Combustíveis Matérias NA

Vale a pena passar o motor do carro para gás (GNV)?

Vale a pena passar o motor do carro para gás (GNV)?

Os carros com motor a gás (ou GNV, sigla correspondente a Gás Natural Veicular) estão cada vez mais comuns nas ruas do nosso País. Sobretudo no Rio de Janeiro (entre os taxistas, principalmente), os veículos movidos a gás se destacam, visto que oferece um menor consumo de combustível.


O Gás Natural Veicular (GNV) é um tipo de combustível mais eficiente em praticamente todos os sentidos. Como já citado, ele consegue entregar um consumo menor e ainda é menos poluente que os combustíveis líquidos (como o diesel, etanol e a gasolina).

Atualmente, não há nenhum carro que sai de fábrica com GNV de série. A Fiat já chegou a oferecer o Siena Tetrafuel, que era capaz de “beber” etanol, gás natural, gasolina misturada com álcool e gasolina pura (usada em alguns países da América Latina e na Europa).

Todavia, qualquer proprietário de veículo pode fazer a conversão de um motor monocombustível ou flex para o GNV, fazendo com que ele possa ser abastecido com dois ou três tipos de combustíveis diferentes. Isso é possível com a instalação de um kit exclusivo para automóveis.


Mas será que é realmente vantajoso colocar GNV no motor do carro? Confira abaixo as vantagens, as desvantagens e como instalar:

Vantagens do gás GNV no motor do carro

1 – O risco de combustão é muito menor, pois o gás só queima a 620º e seu abastecimento não põe o produto em contato com o ar.
2 – Sua queima não libera fumaça.
3 – Permite aumentar o intervalo de troca de óleo.
4 – Por ser mais limpo e seguro, é um combustível que prolonga a vida útil do motor.
5 – Os cilindros de armazenamento de gás natural são resistentes a choques, colisões e até armas de fogo.
6 – As principais montadoras de carros do mundo estão produzindo veículos especialmente preparados para usar o GNV.
7 – O gás natural está em condições de garantir uma reserva de 65 anos enquanto a quantidade de petróleo no mundo garante uma reserva de aproximadamente 40 anos.
8 – Os proprietários deste tipo de automóvel em estados como o Rio de Janeiro, só pagam 1% de IPVA, enquanto os modelos flex desembolsam 4%.
9 – Não existe gás pirata ou batizado.
10 – O kit pode ser removido e instalado em outro veículo.

Vale a pena passar o motor do carro para gás (GNV)?

Desvantagens do gás GNV no motor do carro

1 – Seu carro pode ter perda de potência de até 10%.
2 – Caso tenha problemas no motor, perderá a garantia de fábrica.
3 – O cilindro pode reduzir em até 60% do seu espaço de bagagens.
4 – Dificuldade em achar postos GNV em muitas localidades.

Como passar o motor do carro para GNV?

Antes de fazer a instalação do kit do GNV no seu carro, é preciso buscar por uma oficina homologada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Para conferir a lista completa, basta acessar o site do Inmetro.

Ao chegar na oficina, o seu carro passará por uma avaliação técnica, garantindo que você não terá nenhuma surpresa desagradável no futuro. Neste momento, pode ser que algumas peças do seu automóvel (como cabos, bobina e velas) necessitem ser substituídas, visto que o GNV trabalha numa tensão muito mais elevada na ignição e precisa que tais componentes estejam em perfeito estado.

Há também a verificação de outros componentes, como filtro de ar, sonda lambda, correias e atuadores, além da checagem de ruídos e outros parâmetros do carro. Caso haja algum item em más condições, ele deverá ser substituído antes de fazer a conversão.

Depois disso, é instalado o kit GNV. Atualmente, o kit custa cerca de R$ 4 mil (valor correspondente ao kit Geração 5, considerado o mais atual). Os cilindros são posicionados no porta-malas do carro, o que acaba prejudicando o espaço do compartimento.

Vale ressaltar ainda que a conversão do motor para o gás GNV acaba gerando a perda de garantia de fábrica cedida pela montadora do carro.

Exija sempre a nota fiscal dos produtos e serviços e o certificado de homologação do Inmetro. Após isso, basta agendar uma vistoria no Detran e levar os documentos exigidos.

Vale a pena passar o motor do carro para gás (GNV)?
Nota média 5 de 1 votos

Eber do Carmo

Eber do Carmo

Formado em marketing, tem mais de 13 anos de experiência escrevendo sobre o mercado automotivo no Notícias Automotivas, desde que fundou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio. Também teve por três anos uma empresa de criação de sites e catálogos eletrônicos.

  • king diamond

    bom, acho que vale a pena para carros como motores acima de 1.4, pq senão o carro fica mto manco p/ dirigir…

  • ghd

    kits da nova geraçao causam uma perda de potencia bem inferior a 20%…. boa reportagem!

  • Cirdan

    É bom pra qm quer um carro de luxo, mais tem q economizar. Bom pra colocar no Marea HLX 2.0 20v. Vc tem carrão com economia.

    Abraços a todos

    • thiago

      beleza, ae resseca cabeçote, e va faze o motor do marea KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • nelson

    Pena que aqui em presidente prudente não tem nenhum posto que tenha esse combustivel e tb não sei se tem alguma oficina especializada!

  • Marcelo Amorim

    Temos aqui em casa uma Saveiro 1.6 no GNV…o metro cubico custa em media 99 centavos…enchemos o cilindro com 15m e rodamos com ar ligado dentro da cidade,cerca de 170 km.

    Mas como diz a reportagem,o problema é a falta de potencia…tem horas que da vontade de descer do carro e empurrar.Mas depois que embala,é bom!

  • Rodrigo®

    Ótima reportagem, Éber. Para quem trabalha com o carro, é indiscutível a economia. E o retorno do investimento vem rápido.
    Já para quem só usa o carro fim de semana, e em viagens eventuais, vai levar muito tempo até compensar o valor do kit.

  • RM

    alguem ai sabe o qto sai o custo desse tal kit?
    e se ha previsao de estender os postos de abastecimento p o interior do parana, jah q aq soh tem na area metropolitana de ctba.

  • valeu ghd e rodrigo! RM, o kit bem feito, com aquelas peças importadas e tal, com cilindro italiano, blablabla, sai por uns 3.000, só compensa pra quem roda muito.

    no meu futuro Ford Galaxie 500 eu vou deixar original mesmo, pois vai ser aquele carrão de final de semana ehhe.

  • Raul de Oliveira Vasconcellos

    Olá!Acho essa matéria do GNV boa,serve para alertar as pessoas se vale ou não a pena converter oseu veículo.Na minha opinião não!Isso devido o gás ser um combustível seco, entra no cabeçote do motor seco, não lubrifica nada,com o tempo,acaba tendo que se trocar o cabeçote.Isso aconteceu comigo,aqui em casa temos um Opala Comodoro SL/E 2.5 Álcool/GNV ano 92 ex-Transcoopass(AIRJ)e na nossa mão é o 2o.cabeçote trocado e na retífica a explicação foi essa que estou dando a vocês.Sobre troca de óleo, pelo contrário,o intervalo é a metade do especificado pelo fabricante,o gás resseca!Fora a parte elétrica que sempre dá interferência e vira e mexe,estamos no eletricista!O que se obtém em econômia de combustível, acaba gastando em manutençaõ.Gás,só pra quem é taxista,ou trabalha e roda muito mesmo com o carro e ai se prepara para os contras do gás!!

    • andres

      amigo tenho um Hyundai sonata original a gás so funciona a gás nem tem tanque de gasolina ou alcool eu importei direto da coreia por q aqui no paraguay nao tem ano 2013 descordo de vc q nao tem perda de potencia e nao resseca cabeçote por q mais pao q eu dou nele pode ser q as gambiara q fazem ai nas oficinas nao seja bem feita por isso do problema troco de óleo a cada 10 mil km e óleo sae limpo da ate do de trocar recomendo usar a gaz mas desde q seja original de fabrica acredito q tudo q e feito mal fica gastando assim como vc diz q da problema elétrico

  • Sereno

    Mais uma boa matéria, vc tá ficando bom nesse negócio :ok:

    Mas o usuário tem que ficar atento, instalar o kit e vender o carro cedo é prejuízo. Veja nessa outra reportagem que pode ser necessário 21 meses pra começar a ter retorno no investimento: http://noticias.uol.com.br/economia/ultnot/infomoney/2007/07/23/ult4040u5768.jhtm

    Pra quem instala e vai ficar com o carro uns 3 ou 4 anos é uma boa, a não ser que rode muito em pouco tempo.
    Eu já andei em uma parati com gnv e essa perda de potência realmente existe, mas pra quem não exige muito do motor não vai sentir tanta falta. Além de que é só virar uma chave e passar a consumir gasolina, ótimo pra quem está viajando e quer fazer ultrapassagens.

    Mas o que mais me motiva nessa história é o ítem 9 dos pontos positivos: Não existe gas pirata ou batizado. Meu Deus ! como isso é bom.
    Quanto as desvantagens somente pra quem tem um carro na garantia que é ruim, no mais tudo dentro da normalidade.

    Aqui no DF agente ainda não tem GNV pra todo mundo, temos um posto em fase de teste, mas tem uma máfia de combustível aqui vetando a entrada do GNV. É Brasília ! A terra dos mafiosos sem armas.
    Mas assim que vier eu coloco no meu carro, sem dúvidas.

    abraços a todos e parabéns pela matéria.

  • rogatti

    1- VAI FALTAR ENERGIA EM 2012
    2- O GAS VAI TER SEUS PREÇOS HIPER AUMENTADOS
    3- EDITAR NESTE SITE É UMA #$%@&&..A
    4- GAS ROUBA ESPACO ROUBA POTÊNCIA
    5- SO TEM GAS EM ALGUNS LUGARES..VA TRABALHAR DE ONIBUS ..METRO ..BICICLETA..SE O TRABALHO FOR EM ESCRITORIO…ECONOMIZA MUITO MAIS

    :green: :D :evil2:

  • com relação ao gás ser muito seco isso realmente é verdade, eu creio que para a vida útil do motor o melhor é álcool.

  • Rodrigo

    Eu não me arrependo de ter instalado no me Uno Fire 02 há dois anos atrás. Rodo cerca de 280km com apenas 18 reais.

    Um carro que já era econômico, se tornou ainda mais. Com a redução no valor do IPVA eu tive o retorno do investimento 1600,00 em apenas 5 meses.

    O que não vale a pena é pegar carro usado com gás já instalado. A menos que se conheça a procedência da instalação e que exista garantia da instalação do gás.

    • ana

      Olá Rodrigo .Estou interessado em colocar gás em meu carro.Vc é de onde?Estado?

  • Devil

    Eu particularmente não colocaria em carro nenhum, mas para carros beberrões como: vectra, marea, etc é uma ótima idéia.

  • Ricardo

    Notícias Automotivas de ajudem por favor!!!!!!

    Acabei de comprar um Fiesta Sedan 1.0 Flex e meu pai torra o saco dizendo que temos que por GNV!
    Gostaria de saber se em um carro 1.0 como o Fiesta que por sinal já é flex, se o GNV seria vantagem?
    Não sou fã de GNV, mas mesmo assim gostaria de saber a opnião d quem realmente entende!

  • Rodrigo®

    Ricardo, acessa este simulador: http://www.cegas.com.br/simulador_gas.asp

    Coloca alí os preços dos combustíveis na tua região, o consumo médio do teu Fiesta e a quilometragem que vocês vão rodar. Na ponta do lápis, muita gente descobre que precisa rodar mais de um ano até ver o retorno da economia.

    E tem a questão do desempenho. Em algumas situações, como subidas e ultrapassagens, vai ter que apelar pro álcool ou gasolina mesmo.

  • nelson

    Interessantissimas as opiniões aqui descritas e o excesso de informações sobre o GNV que eu nem conhecia normalmente!

  • LeO!

    Bem, aparentemente, o gás é melhor que os combustíveis atuais, mas é difícil promover uma ação massiva. As indústrias deveriam investir em motores híbridos, na minha opinião, como o do Prius… :S:

    :glass:

  • Deicide

    Uma coisa pra mim é clara, gás só trabalha bem em carros injetados, com variador de avanço e emulador de bicos, mas nos carburados como o opala 2.5 ou meu chevette q virou chevastra, pq o motor original 1.6/S bateu, trocava sempre cabos de velas por superaquecimento e as velas tb, mesmo rodando pelo menos 1 km por dia na gasolina, a adaptação no carburador é sempre horrivel, as perdas são ainda maiores q nos carros injetados.meu motor n aguentou, quem sabe agora com um motor 2.0 8V, que ainda nem sei se ponho gas denovo. Aki em Salvador o gas eh 1,38/m3.

  • Shiol

    Ando de Gol 1.6 no gas, vale a pena porque eu geralmente corro muito por muito tempo.
    Só não vale a pena se voce anda pouca distancia.
    Se voce tem pena do meio ambiente, é melhor usar álcool!
    Não converta só porque é mais barato, pois ele destroi o motor!
    A pessoa estica mais e acaba que por “destruir” mais rápido o motor e cambio!
    PRESTE ATENÇÃO!

  • Shiol

    [quote comment=”33494″]Bem, aparentemente, o gás é melhor que os combustíveis atuais, mas é difícil promover uma ação massiva. As indústrias deveriam investir em motores híbridos, na minha opinião, como o do Prius… :S:

    :glass:[/quote]
    CONCORDO PLENAMENTE!!! Carros híbridos é o futuro, como já dizia o próprio editor numa matéria de Cayenne Hybrid! Prius é só o começo!

  • Letto

    Vamos dizer algumas verdades !
    1- Vai perder espaço no porta malas principalmente carros hatch!
    2- Em carros com motores mais fracos como 1.4 para baixo, o desgaste do conjunto da embreagem acontecera bem antes!
    3 – O gás por ser mais seco, aumenta a temperatura na câmara de combustão, fazendo as válvulas afundarem nas cedes e levando o mesmo a ser retíficado!
    4- Apesar de o gás não poder ser batizado, ja houveram vários relatos de donos de carros que dependendo do posto que abastecem, o consumo com gás, aumenta absurdamente, então não espere o mesmo consumo sempre, vai depender do posto!
    5- jamais coloque gás no seu carro sem antes fazer a conta do seu consumo médio mensal,caso a economia que o gás trará, pagar o equipamento em 6 meses, voce estará fazendo um ótimo negócio, se levar um ano, ai é bom voce ficar com o carro 3 anos, se for maior que isso desista!
    6- Esqueci de uma coisinha, caso ponha gás não esqueça de inserir na conta o preço das molas traseiras para gás, pois se não colocalas o carro vai ficar baixo, com risco de bater no chão, prinipalmente quando estiver carregado!

  • Letto

    Mais um detalhe, quando seu carro a gás começar a dar pau na marcha lenta quando voce passar pra gasolina, não vá encher o saco do mecânico, leve o carro no instalador do gás e mande ele arrumar a cagada, regular o gás! Ok!

  • Letto

    Li uma opinião ali em cima e lembrei!
    Cabos e velas com gás devem ser trocados conforme fabricantes, na metade do tempo, ou seja, velas para 30mil trocar com 15mil e cabos idem!
    Isso porque o desgaste é maior, e em caso de carros com coletor de plástico onde não colocam uma válvula de alivio, quando o gás da retrocesso o coletor simplesmente estoura e ai o prejuizo é grande, pois um coletor é bem carinho, fora o desprazer de ficar na rua até vir um socorro!

  • Diogo

    Aqui em casa já é nosso segundo carro a gás. Já tivemos uma zafira e agora temos um siena 1.8. Ainda não apareceu nenhum problema de manutenção. O ruim foi que no siena parece que o kra não regulou o gás direito e o carro ficou uma merd*…morria quando passava pra gasolina, não pegava em dias frios….mas depois que eles acertaram tudo, o carro ficou ótimo.
    Quanto a perda de potência, no siena dá pra levar tranquilo, pq esse motor 1.8 parece que é d+ pra esse carro, entao no gás ele fica mais comportado…hehehe….mas na zafira era horrivel, quando passava pro gás, o carro ficava muito lento…mas era o preço da economia.
    Eu acho que vale a pena sim colocar gás, principalmente aqui no RJ, por causa do IPVA. Nos outros estados, só vendo mesmo o quanto a pessoa roda.
    Ah, outro detalhe…o gás aqui tá custando mais ou menos 1,30….mas já custou 0,80! =/

  • Raul de Oliveira Vasconcellos

    Lembrei-me de mais coisas sobre o gás!Toda suspensão deverá ser trocada na metade do tempo util,ou seja,se durar um ano,no máximo 6meses e dois anos/1ano.Por causa das buchas de suspensão e amortecedores,tendo que o dono colocar molas e amortecedores específicos p/carro à gás.
    E em relação a documentação do veículo,você fará uma vistoria a mais,que ñ é gratuita e se ñ for aprovado, ñ irá fazer a do Detran!!
    Sobre a pressão do gás, só postos que tenham 200 bar de pressaõ p/poder ter um consumo bom de gás e tbm a manutenção do próprio kit gás, já que com o tempo o redutor de gás fica cheio de óleo proveniente das bombas de gás.Isso ninguem fala!!

  • bons detalhes ressaltados.

  • cRiPpLe_rOoStEr 100% Chevrolet

    Dependendo do sistema de injeção que se use na conversão até num carro com câmbio automático funciona bem. Tem alguns kits que usam uma 2ª injeção eletrônica especialmente desenvolvida para operar no gás, ou seja, dependendo do carro fica até melhor rodando no gás do que na gasolina ou no álcool.

  • Sandra Elias

    Gostaria de saber se em Brasilia ja existe algum posto que faça o abastecimento do GNV, pois estou me mudando pra lá.

    Se algúém souber por favor diga onde fica.

    Obrigada

    • Adão

      tem alguns posto de abastecimento de gnv um fica na candogolândia df.

  • David

    Meu carro é uma Elba 1.6 motor argentino a gasolina e a dois anos GNV, sendo que nesse período é a segunda vez que o cabeçote está queimado. Hoje o mecânico me disse que é devido ao GNV. Isso é verdade? Obrigado. David

  • rodrigo robles

    gostaria de saber se é “jogo” instalar gnv em meu carro(fiat uno eletronic 95, carburado, 1.0)? quais são as vantagens e se terei mais vantagens do que desvantagens.

  • Agostinho Cerdeiras

    Tenho um palio fire gnv, ultimamnente ele quando acelerado a lenta ele morre, depois que esquenta segura um pouco, uns dizem que é tucho, outros limpeza de bico, etc. o que será , começarei trocando o cabo de vela e as velas e depois verei o que fazer, alguma sugestão , fico grato? :water: :saad: :shii: :??: :S: :hahh:

  • fernando lima

    O Pegeot Passion 1.4 se adapta com o uso do Kit Gas

  • Renato C. Rubim

    gostaria de saber o que o GNV interfere com relação a suspensão do carro ele força muito?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email