Governamental/Legal

Rio Grande do Sul vai acabar com concessão de suas estradas

estrada-gaucha Rio Grande do Sul vai acabar com concessão de suas estradas

O estado do Rio Grande do Sul não vai ter mais rodovias concedidas a empresas privadas. Todos os contratos, que tem vencimento previsto para o ano que vem, não serão renovados. O anúncio foi feito ontem. A idéia do governo estadual é passar a gestão das estradas para a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), uma estatal que será criada até o ano que vem.



Só que o cidadão comum não verá muitas vantagens, pelo fato de que os pedágios continuarão sendo cobrados. O governo promete valores menores que os atuais e diz também que poderá fechar algumas praças de pedágio. A tal EGR conseguirá financiamentos com o BNDES e então usará a renda dos pedágios para pagar de volta o valor emprestado.

A associação das concessionárias de rodovias gaúchas ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas é claro que algumas disputas jurídicas acontecerão. Assim que o governo chegar a datas correspondentes a 15 anos da assinatura dos contratos com cada operadora, ele tomará as estradas de volta.

Dos 1.799 quilômetros de estradas gaúchas sob a administração de empresas privadas, 983 quilômetros de rodovias federais serão devolvidos ao Ministério dos Transportes ao passo que os 815 km de rodovias estaduais passarão à administração da EGR.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend