Asiáticos China Europa Mercado Salões do Automóvel

Salão de Moscou 2008: China em peso!

salao-de-moscou-2008-china-em-peso-1 Salão de Moscou 2008: China em peso!







As montadoras chinesas descobriram, desde que criaram pernas para saltar a grande muralha e chegar a outros mercados, que a Rússia é um ótimo lugar para vender seus produtos.

Essa invasão chinesa chegou como um boa oferta de produtos em um mercado ainda carente de opções, rejeitado de início pelas ocidentais e japonesas, agora o mercado russo é o maior da Europa.

salao-de-moscou-2008-china-em-peso-2 Salão de Moscou 2008: China em peso!

Como nas últimas edições do Salão de Moscou, o desse ano não poderia deixar de contar com a presença de um grande número de expositores chineses. Geely, BYD, Chery, FAW, entre tantas outras, expõe novos e velhos modelos para russo ver.

É a maior concentração de produtos chineses em um salão dentro da Europa. A maioria ainda é de utilitários esportivos e picapes, mas o número de carros de passeio em oferta está crescendo mais a cada ano que passa.

salao-de-moscou-2008-china-em-peso-3 Salão de Moscou 2008: China em peso!

Também não é para menos, cada vez novos modelos surgem na China, tão logo já aparecem no mercado russo com preços muito atrativos. Na Rússia, ao contrário do Brasil, não existe uma cultura anti-produtos de origem chinesa.

Claro que agora é perceptível até mesmo aos olhos russos, que existe ainda uma enorme diferença de qualidade geral em relação a produtos ocidentais, coreanos e japoneses. Mas os chineses tem preços baratos e investem muito na indústria local.

salao-de-moscou-2008-china-em-peso-4 Salão de Moscou 2008: China em peso!

Mas se pensarmos também que esta indústria local russa está num patamar tecnológico inferior ao chinesa, então os russos podem ainda olhar com bons olhos os produtos chineses, que podem ajudar a elevar esse nível tecnológico.

Claro, que existem marcas que irão causar maior impacto, tanto em nível de qualidade como de segurança, itens que os russos agora estão se ligando cada vez mais.

salao-de-moscou-2008-china-em-peso-5 Salão de Moscou 2008: China em peso!

Mas, a Rússia é enorme, não tem a infra-estrutura que um país de seu porte merece e a maioria da população ainda não tem renda adequada para adquirir produtos “made in Europe” ou semelhantes. Assim, os chineses aproveitam ao máximo, com olhos voltados sempre para a Europa Oriental e Ocidental.

Eis alguns dos modelos que são destaques chineses deste Salão de Moscou 2008: Geely MK, Great Wall Cowry, BYD F0, Lifan 620 e FAW Vizi, nas fotos em ordem de cima para baixo.



  • antoniokings

    Próximo passo, que já começou a ser dado, é a América do Sul. Que venham logo os chineses.

  • Gian

    olha o clone do antigo Yaris :OoO:

  • Rafael FM

    LIFAN JA TEM MOTO NO BRASIL HEINN .. :rayban:

  • eduardocarrilho

    Vender na Rússia é mais que Natural pois a China e Russia são vizinhas….Moscou pode ser na EUROPA e longe mais ao norte da China existe o maior país do mundo que é a Rússia…então vender lá é como carro do Uruguai e da Argentina aqui…COM CERTEZA NÃO É POR QUE O CARRO CHEGOU A RÚSSIA QUE VEM PARA A AMÉRICA DO SUL…..aí o povo precisa estudar mais geografia…..ehehehehe :blink: :blink: :lips: :lips:

  • evandro17

    Eu sinceramente acredito que a gente não tem porcaria nenhuma de moral pra falar da China… Desde quando Kombi 1957 vai ser mais bonita e moderna que um clone do antigo Yaris, que está nessa foto? Ou o Uno 1980 é muita segurança e design mesmo… A gente tem carros bons, como Civic, Corolla e até alguns mais baratos como Polo, Punto, etc… Mas grande parte dos carros bons também são vendidos na China, e com preços bem mais baratos. Os chineses enfrentam agora o preconceito que as coreanas enfrentavam há dez, quinze anos atrás e as japonesas um pouco antes. Temos que aceitar as chinesa agora, que estão baratas e desesperadas por mercados, do que ficar esperando e comprá-las daqui a dez anos com status de marca de luxo, como fazemos hoje com a Hyundai.

  • Mardem

    As chinesas definitivamente não fazem falta!
    De porcarias o nosso mercado já está repleto!
    Se temos Uno/Kombi e outros dinossauros, é porque nosso mercado os aceita(infelizmente). Acredito que buscar alguma “evolução” com produtos chineses é um paradoxo, pois isso seria retrocesso! Se queremos mesmo evolução mercadológica, vamos valorizar nosso dinheiro e exigir das montadoras respeito, em vez de procurar de acreditar que as chinesas são a Luz no fim do túnel :banana: :banana:

  • cotonete

    Em relação aos chineses não vou comentar, pois ja muito se comenta sobre isso.
    Mas Eber, tenho uma pergunta: Na 4ª foto(do Lifan 620) que carro azul escuro é aquele ao fundo? Parece um Mini Cooper 4 portas, não??
    Obrigado

  • J0hnHGT

    Na terceira foto eu não consigo ver carro nenhum… Acho que preciso de uma russinha pra mim! :banana:

  • [Comentario #99675 sera citado aqui]

    Sabe aquela de parece mais não é? Então…é por ai. É o Lifan 320…todo clonado de Mini…só que com 4 portas.

  • Luis.J.R.

    Bom?Pelo menos algumas, algumaaaas marcas chinesas estão melhorando seus produtos, muitos carros chineses estão ficando mais seguros e melhorando a qualidade.Não divido que alguns desses carros serão vendidos aqui. :rayban:

  • ALE

    Melhor que estes carros vendidos aqui com certeza é, nossa linha de carros de entrada é uma vergonha , sem contar o preço e a desatualização….ou o melhor carro do mundo segundo os analfas da terra brasilis é um gol reestilizado fazendo 5 km/l em percurso urbano, isso sim é modernidade.

  • fabiojose

    Até agora não vi a tal invasão chinesa no pais, será que algumas marcas vão apararecer no salão do automovel em são paulo???? :rolleyes:


Send this to a friend