Saveiro 2010: versões, fotos, motor, consumo

A Saveiro 2010 chegou em nova geração, após a mudança para a chamada G5 de Gol e Voyage, que foi ressuscitado sobre a nova plataforma PQ24 modificada, que diferia na picape em relação ao hatch e ao sedã compacto de entrada.

Com design muito mais atraente e sofisticado, ela ficou bem à frente da rival Fiat Strada, apostando também em duas configurações de cabine, sendo uma curta e a outra estendida. Pela primeira vez, teve o motor mudado de posição.


De longitudinal, motor e câmbio passaram a ficar de lado, abandonando assim o velho EA827 AP com 1.6 ou 1.8 litro, adotando no lugar o mais moderno EA111, embora este tenha tanta idade quanto o motor que saía de cena.

Essa alteração trouxe o câmbio MQ-200 no lugar do 013, longevo dos anos 80. O novo motor entregava 101 cavalos na gasolina e 104 cavalos no etanol, além de 15,4/15,6 kgfm a 2.500 rpm.

Além disso, a PQ24 proporcionou a adição do subchassi na suspensão dianteira, o que trouxe mais conforto ao dirigir. Na traseira, a suspensão era por eixo de torção, mas diferia da anterior por ter molas e amortecedores separados.

Com duas portas, a Nova Saveiro 2010 antecipou a chegada do Volkswagen Gol 2 portas em alguns anos, já que o mesmo usou as portas da picape leve. Na traseira, a caçamba tinha 734 litros na CE e 924 litros na CS.

Além disso, a tampa tinha um sistema de amortecimento, que permitia maior suavidade no funcionamento e evitava choques nos cabos de aço de sustentação da mesma.

Na frente, a Saveiro 2010 era igual aos modelos irmãos, mas a traseira tinha lanternas próprias, compactas, além de uma tampa envolvente. O compartimento de carga vinha com proteção plástica, enquanto o estepe ficava sob o assoalho.

A cabine tinha formas harmônicas e bom espaço, mesmo na cabine simples. Já a cabine estendida contava com uma plataforma revestida por tecido, onde era possível colocar bagagem, mas não apropriada para pessoas.

O ambiente era idêntico ao de Gol e Voyage, tendo painel em dois tons de cinza, difusores de ar circulares, volante de três raios, sistema de som integrado e cluster atualizado, não mais sendo aquele único, igual ao do Gol G4.

Bem equipada para a proposta, ainda não havia recebido o bloqueio eletrônico do diferencial (XDS) e nem controles de tração e estabilidade, além de partida em rampa ou ABS modo off road, que chegariam nos anos seguintes.

Tinha direção hidráulica, ar-condicionado, computador de bordo, airbag duplo, freios com ABS, vidros elétricos, retrovisores elétricos e travamento central elétrico. Som com CD e Bluetooth, bem como faróis de neblina existiam.

A Saveiro tinha rodas de aço texturizadas ou de liga leve, além da versão Cross, personalizada. Esta chamava atenção pelos grandes faróis de neblina, que incorporavam faróis de milha.

Lançada originalmente em 1983, a Saveiro surgiu como uma resposta à Ford Pampa, uma vez que a VW não via a diminuta Fiat 147 Pickup como uma ameaça à Kombi Pickup.

Derivada do Gol, ela surgiu com a mecânica a ar 1600 com dupla carburação e frente com faróis simples, como do Gol a ar. Logo ele ganhou o motor refrigerado à água MD-270 1.6, substituído pelo AP-600 de biela longa.

A frente mudou para a do Voyage e seguiu seu curso, evoluindo para a geração G2 em meados dos anos 90, assim como Gol e Parati. Ela passou para a G3, que fora a mais sofisticada da segunda geração da picape, caindo na antiquada G4.

Com a G5, a Saveiro 2010 se modernizou e na geração G6, ganhou cabine dupla e até motor 1.6 16V MSI de até 120 cavalos. Teve mais dois facelifts e ganhou painel mais moderno, além dos itens mencionados anteriormente.

A cabine estendida foi eliminada, ficando apenas simples e dupla, recebendo ainda multimídia com Android Auto e CarPlay. Mesmo hoje tendo duas opções de motor, nunca recebeu transmissão automática Tiptronic como os irmãos.

Também não ganhou motor EA211 1.0 TSI com até 128 cavalos, por exemplo, como os modelos Polo, Virtus e Nivus, que dividem com ela a fábrica da VW na Anchieta. Agora, espera-se que essas novidades venham na próxima geração.

Esta é tida como sendo feita sobre a plataforma modular MQB-A0, passando assim a ocupar a mesma linha de montagem do trio mencionado e usar motores mais modernos, assim como transmissão automática, para enfrentar a Nova Strada.

O futuro da Saveiro será manter-se na mesma faixa de atuação, enquanto a Tarok assumirá a concorrência com a Fiat Toro. Usando uma plataforma modular MQB-A1 compartilhada com o Taos e possivelmente feita na Argentina.

Ela usará o motor 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm, deixando a futura Saveiro NF apenas no 1.0 TSI. Já a Amarok ainda é incognita nessa família de comerciais da VW, uma vez que a nova geração não será feita na Argentina.

Saveiro 2010 – detalhes

saveiro g5 2

A Saveiro 2010 tinha um visual bem fluido e equilibrado, com faróis de lentes duplas, com grade de duas barras na cor do carro ou preta, no caso da Cross. O para-choque tinha uma moldura preta com grade e faróis de neblina.

O capô era envolvente, enquanto os retrovisores podiam ter repetidores, sendo na cor do carro, assim como as maçanetas. Nas laterais havia ainda um degrau de cada lado para facilitar o acesso ao compartimento de carga.

Na traseira, as lanternas eram compactas e com tampa da caçamba, dotada de logotipo da VW e maçaneta superior, com travamento por chave. Já o para-choque era na cor do carro, mas tinha a parte superior na cor preta.

As rodas eram de aço texturizado ou liga leve, sendo ambas com 14 ou 15 polegadas, mas com estilos diferentes, dependendo da versão. Os pneus eram 175/70 R14 ou 205/60 R15.

Na versão Cross, a Saveiro 2010 tinha grade preta e faróis duplos, bem como para-choque preto com molduras estilizadas e o nome Cross, além de faróis de neblina e milha, bem como protetor inferior.

Nas laterais, molduras adicionais em preto, assim como saias de rodas protegidas. Além de rodas de liga leve de cinco raios, tinha ainda para-choque traseiro preto com nome Cross e capota marítima no compartimento de carga.

No teto, barras longitudinais e um rack estilizado, que se conecta a um santantônio exclusivo, que se estende pelas laterais da caçamba. Na Trendline e na Tropper, que tinha rodas texturizadas escurecidas, havia apenas um rack no teto.

A vigia traseira tinha grade protetora, enquanto a caçamba contava com revestimento plástico protetor, tendo ainda luz interna e tampa com amortecimento, mas que exigia uma terceira placa para extensor de carga.

Por dentro, a Saveiro 2010 tinha painel em dois tons com difusores de ar redondos, pintados de cor contrastante, além de cluster analógico com velocímetro, conta-giros, nível de combustível e temperatura da água, além de computador.

O volante tinha três raios, mas podia ter airbag ou ser o mesmo do Passat, com detalhes cromados e comandos para mídia e telefonia. A coluna tinha ajuste em altura. Já ao centro, um sistema de áudio 1din com CD player, USB e Bluetooth.

Com quatro alto-falantes, o sistema de som tinha ainda antena. Os bancos eram em tecido, sendo personalizados na Trooper e também na Cross, tendo encostos com efeito memória para acesso ao compartimento traseiro na CE.

No teto, alças e para-sois com iluminação nos espelhos, bem como luz de leitura e retrovisor eletrocrômico ou dia e noite. Na Cross, havia ainda sensor de chuva e crepuscular, bem como piloto automático.

Fonte 12V, porta-luvas e vidros elétricos faziam parte do pacote, assim como retrovisores com acionamento elétrico e travamento central elétrico com chave-canivete e telecomando. A direção era hidráulica e havia ar-condicionado.

Atrás havia um compartimento para ferramentas e um revestimento para colocação de bagagens. nas laterais, haviam vigias de desenho harmônico. O câmbio tinha manopla esportiva e o volante podia ser revestido em couro.

Saveiro 2010 – versões

Volkswagen Saveiro 1.6 2010

  • Volkswagen Saveiro 2010 1.6 Cabine Simples
  • Volkswagen Saveiro 2010 1.6 Cabine Estendida
  • Volkswagen Saveiro 2010 Trend 1.6 Cabine Simples
  • Volkswagen Saveiro 2010 Trend 1.6 Cabine Estendida
  • Volkswagen Saveiro 2010 Trooper 1.6 Cabine Simples
  • Volkswagen Saveiro 2010 Trooper 1.6 Cabine Estendida
  • Volkswagen Saveiro 2010 Cross 1.6 Cabine Estendida

Equipamentos

saveiro g5 1

Volkswagen Saveiro 1.6 Cabine Simples – motor 1.6 e transmissão manual de cinco marchas, mais para-choques pretos, maçanetas e retrovisores pretos, rodas de aço aro 14 polegadas sem calotas, pneus 175/70 R14, vidros manuais, travas manuais, retrovisores com controle interno, espelho interno dia e noite, direção hidráulica, ar-condicionado, caçamba com revestimento protetor, grade protetora do vidro traseiro, entre outros.

Volkswagen Saveiro 1.6 Cabine Estendida – Itens acima, mais cabine estendida com espaço para bagagens e bancos com efeito memória.

Volkswagen Saveiro Trend 1.6 Cabine Simples – Itens da CS, mais para-choques na cor do carro, retrovisores na cor do carro, maçanetas na cor do carro, rodas de liga leve aro 14 polegadas, faróis de neblina, airbag duplo, freios com ABS, coluna de direção ajustável, bancos com padronagem exclusiva, computador de bordo, chave-canivete com telecomando, rack no teto, desembaçador da vigia, vidros verdes, rádio 1din com CD player e USB, entre outros.

Volkswagen Saveiro Trend 1.6 Cabine Estendida – Itens acima, mais cabine estendida com espaço para bagagens e bancos com efeito memória.

Volkswagen Saveiro Trooper 1.6 Cabine Simples – Itens da Trend, mais grade preta, grade inferior preta, rodas de aço texturizado aro 14 polegadas, protetores laterais com o nome Trooper, capota marítima, bancos personalizados, interior escurecido, volante em couro, retrovisores elétricos, entre outros.

Volkswagen Saveiro Trooper 1.6 Cabine Estendida – Itens acima, mais cabine estendida com espaço para bagagens e bancos com efeito memória.

Volkswagen Saveiro Cross 1.6 Cabine Estendida – Para-choques personalizados, faróis de milha, protetores nas saias de rodas, protetores laterais exclusivos, aplique cinza com nome Saveiro Cross na frente e atrás, rodas de liga leve aro 15 polegadas, 205/60 R15 de uso misto, bancos em tecido especial, volante multifuncional, alavanca em couro, retrovisor interno eletrocrômico, sensor de chuva e crepuscular, piloto automático, entre outros.

Preços

saveiro g5 7

  • Volkswagen Saveiro 1.6 Cabine Simples – R$ 30.990
  • Volkswagen Saveiro 1.6 Cabine Estendida – R$ 33.690
  • Volkswagen Saveiro Trend 1.6 Cabine Simples – R$ 31.880
  • Volkswagen Saveiro Trend 1.6 Cabine Estendida – R$ 34.610
  • Volkswagen Saveiro Trooper 1.6 Cabine Simples – R$ 36.440
  • Volkswagen Saveiro Trooper 1.6 Cabine Estendida – R$ 38.990
  • Volkswagen Saveiro Cross 1.6 Cabine Estendida – R$ 41.890

Saveiro 2010 – motor

saveiro g5 6

A Saveiro 2010 empregou dois motores da Volkswagen, sendo que um era da linha EA111, que surgiu como um projeto da Audi em 1972, enquanto o EA211 é um projeto bem mais recente, sendo uma evolução do primeiro.

O EA111 é uma família de motores de projeto da Audi, que surgiu para equipar os carros pequenos da marca de luxo alemã e da Volkswagen. Com bloco de ferro fundido e cabeçote de alumínio, ele tinha tanto 8V quanto 16V.

Ele estreou em 1974 a bordo do Audi 50, tendo variantes de três ou quatro cilindros, movidas a gasolina ou diesel. A diferença para o EA827 era cabeçote de fluxo cruzado, que facilitava seu emprego em carros de motor transversal.

Foi por isso também que surgiu o EA113, a versão maior do EA111 nos anos 90, passando a equipar carros compactos e médios que precisavam de motores maiores, como o 2.0 8V.

Chegou ao Brasil apenas em 1977 com 1.0 litro, inicialmente. Ele teve de 0.8 a 1.8 litro, sendo os primeiros bem raros, assim como o maior de todos, uma espécie de “Família I” da Volkswagen.

Por aqui, o EA111 substituiu o CHT da Ford sob a Autolatina, entregando mais força e potência, ainda que com cabeçote de 8 válvulas. Depois a VW adicionou a versão 16V, que deu muita dor de cabeça, numa época de transição.

A Volkswagen foi ainda mais longe e quis promover um downsizing que efetivamente só ocorreria de fato 20 anos depois. Isso foi feito com o EA111 1.0 16V Turbo de 112 cavalos e 15,6 kgfm. Faltou apenas a injeção direta para ser um TSI.

Pela primeira vez, a VW igualou a potência do 2.0 com um motor de metade do tamanho. Logo surgiu o 1.6 com o Golf e o Audi A3, além do 1.4 8V para o Fox (Lupo) de exportação, que acabou ficando com a Kombi.

Assim, apenas os 1.0 e 1.6, ambos com 8V, assim como o 1.4 8V da Kombi, sobreviveram. Na Saveiro 2010, o EA111 já estava atualizado como VHT, tendo seus 1.598 cm3 com taxa de compressão de 10,5:1.

O 1.6 8V tinha 101 cavalos na gasolina e 104 cavalos no álcool, ambos a 5.250 rpm. Já o torque era de 15,4 kgfm no primeiro e 15,6 kgfm no segundo, ambos a 2.500 rpm.

O lado positivo desse motor é o bom torque em rotação muito baixa, quase como de um motor turbo e lembrando o EA113 2.0 8V mexicano com 2.250 rpm… Com injeção eletrônica multiponto e tecnologia flex, usando tanquinho de gasolina.

Além disso, a Saveiro 2010 tinha transmissão manual de cinco marchas MQ-200 com embreagem de acionamento hidráulico, tendo engates rápidos, curtos, precisos e suaves. Considerado um dos melhores câmbios já feitos, como o 013.

Desempenho

saveiro g5 3

A Saveiro 2010 tinha um bom desempenho com seu motor 1.6 8V de até 104 cavalos, indo assim de 0 a 100 km/h em pouco mais de 10 segundos, além de chegar perto de 180 km/h.

Ainda sem o motor EA211 1.6 16V, a picape da VW tinha um bom conjunto para imprimir um desempenho bom, ainda mais que precisava de força em baixa quando carregada, o que o motor EA111 1.6 8V promovia.

  • Volkswagen Saveiro CS 1.6 MT – 10,5 segundos e 176 km/h
  • Volkswagen Saveiro CE 1.6 MT – 10,5 segundos e 179 km/h

Consumo

saveiro g5 4

A Saveiro 2010 tinha um bom consumo com gasolina, fazendo mais de 10 km/l na cidade e mais de 12 km/l na estrada, enquanto no álcool, percorria mais de 7 km/l na cidade e pouco acima de 8 km/l na rodovia.

Com bom escalonamento de marchas, permitia ter – no álcool – consumo semelhante ao da Fiat Strada 2010 com motor 1.4, mas com mais potência e torque. Além disso, era mais econômica na gasolina também.

  • Volkswagen Saveiro CS 1.6 MT – 7,3/8,5 km/l e 10,7/12,3 km/l
  • Volkswagen Saveiro CE 1.6 MT – 7,3/8,4 km/l e 10,6/12,2 km/l

Saveiro 2010 – manutenção e revisão

saveiro g5 5

A Volkswagen tem uma rede com mais de 500 concessionárias e um plano de manutenção atual de 12 meses ou 10.000 km, mas até 2018, a marca era uma das poucas que tinham revisões a cada seis meses.

Um dos motivos talvez seja a garantia de apenas 12 meses que foi vigente durante décadas e o fato de alguns carros terem motores com refrigeração a ar, mas essa política mudou e agora o serviço é similar ao da concorrência.

Nas revisões, a VW troca óleo do motor, filtro de óleo, filtro de ar do motor, filtro de ar da cabine, velas, correia dentada, correia em V, fluido de freio, líquido de refrigeração, fluído da direção hidráulica, entre outros.

Também são feitos serviços como troca de pastilhas de freio, lonas de freio, discos de freio, pivôs de direção, buchas de balança, batentes das torres, amortecedores, molas, alinhamento, balanceamento, pneus, rodízio, cambagem, entre outros.

Intervenções em funilaria e pintura também são realizados, assim como recall, inspeção mecânica, elétrica e dos sistemas de direção, suspensão e freios.

Saveiro 2010 – ficha técnica

saveiro cross 2

Motor1.6
Tipo
Número de cilindros4 em linha
Cilindrada em cm31598
Válvulas8
Taxa de compressão12,1:1
Injeção eletrônicaIndireta Flex
Potência máxima101/104 cv a 5.250 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo15,4/15,6 kgfm a 2.500 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchas
Tração
TipoDianteira
Direção
TipoHidráulica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPherson
TraseiraEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço ou liga leve, aro 14 ou 15 polegadas
Pneus175/70 R14 ou 205/60 R15
Dimensões
Comprimento (mm)4.493 (CS) 4.526 (CE)
Largura (mm)1.708 (CS) 1.729 (CE)
Altura (mm)1.497 (CS) 1.509 (CE)
Entre eixos (mm)2.750
Capacidades
Caçamba (L)734 (CE) 924 (CS)
Tanque de combustível (L)55
Carga (Kg)615 (CE) 715 (715)
Peso em ordem de marcha (Kg)1.020 (CS) 1.120 (CE)
Coeficiente aerodinâmico (cx)ND

Saveiro 2010 – fotos

https://www.youtube.com/watch?v=73exU5S1rp8

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.