EUA Finanças Governamental/Legal Mercado Montadoras/Fábricas Preços

Revista Forbes cita NA em matéria sobre os preços abusivos de nossos carros

jeep-grand-cherokee-diesel Revista Forbes cita NA em matéria sobre os preços abusivos de nossos carros

Pois é, se você fica indignado com os preços praticados no Brasil, onde o carro custa muito mais do que em outros países, alguns quase vizinhos a nós, imagine então quando essa realidade é colocada diante de consumidores no exterior.



Foi isso o que fez a Revista Forbes, uma das mais conceituadas de economia e finanças do mundo. Ela publicou ontem (12) um artigo nos EUA sobre os preços absurdos praticados no Brasil, citando uma matéria publicada no NA sobre o assunto.

Não é de hoje que o NA vem falando dos lucros abusivos e preços absurdos praticados no país, onde o consumidor paga de 2 a 3 vezes mais por um mesmo carro vendido em outros mercados grandes. Aliás, o carro no Brasil é o mais caro do mundo.

O artigo da Forbes cita o exemplo do Jeep Grand Cherokee, que aqui custa R$ 179.900 na versão Laredo, que é a de entrada. Isso significa que o brasileiro paga US$ 89.500 por um Cherokee “básico”, segundo a publicação americana.

Nos EUA, um modelo equivalente custa a partir de US$ 28.000 (R$ 56.383), o que equivale à metade da renda americana. Aliás, mesmo um professor secundário do Bronx poderia adquirir um seminovo, segundo a Forbes.

No Brasil, US$ 89.500 por Jeep Grand Cherokee está muito distante da renda média brasileira. Anos-luz, segundo eles. E temos que concordar, afinal, em um país onde o salário mínimo é de US$ 308 e a renda per capita é somente a 75ª do mundo, comprar um carro totalmente pelado por US$ 10.500 (R$ 21.000 com IPI reduzido) é algo fora da realidade internacional.

A alta carga tributária, aliada aos exagerados lucros (para salvar matrizes em crise ou bancar prejuízos com modelos que existem apenas para ampliar mercado) das montadoras e à ineficiência do estado, faz o Brasil continuar sendo a colônia que enriquece as metrópoles.

A revista ainda compara os preços em dólar do Dodge Durango 2013, outro modelo da Chrysler que vai estar no Salão do Automóvel custando em torno de R$ 190.000 (US$ 95.000). Nos states, o mesmo modelo custa a partir de US$ 28.500.

Enfim, aqui um Grand Cherokee custa o mesmo que um BMW X5 por lá e – como eles mesmos dizem – não há status em Civic, Corolla, Cherokee ou Durango.

Infelizmente essa realidade do brasileiro não vai mudar tão cedo, continuando assim a pagar milhares de dólares a mais para sustentar mercados em crise e manter a incompetência estatal. Leia aqui o artigo da Forbes.

  • 3ic

    eu compro carro a dedo, semi-novo para durar pelo menos 200 mil km ou mais de 5 anos. se todos fizessem isso as montadoras iriam ficar a mingua e tomar vergonha na cara. A maioria compra carro como se compra celular..

    • easegantini

      Olá, comprei um Fusion 2008 no começo de 2011 com apenas 27 mil km. Agora ele está com 47 mil km. Tenho o mesmo pensamento que você sobre comprar um bom carro para durar muito. O que posso fazer para garantir que ele viva por muito tempo ainda comigo? NA, por favor, façam uma matéria sobre vida útil de carros.

      • 3ic

        Coloque o óleo recomendado pelo manual por exemplo. se ele der opção de mineral ou sintético, opte pelo mineral, para obrigar voce a trocar o mesmo de 5 em 5 mil km. correia de 60 em 60 mil km. Me mantenho longe de Css pois ja tive duas experiencias para esquecer com outros carros. O que da para fazer em casa, eu mesmo faço, pois ninguem faz o serviço com mais capricho que a gente mesmo com nossos bens. Essa receita tem dado certo comigo até hoje, pode ser a certa ou errada mas tem funcionado. MAs e o restante do pessoal, como mantém seus carros?

        • YoOdEx

          Acho que a manutenção básica como você disse é realmente fundamento. Alinhas e balancear o carro de 10 em 10 mil sempre revisando se o conjunto suspensão/amortecedor/buchas estão intactas. Trocar filtros de óleo sempre quando for trocar o óleo, trocar filtro de ar, filtro de gasolina.

          Seguir recomendações básicas do manual, nunca fazendo "ah, acho que a correia ainda aguenta mais uns 10 mil km". Principalmente cuidar do carro. Tratar ele com carinho mesmo, evitando entrar em buracos sem dó, passar devagar sobre valetas ou irregularidades, acelerar com suavidade e progressividade, evitar carregar peso em excesso. É realmente ter carinho com o carro.

          Meu pai sempre teve carros que rodaram muitos km com ele. Já rodou 190 mil km com um Astra, depois 125 mil km com outro e sem maiores problemas. QUando chega perto de 4 ou 5 anos ele procura trocar.

          • Hoosier 559

            É uma pena que aqui nesse país, a cultura recomenda que quando o carro começar a dar problemas por desgaste, esconda os problemas e venda! Aí próximo dono-trouxa que arque com os prejuízos de ter que gastar uma grana no carro.

            Muita gente acha mais negócio vender o carro, perder uns 3 a 4 mil na venda, financiar outro e perder mais uns 15 mil e viver pendurado no carnê do que investir uns 5 mil na manutenção ou reforma do carro.

          • andre_0102

            Concordo totalmente, é só cuidar bem; Acrescentaria: concertar os problemas mesmo pequenos logo que aparecem, pois esses tendem a comprometer outras áreas que só aparecem lá na frente…

        • easegantini

          Então estou tranquilo. Realizei troca de óleo no começo do mês juntamente com o fitro de óleo. Irei seguir pelo manual e trocar novamente daqui a 6 meses já que dificilmente irei andar os 10 mil km recomendados. Estou de olho no nível do óleo, pois o modelo do meu carro tende a queimar mais óleo que os carros populares. Vou fazer revisão dos 54 meses em fevereiro do ano que vem, acredito que ele estará com 50 mil km. Vou trocar o que for necessário. Meus pneus acabaram de chegar nos 10 mil km rodados.

          • 3ic

            cuidando bem vc tem um carro exelente por um bom tempo.. so não gama nele senão fica que nem eu com o monza que ja vai p 18 anos comigo..kkkkk comprei outro carro mas ele continua.

          • RMN14

            E se vc for na css e pegar uma tabela que mostra o que é trocado em cada revisão? Ou qdo chegar o momento da revisão, vai fazer um orçamento e vê tudo que eles vão trocar…aí vê o necessário e troca em outro lugar…pois cada carro é diferente do outro na manutenção….meu fit, por exemplo, as revisões mais caras são de 40k em 40k….

            • 3ic

              uma boa estratégia tb..

      • Hoosier 559

        Apoiado, seria uma boa uma matéria que falasse da vida útil dos carros, sobre manutenção e um "faça você mesmo" de serviços que podem serem feitos em casa! Incentivaria a galera que gosta de botar a mão na massa a aprenderem mais de mecânica e economizarem um pouco mais nas manutenções, e de quebra conscientizar o pessoal a consertar mais e trocar menos.

    • PEDRO_HAWK

      O problema é que atitudes como a sua forçam a montadora a baixar, digamos, R$ 1.000 do preço original, quando gostariamos que ela ocasionasse a mudança do mercado automotivo. Só essa ínfima redução é o suficiente para novos consumidores comprarem o veículo/montadora boicotado e a estratégia ir por água abaixo. O pior é que eu, por exemplo, tenho condições de comprar um carro melhor do que o que eu tenho hoje, mas não me motivo a tal. Eu me faço a pergunta "para que vou querer um carro melhor se esse supre as minhas necessidade?". As vezes parece frustrante não estar na roda do pensamento coletivo que diz "trocar de carro a cada 2 anos", mas me sinto bem assim.

      • Monty0112

        A questão creio eu, não é nem baixar só mil reais, a questão é baixar mil(proveniente de incentivos do governo claro), e as pessoas acharem que é o desconto do século e irem alucinadas comprar como se não houvesse amanhã. Fico me perguntando o que aconteceria se as vendas continuassem caindo mesmo com a redução do IPI.

        • andre_0102

          Acho que a pergunta é, como serão as vendas depois da redução de IPI? Na boa só alimentaram a crise, acho que o governo deveria pensar seriamente em manter o IPI por ai mesmo em definitivo e as montadoras devem tomar consciência de que se hj estão vendendo um pouco a mais, chegou a hora de baixar as margens, para sobreviver a crise… Antes que alguém de gargalhadas, concordo, no Brasil vela mais chorar p/ governo, endividar os clientes p/ 5 anos, pelo menos enquanto este aceitar trabalhar como louco apenas p/ manter um carro, acreditando que isso é qualidade de vida…

      • Ph4ntomf4

        Mas pelo menos ele está fazendo a parte dele, concorda? É mesma coisa que eu ultrapassar pelo acostamento porque todo mundo ultrapassa. Se os 1000,00 são suficientes para um monte de loucos ensandecidos correrem até a concessionária para trocar de carro (e pagarem 1000,00 a menos no seu usado, aliás…), não é algo que ele possa controlar.
        Mas ele, volto a dizer, está fazendo sua parte. Se servir de exemplo para algumas pessoas, já há um ciclo de conscientização positivo. Todo longa jornada começa com o primeiro passo.

        • fredklamt

          Exatamente, a mudança está condicionada (inicialmente) as atitudes individuais…

      • 3ic

        Eu sei disso amigo, mas o começo começa de algum lugar. não digo que minha solução seja a melhor , ao contrario, mas me sinto bem em não dar dinheiro na mão desses exploradores que nos fazem de gato e sapato. Ha..fujo de carros com garantias longas tb , p me sentir livre desse ciclo vicioso das montadoras e Css

        • PEDRO_HAWK

          Perfeito. Não só concordo com a sua estratégia como também a adoto, como falei no meu comentário. Apenas enfatizei que enquanto meia dúzia age assim, milhares colocarão tudo a perder por conta que a nossa atitude provocou uma leve redução e correrão aos montes às concessionárias para aproveitarem o super-mega-hiper desconto.

    • Marcola

      BRASIL, o país onde se paga R$160.000 num cherokee

      • fredklamt

        Não se esqueça dos R$ 200.000 em um Camaro…que lá, parte de US$ 22.000!
        E eu "feliz", com meu super hatch médio de US$ 30k…exclusivo no país da piada pronta!

        • rogerw31

          O Camaro SS v8 custa UsD$ 36 mil, tem preço melhor que os citados.

          • fredklamt

            Correto, esqueci de mencionar que US$ 22mil é pelo base, de apenas 300cv…aqui se compra um Cobalt com esse valor.
            Outra US$ 36mil a top lá, justificam os US$ 100mil aqui?

    • RmouraTW

      Governo e indústria automotiva = Criminosos, bandidos pilantras sem escrúpulos!

      Um mês sem comprar carro zero= repercussão MUNDIAL… que o mundo saiba que esse país safado é cruel com seu povo, pagamos muito e não recebemos nada em contrapartida, não merecemos COPA nem Olimpíadas, 2016 será um fiasco infelizmente.

      Um mês sem comprar! Todos juntos. Chega de sermos roubados e tratados como idiotas, vamos dar o troco!

      • andre_0102

        Acho que a Copa do Mundo e Olimpíadas serão um "sucesso", pelo menos p/ quem não tem noção do custo disso; teremos festa, alguns turistas, cobertura da plin-plin e no final "ninguém" vai vai achar que este gasto poderia impulsionar ou simplesmente manter instável setores econômicos importantes, ou seja o povo nunca vai saber quanto custou o espetáculo que a grande maioria só verá p/ telinha mesmo, cheia de orgulho p/ alimentar os convidados, mesmo que falte pão na mesa amanhã…

    • madnando1

      Cara, não adiantaria nada. Se não comprar, as Fábricas chutam dois mil trabalhadores pra rua, o governo entra em panico, baixa os impostos e tá tudo certo. Veja o que aconteceu com apenas UM MES DE VENDA FRACA. Baixaram IPI dos veiculos pra não mandar empregados embora…

      O problema não são os carros ofertados a nós, mas o Brasileiro, o qual me incluo com muito desgosto, não sabe gastar o seu dinheiro. E isso irá perdurar por anos, pois o momento é propício para o cara realizar aquele sonho antigo, mas depois do primeiro ou segundo carne de 60x, o cara não quer comprar mais dessa forma não…

      Somos tão emergentes quanto aquelas fezes que insiste em não sumir do vaso com a descarga….

    • Castle_Bravo

      Carro usado não é solução, além de comprar algo usado que pode ter defeitos ocultos quando da compra, ainda os preços são tão ou mais inflados que os novos, em comparação aos preços no exterior.

      Se pagas 150% num sedã em comparação ao seu preço no exterior, o mesmo carro com cinco, seis anos de anos de uso, que seria comprado por uma merreca, aqui é uns 300% mais caro, se não mais.

      • marcossadalamuller

        Também acho que comprar carro usado, não é solução. Até porque, se todos fossem comprar carro usado, o preço do carro usado encostaria no preço de carro novo, ou seja, tudo na economia é ajustado pela demanda por um certo produto. Além disso, mesmo carro usado aqui no Brasil, os preços são impensáveis. No exterior, carro usado vale nada.

        • Gregori_Costa

          Verdade, acredito que a unica solução real seria exigir carros mais completos por menor preço. A mudança em itens e preços de alguns carros antes do IPI amanteigado se devia ao brasileiro não ligado à cultura automotiva estar percebendo isso ao comprar carros importados mais completos por preços equivalentes.

          Fora isso, qualquer medida como so comprar usado apenas transferirá o problema.

        • Hoosier 559

          Uma das possíveis soluções é comprar um carro usado em bom estado e investir na manutenção, e ficar um bom tempo com ele. Mas é difícil isso eu um país de pessoas que necessitam serem vistas, com seu possante do ano e carregando um livro de 92 parcelinhas debaixo do braço. Submundo está no DNA de algumas pessoas.

          • 3ic

            isso ai, consequentemento o 0km baixaria de preço, forçando o usado tb a descer de preço. isso que seria o normal.

        • andre_0102

          A ideia da compra do carro usado é não alimentar, ou reduzir a demanda da industria, no sentido desta sentir a crise e forçar mudanças, a verdade é que enquanto o mundo fala em resseção, nossas montadoras batem recorde de envio de capital e faturamento e ainda tem a cara de pau de chorar soluções p/ o governo…

      • Carro usado é uma das soluções entre as diversas soluções… Digo que a melhor saída é o bom senso coletivo. Um carro usado é uma boa escolha se valer a pena, se a desvalorização compensar a idade e o uso sofrido… Não adianta fazer como muitos "tontos" e comprar um carro com um ou dois anos de uso e pagar quase a mesma coisa que um novo…
        Também temos que ter bom senso na compra de um novo, deixar de dar tanta importância a aparência do carro e focar no custo/beneficio, não que a aparência não importe ou que tenha que ser deixada de lado, mas a realidade brasileira não permite certos "luxos"…

        Outra solução é cuidar mais do carro e trocar de carro menos, o pessoal troca de carro todo ano, além de colaborar com os lucros das fabricantes, essa atitude faz com que a pessoa perca muito dinheiro…

        • 3ic

          tocou num ponto interessante, como citei acima, o povo troca de carro como troca de celular

    • ubiratamuniz

      Não é bem por aí.

      Esse carro seminovo que você está comprando escolhido a dedo, foi comprado zero km por alguém que troca de carro todo ano…. então.

      • 3ic

        então funciona assim: se eu e essa pessoa comprassemos carro 0 km, seriam dois a alimentar essa industria safada. se um compra e eu cmpro este usado, será apenas um a alimentar a safadeza. 50% menos compradores de carro 0 km entendeu? forçaria as montadoras a baixarem os preços ecom o tempo, os usados tb baixaria. Ai quem sabe um dia conseguiriamos chegar ao patamar dos eua

        • Castle_Bravo

          Não quer "alimentar a indústria safada" não compre carro algum, ande de ônibus. :(

          O problema não é o consumismo, eu tenho ojeriza a coisas usadas, não faria o mínimo de esforço para voltar a ter um carro usado, não me sinto menos inteligente por isto, apenas quero ser o primeiro a usar determinado item, ter algo que eu confio que não fui engabelado por algum safado que escondeu os defeitos num carro antes de me vender.

          Não quero mudar a mentalidade do brasileiro, isto é utopia, é nossa cultura enrabar quem compra algo nosso, não estou nem ligando também para a lucratividade da indústria, apenas quero ter meu bem (importado ou não) e o governo se intromete em meu caminho, destruindo o mercado com "proteções" e criando distorções, e me proibindo de comprar de outros lugares.

    • galloforte

      meu amigo o custo do carro no brasil é bem alto, vejamos, vc compra um carro zero km, tem que fazer seguro, pois furto/roubo e de mais, além disso vc tem que pagar IPVA, em mg é de 4% do valor da tabela fipe, mas qdo vai vender eles não pagam o valor da tabela fipe, deprecia seu carro uns 20 a 30%, se for ohar de forma critica, pagamos bem mais do que achamos que pagamos, se vc ficar com um carro 10 anos vc terá pagado mais de 45% de impostos para o governo de MG. abraços. a NA poderia fazer uma materia a respeito deste impostos que pagamos e não sabemos. a verdade que o carro não é nosso e sim do Estado…viva o PT e se f…nós.

    • hltg

      o Brasil precisa baixar é o custo de manutenção do carro… com isso o preço do carro vai cair naturalmente, ou seja, se é barato manter o meu "velhinho" pra que eu vou comprar um zero… lá funciona assim… agora em um pais que uma concessionária cobra R$ 840,00 por um pneu de um i30 não tem chance… detalhe o mesmo pneu comprado pela internet saiu por R$ 340,00…

      acho melhor mudarmos o rumo de nossa luta pra baixar os preços de carros no Brasil… ao invés de chorarmos para as montadoras diminuirem seus lucros em carros zeros… vamos pedir para baixarem apenas os lucros nas peças…

      ainda será um sonho… porém mais factível…

    • Edson Roberto

      Não é problema comprar carro 0km. O problema é comprar carro o valor que ele não vale. Se vc, eu, entre outros comprarem carros interessantes não necessiariamente sendo mais caros e promovessem compras de produtos para deixar o mercado mais variado, ele não seria ruim assim.

    • Long_life_tobigcars

      É a melhor ideia e concordo.

  • PCaleman

    Parabéns para a NA pela citação, trabalho sendo reconhecido em uma das revistas mais conceituadas de finanças do mundo! Parabéns!

    • RFCAR

      Essa materia é capa do UOL agora http://carros.uol.com.br/ultnot/2012/08/13/forbes

    • RALSILVA

      Verdade, isso não é pra qualquer um. Uma citação dessas é histórica para a NA. Parabéns! E continuamos na nossa luta…

    • hiperleo

      Parabéns ao Eber pelo trabalho incansável desenvolvido no NA. É um exemplo para esse país de acomodados que quando se vai ao limite, conseguimos sucesso!

    • Essa materia poderia ganhar um destaque no site….

      • pauloferrer

        tb acho!!!!! esse papo é muito importante….

    • pauloferrer

      é mesmo NA tirando onda!!! e eu q mandei a materia agora pensando q o povo do NA ainda não tinha visto!!! kkkkkkk foi mal…….

  • ADOD2009

    Gostaria de sugerir a NA que insistisse no tema e sempre publicasse matérias sobre o abusivo preço no Brasil. Ultimamente o assunto anda meio morno, mas não podemos para de lutar contra isso e NA pode manter vivo o tema com as matérias, para que cada vez mais pessoas tomem conhecimento do REAL MOTIVO DOS PREÇOS ABSURDOS DO BRASIL: MARGEM DE LUCRO CRIMINOSA!!!!

    • mark_v10

      concordo plenamente contigo! é evidente que a internet é um meio de comunicação poderoso até mais que a tv ,e quanto mais abordado esse tema mais ele irá ganhar popularidade ,irei lutar até meu ultimo dia de vida,na minha familia é expressamente proibido comprar carro novo e sempre compartilho esse tema nas redes sociais

    • ADOD2009

      Aproveitando o momento, vou sugerir a NA o tema da próxima matéria: "IMPORTADORAS FAZEM MÁGICA COM AUMENTO DO IPI". Até hj ainda não consegui entender como alguns carros importados não aumentaram de preço e alguns até dimuiram depois do aumento do IPI. Vejam como exemplo a BMW 335, antes do aumento de IPI custava R$ 295mil, hj, 30% de IPI a mais, custa os mesmos R$ 295mil. Conclusão: ou é mágia ou a BMW tinha tanta gordura no preço que absorveu todo o IPI (quase R$ 90mil) e não repassou nada. Quem aposta na última opção? Sugiro a NA que faça um levantamento e liste muitos outros exemplos semelhantes.

    • RALSILVA

      Boa ideia, tem que insistir sempre neste tema fundamental. Sugiro até uma seção do NA sobre isso ou mesmo um novo site. Mas tem que ser do NA.

      Quem sabe algo como um "NA Brasil Preços Ridículos" (puxando o título da Forbes – Brazil's Ridiculous $80,000 Jeep Grand Cherokee) não teria grande sucesso?

      Se nesse site as pessoas pudessem reclamar e assinar listas de protestos, com Facebook e o escambau, rs, exigindo mudanças, a coisa poderia pegar um vento que sequer podemos imaginar hoje…

      Se acham exagero meu, a Forbes acaba exatamente de provar que não é!

      Elber, se precisar de alguma ajuda, estou contigo!

      • PortoWF

        eu apoio Seção Permanente no NA sobre preços abusivos!

    • MM_

      O real motivo não é SOMENTE a altíssima margem de lucro. Os impostos também contribuem muito para isso.

      Uma ótima alternativa seria a obrigatoriedade da divulgação separada de preço do produto e imposto. Só que isso ninguém quer, nem fábricas, nem governo.

      • gui_cds

        Concordo, devemos primeiro entender o quanto estamos pagando pra cada "ente", pra depois reclamar deste ou daquele.

    • Riverraid2600

      Apoiado, seria interessante ter matérias educativas para quem quer comprar um carro como ver qual é sua real necessidade e não pague valores além desta necessidade.

  • brunoxeca

    Esse texto da Forbes é sensacional !

    • Cil

      Adorei o título do texto da Forbes! 80 mil dólares numa Cherokee é tão ridículo e estelar quanto um certo ex-presidente que, sem nunca ter tido um emprego público ou privado que justifique, tem uma fortuna estimada pela própria Forbes em 2 bilhões.

      Aliás, o Brazil is ridiculous! E ainda vamos hospedar os eventos de 200 bilhões de dolares. Olha que a Forbes não incluiu o preço que pagamos com as "tarifas" para o estado nos permitir ter um carro, sem que este invista um centavo na melhoria dos transportes, estão aí as obras que não serão mais realizadas da "mobilidade urbana" que não nos deixam mentir.

      Ano que vem estou provavelmente indo passar uma temporada por lá e se achar outra oferta de emprego na minha área, retorno ao BR só pra cuidar das formalidades para sair do BR enquanto é tempo. Eheheheheheeheh… Dado o governo golpista que temos, não dúvido que tenhamos que explicar até o ar que respiramos.

      O que mais me envergonhou foi "Still, entry level vehicles there cost nearly $20,000 and do not come with the same bells and whistles as an entry level vehicle in the U.S.". Pagar 20 mil dólares num carro de entrada aqui quando com 4 mil dólares a mais você compra por lá nada mais nada menos que um Camaro, é um tapa na cara. E ainda mais considerando a falta de qualidade construtiva do que é produzido aqui.

  • HugoLange

    isso ai Na… mais uma vez, mostrando q faz a diferença! parabens a todos do NA…

  • edumardecerva

    se eu fosse o dono do NA, eu tomaria um bom porre… Pq essa citação, nem o UOL tem!!! kkkkk

    • lachard

      Na capa

  • Rods

    Parabéns ao NA! Rompendo fronteiras!

    Quanto a reportagem…. Vergonha…. Só isso que sinto…. Triste ver que a maioria que compra um carro hoje, é porque que aparecer…. Mostrar que está bem de vida….

    Como meu vizinho que tem um Ford Edge com as tais rodas cromadas…. Quase nunca sai da garagem… E quando sai, a esposa usa pra levar a filha na escola….

    • andre_0102

      Pior é saber que o brasileiro(mesmo das classes mais abastadas) é um dos povos menos viajados do mundo, tem um índice de leitura baixíssimo, não frequenta meios culturais, muitos não tem casa própria, mas o carro, o futebol e o samba(mesmo que pela tv), são sonhos de consumo. "Falta cultura p/ cuspir na estrutura".

  • TTropicthunder

    "como eles mesmos dizem – não há status em Civic, Corolla, Cherokee ou Durango."

    É impressionante como ainda somos uma colônia!

    • DougSampaNA

      o que somos é uma nação que ficou decadas com o consumo amarrado pela inflação e juros astronomicos, que pouco cairam mesmo na estabilidade, até um banco espanhol reclamou que seu lucro no mundo caiu consideravelmente em função da baixa de juros no BRASIL, NO BRASIL CARA!!!!! o0/
      A ganacia aqui, tanto do Governo que quer que a base de taxação seja alta mesmo, quanto as fabricas querem sugar no lucro, que acaba liquidando o sonho de ter algo guardado pra velhice…é…é o brasileiro besta que gosta de fazer graça sendo feito de besta na cara dura pelo Governo e as indústrias…e dá-lhe COPA E OLIMPÍADAS…enquanto isso a comida ficando excassa e subindo e o Governo quietinho…

  • Danielhpe

    O brasileiro tem preguiça de ler, colaca um texto no face ninguem curte niguem lê, coloca uma foto boba não tem limite.

    • mauricio

      pior que vc tem razão… até mesmo uma foto de uma pessoa num hospital o infeliz clica em curtir sem ler o texto

      • adolfofrota

        Já cansei de espalhar as fotos e comentários do Lucro Brasil e quase não há retorno. Ninguém lê e nem ao menos finge que leu. Não estão nem aí!!!!!

        • fabio_augusto

          É amigo, realmente o buraco é mais fundo que pensávamos…
          O primeiro passo pro boicote é o brasileiro aprender a parar e ler.

          • adolfofrota

            Tb acredito nisso. É uma questão de frear o consumismo por 2 ou 3 meses, não mais do que isso, aí já haveria uma resposta, ou então, começar a pressionar o governo para redução de imposto, ou pelo menos, como primeiro passo, divulgar o quanto se paga de imposto não só nos carros, mas em tudo que consumimos!! Lendo a reportagem da Forbes, fiquei com cara de otário!!!

            • PortoWF

              Olha caras eu acho que como estratégia num primeiro momento nos deveríamos é apoiar que o governo não abaixe mais os impostos.
              Bom vcs devem imaginar q eu estou maluco né, mas vamos pensar.
              Se o povo quer "Redução nos preços dos automóveis", deveríamos primeiro pressionar as montadoras num movimento organizado, primeiramente com campanhas de informação, depois com os famosos boicotes de compra.
              Caso fosse possível organizar e realizar isso, você pode ter certeza que as montadoras com seus pátios cheios de carro correriam pro governo e ameaçariam demissões.
              Se nesse cenário o governo que já é arregão não tiver o apoio do povo vocês podem ter certeza que haveriam mais reduções de impostos para redução de preços mas as margens das montadoras continuariam altas.

              Tem países com impostos sobre veículos semelhantes ao do Brasil, galera já sabe disso.
              O que é exclusivo aqui é a Margem de Lucro estratosférica, se queremos redução permanente e significativa é nisso que temos que mirar.

              ( Só entendam eu não estou defendendo o Governo Ok, só pensem sobre o que escrevi antes de criticar)

              • andre_0102

                Eu entendo seu ponto de vista amigo, mas a verdade é que temos dois "vilões" nessa história, se o governo se retirasse da equação seria muito mais fácil pressionar as montadoras, que usam a carga tributária como desculpa p/ qualquer, ou todos os excessos.

                • PortoWF

                  Eles só usam esse discurso da carga tributária como desculpa pq por anos a tal mídia especializada fez coro ( sabemos muito bem pq) junto à Industria Automotiva, fazendo a cabeça do povo.
                  Outro destaque é que todos sabemos que o Governo Brasileiro é bastante débil em vários aspecto mas façamos nossa meia culpa pq estamos tão acostumados a meter o pau no governo que nem raciocinamos mais sobre as situações isoladamente.

                  Tipo "Caiu um Meteoro é culpa do Governo". [Generalizando]

          • mrocha_ba

            Estive essa semana em Buenos Aires e voltei com um sentimento de revolta contra o Brasileiro. Quem já foi a Argentina vai entender o que estou falando…
            Não adianta culpar o Governo e as montadoras, o problema é cultural, somos nós mesmos os responsáveis por tudo de ruim que existe no nosso país, a começar pela educação… Ver as filas nos pontos de onibus e metrô em B.A. e compara-las as do Brasil é no mínimo uma piada. Andar nas ruas da capital a noite (meia-noite) independente do dia da semana e ver os cafés, teatros, livrarias e cebos fervilhando de gente enquanto no Brasil são os bailes funk, os botecos e bares e nos interiores a boyzada com "paredão" de som, litro de Uisque na mesa e creu…
            Os movimentos sociais contra os problemas do pais são bem organizados, tendo aderência de grande parte da população, aqui reclamamos muito mas pouco fazemos.
            O resultado desse COMPORTAMENTO é visto pela organização das cidades, limpeza, ruas bem cuidadas, asfalto sem buracos …
            Foi revoltante ter visto a Renault com carros bem interessantes que não são comercializados no Brasil a exemplo do Koleos, Latitude, Megane III ou a Ford com o New Fiesta com Teto solar, novo Mondeo, Kuga e S-Max e VW com o SCIROCCO e Golf IV. Me chamou a atenção a pouca participação dos carros Coreanos nas ruas e a inexistência de carros Chineses… ehhh parece que somos taxados de consumidores burros no mercado automotivo mundial, pois nos contentamos em ter carros populares pagando preço de carros de luxo

  • Parafraseando o lema do último governo:

    Brasil: Um país de TROUXAS.

  • Marcelo_Machado

    Faltou citar parte importante do texto onde o autor tira um verdadeiro sarro do brasileiro que compra carro achando que só porque é caro ele dá status.
    Tira um verdadeiro barato dos caras que pagam fortunas por Civic, Corola, Chrysler, Dodge, Hyundai(acrescentado por mim) achando que estão abafando. Enquando que no resto do mundo, marca Premium são BMW, Mercedes, Aston Martin, Jaguar, as dos super esportivos.
    Esse povo que busca status em carro "basico" a preço de ouro é que acaba ajudando a alimentar esse nosso mercado cada vez mais distorcido.

  • MuriloSoares

    Isso é um Tapa na cara de todos os Brasileiros, é preciso uma cara de fora falar para que talvez o "Brasileiro", assim comece a exigir preços mais justos, não só em carros, mas em tudo no Brasil.

    • DougSampaNA

      Murilo, tapa na cara é lançar um carro com o visual do Derrétios, como a toyota fez, isso é tapão na fuça..

  • mauricio

    Muito boa matéria…. Para aqueles que acham que estão "abafando" com os carros citados. Só de pensar que um "professor secundário do Bronx" pode comprar um cherokee é engraçado….. E aqui há pessoas que pagam esse valor astronômico e pornográfico.

    Mas a verdade é que está na nossa cultura achar que se pagamos caro por algo é de boa qualidade e trará status perante o próximo.
    Pensamento ridiculo e aculturado….

    Só compro carro usado, mesmo tendo condições de adquirir um zero. Mesmo assim acho muito caro o usado….

    • andre_0102

      Concordo mauricio, muitos confundem ter condições com ter necessidade, também tenho condições de ter um carro novo e até muito melhor, mas tenho outras prioridades na vida também, quero conhecer o mundo, colocar meu negócio, entre vários outros sonhos, gostaria de fazer isso a bordo de um carro "ninja", mas vou me contentando em faze-lo em um carro honesto e que me é suficiente, o melhor sem dividas, financiamento nem pensar, pagar duas vezes o valor já absurdo dos carros no Brasil, nunca mais…

  • erickluuh

    É fato, e vai falar isso pra um dono de Corolla pra você ver o que você ouve, rs

    • Debraido

      Exatamente, O camarada compra um Corolla e Acha que está de BMW, sabe como é Executivo!!!! hahahha

    • Landrutt

      Exatamente, tenta também falar o mesmo pro dono de um Hyundai, qualquer que seja, ou pra um fanboy, até ameaça de morte o cara é capaz de receber!

    • Louis

      Ué, mas pelo preço que cobram por aqui é carro de status sim. Essa é nossa realidade…

    • andre_0102

      Se falar isso p/ um dono de Corolla, primeiro ele vai querer ver o seu carro, afinal se não for melhor que o dele, ele desconsidera, achando que é inveja, se o seu for melhor, ele vai morrer de inveja, fazer uma cara de coitadinho e correr no banco p/ ver se consegue aumentar o financiamento, ou seja tudo se resume a imagem… Num país onde ser professor é motivo de vergonha e ser trambiqueiro e status, oque poderíamos esperar? Triste!

    • Dragoniten

      Depende cara, meu pai comprou um Corolla XEI em 2006, mas não foi porque o carro garantia status nem nada, mas como ele mesmo falou: "talvez nunca compre um carro aqui no Brasil que seja tão confortável e gostoso de dirigir quanto esse." Comprou no último dia do mês, pegou mais de 10% de desconto no valor do carro, mais alguns acessórios 4free

      Nem todo mundo que compra Corolla é por status, aí já é preconceito.

      • erickluuh

        Ah cara é complicado, o carro foi criado para suprir necessidades como o transporte, mais hoje além de "andar" ele tem que ser bonito, moderno, enfim, se as pessoas não comprassem Corolla por status o Grand Siena / Cobalt / Versa serviriam, mais isso deixou de ser apenas uma necessidade, entende? Más é isso ai, se seu pai tem ou teve um foi por que ele mereceu ninguém o julga por isso, é que infelizmente nós pensamos e compramos errado, NO MAS !

        • Dragoniten

          Tem até hoje. E falando na criatura, tá lá na garagem dando uma lavada no carro, hahahaha. É o xodó dele :)

          Mas entendi sim. Na época que compramos, quase ficamos com um Focus Ghia, que era uma boa opção, mas o Corolla ainda era mais carro :)

  • alexsander_c

    "A alta carga tributária, aliada aos exagerados lucros (para salvar matrizes em crise ou bancar prejuízos com modelos que existem apenas para ampliar mercado) das montadoras e à ineficiência do estado, faz o Brasil continuar sendo a colônia que enriquece as metrópoles."

    Depois desse comentário não precisa dizer mais nada. É a verdade nua e crua.

    • rattrap587

      Isso aí mesmo. Somos uma colônia… Digo, nunca deixamos de ser colônia. Vivemos para sermos explorados.

  • Nasckar

    Brasil, Cultura de Zumbis !

  • madnando1

    Sim, Corolla ou Civic, é carro de entrada lá e considerado luxo aqui. Isso só mostra o nosso abismo automotivo, pois no dia que os nossos carros tiverem o patamar construtivo desses dois ai, estaremos em um outro país.

    Infelizmente, o momento é de loucura coletiva para aquisição de veiculos novos, que acho que deve durar mais uns dez anos até que o povo aprenda a comprar carro realmente. Ai teremos veiculos melhores. Por enquanto, todos se matam pra comprar sem pensar se o valor pago é condizente com o que está se levando pra garagem…

  • Gregori_Costa

    Froids sou eu, que dei PT num carro esses dias e agora tenho de comprar outro, e tudo caro, dá até desgosto entrar em loja.
    Vou acabar olhando carro usado mesmo.

    • Aconselho um Honda Fit LXL 2008 Flex. O carro vem completo, exceto câmbio automático (ou banco de couro, depende do exemplar) por um preço "camarada" de: R$32~R$35 mil. E tem o consumo médio de 11km/l na estrada e 19km/l no asfalto. Sério, adoro o carro.

      • Gregori_Costa

        Vlw Jorge, vou dar uma procura, quem sabe num acho um. Abraço.

      • andre_0102

        Tenho EX 2008 MT, não Flex (graças a Deus, pq moro no RS e aqui álcool só no copo), meu consumo é um pouco melhor na cidade pior no asfalto, paguei menos, 34K a 8messes, antes da redução de IPI é só ter paciência(procurei p/ 2-3 messes) que acha por menos…
        Sem duvida um bom popular japonês.

    • superxman2k

      Como proprietário de um Audi A4 V6 alemão usado, eu posso te garantir que é a maior lenda do mundo, achar que um carro alemão ou japonês dura mais do que um nacional. A manutenção dos importados é carissima e muito complicada. É uma roubada. O par de amortecedores traseiros do Fit custam mais ou menos R$1.600,00 e ficam com folgas na haste gerando ruido (veja o video do DR. Carro no youtube), sem contar com as bandejas que custam uma fortuna. Pelo preço de um Honda Fit com 5 anos de uso, você pode comprar um carro 0Km. Veja alguns exemplos:

      Ford Fiesta Rocam 1.6 Hatch 2013 (cat FEG3: AR, DH, ABS, AB2 e etc) R$ 33.482,30(com 4,5% desconto)
      Ford Fiesta Rocam 1.6 Sedan 2013 (cat SEE3: AR, DH, ABS, AB2 e etc) R$ 35.430,50(com 4,5% desconto)
      Novo Palio Essence 1.6 16V 4P 2013 (AR, DH, ABS, AB2 e etc.) R$36.590,00 (preço tabela)
      Novo Palio Sporting 1.6 16V 4P 2013 (AR, DH, ABS, AB2, Rodas Liga 16'') R$38.410,00 (preço tabela)

      Obs: como já fui proprietário de vários Fiestas Rocam e outros na minha familia, posso te garantir que a manutenção é baixissima. A suspensão é quase inquebravel (Ressistindo até a enormes crateras sem empenar ou fazer ruido). E o motor Rocam mesmo não sendo muito econômico, tem a melhor durabilidade no Brasil.

  • gustavoarx

    “Dormia a nossa pátria mãe tão distraída sem perceber que era subtraída em tenebrosas transações”, trecho da música “Vai Passar”, de Chico Buarque.

    • Pedro_Rocha

      E citado pelo procurador-geral da República para ilustrar o mensalão. Entretanto, no mundo ideal de Chico Buarque (Cuba) nem internet teríamos enquanto Fidel tem 4 Merças e anda com roupas da Adidas.

  • Castle_Bravo

    Enquanto não houver concorrência, continuará a haver estes preços, qualquer empresa ficaria contente tendo o Estado a "protegendo" da competição e alimentando um cartel, eu faria o mesmo mesmo, qualquer um no lugar deles faria isto.

    • Rods

      Achava que isso seria a solução….

      Mas vieram outras fábricas e só ofereceram mais do mesmo…..

      Pelos mesmos preços e a mesma baixa qualidade…

      • Castle_Bravo

        Isto não é competição, podem vir 30 marcas novas, todas estão dentro do "clubinho" da ANFAVEA.

        Quando falo em competição refiro-me a competição real, com produtos de outros países.

  • Riverraid2600

    Eu penso da seguinte forma, o brasileiro tem que entender que carro não é investimento, que é algo para simples consumo, que traz muitas despesas que aumentam conforme aumenta o valor pago por ele.

    Não digo que todo mundo deveria comprar carro semi-novo, até pq tem gente que tem capacidade financeira de comprar carro de primeira linha (BMW, Mercedez, Audi ou até Ferrari) e compra um carro 0 Km que atende suas necessidades. Eu particularmente pratico o ato em que penso no que me satisfaz, como um carro com motor 1.6 com airbag e abs, pelo fato de pegar estrada e desejar um pouco de segurança, compro o mesmo 0 Km pois prefiro não arriscar já que não sei verificar corretamente o carro usado se esta em condições realmente boas, como se já foi batido por exemplo. E posso dizer que tenho condições suficientes para comprá-lo já que nem precisei financiar e o mesmo não representa um percentual significativo do meu patrimônio.

    Agora realmente não entendo pq alguém compra um carro com valor acima de 50 mil reais financiado. Se não tem dinheiro em caixa para comprar pq não optou um modelo mais simples? E fico abismado quando alguém compra um carro nesta faixa para andar dentro da cidade somente, na minha cidade que nem tem via para velocidades altas e tudo é muito plano, eu mesmo se fosse para andar só aqui dentro, com um carro 1.0 estaria satisfeito. Acho que o brasileiro deve mesmo é mudar seus conceitos na hora de comprar seu carro.

    • MM_

      Desculpa, mas o que vc falou não faz o mínimo sentido.

      Ande por 1 dia inteiro em uma cidade como SP em um carro compacto 1.0 e depois ande em um médio com cambio automático.

      Depois me diga com qual vc chegou mais cansado em casa.

      Outra questão: financiamentos. Não é pq uma pessoa tem uma vida financeira diferente da sua que o que ela faz não tem sentido. Vc arbitrou um valor de 50 mil reais para quem compra financiado pq provavelmente é a faixa de preço de carros que vc compra. Uma pessoa mais humilde não vai entender pq alguém compra carros de mais de 30 mil financiados. Outra vai dizer que não entende pq alguém compra carros de mais de 100 mil. Cada um sabe o que faz melhor com seu dinheiro.

      Quer um exemplo? Quando comprei meu carro, que custou 68k, tinha acabado de comprar um apartamento. Estava na fase de colocar piso, etc. e gastando uma fortuna com isso. Não queria mexer em dinheiro aplicado e tbm queria ficar com uma reserva na conta corrente, até pq meu filho estava para nascer. Dessa maneira achei mais prudente financiar R$ 10.000 em 12 meses, que vou pagar rapidamente e sem pesar no meu orçamento e ainda fiquei com R$ 10.000 a mais na minha conta para algum imprevisto. Deu pra entender?

      • Riverraid2600

        Por isto disse : "na minha cidade que nem tem via para velocidades altas e tudo é muito plano". Não moro em São Paulo como vc, aqui não temos trânsito como aí, e as vias são de 60 Km/h, apenas dei um exemplo.

        A escolha da faixa de preço 50 mil pq por 40-50 mil já se compra carro 1.6 completo, com air-bag, abs com cambio manual. Se a exigência for por câmbio automático chegar aos 55-60mil, além disto é algum "luxo" a mais que vc optou em ter. As aspas da palavra "luxo" é pq realmente carro no brasil por este valor não tem nada de luxo na verdade mesmo. Vc pode sim também ter outras exigências como 6 air-bags por exemplo para ter ainda mais segurança, no meu caso já não tenho esta exigência, em outra época que eu pegava muita estrada mesmo talvez até optaria.

        Cada um usa seu dinheiro para o que bem entender já que é seu, use e seja feliz da forma que escolher. Mas acho bobeira pagar além da necessidade em um carro, em um país que vivemos com prática de preços abusivos no mesmo. Por isto defendo uma compra racional onde se leva em consideração as necessidades em ter e a capacidade financeira para sustentar aquele carro.

    • aneypassos

      Seu login me deu saudades…joguei muito qdo menino… mas ainda jogo ps3 ( black ops )…. O certo mesmo seria ficarmos mobilizados e unidos e ngm comprar carro 0km por 2 anos… ai obrigariamos realinhamento dos impostos e lucro das montadoras para termos preços pelo menos condizentes com os dos nossos vizinhos especialmente o chile….
      abs

      • Riverraid2600

        Só não sei se na pratica isto daria certo, para maioria isto seria muito radical. Pra mim de qualquer forma não compro carro nem tão cedo, meu carro tem 1 ano e meio, acho que não troco nem qdo fizer 5 anos de uso.

        Mas acho que o que vai mudar é mais informação e consciência do povo, isto não acontece do dia pra noite, mas já vem mudando com o tempo. Hoje vc fala para alguém que EUA vende carro por 1/3 do preço nosso não é algo dificil de se vizualizar, qualquer um entra no site da chevrolet ou da ford do EUA e compara com o daqui fazendo as contas do valor do dolar. Mas precisa além disso as pessoas terem mais conhecimento do valor de seu dinheiro, o quanto é bobagem pagar juros por um mero "status".

        Hoje tem pessoas que tem conciência disto que acontence com os preços de carros aqui, e já compram pensando nisto, mas para muitas o "status" fala mais alto. É do mesmo jeito que vemos com os celulares, coisa mais comum de se ver é executivo de empresa com celular simples que adquiriu junto com o plano empresarial da empresa não pagando "nada" por ele, e office boy com Iphone 4S, pago em 10X, prestações que correspondem a um bom percentual do seu salário! Mas dá pra pagar né, então tem que comprar… Esta educação financeira que temos que melhorar, é algo que nosso governo não incentiva e sim o contrário, pra Dilma tudo se resolve fazendo a população consumir sem parar pra pensar…

  • CanalhaRS

    Muito oportuna a matéria. Os preços aqui são tão altos que até os gringos ficam assombrados.

  • GilcimarChina

    Galera, acho engraçado são as seguradores do Brasil. Recentemente, adquiri um Stilo (2010/2011) e fui fazer cotação nas seguradores. Além do valor do seguro ser altamente salgado para o meu carro, eu me via obrigado a ouvir as insanas justificativas que me davam para justificar o alto valor: "está caro porque você acabou comprando um CARRÃO".

    Desde quando Stilo é carrão, gente? Se Stilo é "carrão", o que seria qualificado os verdadeiros esportivos da Ferrari, Bugatti, Porsche, Lamborghini e cia???

    Brasileiro está tão acostumado a andar de miséria, que já perdeu a noção do que é prazero nessa vida. Está tão acostumado a comer chuchu que quando come um salame, já acha que está saboreando uma legítima picanha.

    E viva a ignorância do consumidor brasileiro, que sempre irá prejudicar aqueles que são bem instruídos.

    • thiagolamim

      Seguros seria uma exelente materia para o NA.
      Fazeruma comparação com outros paises.
      e também com a renda deles.

      • andre_0102

        10 essa ideia, seguro no Brasil beira a insanidade, as seguradoras adoram a roubalheira e o descaso, não existe melhor argumento de venda, cobram oque querem, um verdadeiro Cartel. Seria legal se a NA encontrasse um especialista do setor p/ falar sobre isso, de preferencia alguém de dentro.

  • PauloEFS

    Parabéns NA! Ainda bem que há, poucos, mas há pessoas com o mínimo de consciência (grande maioria dos leitores do blog).

  • Dcyno

    Parabéns NA. Infelizmente essa situação só muda quando o consumidor brasileiro evoluir e falta muito pra isso.
    Congratulations NA. Unfortunately this situation only changes when the Brazilian consumer evolve and be long for this.

  • Jorge_Armado
    • gui_wd

      Típico comprador de Clio, vide foto. Acha que é um projeto moderno e superior a qualquer outro popular.

      • madnando1

        Se comparar com um Mille, é sim um projeto superior, e até ao Gol G4. Dentro da faixa de preço, é um carro excelente, mas esquecido. Um bom carro sem dúvida.

    • Jorge_Armado

      Não se iluda, as montadoras fazem a todos de palhaço, não somente a Renault… Vide o preço e qualidade de TODOS os carros fabricados no Brasil. Pelo visto, ou você não leu a reportagem ou então trabalha em alguma montadora do ABC paulista…

    • andre_0102

      Acho muito engraçado quando vejo estes palhaços animando feirões c/ "promoções milagrosas", o mais engraçado é ver que o povo vai p/ faca c/ um sorriso no rosto.

  • Leandro1978

    Parecem que só esquecem de uma coisa: O consumidor está disposto a pagar por isso. Sem querer defender montadora, mas me parece que elas cobram o que o consumidor está disposto a pagar. Dentro do mercado há várias opções de modelos similares com diferenças gritantes de preços, o maior exemplo é o Sentra perante Civic e Corolla. Há uma diferença acima de R$ 10.000, mas qual vende mais? Justamente os mais caros. Aliás, geralmente associam modelos menos caros a falta de qualidade… Além disso, há muitos exemplos de modelos que poderiam custar muito menos, como o Azera antigo, que chegou custando mais de R$ 100.000 e chegou a ser vendido pouco abaixo dos R$ 80.000 ou o Passat e Tiguan, que foram lançados a R$ 125.000, não vendiam e caíram para R$ 100.000 antes do facelift. Então por que o consumidor não aproveitou e fez os demais concorrentes baixarem para o mesmo patamar? Oportunidade perdida, não? Então, enquanto o próprio consumidor não se der conta disso, os preços continuarão cada vez mais caros.

    • AventadorMan

      qd vi um tio se gabando q compro um xorolla altis por 80k olha da vontade de esculachar ehehehe carro de U$ 20 mil é mta sacanagem com os brasilis mas o povo compra ne tem q se f… msm heehehh

    • alexsander_c

      Caro Leandro1978 (nasci nesse mesmo ano), o problema do brasileiro é que ele já compra o carro pensando na revenda. É o tal pensamento de que o carro é investimento, e não bem de consumo, enquanto a verdade é justamente o inverso disso.

    • O Sentra vende menos porque o povo o considera feio, o preço dos carros só vai abaixar quando o comprador aprender a deixar a beleza de lado e dar preferencia ao custo/beneficio…

    • plextor2012

      Com todo o respeito Leandro1978, eu sou um cidadão que pago impostos, acredito que como você também paga, e não estou disposto a pagar um preço exorbitante por um carro que em outros mercados é considerado um Gol, Pálio. Só aqui que Corolla, Civic e demais é carro dito "de Patrão". A verdade é que o povo paga porque não lê, ou seja, quem não lê, perece.
      Se você considerar, em outros mercados, os carros são usados durante anos e anos, rodam milhares de quilômetros até que o seu dono resolva trocar por um novo. Aqui a regra é: troque a cada dois anos. Isso é um completo absurdo.
      Cada vez mais vemos preços de peças nas alturas e carros novos, saídos da fábrica, retornando a CSS para realizar alguma troca por defeito em alguma peça. Meu carro é 2006/2007 e até hoje só tenho tido troca de óleo com ele. Trocar o carro? Tão cedo, ainda dá para rodar muito.

  • lsperott

    Eu também tenho o mesmo pensamento. Meu carro tem 4 anos. Está excelente e vou ficar pelo menos mais uns dois anos com ele. Status não me incomoda. Se umas 10 mil pessoas fizerem isso, já será suficiente para se detectar uma mudança no comportamento dos brasileiros. Também tenho condições de trocar de carro a cada 2 anos. Mas me recuso a pagar uma BMW e levar para casa um cavalo pocotó. Já que tenho que pagar caro, pagarei de tempo em tempo(que seja o mais longo possível).
    NA, continue fazendo sua parte, que é mostrar aos leitores atitudes abusivas como essa. Só assim novas gerações poderão ter um cenário melhor que o nosso.

    • eduardogege

      10 mil pessoas?! Tenha muita certeza que uma parcela muito grande dos brasileiros não troca carro com menos de 5 anos de uso, mesmo que já tenha comprado usado. Para gerar alguma revolução, pelo menos uns 10 milhoes de brasileiros precisaram mudar o hábito de compra.

  • juxliano

    E os pedágios então pessoal? Está um absurdo! Fiz algumas simulações de viagem pelo site mapeia.com.br da minha cidade para alguns destinos, e o preço do pedágio é quase o preço do combustível!

    Não sei como que é isso em outros países, queria saber!

    • AmmmmmP

      Os portugueses menos abastados não vão a praia de carro pois dizem ser o pedágio até lá caríssimo. Ouvi isso pessoalmente quando quis dirigir até o Algarve e me repreenderam para evitar o que se paga até lá…. E a Dilda quer fazer o mesmo privatizando estradas públicas que acabaram de ser reformadas para a iniciativa privada. Um presente, praticamente!

      Já pensou o brasiliense pagar pedágio para ir a Caldas Novas? o destino de lazer mais "popular" do DF?? é de correr pro lixão com garrafa da Carminha.

      • andre_0102

        Estradas novas(através do nosso dinheiro), sendo pedagiada é um absurdo, mas o pior é que muitas concessionárias não as mantém, tem estrada pedagiada que é só buraco e a fiscalização nada, os pedágios deveriam ser suspensos até as estradas estarem em condições, multa p/ reclamação e perda da concessão se o numero de reclamações ultrapassar determinado nível.

  • PortoWF

    Parabéns ao NA!
    Mesmo caras, vocês prestaram um grande serviço ao povo brasileiro ( mesmo que a maior parte nem saiba disso)
    Quem não deve ter ficado feliz são são os donos das montadoras.

  • fabio_augusto

    O meu sonho é que ficássemos 1 mês, apenas 1 mês, sem comprar carro 0km pra essas montadoras safadas sentirem na pele (e no caixa) o poder do povo e do boicote.

    • PortoWF

      O povo só se une se a Globo mandar!!!

      • rattrap587

        Nossa… Pior que é verdade!!! E quando a globosta vai veicular algo de útil para o seu público?!? Isso aí. Nunca. O lance desse canalzeco de quinta categoria é só alienar e imbecilizar que a assiste com suas novelas chatas, telejornalismo tendencioso e seus BBB´s insuportáveis.

  • KTA

    Don't worry fellows Americans, we are babaca mesmo…

    <img align="absmiddle" src="http://3.bp.blogspot.com/-CuyT2lP5Gu0/TbrP0fSVkHI/AAAAAAAAF9A/h57y4jxVeyY/s1600/republica-das-bananas.jpg"&gt;

  • thiagolamim

    engraçado que essa materia nao rendeu nem 60 comentarios..
    algumas sobre alguns carrinhos rendem mais de 300. =/
    triste.

    • fabio_augusto

      Calma cara, a matéria saiu de manhã. Deixa o povo entrar no intervalo do almoço e no final do dia pra vc ver…

    • brunoxeca

      essa matéria no UOL passa dos 1000!

    • rattrap587

      Calma que só tá começando…

  • Nasckar

    "Sorry, Brazukas" "Não há status em comprar Toyota Corolla, Honda Civic, Jeep Cherokee ou Dodge Durango; não se deixe enganar pelo preço cobrado". – Kenneth Rapoza, jornalista da Forbes. Esta frase vai ficar na história ! kkkkkkkkk!

    • andre_0102

      Pior é que as montadoras tem mais respeito p/ esse jornalista que os da nossa "imprensa especializada" que se recusa a fazer uma critica séria, avalia carros de forma superficial e sempre se mantem sobre o muro. Raras exceções…. (NA)

  • fabio_augusto

    Éber, tá certo que vc tem muitos patrocinadores, mas acredito que hoje em dia o povo tá um pouco mais consciente. Que tal colocar um link sobre "Boicote a carro 0km" como uns anos atrás? Nós que somos poucos, tivemos força pra fazer a Toyota mudar de idéia naquela repercussão do Corolla XRS flagrado. Acredito que tem como manter esse assunto no blog sem prejudicar o seu trabalho.

  • GuiBashop

    "…onde o consumidor paga de 2 a 3 vezes mais por um mesmo carro vendido em outros mercados grandes."
    Mesmo carro nada, pagamos mais por veículos inferiores.

    • fastgrip2

      Verdade…. carros totalmente capados!

  • Rods

    O R7 publicou a reportagem…. E mandou mais:
    http://noticias.r7.com/carros/fotos/carros-novos-

    Já o G1….. Xiiiiiiiiiii….

  • Felix_S

    O mal é a nossa mentalidade sub-desenvolvida: Civic, Corolla e Cherokee só dão "status" no Brasil porque o carinha que pode comprar um carro de 70, 80, 160 mil fica se achando o rei da cocada preta. E pior, ainda tem gente que compra Corolla usado por 60 mil e se acha o esperto e que achou a solução para o preço abusivo (só que agora comprando carro usado pelo preço de Durango zero)! E é justamente por isso que no México o Civic vem DE SÉRIE com 6 air-bags e controle de tração e estabilidade!!!! E aqui o cara compra um carro pelado e diz que está FELIZ!

  • renangeo29
    • AmmmmmP

      A Carta Capital tá no mesmo caminho "eloquente" da Revista Veja. Que dizer que uma matéria esclarecedora de uma revista americana se transforma em "ironia" ou "desdém" numa revista brasileira? A Carta Capital quer ser no Brasil o que nunca será: uma NewsWeek do mundo.

      Carro é sim símbolo de "status" no mundo todo, para qualquer humano que se considere minimamente bem sucedido. Tanto é que a Forbes "aponta" os modelos de lá que não são importantes, como alguns modelos da Honda, Toyota e, pasmem, da Chrysler. O 300C é o preferido disparado nos EUA. Popularidade (ou cultura pop) nem sempre é o mesmo que Popular (povão), caro Watson…

  • andre_dss

    O negócio é procurar carro usado e comprar de particular…

    • andre_0102

      Pelo menos é um atravessador a menos, mas é bom levar seu mecânico, pq o mercado é cheio de carros mal cuidados…

      • andre_dss

        Sim, mas é só procurar um pouco que tu encontra excelentes carros, em ótimo estado e com pouca quilometragem…O problema é que o dono do carro que tu vai comprar provavelmente vai alimentar a indústria de carros novos…xD

  • mr_gongora

    É a mediocridade que vivemos, infelizmente!

    Parabéns ao NA pela citação, e AGÊNCIA AUTO INFORME que fez o estudo e o texto que foi postado no NA.

  • leonardovano

    Po, faz tempo que queria me cadastrar pra comentar e essa hoje não deu pra passar! rsrs Acompanha o NA há quase 2 anos e essa história ainda tem muito pra rolar, mas esse "comentário" internacional já é um começo. Acho que muito lento, fico indignado com essas coisas de "já é um começo", nada, precisamos ser mais rápidos, mais radicais! hehehe Tenho uma montana 2004 com 140k, comprei em 2007 com 50k. Nunca tive problema e agora vendi, estava na maior expectativa da nova S10, mas a cabine simples ficou utilitária demais (e cara demais é claro hehehe). pensei na montana zero, mas aquela traseira com 1.4 e aquele preço não rola. Pensei numa ranger 2010, mas depois de meses avaliando carros, pensei numa montana 2010 mesmo, desenho antigo. Adoro o desenho, pra mim o motor 1.8 é muito divertido e desde pivete gosto de pickups simples ou extendida, então vou de montana antiga 1.8 mesmo e só alegria, por que os outros carros estão muito absurdos, carro 0km também estão sem condições, então vai uma montaninha, mais uns 120k km com ela e me divertir com viagem, video game, kart e por ai vai! hehehe

    agora pelo lado das montadoras, os caras deixam os consumidores com 1 mes, 2 meses de espera com esses preços, imagine se fosse cobrar um preço "justo" (claro que o nosso querido governo precisaria ajudar com os impostos), não iriam conseguir entregar nada, as pessoas iam reclamar, as ruas ainda mais entupidas, ia ser uma delícia!!!

    mas em um pais que vereador ganha o salário que ganha (outros países, vereador nem salário tem), com os salários dos políticos e com esse povo cérebro de verme, dá pra perder o ânimo sim! Ao menos em casa, já são 4 que tem essa mesma ideia! Meu pai ficou com um paliozinho por 10 anos, só vendeu pq foi roubado duas vezes! kkk

    Pra cuidar do carro? evite buracos, entortar o carro na valeta / lombada, procure postos ao menos não tão ruins, óleo sempre de boa qualidade e no tempo certo, peças de qualidade (não necessariamente as mais caras) e por ai vai!!!

  • Louis

    Eu já desisti. Povão não lê Forbes… Povão quer é comprar carro novo! Fiz propaganda várias vezes na campanha "não compre carro zero em 2012", mas não adiantou nada.
    Enquanto isso, fico pelo menos 5 anos com cada carro que compro… Pelo menos não dou dinheiro a rodo para montadoras e governo.
    E o principal culpado é o próprio consumidor! Se não vendesse, baixava o preço.

  • rattrap587

    Como se não bastasse a roubalheira do governo, a enorme carga tributária, o custo de vida altíssimo, preço de combustível nas alturas, as montadoras tb não ficam atrás, cobrando preços absurdos por carroças "modernas"… É um país sem-vergonha mesmo o nosso… Onde a injustiça sempre prevalesce… Até quando vamos aguentar esses abusos intermináveis?

  • CharlesAle

    Pessoal,isso é muito culpa do governo mesmo,pois não é só automóveis que são muito caros no Brasil,mas praticamente tudo que é industrializado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!todos empresários tem culpa,não,é a carga tributária escorchante,além do custo Brasil ser absurdo,pois não temos administradores eficientes,mas sim politicos corruptos que aumentam a cada dia o já alto custo Brasil,que vão pro inferno esses politicos……

    • andre_0102

      A falta de cultura é geral… Trabalho virou motivo de vergonha é "se dar bem", motivo de orgulho! Quando a brasileiro entender que parte Europa tem carros lidos, mas não consome oque não se tem( carne e frutas são muito caras), que Educação não é prender as cria num cercadinho junto c/ uma "tia" que ganha um salário miseravelmente, nunca viajou e sua referencia cultural é novela das 8, e que pouco interessa a imagem que os vizinhos fazem de vc, mas sim a imagem que vc faz de vc, ai estaremos começando a ter uma mudança.

  • ahsoliveira

    "não há status em Civic, Corolla, Cherokee ou Durango. " kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk diga isso para quem compra esse modelos aqui!

  • xps1530

    Infelizmente essa realidade do brasileiro nunca vai mudar

  • iMeuSaco

    Mesmo uma notícia como essa não fará mudar o pensamento do mercado consumidor dessa marca no Brasil. Quem está disposto a pagar o que pagamos por um Cherokee aqui não fará muita questão de fazer uma pesquisa comparativa e de pensar racionalmente na compra. A própria extravagância de gastar dinheiro inconsequentemente já é um sinal de status na nossa cultura. Se lá é feita através de Ferraris e Lamborghinis, aqui é feita com Chrysler… O lucro absurdo continuará existindo enquanto houver idiota disposto a pagar muito por algo que não vale nem a metade do que pensam. Enquanto houver mercado burro, haverá preço exorbitante.

    As próprias montadoras já absorveram o jeitinho do povo daqui e como qualquer brasilero, vão atrás daquele amigo rico mas burro/ingênuo para viver tirando vantagem dele.

  • AmmmmmP

    NA de nananã na Forbes é formidável, em?

    Ler "faz o Brasil continuar sendo a colônia que enriquece as metrópoles" salvou o dia mais odiado do mundo, a segunda-feira. Um pelo menos pois essa realidade por aqui não muda tão cedo.

    Mas pense bem? se o carro no brasil fosse barato nossas cidades e estradas estariam tão entupidas quanto estão na China! onde se tem que provar que tem garagem para ser permitido comprar um carro.

    E mais, não temos estrutura para dar vazão para tanto carro aos preços que de hoje, imagina se fosse o mesmo preço internacional??

    • Louis

      "se o carro no brasil fosse barato nossas cidades e estradas estariam tão entupidas quanto estão na China"
      Não creio nisso.
      Quem quiser carro barato, tem aos montes nas revendas de usados. Kadett, Chevette, etc, etc, com R$ 5k na mão vc compra carro velho.

    • adolfofrota

      Acontece q vc se esquece do fator qualidade do transporte público, pois é costume, pelo menos em alguns países da europa (sei disso pq tenho assistido Property Virgins, do Fox Life), as pessoas procuram casas que ficam próximas ao transporte público. Mtas não querem carro pq não compensa se elas têm ônibus e metrô de qualidade. Caso isso acontecesse aqui no Brasil, boa parte do problema de engarrafamento seria resolvido.

    • plextor2012

      O que fez o PIB chegar, de uns anos para cá, a margens de até 7,0 pontos??? Sem dúvida alguma a venda de veículos novos. Porque o governo tem demonstrado um interesse imenso em atender, de pronto, as demandas das montadoras??? PIB alto, país repercute lá fora como um dos países com uma taxa de crescimento em expansão.
      Qualquer indivíduo que observe o mercado vai perceber isso. A questão é que o modelo (carros, carros e mais carros) que se emprega aqui vai se tornar inviável em poucos anos (acredito que em um curto espaço de tempo). Ou o governo investe em transporte ou vai haver colapso nas grandes capitais e centros urbanos. Isso é fato. Lá fora o cidadão paga um absurdo para deixar o carro em alguma área do centro de alguma cidade grande. Ainda não chegamos lá, mas já vemos indícios disso!!!

  • AmmmmmP

    A Dilda vai anunciar quarta agora um pacotão de impressionantes R$ 100 bilhões para infraestrutura (das empresas privadas, só pode! pois vai ceder nossas estradas à iniciativa privada!!) Ao meu ver, não vai adiantar muita coisa, pode anunciar até 1 TRILHÃO e será em vão porque não temos estrutura pública, vulgo "licitação" para executar tanto dinheiro, nem empresas suficientes para absorver tal montante…

    O preço alto do automóvel de certa forma controla o excesso de carros (ou carroças) nas ruas e deveria refletir em transporte público mais eficiente, mas… o "pacto" do empresariado aqui é tão forte que um sabota o outro para se favorecerem mutuamente e todos ganharem. "Investindo" na falta de ciclovias, na falta de estrads, na falta de ônibus, na falta de carros baratos, na falta de trens, de caminhões, de transporte aéreo, todos ganham.

    • Castle_Bravo

      Se quem pagamos (caro!) para nos fornecer infraestrutura não sabe como dar cabo de suas responsabilidades, desculpa, isto não é problema do cidadão e é uma desculpa pra lá de esfarrapada para nos estuprar com mais taxas "pelo nosso bem" de ter as ruas um pouco menos lotadas.

  • fabio_augusto

    A matéria de mais de 1000 comentários na página principal da UOL foi retirada. Que eficiência das montadoras e seus jabás…

    • jazzman06

      Lamentável mesmo!

      • fabio_augusto

        A UOL é reconhecida pelos jabás que recebe das montadoras. Até foi postado aqui uma vez que ela recebe $$$ por debaixo dos panos nas avaliações até das montadoras de motos. Veja as avaliações dela como são tendenciosas, puxando o saco demais de uns carros e vendo defeitos que ninguém nunca viu em outras publicações (As falhas de acabamento do Sonic por exemplo, entre outros que não me lembro).

  • Emerson_Lima

    É muito radical pedir para as pessoas não comprarem carros, pois muitos precisam. O que não se precisa é pagar caro e nem ágio. Eu fiz e faço minha parte ficando com cada carro que compro uns 10 anos. Isso mesmo: uma década. Meu último carro foi um Palio 2003, que vendi em fevereiro com 57.000 km em perfeito estado, todo original. Mas podem me perguntar: porque vender, se era tão conservado? Eu sou dentista e meu carro antigo não tinha ar condicionado. Um problema, pois preciso me apresentar muito bem e nos dias de verão eu ficava preocupado, mesmo minha cidade não sendo muito quente. Ainda sim fiquei com ele esse tempo todo. Só esse mês voltei a comprar carro, pois estava complicada minha rotina sem um. E pretendo tê-lo por uns 8 a 10 anos! Recusei qualquer forma de ágio. Portanto, foram 6 meses sem, mas pouca gente pode fazer esse sacrifício que eu pude fazer. Porém, pode continuar com seu atual veículo caso esteja servindo. Se mais pessoas comprassem racionalmente, mesmo sendo apaixonado por esse mundo automotivo, estaremos curtindo nossa paixão com preços mais justos num futuro próximo. Hoje nos cabe buscar o melhor negócio (se é que é possível…). Mas o que não se pode é criticar de forma generalizada quem compra carro novo, como percebemos em alguns comentários em várias matérias que lemos.

    • Hoosier 559

      Exatamente! O que acontece também é que poucas pessoas fazem a manutenção corretamente no veículo, o que abrevia muito a vida útil das peças. Um carro bem cuidado fatalmente durará mais do que 10 anos no mínimo se for bem cuidado.

    • Castle_Bravo

      Parabéns pelo auto-sacrifício, a questão é que isto seria absolutamente desnecessário se pudéssemos ter preços decentes, sem vivermos numa ilha fechada ao exterior. =/

  • RicardoSuroieck

    "Don’t be fooled by the sticker price. You’re definitely getting ripped off." Vai explicar isso pros donos de Civics e Corollas, que compram o carro pelo "status" e porque "desvaloriza pouco" (afinal, carro é investimento). Não que esses carros sejam ruins, pelo contrário, são carros extremamente confiáveis, por isso estão presentes inclusive nos mercados mais exigentes do mundo e tem elevado grau de satisfação. Mas são somente carros. O problema é que, em meio as porcarias nacionais, ou mais recentemente aos "carros globais feitos para mercados emergentes" (ou porcarias globais), qualquer carro regular já ganha um pseudo-status de luxo. E as coisas não são bem por ai. Como a própria reportagem da Forbes bem lembra, preço é uma coisa, valor é outra. Mas isso não entra na cabeça dos nossos brasileiros. Carro aqui é um objeto indespensável. Todo mundo precisa ter. Por mais que os preços sejam completamente distantes da renda da população. 70% da população brasileira tem renda por pessoa inferior a R$ 1200 (a chamada classe C1). Essas pessoas tem condições de ter um carro com os preços praticados no Brasil? É óbvio que não. Ainda que seja um carro de 30 mil reais, a mera compra do carro a vista comprometeria 25 meses completos da renda de um dos integrantes dessa família. Mas dai vão lá, entram em financiamentos monstruosos com juros altos, dobram o preço já alto do carro para fazer com que as parcelas caibam no bolso. Comprometem 30, 40, 50% do orçamento familiar para pagar só a parcela (sem falar em manutenção, seguro). Vivem uma vida medíocre, mas com um carro na garagem (muitas vezes de uma casa que sequer é própria). A troco de quê tudo isso?
    Dai surgem vários mitos no país. Do tipo "carro que não dá manutenção". Ora, todo carro DEVE ter manutenção, e manutenção PREVENTIVA, e o intuito dessa manutenção é evitar que o carro apresente problemas graves e pare de funcionar. Mas como a maioria das pessoas dá a vida para pagar por um carro, a maioria não faz manutenção preventiva, e depois misteriosamente os carros dão problema. E a culpa é dos carros, ora, afinal o carro deveria durar 150mil km sem trocar o óleo na cabeça dessas pessoas. Não que alguns carros vendidos no Brasil não tenham uma qualidade de construção inferior, isso sem dúvida ocorre. Mas essa situação é agravada pela própria falta de cuidado (e falta de dinheiro) dos proprietários para com a parte mecânica do veículo.
    Enfim, é uma triste realidade que vivemos aqui. Os habitantes do país pagando por aquilo que não podem ter, e os vendedores, obviamente (é assim que o sistema funciona), nadando de braçadas largas, há décadas, e cobrando preços absurdos por produtos pífios e sem valor para suprir as "necessidades" de uma população que não encara o veículo como um objeto útil, mas sim como um objeto indispensável.

    • Pedro_Rocha

      "Don’t be fooled by the sticker price. You’re definitely getting ripped off." Vai explicar isso pros donos de Civics e Corollas, que compram o carro pelo "status" e porque "desvaloriza pouco". Devo ser exceção, já que comprei um Corolla por causa da nota 4 no Latin NCAP.

      • RicardoSuroieck

        Por isso que eu acrescentei que "Não que esses carros sejam ruins, pelo contrário, são carros extremamente confiáveis, por isso estão presentes inclusive nos mercados mais exigentes do mundo e tem elevado grau de satisfação.". Mas creio que infelizmente você é excessão. Pergunte aos outros donos de qualquer carro, independentemente do preço, se eles já viram algum teste de segurança ou sabem as notas dos seus carros.
        Poucas são as pessoas que levam em consideração o fator segurança como um determinante na hora da compra, infelizmente.

  • loucoporcarro

    enquanto comprarem carro 0km isso nao vai mudar, mas não … vai la a garota de 18 anos pedi para o pai comprar um sandero stepway vermelho porque é bonitinho e tem uns adesivos.

  • RALSILVA

    Um amigo me passou mais dois exemplos gritantes:

    1) No Japão, um Honda Fit, considerado “carro de estudante”, é vendido completíssimo por cerca de US$ 10 mil, ou pouco mais de R$ 20 mil. Aqui, o mesmo veículo, sem redução de IPI, é vendido a R$ 72 mil, sendo que, no caso de uma importação direta e mantendo-se a mesma margem de lucro japonesa, custaria no máximo R$ 41 mil.

    2) O Hyundai Vera Cruz custa nos EUA, US$ 22 mil; no Brasil, R$ 129 mil (ou US$ 64,5 mil). São 3 vezes mais em dólares.

    Depois, os EUA é que são ricos…

  • 3dimensional

    Já somos chacota internacional mãe! #fuuuuuuuuuuuuuuu

  • Lokarro

    Desculpa, mas lá eles falam que Civic, Corola, Chrysler, Cherokee, não é carro de Status…

    Ah meu amigo Civic e Corola eu concordo…mas Chrysler é sim…

    A questão não é o preço que dá status como falam na reportagem…aqui o que da status é ser importado…tirando a China claro…

    Talvez não seja nos EUA pq é fabricado la…mas aqui é e falo que a qualidade de Cherokee, principalmente a nova é muito melhor que Hyundai e KIA

    • RicardoSuroieck

      Cadillac é fabricado nos EUA e tem bastante status lá. Já os Chrysler, Dodge, não tem mais status que a GM ou a Ford de lá perante o público. Isso é uma questão que acaba levando em conta sim o valor dos carros (lá) e também a história e tradição dos mesmos.
      É sempre complicado comparar mercados diferentes. Mas o concenso (e o motivo de piada lá fora) é que no Brasil as pessoas se contentam com produtos piores do que lá fora e estão dispostos a pagar por produtos de entrada, sem um status naquelas culturas, preços de luxo.

  • FordCorcel

    Depois de ler isto, só tenho vontade de vomitar…..

  • zzzepa

    ..isso tem que ser gritado todos os dias sem parar ou cansar, o brasil é do povo e não das montadoras ou de governos eleitos…até haver uma reação, ou essa m*rda explodir..tem que mudar,….

  • jvjv

    Foi mal, Brazucas!

  • rfsjparj

    Lamento, ‘brazukas’, mas não há status em Toyota Corolla, Honda Civic, Jeep Grand Cherokee ou Dodge Durango. Não sejam enganados pela etiqueta de preço. Definitivamente, estão passando a perna em vocês.

    Os gringos ainda ficam zoando a gente….

    • plextor2012

      E não deveria???

  • lucca

    E depois vem dizer que não podemos "odiar" o a trívia "carnaval-samba-futebol" ontem em Londres; pois até os gringo aplaudiam enquanto que o nosso complexo de Vira-Lata via isso como errado. Só se esquecem que um macaquinho no circo também é aplaudido.

    Aqui o povo se contenta com Hyundai (???) acha que um Stilo ou Golf impõe respeito ou mesmo que um carro deve ser seu para causar inveja no vizinho. E pior, o jeitinho brasileiro; tão alardeado por ai como sendo bom que causa isso: "Não temos dinheiro?? Não interessa, vamos parcelar em 64 vezes, o que interessa é que esse é muito "loko"!. Enquanto o Brasil só merece mesmo isso:

    [youtube DFR5oZQrIVc&feature=player_embedded http://www.youtube.com/watch?v=DFR5oZQrIVc&feature=player_embedded youtube]

    E parabéns ao NA. Grande mérito.

  • ed_almeida

    Isso só é assim por um simples motivo: O BRASILEIRO É O POVO MAIS VAIDOSO DO MUNDO!!!!
    Aqui ninguém quer saber se o aluguel da casa ou a mensalidade da escola do filho está atrasada, isso é segundo plano. Primeiro plano é ter carro zero, beber bebida cara, frequentar baladas da elite, esbanjar roupas de marca e aparecer na coluna social do jornal.
    Esse tipo de gente me enoja, mas fazer oq? Quem não tem cultura e educação realmente se resume nos bens que "APARENTEMENTE" possuem…

    • RicardoSuroieck

      Aliás, um dos meus amigos é responsável pelas finanças de um colégio de São Paulo. Valor da menor mensalidade para o ensino fundamental gira em torno de mil reais.
      Índice de inadimplência de lá: 60% !!! Mais da metade das famílias que matricula o filho lá não consegue pagar as mensalidades e acaba devendo. Pelo menos nesse caso estão investindo na educação dos filhos. Mas porque não procuram uma escola mais barata, que caiba dentro do seu orçamento? Primeiro, novamente, a idéia de que o que é caro é sempre o melhor. Segundo, a vergonha de falar para o vizinho que o seu filho não estuda na escola em que todos estudam. É impressionante a quantidade de gente que vive de aparências. Você vai olhar e o fulano está completamente falido, não tem nada. Mas não perde a pose. Isso enquanto durar o crédito, claro.

      • plextor2012

        Fato!!!

    • plextor2012

      Certíssimo!!!

  • Piemonte

    O jeito é mudar para os EUA…..

    • fabio_augusto

      Não, o jeito é se conscientizar e conscientizar os outros sobre isso.

  • edy_caceres

    ate quem não mora aqui sabe que somos lesados e roubados. brincadeira

  • kikofar

    Há 5 anos me libertei, ao menos em parte, desse sistema. Compro carros de único dono, usados, completos e confortáveis. Compro as peças de reposição básica pela net (do exterior, claro!). De cada 3, em uma eu sou taxado. Ok, paciência! Ainda assim, vale muito a pena. Só para citar um exemplo: 6 filtros de óleo do meu Accord = 31 dólares. Na concessionária UM filtro custa 120,00 reais!!! No mais, vejo sites, foruns do modelo do meu carro, vejo vídeos no youtube…. qualquer coisa que me ensine a EU MESMO trocar algumas peças. Lâmpadas queimadas, filtro de ar do motor, filtro de ar condicionado, fluidos em geral… tudo eu mesmo faço!

    Agora… o brasileiro que adora pagar de "gatão", deixar carro na concessionária, voltar de "transporte do cliente" pra casa… que faça o que quiser com seu suado (ou não) dinheiro! O meu não é capim!

    UM MÊS SEM COMPRAR CARROS NOVOS??? Que nada… o povo faz é passeata pra outros motivos idiotas!

    • plextor2012

      Comecei o mesmo processo que você. Excelente, estamos no mesmo barco!!!

    • Louis

      E tem aqueles que levam o carro na concessionária pra trocar uma lampada… Cobram 30 conto…
      Eu compro em auto-peças e troco, fica uns 2 ou 3 conto cada lampada Osram

  • dumaluf

    Muito Boa a publicação ….. o pessoal da Crysler vai correr abaixar o preço desse Lada de rico . ….

  • AntonioCarn

    Enquanto tiver quem compre… ou melhor, quem tira empréstimo para comprar carro. Aqui é o paraíso (dos bancos e das montadoras)

  • aneypassos

    Parabens NA….e tbm pro nosso governo e pras montadoras….estas sim estao muito ricas ( aqui ) e nossos governantes tbm…

  • marcelo_ricardo

    Se tirassem o financiamento dos veiculos, ja iria melhorar tudo.

    Povão não ta nem ai se custa 45K um gol completo.
    Quer saber se em 72x a parcela cabe no bolso.

    Agora com a redução dos juros então…

  • 72007998

    parabéns ao pessoal da forbes, faz o que muita revista aí vira a cara e nunca vai fazer, parabéns mesmo. Acho que vou passar a ter carro a cada 5 anos para tentar mudar essa industria, se cada um fazer a sua parte ja vai ajudar muito.

  • Long_life_tobigcars

    Infelizmente essa realidade do brasileiro não vai mudar tão cedo, continuando assim a pagar milhares de dólares a mais para sustentar mercados em crise e manter a incompetência esTatal. Leia aqui o artigo da Forbes.

    Claro que não! Jamais teremos carros a preço internacional! Enquanto houver a existência brasil e seus brasilóides e o sistema tudo que anseia igualdade perante os outros países é UTOPIA.

    Gostei também muito dessa parte que saiu no site do UOL.

    Mas a questão principal, para ele, é mostrar que o brasileiro que gasta esse dinheiro todo num modelo Jeep não deveria acreditar que está comprando um produto que lhe dê status. "Sorry, Brazukas" (sic), escreve Rapoza. "Não há status em comprar Toyota Corolla, Honda Civic, Jeep Cherokee ou Dodge Durango; não se deixe enganar pelo preço cobrado".

    O americano da Forbes disse tudo! O brasileiro sempre foi e sempre será um botocudo na genética.

  • Adorei o artigo, mostra como o brasileiro mesmo inflaciona artigos e produtos medíocres, se se provoca espanto alguém pagar 60x sem entrada em um Celta, igualmente sentimento desperta a bem instruída classe C e B que se propõe a pagar – e com alegria e satisfação – o absurdo que se pede por "lixo", produtos inaptos a rodar em muitos países. A política de ridicularizar quem fala sobre o assunto, dizendo que se trata de recalque, inveja, ajuda a manter essa máquina funcionando perpetuamente… e aí temos as famosas distorções brasileiras, onde carros de pobre no restante do mundo são executivos de luxo por aqui… carros de boy yankee ir para a faculdade caçar garotinhas virar superesportivo objeto de desejo e objetivo de muitos ricos… cada um faz o que quer com seu dinheiro, mas ninguém percebe que está contribuindo com a péssima imagem de país mentalmente atrasado que temos lá fora.

  • fan_na

    Gostaria de ver comparativos de preços, nos moldes do comparecar, mas com preço final ao consumidor, por pais, e quem sabe com conversão do dolar/euro/yen/etc. para o Real. As montadoras (anfavea) iriam fazer lobby para derrubar ou tirar o site do ar.

  • Carlosr2011

    Cada país tem sua própria realidade econômica. Esse tipo de comparação da Forbes não é séria, talvez pura falta de matéria.
    Por falar nisso, quem dera eu ter dinheiro para comprar um Civic hj.

    • Louis

      Acho que vc não entendeu nada.

  • Jason

    Ponto para o NA! Tornando-se fonte de pesquisa dos grandes no mundo.

    A propósito, achei interessante o seguinte trecho da matéria da Forbes:
    "Think of it this way, what if your American friend told you they just bought a $150 pair of Havaianas. You’d tell them they paid too much. Sure those flip flops are sexy and trendy and chic, but they are not worth $150. "
    (Pensem nisso desse modo: e se seus amigos americanos te contarem que acabram de comprar um par de Havaianas por 150$? Você diria a eles que eles pagaram muito; Com certeza esses chinelos são sexy, na moda e elegantes, mas não valem 150$)

    Essa frase é a realidade nua e crua dos preços de carros vendidos aqui. Pra eles, ter um Corolla é quase nada.. Até um mendigo é capaz de ter um. Aqui, o povo se mata de trabalhar pra pagar R$ 23000 em um Mille "pelado" e ainda se obrigam a elogiar o consumo do carro… É triste ver essas cenas acontecendo.

    Acorda povão!! Parem de alimentar o monstro.

  • rfsjparj

    vocês tem que ver a matéria na integra… humilhação!

  • diegopolla1

    Parabéns ao blog, ganhando prestígio internacional….

  • marciomvo

    Parabém à NA pela notoriedade alcançada. Isto é fruto do trabalho sério apresentado. É consolador saber que tem alguém do nosso lado, pois jamais se viu em outras publicações do gênero, tais como quatro rodas ou auto esporte, qualquer publicação desta monta.
    Por favor, continuem a nos brindar com as excelentes matérias que aqui se lêem que, de nossa parte, pagaremos com nossa fidelidade.
    Parabéns!!!

  • tiagomeyer

    Infelizmente nada acontece, qual a porcentagem da população têm acesso a essa informação? se não passa na "Rede Grobo" não tem credibilidade, grande parte não deve nem saber o que é Forbes. Enquanto tiver gente pagando 35 mil em Gol a nossa realidade nunca vai mudar, mas como carro é sinonimo de status e poder, o orgulhoso povo brasileiro vai continuar pagando fortunas por carroças motorizadas. O apatico povo do nosso país não sai na rua protestando, reinvindicando seus direitos, vai sair pra reclamar de preço de carro?

  • DavidBrasil55

    Gente, morei na Bolivia, comprei uma IX35 2011 da Hyundai OKM pelo equivalente a R$ 53.500,00, inacreditavel para o Brasil, aqui no minimo uma completa é R$ 100.000,00, pena que tive que vender quando voltei, aqui não compro nem um sedan medio completo, que horror !!!!

  • ericmon

    O que deve de ter gringo rindo de nós hein, quero nem imaginar!

  • leandrotr

    Acho que nunca mesmo os precos vao cair… qdo os impostos abaixam abaixam 5% e duram so alguns meses. O governo nao quer ceder do jeito nenhum os impostos… e alem do mais tem um problema problema é que o lucro brasil.

  • Long_life_tobigcars

    Galera, pra quem não viu, não deixem de assistir a Charge de Maurício Ricardo, sobre o Lucro Brasil ! E também não deixem de Compartilhar hein?!
    LETRA:
    Tu não és um Audi
    Nem um Mercedes Benz
    Então o que explica
    O preço que tens?
    Lá fora és três vezes
    Mais barato que aqui
    Até qnd Baixam
    O teu IPI
    O teu Fabricante
    No Brasil Cobra Mais
    Pra repor as Perdas
    Com as crises Globais
    E aqui qnd há crise
    O setor faz Pressão
    E o corte é no Imposto
    Mas no LUCRO NÃO !

  • Almir

    Muitos pensam que o povo é quem tem que fazer a pressão para os preços baixarem, eu já penso que o grande irresponsável nessa bandalheira é o governo que não respeita sequer esse povo sofrido, explorado, extorquido, mal assistido e acima de tudo, distante de toda e qualquer oportunidade de perspectiva de futuro. O vagabundo nessa novela é o governo federal que não tá nem aí pra safadeza dos aproveitadores. Podemos chamar de Casa de Mãe Joana. Não é preciso que um povo vá às ruas para reivindicar seus direitos quando já paga para alguém cumprir o papel de defensor e protetor dos direitos deste povo. Maldito governo federal.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend