Antigos Clássicos Pickups Volkswagen

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

Gosta da Saveiro quadrada? Nesta matéria vamos falar um pouco da antiga picape cheia de nostalgia da Volkswagen.

Apenas mais alguns anos e a Saveiro vai chegar nos seus 40 anos. E em todas essas décadas a picape que levou a Volkswagen ao topo do segmento por muitos anos acabou conquistou muitas gerações.


Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998
Saveiro Quadrada

A Saveiro quadrada chega ao mercado – 1982 a 1986

A primeira geração da Saveiro faz sua estreia no mercado nacional em setembro de 1982 – o nome vem de uma embarcação muito comum no Nordeste, que faz o transporte de carga e passageiros.

Nada mais justo, já que uma das principais características da Saveiro quadrada era poder carregar com conforto dois passageiros e carga na caçamba, em um total de 570 kg.


Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

Fazendo parte de uma grande família – Gol, Voyage e Parati – a Saveiro quadrada trazia no design a mesma dianteira do Gol BX (o primeiro Gol quadrado) – com faróis quadrados e pequenos – e luzes de indicação de seta nos para-choques.

As lanternas traseiras eram as mesmas usadas pela perua Parati – uma idéia que certamente reduziu os custos.

O interior da Saveiro quadrada era o mesmo compartilhado com hatchback, sedan e perua.

Com seu volante grande de raio duplo dava uma boa visibilidade para o quadro de instrumentos – com instrumentos quadrados e de fundo preto e com grafismos brancos.

De forma geral o painel apresentava desenho mais quadrado, uma característica bem comum nos carros dessa época.

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

O motor da Saveiro quadrada era o boxer resfriado a ar que gerava 66 cavalos e 12 kgfm de torque. Seu câmbio era o manual de 4 velocidades, e sua suspensão dianteira era do tipo independente McPherson e na traseira usava o famoso esquema de eixo de torção.

Por dividir a mesma base com a Parati, a Saveiro quadrada tinha uma caçamba espaçosa para a época, tinha 4,60 metros de comprimento, 1,62 metro de largura, 1,36 metro de altura e pesava cerca de 830 kg.

A Saveiro vinha com tudo para mostrar que o seu legado seria forte por muitos anos à frente.

Uma atualização no visual da Saveiro quadrada em 1987

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

A primeira reestilização acontecia quatro anos depois da apresentação oficial do modelo.

Agora os faróis da Saveiro estavam ligeiramente maiores e mais retangulares e as luzes de indicação de seta ficavam nas extremidades dos novos faróis.

A picape passou a ser vendida nas versões C, CL e GL. Meses depois da sua reestilização, a Saveiro quadrada ganha para choques mais envolventes que ficaram em linha até 1996.

Com capacidade de carga útil de 570 kg, ela garantia que poderia ser muito prestativa nos finais de semana para ajudar a família na casa de campo ou para carregar pequenas mudanças do cotidiano na cidade.

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

Saveiro 1991 a 1998

No início dos anos 90 a picape chegou a marca das 100 mil unidades, e em 1991 a picape recebe sua segunda reestilização.

Agora a Saveiro quadrada recebe a mesma frente mais arredondada do restante da família Gol. Apelidado de “chinesinho” o novo modelo tinha faróis mais retangulares e com cantos mais arredondados.

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

A Saveiro quadrada tinha neste final de sua vida concorrência direta com a Ford Pampa (e com a picape Fiat 147, que já tinha saído de linha), sendo que o modelo da Ford tinha opção de tração 4×4.

O modelo da Volkswagen se destacava por vários motivos, dentre eles o visual mais atualizado que seus demais concorrentes.

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

Antes de trocar de geração, a Saveiro quadrada recebeu um motor 1.8 litro com 95 cavalos.

Para atrair mais o público jovem a marca apresentou também uma versão especial chamada de Saveiro Sunset, que tinha um apelo visual mais esportivo.

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

Ficha técnica – VW Saveiro CLi 1.8

Motor: dianteiro, longitudinal, 4 cilindros, 1781 cm³, injeção multipoint, a gasolina

Diâmetro x curso: 81,0 x 86,4 mm

Taxa de compressão: 10,0:1

Potência: 98 cv a 5.500 rpm

Torque: 15 kgfm a 3.000 rpm

Câmbio: manual de 5 marchas, tração dianteira

Carroceria: picape cabine simples, 2 portas

Dimensões: comprimento, 406 cm; largura, 162 cm; altura, 137 cm; entre eixos, 236 cm; peso: 883 kg

Suspensão: Dianteira: independente, McPherson, com suporte tubular, braços triangulares inferiores e amortecedores hidráulicos. Traseira: interdependente com corpo auto estabilizante de perfil em “V”, braços longitudinais tubulares, molas helicoidais e amortecedores hidráulicos telescópicos

Freios: disco na dianteira e tambor autor regulável na traseira

Rodas e pneus: aço, 13 X 5J, pneus Goodyear GPS2 175/70 R13

——————

A geração seguinte seguia a mesma linha de design do Gol “bolinha”3 de 1996.

Atualmente a Saveiro empresta seu conjunto frontal para os irmãos Voyage e Gol – que compartilham com Polo/Virtus o mesmo motor 1.6 MSI de até 120 cavalos.

Segundo algumas especulações, o modelo deve ganhar uma nova geração em breve e deve se distanciar mais da linha Gol e acabar por se tornar mais perto do porte da Fiat Toro, ou apenas crescer o suficiente para adotar a mesma plataforma do Polo/Virtus a MQBA0.

E o futuro da Saveiro?

Caso a nova Saveiro se transforme em uma espécie de Fiat Toro da Volkswagen, a linha Gol vai acabar perdendo mais um integrante da família, como já acontece com a Parati que não acompanhou a última grande reformulação e troca de plataforma.

Desde o lançamento do Gol G5 em 2008 não temos mais a Parati acompanhando as linhas mais recentes da família.

Para termos uma ideia de como a Saveiro poderia ficar no futuro, se distanciando do Gol, elaboramos uma projeção do modelo produzido na base do Polo/Virtus – que utiliza uma versão mais simplificada da plataforma modular do Golf – a MQB.

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

Por compartilhar a mesma base do Polo/Virtus, essa Saveiro seria maior e poderia fazer uso dos mesmos motores, como o 1.0 TSI de até 128 cavalos podendo ser associado ao câmbio automático de seis velocidades.

Ou ainda tendo a opção de motorização 1.6 MSI de até 120 cavalos associado ao câmbio manual de 6 velocidades e automático de também 6 velocidades.

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

Já na questão de design, o modelo seguiria os últimos lançamentos da Volkswagen – como a linha Polo/Virtus e o T-Roc por exemplo.

Com opção de tração nas quatro rodas – do tipo 4Motion – caso a picape poderia ainda crescer e ter um porte semelhante ao da Fiat Toro – uma vez que a picape de Fiat tem opção de tração nas quatro rodas e até opção de motorização a diesel.

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998

E como não custa nada sonhar, esta Saveiro do porte da Toro poderia até mesmo ter o motor diesel que equipa a Amarok – 2.0 litros com 180 cavalos e 42,8 kgfm de torque, associado a um câmbio automático de oito velocidades. Que tal?

Saveiro quadrada: a primeira geração que durou até 1998
Nota média 5 de 3 votos

Avatar

Kleber Silva

  • 1945_DE

    Boa concorrente para a Toro.

  • Piston head

    Essa projeção com a frente do Polo foi certeira, fica a dica pra Vw…

    • Fanjos

      Esse farol do Polo será que algum dia chega? É bonito pra caramba

      • Piston head

        Depender da Vw não mesmo…

    • Ford Opala Attractive 200TSI

      Se a Saveiro vier com a frente do Polo e plataforma MQB, podem esperar preços a partir de 60 k.

  • Eduardo Edu

    Impressão minha ou faltou falar da Diesel?

  • Ricardo

    Sinceramente, a única Saveiro que me atrai e compraria é a atual de cabine dupla. Outras nunca me chamarão a atenção na beleza, a anterior sim, mas o interior era muito ruim. Cabine simples serve só para quem precisa mesmo, para o dia a dia é ruim

  • AlbertoNeto

    Essa da primeira imagem da matéria é muito linda, dificilmente deve ter alguma preservada por ai…

    • zekinha71

      Igual achar Parati da mesma época, e quando acha são bege ou cinza claro.

      • Renato Duarte

        carros da década de 80 na cor bege eu gosto muito,, estando bem conservado é claro. Questão de gosto!!

  • zekinha71

    Fraquinha essa matéria, faltou falar que a VW produzia o “chassis” da Parati e enviava para a Brasinca cortar o teto e a parte superior da tampa do porta malas e transformar em Saveiro.
    É só reparar em um Parati aquela pequenina elevação no teto onde era feito o corte, e na coluna B onde era encaixado o vidro na Parati, na Saveiro era mantido o encaixe.
    E faltou falar da poucas Saveiro com motor a Diesel, meu irmão trabalhou com uma e ganhava uma sauna grátis diariamente.

    • Marciofilho Santos

      mas a saveiro a Diesel não era da fábrica. conseguiram uma brecha na legislação da epoca e faziam as adaptações com o motor da kombi. e isso ai de cortar o teto da Parati e a tampa traseira é puro folclore. a estampa é proxima pois deriva do mesmo carro

  • Fabão Rocky

    Seria maravilhoso se a VW pudesse nos presentear c/ essa Saveiro baseada no novo Polo. Ficou mto lindaaaaaaaaa!!! E olha q n sou fã da VW.

  • Augusto Brum

    Ontem eu vi uma Saveiro chaleira andando na rua, estavam usando ela como carro de serviço, essa sim era uma sobrevivente e até hoje é pau para toda a obra

  • afonso200

    falta cambio AT6 nela

  • REDDINGTON

    Pelas contas da VW a atual deve ser a oitava geração…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email