Finanças Governamental/Legal Mercado Montadoras/Fábricas

Rota 2030 foi adiado e governo só aprovará após reforma da Previdência

mercado-2 Rota 2030 foi adiado e governo só aprovará após reforma da Previdência

De acordo com o site Valor Econômico, a reunião entre os ministros Marcos Pereira (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) e Henrique Meirelles (Ministério da Fazenda) não teve um consenso e a decisão sobre o Rota 2030 caberá ao presidente Michel Temer.



Porém, uma fonte do governo teria revelado que a aprovação do Rota 2030 só ocorrerá após o governo conseguir a reforma da Previdência. A ideia é saber como Temer consegue articular essa alteração nas regras atuais, envolvendo os aposentados, para posteriormente decidir-se sobre o programa automotivo nacional.

Dessa forma, como se sabe, o Inovar-Auto se encerrará em 31 de dezembro sem um substituto. Se isso ocorrer, as montadoras perderão créditos de IPI e blindagem contra importações. Ou seja, quem conseguiu obter um ou dois pontos percentuais de IPI no Inovar-Auto, não conseguirá resgata-los.

mercado-2 Rota 2030 foi adiado e governo só aprovará após reforma da Previdência

 

Talvez alguns nem o façam, visto que deverão medir os consumos de seus carros anualmente, sob risco de alteração nas vendas, seja lançamento, seja saindo de linha. Isso puxaria a média para baixo e resultaria até em multa. Mas no caso do Rota 2030,  questão ainda é mais espinhosa do que resgatar os créditos de IPI.

Com o futuro do setor nas mãos de Temer, os fabricantes de veículos não podem fazer muita coisa. Outra fonte, ouvida pelo Estadão, diz que o motivo não é livre-comércio com Europa, nem mesmo a Previdência, mas sim a falta de dinheiro. Então, não haverá qualquer incentivo fiscal para 2018 no orçamento da União.

De caráter político, a decisão de Temer não deve favorecer as montadoras, pois o dinheiro para os incentivos fiscais dados ao setor nao existe. A alternativa seria tirar fundos de outras áreas. Antonio Megale, presidente da Anfavea, disse: “Não tem país com indústria automobilística que não tenha uma política automotiva”.

mercado-2 Rota 2030 foi adiado e governo só aprovará após reforma da Previdência

Para a Anfavea: “É uma decisão de País, se quer ou não ter indústria”. A entidade aponta as montadoras de luxo como elo fraco da corrente, visto que investiram muito mais que os resultados atuais apontam. Por isso, Audi, BMW, Mercedes-Benz e Jaguar Land Rover sofrerão mais sem incentivos fiscais. A Mercedes-Benz até já insinua uma retirada da produção de automóveis se o Rota 2030 não for aprovado.

Na proposta da nova política para o setor automotivo, aprovada pelo MDIC, uma sobretaxa de 10% a 15% seria imposta para que pelo menos cinco exigências fossem cumpridas. Porém, o MF entende que isso poderia gerar uma diferenciação com os importadores que não necessitam ou não podem cumprir essas metas. A Fazenda propôs, por exemplo, que essa taxação extra seja de apenas 2%.

Apenas quem não cumprir as metas estipuladas para eficiência energética, segurança veicular e etiquetagem, paga os 2%. Essa cobrança, no entanto, só ocorreria a partir de 2021, segundo a Fazenda. Já o Desenvolvimento refez a proposta com adicional de uma quarta exigência: investimento de 1,2% da receita operacional líquida dos fabricantes para pesquisa e desenvolvimento. Mas, o abatimento de até 2% ocorreria somente de 2021 em diante.

Dessa forma, 2018 aparece sem efeito sobre a arrecadação com o IPI, cujas alíquotas retornam ao patamar anterior, variando de 7% a 25%, dependendo do tipo de veículo. O que deve ser perdido é investimento em P&D no setor automotivo nacional.

[Fonte: Exame/Estadão/Valor]

 

COMPARTILHAR:
  • Alexandre Maciel

    Hahaha… agora ficou bem mais difícil. Hahaha.

    • Renan Abreu de Moura

      Vai ficar mais barato os importados?

      • Alexandre Maciel

        Claro… que não. Até sair uma nova legislação vão lucrar mais.

        • Renan

          Vão é ter mais concorrência é por consequência até ficar mais em conta que muita nacionais , esse inovar auto foi a pior coisa que foi feita nos últimos anos , me lembro de ter cerato completo a preço de Voyage e Picanto com 4 airbags a preço de Ka sem airbag e ABS nem como opcional , nem falar de i30 com 7 airbags a preço de Focus e golf 4.5 , soul a preço de Idea e Livina , isso tudo em 2010/2011 e nem falar de chineses completos a preço de 1.0 pelado como dizia o Faustão, mas a maldita fechou as importações com desculpa do inovar auto e deu no que deu , Onix Joy pelado a 46,000 reais , hb20 1.6 beirando os 60,000 , ka sem vidros elétricos a 43.000.
          Espero que não tenha rota 2030 mesmo , não quero pagar o preço de ter “carro nacional” sem segurança e qualidade a preço de ouro só pra dizer que se fabrica aqui.
          Não acho que todas vão embora , mas as pequenas que só montam em ckd (BMW,MB,suzuki…) Vão sim deixar o país.
          Resumindo , vamos sobreviver sem elas que aliás já estão chorando em Brasília sentido o cheiro de abertura de importações forçadas pela OMC que já condenou o inovar auto.

          • Alexandre Maciel

            “Vão é ter mais concorrência é por consequência até ficar mais em conta que muita nacionais”.

            E deixar de aumentar a lucratividade? Isso não vai acontecer. Obviamente deve haver redução de preço mas não tanto quanto deveria. No final das contas o brasileiro incauto verá uma redução e achará que o lucro da empresa não foi majorado com o, pelo menos temporário, fim do IPI diferenciado para importados.

            No mais, também desejo que não haja o Rota 2030. Espero apenas que consumidor e imprensa especializada acompanhem os preços dos carro que atualmente pagam IPI mais elevado.

            • Cosi fan Tutti

              Tem pelo menos umas 5 chinesas (tirando as que já estão) já querendo vir em 2018, segundo fontes, extremamente competitivas com modelos de Suvs e outros muito bem chamativos e podem ter preços bem mais em conta sim, pq senão não venderão nada. E esquecem que a questão toda da Hyundai-Kia tem a ver com escala, eles tem megas fábricas na Coreia do Sul, uma delas inclusive tem porto proprio e ate navios proprios eles tem pra transportar (ate elevadores os kras fazem), então pra eles se quiserem vão vender sim a preços muito competitivos novamente seus carros vindos da Coreia, Mexico, Eslovaquia etc… Sem contar as grandes que tem ae, vão poder trazer modelos pra competir também. É praticamente impossível não ter redução de preços na maior parte dos modelos.

          • afonso200

            azera top mais em conta que Corolla e Civic top, kkkkkk em 2010 e 2011 era assim, quem aproveitou aproveitou

      • Cyro

        Acredito que as chinesas como a JAC só estão esperando virar o ano para trazerem navios de carros e SUV a preços competitivos.

        • Renan

          Kia também, tenho um conhecido que trabalha em concessionária Kia e disse que em janeiro já chegam 2 navios cheios de carros , tão com sangue nos olhos pra vender tudo que não puderam por causa das limitações do inovar auto (só podiam vender 4.800 carros por ano sem imposto extra).
          Tomara mesmo que não tenha rota 2030 nenhuma , só concorrência livre traz melhoras e não planos automotivos , que aliás nunca tivemos até 2011 quando se lançou essa maldição chamada inovar auto.

          • afonso200

            se eles vierem com tudo eu compro, mas tem que ser preço bom que nem 2010, cerato, i30, azera a preço de banana

            • HugoL

              Não espere preços iguais àquela época, pois o dólar em 2010/11 estava na casa do 2 reais, hj ta na casa dos 3,50.

            • Davi Millan

              Não virá com preços tão baixos quanto naquela época, pois o dólar era 2,25 a 2,70. Hoje com dólar a 3,50 só da pra esperar poder comprar Azera a preço de Civic Touring.

          • Davi Millan

            Sim, a Kia virá muiiiiitooo forte para 2018! Basta ver que já estão fazendo testes para lançar o Stinger aqui. Além do novo Optima e Cadenza. Fora os SUV.

      • Marcus Vinicius

        Durante um período deve ter um preço semelhante de quando não tinha o INOVAR-AUTO !

    • Robert Dniro

      Verdade, se for depender da reforma da previdência, tchau Rota 2030, com certeza essa reforma não sai, e nem sei o porque desse desejo enorme dessa reforma pois o Vampirão já esta no fim do mandato, quer ver se consegue ferrar um pouco mais o povo?

      • Daniel

        Ele quer essa reforma a todo custo pois isso vai garantir [mais uma] aposentadoria pra ele.
        Ou vc acha que ele não tá recebendo uma gorda comissão pra isso?

        Esse cara só está governando para os interesses de um grupo de empresários e investidores que querem que o Brasil se torne uma africa com trabalho escravo para eles então engordarem ainda mais os seus lucros [as custas de muita gente morrendo de fome!].

        Tudo o que vem acontecendo de 2013 pra cá não tem nada a ver com o povo, é simplesmente manipulação, com total apoio da mídia, para que o povo bata panelas, corra atras do pato amarelo e no final pensem que foi feito o que o povo queria (e não os grandes empresários e a mídia).

  • SDS SP

    “Não tem país com indústria automobilística que não tenha uma política automotiva”…

    Sempre essa conversa de política que sempre foi tão maléfica para todos nós. O que precisamos é de liberdade econômica.

    • Freaky Boss

      Concordo!

  • Filipe

    Aguardando ansiosamente pela condenação da OMC!!

  • Rodrigo Fonseca

    a conta é simples: se a ANFAVEA é a favor, pode saber que é ruim para nós, os consumidores. hahaha

  • Ricardo Blume

    E dele pressão das montadoras. Mercedes e BMW já começaram a choradeira.

  • Diego

    Brasileiro tá ferrado mesmo …

  • marc west

    Ah, agora vai! #SQN

  • Antonio Di Pietro

    Então não teremos Rota nenhuma.
    Governo mais perdido que cego em tiroteio.

  • Filipo

    Extrema insegurança jurídica instaurada!

    • Alexandre Maciel

      Insegurança jurídica? O Inovar-auto tinha prazo certo. Todas as montadoras sabiam que os benefícios expirariam e que, obviamente, não havia nenhuma garantia de renovação através de aprovação de uma nova lei. Se você falasse insegurança política (e em desfavor do povo), eu compreenderia. Mas o que está acontecendo não é nem nunca será insegurança jurídica.

  • Bruno Costa

    Essa novela está parecendo uma tentativa de não ter uma política nacional mesmo. O mercado vai ser invadido pelos importados, que valerão mais a pena do que os nacionais.

  • Luiz Alexandre S Reis

    Esperam a reforma da previdência para saber se vão ter recursos para darem isenção fiscal para as montadoras instaladas aqui.

    • Alexandre Maciel

      Exatamente.

  • DinhoRoxxx

    Agora que vão sair todas as montadoras

  • Carlos Tozoni

    TEMERLÂNDIA : O PAIS ONDE A POLÍTICA É A MANEIRA MAIS HONESTA E IMPUNE DE ROUBAR ” QUE DEUS DEVOLVA A TEMER 1000 VEZES TUDO QUE ELE ESTÁ FAZENDO PARA O POVO BRASILEIRO !!!!!!!!!!

  • Marcus Vinicius

    A MB têm que ter paciência e esperar aprovação do ROTA 2030 as vendas do GLA e do C por si só seguram as operações da fábrica !

  • Vinicius Maciel

    entao, que se abra o mercado e que sobreviva quem melhor atender o consumidor. so isso, portanto que se virem

  • FrankTesl

    Podiam aproveitar e já reduzir o IPI dos elétricos para 7%, igual ao dos 1.0

    • Cosi fan Tutti

      Não precisa reduzir, é so mudar a regra pra eficiencia energetica, ao inves de cilindrada, ae todos os motores mais economicos que os 1.0 vao ser beneficiados.

      • FrankTesl

        Apesar de concordar que seria o mais certo, mas aí já entram tantos detalhes de avaliação, etiquetagem, que só vai ficar para a década seguinte…

        • Cosi fan Tutti

          Engraçado que tem tecnologia pra tanta coisa, ate mesmo pra votar, e nao tem pra isso.

    • HugoL

      Eu li em outra reportagem que vai baixar a partir de janeiro.

  • JCosta

    Todo s os países do mundo têm carros em suas ruas. O mercado tem que se auto regular. As montadoras têm que parar com o terrorismo e o Governo cortar a mamadeira.

    Esse Inovar foi a pior coisa pra Indústria Automobilística no Brasil. Sem concorrência real, os preços não param de subir. Se o importado for melhor ou mais barato, que assim seja.

    • HugoL

      Quem um dia iria imaginar que teríamos sienas batendo na casa dos 70, tudo culpa desse protecionismo.

      • Daniel

        Tudo no Brasil é caro, não tem nada a ver com o inovar auto.
        Ou iPhone por 7mil é culpa do inovar auto?

        A diferença é que iPhone dá pra trazer na bagagem e revender na internet sem lei… já carro, não tem como, pq tem que emplacar.

  • Gutemberg Ferreira

    Em 2010 um Hyundai i30 completo (6 air-bags, ar digital, acabamento cromado, bancos em ouro, etc) custava o mesmo que um Honda Fit intermediário.

    • Lucas086

      Hoje, custa o mesmo que um hb20, praticamente. Essa subida nos preços é de lascar o brasileiro.

    • Danilo

      e hoje temos polo com preço de golf alemao a 3 anos atras

  • Fabio Marquez

    Então que não aprovem nunca… Essa reforma da previdência é uma baita cambalacho, e pelo tanto que o asqueroso do temer quer aprovar é certo que ele esteja recebendo um por fora. Manda as grandes devedoras da previdência pagar o que devem, depois falamos de tirar direitos do trabalhador brasileiro… Cambada de vagabundos!

  • Marcio Souza

    Esse país não pode ser levado a sério. Inicialmente deveria ter sido fechado em agosto de 2017. Pelo visto vai fazer jus ao nome e será em 2030.

  • Luiz Felipe S. Silva

    O problema é essa indecisão. Que montadora vai investir pra trazer carros e ingresar no mercado se o programa tá na geladeira e pode sair do dia pra noite? Acredito que por isso não vai haver tanta mudança. Mesmo com o fim do inovar auto.

  • leitor

    Governinho ladrão! Os amiguinhos de Ali Babá devem sentir uma invejinha daquelas! Por conta desses caras, se essa história fosse pra ser escrita hoje já começaria obsoleta.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email