Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

O Renault Sandero 2013 recebeu poucas novidades, assim como o Renault Logan, sendo o hatch compacto ainda disponível naquela época com transmissão automática de quatro marchas, a mesma do Renault Duster.


Na linha 2013,  a versão Authentique passou a dispor – como opcional – de freios ABS com EDB, bem como airbag duplo, itens que passaram a ser obrigatórios a partir de 2014.

Além disso, adiciona a nova versão GT Line, que trazia ainda como opcional, sistema de navegação por GPS da TomTom. As rodas de liga leve foram redesenhadas, ponteira cromada e colunas B personalizadas.

Na versão Stepway, o Sandero ganhou difusores de ar vermelhos e maçanetas externas na mesma cor da pintura da carroceria.

Os puxadores das portas em preto brilhante foram adicionados à versão Privilége. Outra novidade é o motor 1.6 8V Hi-Torque que foi admitido com melhorias, tornando a curva de torque mais plana.

Falando em motores, o Renault Sandero 2013 vinha – além do K7M 1.6 8V – com o D4D 1.0 16V com até 77 cavalos e o K4M 1.6 16V, mas apenas automático, com até 113 cavalos.

O K7M 1.6 8V, que recebera modificação, tinha até 106 cavalos e bom torque em baixa rotação. Ainda sem o insosso câmbio automatizado Easy´R, o Sandero fomentava ainda mais sua trajetória no Brasil, iniciada em 2007.

Desenvolvido pela Renault no Brasil, o hatch utilizava a plataforma do Logan, que por sua vez era derivada do Clio de segunda geração, sendo substituída agora na Europa após 16 anos de uso.

Em duas gerações no Brasil,  o Renault Sandero foi um desenvolvimento bem-sucedido que ajudou a marca francesa a mudar sua filosofia de produto e atuação no Brasil.

Antes bem focada em carros franceses e com uma proposta de oferecer mais por menos, não cativou os consumidores. Por conta disso, a saída foi apostar no baixo custo do Logan e derivados para atrair uma parcela maior dos compradores.

Ao abandonar gradualmente modelos como Clio, Scénic, Mégane e seu sucessor Fluence, a Renault mudou a postura e se aproximou da Dacia, assumindo produtos como o Logan, além de gerar o Sandero e dispor do Duster.

Esse trio com custo afiado, possibilitou o avanço da Renault e seu distanciamento do estigma de carro francês, alcançando o consumidor tradicional das marcas mais antigas do país.

O Sandero aderiu à moda das versões especiais e limitadas com cores jovens, bem como pacotes descolados, entrando literalmente na “Vibe” do mercado. As revisões com preços fixos e serviços rápidos de 60 minutos ampliaram a confiança.

A versão Stepway do Sandero aderiu aos aventureiros e o fez bem, hoje sendo vendido como um produto separado, mas sempre parte do hatch compacto.

Com bom espaço interno e porta-malas generoso, o Sandero sempre foi um carro pensado de dentro para fora nesse aspecto, embora tenha apostado em um estilo mais atraente que o irmão Logan.

Quando mudou de geração, ambos ficaram iguais e assim permanecem também na terceira geração, apesar da diferença de entre-eixos. Agora, ambos são mais largos que a maioria dos carros médios que conhecemos.

Devemos esperar mais dois anos pelo Novo Sandero, que assim como o Sandero 2013, promete manter viva a luz que atrai muitos consumidores, colocando a Renault muito perto do quarteto líder.

Sandero 2013 – detalhes

Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

O Sandero 2013 já havia recebido atualização visual que lhe conferiu uma cara bem diferente da original. A Renault eliminava a grade superior, cuja abertura ficava na parte central do conjunto, acima da placa.

O para-choque era novo e tinha a parte central preta, com grelha inferior em estilo colmeia. As molduras laterais tinham faróis de neblina com aros cromados. Os faróis foram repaginados na mudança, alterando-se a posição dos piscas.

Já os retrovisores eram compactos, enquanto as colunas B eram pretas apenas a partir da Privilége, enquanto as portas tinham protetores na base. Na traseira, as lanternas triangulares foram repaginadas com lentes pronunciadas.

O para-choque também foi refeito e com corte para escape, além de suporte de placa em área ampliada. As rodas eram de aço aro 15 polegadas nas versões Authentique e Expression, sendo de liga leve nas demais. Os pneus eram 185/65 R15.

No Sandero GT Line, a grande novidade da linha 2013, o hatch trazia faróis com máscara negra, logotipo GT Line na carroceria, molduras pretas nos para-choques, faixas decorativas e rodas de liga leve aro 15 polegadas escurecidas.

Havia ainda defletor de ar traseiro em preto brilhante, assim como os retrovisores, além de escape com ponteira cromada. Já o Sandero Stepway trazia suspensão elevada e rodas aro 16 polegadas com pneus 195/60 R16.

Além disso, trazia parte superior preta na frente, para-choque com molduras pretas e cinza na parte central, tendo ainda faróis de neblina e grade ampliada, além de faróis com máscara negra. Os retrovisores e saias laterais eram em cinza.

As saias de rodas eram protegidas e as maçanetas das portas passaram a ser na cor do carro e não mais em cinza. Na traseira, lanternas escurecidas e proteção adicional no para-choque, além de ponteira cromada e rack no teto.

Fiel ao original, o painel tinha difusores de ar circulares, assim como cluster com mostradores analógicos grandes para conta-giros e velocímetro, tendo ainda medidor de combustível e temperatura da água digitais, mais computador de bordo

Essa instrumentação era personalizada no GT Line, que trazia detalhes em vermelho e fundo branco no conta-giros. Aliás, essa versão também tinha bancos personalizados e difusores de ar na cor vermelha.

O volante era em couro com costuras de mesma tonalidade, assim como na alavanca de câmbio de pomo cromado. O console central do painel tinha acabamento em preto brilhante e alguns comandos eram cromados.

Este Sandero 2013 podia ter vidros elétricos em pequenos suportes nas portas, assim como retrovisores elétricos e travamento central elétrico. No assento do condutor, havia ajuste em altura.

O banco traseiro era inteiriço e podia ter três apoios de cabeça, desde que adquirido o pacote com airbag duplo e freios com ABS. Espelhos nos para-sóis, retrovisor interno dia e noite, direção hidráulica, ar condicionado e alarme eram presentes.

No Stepway, a padronagem dos assentos era bem exclusiva, mesclando materiais sintéticos, enquanto no GT Line, os cintos de segurança eram vermelhos, chamando bastante atenção.

O Privilége ainda ostentava um visual mais elegante em relação aos demais, herança do Clio, mas ainda com vários opcionais, porém tendo escolha do conforto do câmbio automático de quatro marchas com mudanças manuais na alavanca.

Já o porta-malas tinha 320 litros e era mais que suficiente em relação aos concorrentes, que estavam na casa dos 280 litros. Havia iluminação e rebatimento do encosto do banco traseiro para ampliar o espaço das bagagens.

Sandero 2013 – versões

Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

  • Renault Sandero Authentique 1.0 16V Hi-Flex
  • Renault Sandero Expression 1.0 16V Hi-Flex
  • Renault Sandero Expression 1.6 8V Hi-Power
  • Renault Sandero Privilège 1.6 8V Hi-Power
  • Renault Sandero Privilège 1.6 16V Hi-Flex Automático
  • Renault Sandero GT Line 1.6 8V Hi-Power
  • Renault Sandero Stepway 1.6 8V Hi-Power
  • Renault Sandero Stepway1.6 16V Hi-Flex Automático

Equipamentos

Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

Renault Sandero Authentique 1.0 16V Hi-Flex – Motor 1.0, mais transmissão manual, ar quente, ventilador com 4 velocidades, limpador e lavador do vidro traseiro, desembaçador, direção mecânica, rodas de aço aro 15 polegadas com calotas integrais, pneus 185/65 R15, para-choques na cor do carro, maçanetas e retrovisores sem pintura, vidros manuais, retrovisores externos com controle interno, travas manuais, bancos em tecido, retrovisor interno dia e noite, alças no teto, entre outros.

Opcionais: airbag duplo e freios com ABS e EDB.

Renault Sandero Expression 1.0 16V Hi-Flex – Itens acima, mais ar condicionado, direção hidráulica, coluna de direção ajustável em altura, banco do motorista com ajuste de altura, vidros elétricos dianteiros, travamento central elétrico, alarme, computador de bordo e faróis de neblina.

Opcionais: airbag duplo, freios com ABS e EDB, terceiro apoio de cabeça, rodas de liga leve aro 15 polegadas, rádio com CD/MP3, USB, Bluetooth e ajustes na coluna de direção para mídia e telefonia.

Renault Sandero Expression 1.6 8V Hi-Power – Itens acima de série e opcionais, mais motor 1.6 litro.

Renault Sandero Privilège 1.6 8V Hi-Power – Itens acima, incluindo opcionais, mais vidros traseiros elétricos, retrovisores externos com controle elétrico, rodas de liga leve aro 15 polegadas, entre outros.

Opcionais: airbag duplo, freios com ABS e EDB, terceiro apoio de cabeça e volante em couro.

Renault Sandero Privilège 1.6 16V Hi-Flex Automático – Itens acima de série e opcionais, mais transmissão automática de quatro velocidades com mudanças manuais na alavanca.

Opcionais: airbag duplo, freios com ABS e EDB, terceiro apoio de cabeça e volante em couro.

Renault Sandero GT Line 1.6 8V Hi-Power – Itens acima, mais rodas de liga leve aro 15 polegadas exclusivas, para-choques personalizados, faixas decorativas, faróis com máscara negra, lanternas traseiras escurecidas, defletor de ar traseiro em preto brilhante, airbag duplo, freios com ABS e EDB e interior personalizado GT Line.

Renault Sandero Stepway 1.6 8V Hi-Power – Itens acima, mais suspensão elevada, rodas de liga leve aro 16 polegadas com pneus 195/60 R16, para-choques com protetores, saias de rodas e laterais com proteção, barras longitudinais no teto, escape cromado, retrovisores pretos, difusores de ar vermelhos, bancos personalizados e padronagem exclusiva.

Renault Sandero Stepway 1.6 16V Hi-Flex Automático – Itens acima, mais transmissão automática de quatro velocidades com mudanças manuais na alavanca.

Preços

Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

  • Renault Sandero Authentique 1.0 16V Hi-Flex – R$ 28.200
  • Renault Sandero Expression 1.0 16V Hi-Flex – R$ 35.080
  • Renault Sandero Expression 1.6 8V Hi-Power – R$ 38.300
  • Renault Sandero Privilège 1.6 8V Hi-Power – R$ 41.210
  • Renault Sandero Privilège 1.6 16V Hi-Flex Automático – R$ 45.140
  • Renault Sandero GT Line 1.6 8V Hi-Power – R$ 40.960
  • Renault Sandero Stepway 1.6 8V Hi-Power – R$ 44.090
  • Renault Sandero Stepway1.6 16V Hi-Flex Automático – R$ 49.120

Sandero 2013 – motor

Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

O Sandero 2013 tinha três motores de origem Renault, oriundos dos anos 80. Feitos em bloco de ferro fundido e com cabeçotes em alumínio, cada um dos propulsores tinha uma arquitetura diferente.

Dotados de injeção eletrônica multiponto sequencial com tecnologia flex, que possuía sistema de partida a frio usando um tanquinho de gasolina para dias de baixa temperatura.

O propulsor menor é o D4D, um motor 1.0 com 16 válvulas e comando único no  cabeçote, acionado por correia dentada e com a bomba d´água, tendo 76 cavalos na gasolina e 77 cavalos no álcool, ambos a 5.850 rpm.

Os torques eram de 9,9 kgfm na gasolina e 10,1 kgfm no álcool, ambos a 4.350 rpm. Ele foi substituído pelo 1.0 SCe de origem indiana, tendo sido desenvolvido pela Renault para o Kwid.

Com quatro cilindros, o D4D era oferecido somente com transmissão automática de cinco marchas no Sandero 2013. O outro propulsor do hatch compacto da Renault era o 1.6 8V, conhecido como K7M.

Este motor com duas válvulas acionadas por comando único, alojado em mancais enormes, que caracterizavam esse motor de bom torque em baixa rotação, característica de propulsores 8V de grande volume.

O motor era empregado no Sandero 2013 com transmissão manual, tendo 1.598 cm3  e com 98 cavalos na gasolina e 106 cavalos com etanol, ambos a 5.250 rpm. Os torques são de 14,5 kgfm no primeiro e 15,5 kgfm no segundo, a 2.850 rpm.

Era empregado apenas com transmissão manual de cinco marchas, enquanto o K4M era o terceiro elemento, mas com transmissão automática de quatro marchas e conversor de torque.

Nesse caso, o K4M 1.6 tem os mesmos 1.598 cm3 do K7M, porém, com quatro válvulas e dois comandos de acionamento por correia dentada, sendo que ele entrega 107 cavalos na gasolina e 113 cavalos no etanol, ambos 5.750 rpm.

Como força, o K4M dispõe de 15,1 kgfm no derivado de petróleo e 15,5 kgfm no combustível vegetal, tendo isso a 3.750 rpm. Era o motor mais forte do Sandero 2013.

Desempenho

Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

  • Renault Sandero 1.0 16V – 14,1 segundos e 161 km/h
  • Renault Sandero 1.6 8V – 11,1 segundos e 179 km/h
  • Renault Sandero 1.6 16V Automático – 11,7 segundos e 171 km/h

Consumo

Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

  • Renault Sandero 1.0 16V – 8,4/9,2 km/l e 12,9/13,8 km/l
  • Renault Sandero 1.6 8V – 7,1/9,2 km/l e 9,8/12,7 km/l
  • Renault Sandero 1.6 16V Automático – 6,5/8,7 km/l e 8,5/10,5 km/l

Sandero 2013 – manutenção e revisão

Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

O plano de manutenção da Renault inclui revisões a cada 10.000 km ou 12 meses, o que vier primeiro, sendo que seus carros, como o Sandero 2013, têm garantia de três anos ou 100.000 km.

As revisões incluem substituição do filtro de combustível, filtro de ar do motor, filtro de ar da cabine, lubrificante do motor, filtro de óleo, velas, correia dentada, correia em V, fluído de freio, entre outros.

Também são feitas inspeções em direção, suspensão e freios, bem como na parte elétrica e mecânica do veículo. As revendas Renault ainda possuem um serviço básico de revisão que dura 60 minutos e feito em rede própria.

As concessionárias também podem realizar serviços de funilaria, pintura, alinhamento, balanceamento, instalação de acessórios, higienização de interior, higienização oxi-sanitária, entre outros.

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
1.0 16VR$ 387,59R$ 493,69R$ 441,84R$ 716,97R$ 496,09R$ 931,13R$ 3.467,31
1.6 8VR$ 385,39R$ 534,84R$ 439,64R$ 761,56R$ 493,89R$ 2.203,62R$ 4.818,94
1.6 16VR$ 419,39R$ 510,74R$ 473,64R$ 745,46R$ 527,89R$ 948,18R$ 3.625,30

Sandero 2013 – ficha técnica

Sandero 2013: fotos, preços, consumo, detalhes, motor, ficha técnica

Motor1.0 16V1.6 8V1.6 16V
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm399915981598
Válvulas16816
Taxa de compressão10:112:110:1
Injeção eletrônicaIndireta FlexIndireta FlexIndireta Flex
Potência máxima76/77 cv a 5.850 rpm (gasolina/etanol)98/106 cv a 5.250 rpm (gasolina/etanol)107/112 cv a 5.750 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo9,9/10,1 kgfm a 4.350 rpm (gasolina/etanol)14,5/15,5 kgfm a 2.850 rpm (gasolina/etanol)15,1/15,5 kgfm a 3.750 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchasManual de 5 marchasAutomática de 4 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteiraDianteira
Direção
TipoHidráulicaHidráulicaHidráulica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço ou liga leve aro 15 polegadasAço ou liga leve aro 15 polegadasAço ou liga leve aro 15 ou 16 polegadas
Pneus185/65 R15185/65 R15185/65 R15 ou 195/60 R16
Dimensões
Comprimento (mm)4.0214.0214.021
Largura (mm)1.7461.7461.746
Altura (mm)1.5281.5281.528
Entre eixos (mm)2.5912.5912.591
Capacidades
Porta-malas (L)320320320
Tanque de combustível (L)505050
Carga (Kg)430430430
Peso em ordem de marcha (Kg)1.0251.0551.117
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,380,380,38

Sandero 2013 – fotos

https://www.youtube.com/watch?v=wF5RmGMvFCM

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.