Rivian inicia produção nos EUA e picape R1T pronta para clientes

Rivian inicia produção nos EUA e picape R1T pronta para clientes

A Rivian Automotive iniciou as operações regulares em Normal, Illinois. A mais nova montadora americana agora está pronta para entregar seus carros aos clientes dos EUA, devido às certificações que obteve, segundo RJ Scaringe, o CEO da empresa.

Sendo a mais promissora das startups automotivas dos últimos tempos, a Rivian conquistou sócios de peso, como Amazon e Ford, dois rivais declarados de Elon Musk e Tesla, respectivamente.

Rivian inicia produção nos EUA e picape R1T pronta para clientes

Tendo conseguido US$ 10 bilhões de investidores, a Rivian rapidamente modificou a antiga fábrica da Mitsubishi nos EUA e desenvolveu seus dois produtos principais, a picape R1T e o SUV R1S, ambos montados sobre uma plataforma do tipo skate.

No caso do primeiro modelo, segundo Scaringe, os primeiros clientes receberão o produto já em setembro, como havia prometido recentemente, dado que o projeto atrasou e chegou a estar ameaçado por falta de semicondutores.

A R1T colocará a Rivian no mercado definitivamente, mas o R1S logo entrará em produção, chegando ao mercado em 2022. A Rivian também fabrica o furgão elétrico de entregas da Amazon.

Embora os consumidores ainda não tenham colocado as mãos na picape da Rivian, a empresa já tem planos ambiciosos, um deles a introdução de mais seis modelos. Outro ponto é a construção de fábricas na Europa e China.

Pelo que se falou até agora, a Rivian quer alcançar a Tesla e pretende fazê-lo seguindo seus passos. Assim, podemos esperar por uma gama que pode incluir até uma picape do porte de Fiat Toro ou Ford Maverick.

Rivian inicia produção nos EUA e picape R1T pronta para clientes

Também pode mirar uma rival para a Ford Ranger e VW Amarok, por exemplo. Nos SUVs, como o R1S é bem grande, tendo sete ou oito lugares, ficando assim espaço para modelos de cinco e sete lugares, mais abaixo.

A R1T tem em sua versão mais potente, 810 cavalos e pode ir de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos. A autonomia é de 720 km. Existem versões com menor potência e alcance.

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.