Elétricos Governamental/Legal Veículos Comerciais

São Paulo quer compartilhamento de carros elétricos

blue-indy

Jilmar Tatto, secretário de Transportes da prefeitura de São Paulo, anunciou nesta quinta (1) que a capital paulista terá um serviço de compartilhamento de carros elétricos. O comunicado foi feito por Tatto durante a abertura da 12ª edição do Salão dos Veículos Elétricos, que ocorre até este sábado (3) no Expo Center Norte, pavilhão amarelo.

bollore-bluecar

A ideia da prefeitura é introduzir um modelo de serviço já existente em outros países, tal como o Autolib de Paris, blueindy nos EUA ou Car2Go, por exemplo. Nos pontos de entrega e retirada de veículo, as vagas de estacionamento da Zona Azul serão utilizadas e o serviço estará isento de pagamento, assim como de rodízio.

Car2Go

A prefeitura promete em breve abrir uma licitação para empresas interessadas em explorar o serviço que, no Brasil, já está sendo executado em Fortaleza. Apesar do anúncio, ainda não há detalhes definidos, nem em relação ao modelo de veículo – que pode até mesmo ser híbrido – e sistema de pagamento, por exemplo. Com eleições municipais, não se sabe se o projeto será impactado numa eventual mudança no cenário político da metrópole paulista.





  • zekinha71

    Gostaria de testar um Smart elétrico pra ver como é.
    Agora se esse compartilhamento vai funcionar, vamos ter que esperar, pois é um festival de propostas em várias áreas, e só ficam nas propostas e estudos.

  • Hélio

    melhor prefeito, em pensar que o que lidera nas pesquisas quer acabar com uber…

    • Linkera

      Você não deve morar aqui pra falar uma asneira dessa

      • Hélio

        moro sim. em questão de mobilidade pra mim ele é ok. mais faixas de onibus e ciclovias vieram bem a calhar. se trouxer mais opções de mobilidade como essa, melhor ainda….
        eu sinceramente já cansei de esperar o governo do estado (psdb) construir mais linhas de metro…

        • Linkera

          Não entendi. Ele é “ok” ou ele é o “melhor prefeito”?
          As tais “faixas de ônibus” que você menciona não passam de linhas pintadas no chão e radares (ah! isso tem bastante) nos postes pra impedir os carros de invadirem estas linhas pintadas.
          Pintaram a cidade inteira, com pouquíssimo (ou nenhum) planejamento, faixa exclusiva à direita é um absurdo! Carros e motos tem que acessar a via e sair dela “saltando” duas faixas, trazendo risco para o motorista e para os pedestres. Cansei de ver radares em pontos estratégicos, logo após uma entrada da via, para poder multar quem não dá este “salto” de duas faixas para acessar estas vias.
          Sem falar em trechos que chegaram ao cúmulo do absurdo, como a Washington Luiz, em frente ao aeroporto sentido bairro, que, graças a estas faixas de ônibus, espremeram as demais faixas e simplesmente NÃO CABE um carro dentro da linha delimitada, e isso se repete na 23 de Maio, sentido centro, próximo ao acesso à Radial Leste e em vários outros pontos da cidade.
          Falando em 23 de Maio, esta via comportaria, tranquilamente, uma faixa exclusiva central, que é mais rápida e mais segura! Mas o Haddad não quer qualidade, ele quer números! E ele quer esses números em quilômetros!
          Concordo que isso melhorou a mobilidade, mas os fins não justificam os meios. Não se pode bagunçar as vias sem planejamento para beneficiar uma parcela da população e prejudicar outra. TODOS somos cidadãos, TODOS somos eleitores, e isso o Haddad vai ver nessas eleições.
          Não vou nem entrar no mérito das faixas exclusivas de bicicleta, que foram implantadas até em locais que nem sequer haviam calçadas, pintadas por cima de buracos e em vias que não dão a menor condição de segurança para o ciclista. Sem falar na suspeita de superfaturamento! O litro de tinta mais caro do mundo!
          E também não vou entrar no mérito da redução de velocidade de todas as vias de São Paulo, acompanhada do aumento exponencial da quantidade de radares na cidade de São Paulo, o que dobrou a arrecadação. O engraçado é que o investimento com o calçamento das vias reduziu em 70% neste mesmo período e o resultado a gente vê nas ruas, São Paulo tá um lixo!
          O Haddad é, claramente, o pior prefeito de São Paulo nos últimos anos (e olha que o páreo é duro porque só temos tido prefeitos péssimos ultimamente), o resultados das pesquisas (14% de aprovação da gestão) está aí para provar isto. Só não enxerga quem não vê, ou quem não quer ver!

          • Hélio

            é ok pq são paulo não é uma cidade fácil, principalmente pela cultura dos habitantes… Infelizmente tem muita gente porca, por exemplo, que não tem nem o cuidado de jogar o lixo na lixeira…

            Esse é a conversa do típico paulistano médio revoltado que não pode mais usar seu carrinho…
            Existe uma lei federal que define prioridades: pedestres, ciclistas, transporte coletivo, transporte de cargas e lá por último carro particular…

            Provavelmente essa reprovação deve-se ao ex-governo federal do PT e devemos separar uma coisa da outra.

            • Linkera

              Essa é a conversa do típico paulistano médio revoltado que se cansou de ser feito de trouxa em todas as instâncias, que não se contenta com o pouco e nem tenta pra justificar para si mesmo o que é injustificável.

              Essa reprovação não se deve só ao fato dele ser do PT, mas ao fato dele ter sido um péssimo prefeito mesmo. Veja bem, não sou eu que estou falando, as ruas comprovam isso através das pesquisas.

              Mas a hora dele tá chegando. Só espero que não entre um pior porque a cidade está doente.

    • Brito Carlos

      Sim!

  • Christian Balzano

    Espera o Russomano chegar, esse projeto vai ser engavetado. A única coisa que ele vai compartilhar é taxas.

  • Mr. Camyin

    “Grande Haddad”… espero que se ele ganhar, ele consiga fazer isso aí… Seria bem mais interessante carro elétrico, o problema é que vai levar “anos” para conseguirmos ter carros elétricos rodando pelo país…

  • Redpeak77

    Em questão de mobilidade, até que estão acompanhando as novidades em Sampa…
    A não ser que o declarado anti-Uber, na liderança nas pesquisas, provavelmente acabe com tudo, em favor dos táxis.

    • Linkera

      Infelizmente a probabilidade disso acontecer é grande.



Send this to friend