São Paulo sobe taxa de licenciamento em 46,5% para 2022

São Paulo sobe taxa de licenciamento em 46,5% para 2022

Em São Paulo nada se perde em termos fiscais e mais um aumento de imposto se verifica no Estado mais rico do Brasil. O licenciamento, aquela taxa que você paga todo ano para rodar com seu carro, subiu 46,5%.

Agora, donos de veículos em São Paulo recolherão R$ 144,86, tanto para carros novos quanto usados. O valor é bem mais alto que o exercido em 2021, quando os zero km pagavam R$ 131,80 e os usados tinham de desembolsar R$ 98,91.

Para termos uma ideia do tamanho desse aumento abusivo, promovido pelo governo estadual, é mais que o dobro da alta do IPVA 2022 na região.

O Detran-SP informa que a base de cálculo da taxa de Licenciamento é a chamada Ufesp ou Unidade Fiscal do Estado de São Paulo, que tem índice próprio.

Assim, não considerando o mercado, a tal taxa sobe a bel-prazer, impactando os proprietários de veículos do Estado.

Em São Paulo, o IPVA 2022 segue firme e forte, porém, em ano de eleição, decidiu-se pelo parcelamento em cinco vezes e um desconto maior para quem paga à vista o exorbitante tributo, agora de 9%.

Já outra conta que o dono de veículo tinha de pagar foi suspensa, por ora. Essa é a do seguro obrigatório, o DPVAT, que não será cobrado pelo segundo ano consecutivo, por conta dos recursos recolhidos.

Contudo, este último é um tributo federal, enquanto os outros dois são recolhidos pelos estados, que cobram o que querem em suas diferentes realidades, inclusive impondo alíquotas, que variam de 1% a 6% do valor venal.

O pagamento é feito através dos bancos credenciados, mas os demais tributos e multas devem ser pagos antes de fazer o licenciamento. Lembre-se: rodar sem estar licenciado é infração gravíssima com multa de R$ 293,47, mais 7 pontos na CNH.

De volta ao Licenciamento, as datas limites para pagamento são:

  • Placas finais 1 e 2 = 29 de julho.
  • Placas finais 3 e 4 = 31 de agosto.
  • Placas finais 5 e 6 = 30 de setembro.
  • Placas finais 7 e 8 = 31 de outubro.
  • Placas final 9 = 30 de novembro.
  • Placas final 0 = 30 de dezembro.

[Fonte: UOL]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.