Europa Lançamentos Veículos Comerciais

Scania apresenta na Europa caminhões das novas séries L e P para uso urbano

Scania-Serie-L-NA-4 Scania apresenta na Europa caminhões das novas séries L e P para uso urbano

Quem já se acostumou a ver caminhões da Scania rodando pelo Brasil poderá até estranhar a série L, que a montadora sueca está lançando no mercado europeu junto com a renovada série P. Ao invés de linhas bem aerodinâmicas e aquela imponência legítima de um caminhão pesado, verá nos novos modelos dedicados ao uso urbano, construção civil e outras atividades com perfil menos rodoviário, um estranho caminhão com cabine achatada e extremamente baixo. Outro ponto que chama atenção na série L é o balanço dianteiro quase como de um ônibus.



É com essas características que saltam à vista, que a Scania quer emplacar a série L no mercado europeu junto com a P. Por aqui, ainda não se sabe se chegará a L, embora a série P seja vendida, apesar do foco da marca sempre ter sido os segmentos pesado e extrapesado, nos quais ficou famosa desde tempos imemoriais no Brasil.

Scania-Serie-L-NA-4 Scania apresenta na Europa caminhões das novas séries L e P para uso urbano

Christian Levin, vice-presidente executivo de vendas e marketing, diz: “Com o lançamento de hoje, a Scania prepara de forma abrangente a mudança necessária para o transporte sustentável, oferecendo caminhões sob medida com baixo carbono para todas as aplicações de transporte”.



Nesse caso, além da versatilidade de operação da série L, especialmente desenvolvida para o transporte dentro das cidades e arredores, a marca apresenta um novo motor diesel de 7 litros desenvolvido em parceria com a Cummins, que reduz o consumo em 10% e possui dimensões bem compactas, úteis para um veículo que é baixo e igualmente pequeno, permitindo mais espaço na cabine. O propulsor tem potências de 220, 250 ou 280 cv. Apesar do foco urbano, a Scania não limitou a série L ao ambiente das cidades.

Scania-Serie-L-NA-4 Scania apresenta na Europa caminhões das novas séries L e P para uso urbano

Além do novo motor, a Scania liberou os propulsores OC de 9 e 13 litros para a série L e também para a P, mas ambos são movidos por gás natural e não diesel. De acordo com o fabricante nórdico, o modelo L com o propulsor maior e um reboque de 40 toneladas, possui autonomia de 1.100 km queimando apenas gás natural veicular. Usando a conectividade, é possível monitorar de forma remota o desempenho do caminhão. O OC09 entrega 280, 320 ou 340 cv. O OC13 entrega 410 cv e é dedicado para longas viagens. As transmissões podem ser manual ou automática da Allison ou Scania Opticruise.

Scania-Serie-L-NA-4 Scania apresenta na Europa caminhões das novas séries L e P para uso urbano

Com diversas aplicações, os Scania L e P possuem até uma versão dedicada aos bombeiros, tendo esta cabine dupla para até oito pessoas. Além disso, na segurança, o novo caminhão tem quatro airbags laterais – nesse caso citado – e mais airbags de cortina, algo inédito em caminhões.

O motivo deste último item é a baixa altura da cabine no modelo L, cujo assoalho tem altura de 79 cm em relação ao solo. Com opção de suspensão pneumática com ajuste de altura, é possível acessar o veículo usando apenas dois degraus e quase ao nível da calçada, por exemplo. Outra novidade é a janela City Safe, que permite ao motorista observar melhor pedestres, carros, motos e ciclistas na via urbana. O item é oferecido também na série P.

Scania Séries L e P 2018 – Galeria de fotos

COMPARTILHAR:
  • Alvarenga

    So na europa mesmo. Aqui empacaria na primeira valeta de esquina !

    • Bruno Leite

      É formula truck! hahaha

    • Rogério

      Os caminhoneiros estilo “chora boy” vão pirar nesse caminhão.

  • Luis Burro

    Não consigo me acostumar pq a cabine são gigantes comparado aos concorrentes.Até a volvo com a linha urbana fica mais próxima de Ford, Volks e Mercedes.

  • Fernanda Tavares

    o vermelho lembra o Optimus Prime

  • Muscle_V8

    Scania Chora Boy!

    • Edson Fernandes

      Interessante que quando eu bati o olho eu pensei a mesma coisa. Que caminhão baixo! Não faz muito sentido ele estar tão baixo assim! Mesmo na europa!

      • André Luis Versiani

        Vi em um vídeo da Scania que ele tem suspensão a ar, e isso é pra facilitar embarque e desembarque.Rodando é mais alto.

        • Pablo Henrique

          Nas próprias fotos ao fim do texto é possível verificar isto.

        • Edson Fernandes

          Entao, mas numa foto de propaganda para o uso final, não cairia melhor então estar mais alto do que baixo?

      • Rafael Ribeiro

        Mas já vi várias r440 com para-choque baixo que não sairia nem da garagem da minha casa hahaha

  • Natán Barreto

    Esses caminhões são baixos pelos mesmos motivos que os ônibus europeus são baixos. Pra passar por túneis, viadutos e diversos obstáculos baixos nas ruas da Europa.
    Muitas vezes um dos problemas dos caminhões chegarem a determinados lugares urbanos é a altura.

    • Zetros1833

      É pq vc está vendo eles sem os implementos, que podem ser um baú como o da última foto ou um compactador de lixo, por exemplo. Ambos são bem mais altos que a cabine.

      Na verdade esse tipo de cabine baixa, é aplicada para facilitar o embarque e desembarque do motorista e ajudantes no dia-a-dia.

  • No_Name

    Esse série L é extremamente baixo mesmo e bem utilizado dentro de centros urbanos como caminhões de lixo, por exemplo. Um caminhão desses por aqui não sai do lugar com nossas vias cheias de defeitos kkk.

  • Bruno Alves

    Parece que ele foi pra prensa e ela travou na metade.

  • FearWRX

    Parece que todos eles estão triste por ter sido rebaixado.

    • RRodrigo Souza

      eles tem suspenção a ar

  • J_Eduardo

    Se o bruto não tiver uma suspensão a ar não roda aqui no Rio e Grande Rio não, mas posso garantir que no interior de São Paulo, em festas como o Barretão seria a maior onda desfilar com um Bruto socado desse aí….

  • New Fiesta

    Uma L dessa aí vai ficar entalada na primeira lombada que passar.

  • Silvonei Vieira

    Acredito que esses caminhões mais baixos, tornam-se mais seguros se houver uma batida com um automóvel. A chance do motorista e passageiros do carro sair ileso é maior assim.

  • thi

    A scania he grupo Volkswagen nhe?

    • Zetros1833

      Exato.

      • thi

        Achei q a vw tinha vendido uma parte . Mas Ela sobreviveu ao maior rombo em multas de Toda historia . Doidera

        • Zetros1833

          Rolou esse papo que ela estava cogitando se desfazer de algumas marcas como a MAN, Scania, Ducatti, Bentley e Lamborghini por conta do escândalo do dieselgate.

  • Rafael Ribeiro

    Pqp, a Scania tá com uma frente horrível nessa geração nova, essa P e L então chega a sangrar os olhos

    • Zetros1833

      Eu tbm não gostei não. Pensei que viria com um desenho mais limpo como a Volvo fez. Os novos Mercedes tbm estão com um desenho muito pesado.

      • Rafael Ribeiro

        Apesar de eu não ter gostado da enorme grade preta nos volvo, eles realmente estão lindos, mas a Scania cagou no design. Parece tendência de mercado

        • Zetros1833

          Outro dia eu estava falando exatamente isso com um colega. A grade preta destoa do conjunto. Outra coisa que tbm me chamou atenção negativamente foi a inclinação da parte de baixo da cabine. A Mercedes foi pelo mesmo caminho no Actros MP4.

  • mjprio

    Por ser um admirador destas marcas tradicionais não “engoli” muito essa idéia da Scania usar motor Cummins (assim como a Volvo tá usando o MWM nos B270F e a MB, o ISF 3.8 no chassis LO815 , mas espero que dê certo. Afinal, a marca do Grifo é reconhecida pela durabilidade dos seus propulsores. ( mas é so minha opinião).
    Quanto ao modelo L, acredito que tenha sido lançado para competir com o Econic da MB, que são vocacionais com o mesmo estilo e funcionalidade, já que possuem piso baixo, pouca altura do solo e cabine bem avançada com balanço dianteiro grande (alguns tem até portas de duas folhas como nos ônibus).
    Lá na Europa, com ruas e estradas que mais parecem espelhos de tão lisas, não deve ser difícil o tráfego desses veículos, ainda mais que possuem suspensão a ar com ajuste de altura. Já aqui na Banânia…
    o desenho da dianteira continua histórico com essa grade destacada. O painel, antes cheio de relógios, agora deu lugar a um mais compacto, que lembra um automóvel.
    Já vou providenciar minha atualização do EuroTruck Simulator 2 pra ver se já chegou essa nova Série Scania! A marca é a patrocinadora líder do jogo e já havia disponibilizado os modelos para renderização das imagens internas e externas, bem como a tomada sonora das curvas de ruído dos motores e a emulação das curvas de potência e torque dos mesmos.
    E convenhamos, o jogo fica extremamente fiel ao mundo real.

    • Zetros1833

      Os motores Cummins não deve nada. Esse motor foi lançado em 2013 para aplicação em ônibus. Inclusive é o mesmo motor usado pela Iveco, nste caso com 950 Nm de torque. Na versão Scania, são 280 cv e 1100 Nm.

      • geraldo veras

        Na verdade esse é o mesmo Cummins série B lançado em 1984 nos EUA. Nada de novo: ganhou cabeçote 24v em 1997, injeção eletrônica common rail em 2002 e teve sua litragem aumentada para 6.7 litros em 2006. Como a versão de 24 v foi desenvolvida em parceria com a FTP na segunda metade dos anos 90, a Iveco o chame por nome próprio. NEF ou seja o que for. É um motor bom? Sim, manutenção simples e já bem conhecida. Mas eu ainda prefiro corações próprios em carcaças próprias, deixando esses transplantes apenas para o caso do velho não aguentar mais. Em termos de economia, nem sei qual o intuito da Scania, já que o P 250 em comparativo com os concorrentes faz basicamente a mesma coisa em média. Na caçamba mesmo, eu já comprei de perto. Foi igual aquela onda da Amrok com motor 2.0, mas no teste fez a mesma coisa que a S10 2.8.

        • Zetros1833

          Pode ser o mesmo de 84, mas o desenvolvimento desse motor entre a Cummins e a Scania foi em 2013, segundo informação que eu li na época. Muitas vezes é mais econômico produzir motores em conjunto do que cada uma produzir o seu. E depois cada marca dá o nome que quiser e configura de acordo com suas necessidades.

          Existem vários exemplos disso, os Detroit usados pela Mercedes, Freightliner, Western Stars, Setra e Fuso, os Paccar usados pela DAF, os Deutz usados pela Renault e pela Volvo e por aí vai.

  • Vattt

    Parece um Lego, Tão feio quanto a nova geração da VW.

  • Matafuego

    São tão baixos que lembram aqueles ônibus de aeroportos.

  • Zetros1833

    Não precisa levar as coisas a ferro e a fogo. Obviamente não vai existir um motor só pra todas as montadoras até pq, cada uma tem suas necessidades e suas estratégias ou das circunstâncias como vc mesmo citou. É óbvio que isso não vai existir.

    Se ela diz que desenvolveu em conjunto ou apenas calibrou para a potência que ela queria, tanto faz. Se uma montadora puder usar um motor de terceiros, ela vai usar. Porque vc acha que ela optou pelo Cummins e não desenvolveu o seu próprio?.A mesma coisa serve para a Volvo e o motor MWM com eixo Méritor?. E serve tbm para a Mercedes que usa o ISF no LO-815?.

    Quanto ao Detroit e Mercedes, sei que são do mesmo grupo, porém, seguiam linhas diferentes. A Detroit produzia os DD para o mercado americano e a Mercedes seguia com sua linha em V e agora resolveram unificar a utilização dos motores.

    Sei tbm do desenvolvimento em conjunto dos OM pela Mercedes e MAN e não foi só os OM, os eixos HL-7 tbm. E diga-se de passagem a MAN mantém uma certa parceria com a Mercedes até hj, pois ela usa o câmbio GO-210 em alguns de seus chassis na Europa.

    • geraldo veras

      Mas não levei a ferro e fogo. O problema é que sempre essas montadoras vem com essa historinha fraca de “desenvolveram em conjunto’, quando na verdade apenas estão utilizando os motores, ou qualquer outra peça do powertrain, de outra montadora. Simples. Só podem ter medo de desagradar fãs mais puritanos. Acho que essa turma de sente melhor em andar num série P com motor cummins, o mesmo do Ford Cargo e ainda o mesmo do Iveco Tector e todo o grupo FTP (NH, Case etc etc etc), mas dizer que está dirigindo um Scania com motor de 7 litros (na verdade 6.7 l) Scania. As vezes me dá até vontade de rir diante de tanta ingenuidade.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email