Condução autônoma EUA Governamental/Legal Segurança Tecnologia Trânsito

Senado americano define metas para condução autônoma

tesla-autopilot Senado americano define metas para condução autônoma

O Senado dos EUA começou a analisar a introdução da condução autônoma no país, mas estabeleceu metas para que a tecnologia não possa interferir na segurança, bem como criar obstáculos para inovação e na definição de legislação federal e estadual sobre o assunto.

Um comitê de comércio do senado americano pretende que tais metas sejam definidas, a fim de que se crie uma legislação para a tecnologia. Mas, é necessário que a legislação reconheça os novos padrões de segurança para a tecnologia, que são incompatíveis com as regras atuais.

Além disso, o Senado entende que a nova legislação precisa evoluir junto com a tecnologia, para que não bloqueie as empresas que estão desenvolvendo inovações em prol da segurança e funcionalidade do sistema.

Nas próximas semanas, a câmara alta dos EUA irá definir regras para que mais testes sejam feitos, mas levando-se em consideração a segurança pública. Por agora, o senado estabeleceu as seguintes metas:

  1. A legislação precisa ser tecnologicamente neutra, evitando a sobreposição de alguns modelos de negócios sobre outros.
  2. A regulação federal deve ser clara em incidir sobre os veículos e as estaduais da mesma forma sobre os condutores, com ajustes no caso da condução autônoma
  3. Deve haver abordagem de vulnerabilidades cibernéticas em tecnologias sem fio que trocam dados na rede, onde tais informações são usadas na condução autônoma do veículo
  4. Definir como as empresas orientarão o público sobre os carros autônomos e as limitações dos níveis de automação e de suas capacidades individuais

[Fonte: Auto News]

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Send this to a friend