wagoneer pretende arrebatar-lhe o trono e bater de frente com o Range Rover.

Grand Cherokee Diesel

Revisão Jeep: preços $$ e detalhes

Outra opção é a versão TurboDiesel, que tem motor VM Motori 3.0 V6 com 241 cavalos e 56 kgfm. Da mesma forma, tem tração integral e câmbio automático de oito marchas. O SUV de luxo sempre foi associado com motor grande, potente e gastão. E isso continua até hoje, especialmente com o Trackhawk de 717 cavalos nos EUA. Aqui, assim com lá, felizmente existe essa opção frugal, forte e limpa, a TurboDiesel. O motor é italiano, mas o restante continua sendo bem americano.

Wrangler

Revisão Jeep: preços $$ e detalhes

Ainda na geração anterior, o Jeep Wrangler é feito para atender os puristas, que querem ir cada vez mais fundo no fora de estrada. Seu motor é o V6 3.6 Pentastar de 285 cavalos e 35 kgfm. O sistema de tração nas quatro rodas é mais antigo que os demais, assim como o câmbio automático com apenas cinco marchas. Tem variante Sport (duas portas) e 4 Portas, que lá fora é conhecido como Unlimited.

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • leandro

    Nos modelos flex ao final das revisões até 60 mil km vc já fez grande amizade com o frentista do posto de gasolina

  • invalid_pilot

    O modelo Diesel tem manutenção mais barata ?

    por essa não esperava, geralmente é o inverso.

    • KOWALSKI

      Até essa altura do campeonato. Depois dos 100 mil km a coisa fica um pouco mais salgada.

      • Cruel

        Tenho uma Grand Cherokee CRD 3.0 com 160 mil Km… até agora só troca de óleo, filtros e pastilhas.

  • Vandeilson Pontes

    Parabéns ao Noticias Automotivas pela reportagem espetacular.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email