Elétricos Europa Mercado Rolls Royce

Rolls-Royce pula híbrido e parte direto para elétrico

rolls-royce-vision-next-100-3 Rolls-Royce pula híbrido e parte direto para elétrico

A Rolls-Royce sempre foi reticente quanto a mudanças radicais em seus carros, não por conta própria, mas devido aos exigentes clientes puristas, que não querem ver a essência da marca ser diluída com tendências do mercado comum.



Mas o problema é que algumas dessas tendências são sustentadas por leis e a ambiental é de longe a maior força a alterar o panorama do mercado automotivo e também as filosofias dos fabricantes, não importando se é a suntuosa de Goodwood ou a desejada de Maranello.

Todo o mundo está se movendo na direção da redução das emissões e uma parte já mira a emissão zero. Mercados como a China, que a cada ano absorve mais e mais carros de luxo, assim como o valioso mercado americano, estão querendo liderar essa mudança de direção, onde o carro elétrico e autônomo domina o cenário futuro.

Para a Rolls-Royce, após cancelar o diesel – medida mais do que justificada – agora aposta num SUV, algo impensável para o fabricante britânico, mas é o que seus clientes querem, visto que a Bentley com seu Bentayga não passam despercebidos no cenário dos ricaços. Após este, o próximo passo da inglesa é a propulsão elétrica.

De acordo com a empresa, não haverá um híbrido, nem mesmo plug-in. O foco da Rolls-Royce é partir para um luxuoso sem emissão de CO2, o que ajudará o fabricante a atender as normas de emissão futuras, mas a tecnologia só será introduzida quando estiver pronta. Atualmente, performance, autonomia e confiabilidade ainda não estão no padrão da marca, que não pretende usar seus clientes como “cobaias” no desenvolvimento de elétricos.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Send this to a friend