Buick Chevrolet China GM Tecnologia

Será que vem? GM lança motores Ecotec Turbo 1.0 e 1.3 na China

ECOTEC-1.0T-and-1.3T-2 Será que vem? GM lança motores Ecotec Turbo 1.0 e 1.3 na China

A GM lançou na China dois novos motores da linha Ecotec, mas dotados de turbo e injeção direta de combustível. O desenvolvimento visa atender produtos das marcas Buick e Chevrolet. De acordo com Michael Carman, vice-presidente de sistemas de propulsão global da GM China, “a GM está integrando nossos recursos globais incomparáveis ​​com nossas capacidades locais para oferecer sistemas de propulsão confiáveis, duráveis ​​e eficientes”.



O propulsor Ecotec Turbo SIDI 1.0 entrega 125 cv e 17,3 kgfm, enquanto o 1.3 oferece 163 cv e 23,4 kgfm. No Buick Excelle GT, o consumo da versão 1.0 Turbo é de 20,4 km//litro e no 1.3 Turbo, cerca de 17,2 km/litro. O sistema de injeção é dupla e os propulsores possuem moderno sistema antivibração e para reduzir ruído. Com essa dupla, a GM China deve reduzir o uso de motor 1.5 aspirado e mesmo o 1.5 Turbo.

Mas poderiam estes dois motores serem usados no Brasil? Em 2019, a GM deve lançar a próxima geração do Onix. A plataforma a ser usada é uma nova base global que terá participação da divisão chinesa. Com o Rota 2030, provavelmente as exigências em termos de eficiência energética colocarão os atuais motores nacionais da Chevrolet em desuso. Como a tendência é o uso de turbo e injeção direta para reduzir as emissões e ao mesmo tempo conferir melhor performance, a GM Mercosul pode se beneficiar dessa nova gama, pelo menos no caso do motor 1.0 Turbo.

ECOTEC-1.0T-and-1.3T-1 Será que vem? GM lança motores Ecotec Turbo 1.0 e 1.3 na China

Com a potência e o torque anunciados acima, esse tipo de propulsor pode atender bem ao próximo Onix, que deve chegar com um perfil mais próximo dos rivais Fiat Argo e Volkswagen Polo, trazendo mais tecnologia e melhor impressão de qualidade. Nesse aspecto, o uso de um motor 1.0 Turbo com 125 cv e 17,3 kgfm, além da tecnologia flex e câmbio automático de seis marchas, são fundamentais para acirrar a disputa e sedimentar por mais tempo a liderança de mercado.

Prisma, Spin, Cobalt e a sucessora da Montana também podem se beneficiar, assim como um possível SUV de acesso, abaixo do sucessor do Tracker. Neste último caso, o motor 1.3 Ecotec Turbo parece mais indicado, entregando 163 cv e 23,4 kgfm. Sendo flex, pode também acabar nos próximos Cruze e Cruze Sport6, bem como a eventual picape cabine dupla que rivalizará com a Fiat Toro.

Na gama abaixo, o 1.0 Turbo poderia ganhar uma versão aliviada para ficar em torno de 105 cv, ocupando de fato o lugar do 1.4 atual, ostentando assim um torque na casa de 15 kgfm ou mais. Com o enxugamento dos custos em nível global, a GM pode aproximar bem o Brasil da China.

  • Alexandre

    Se vier, os haters não poderão mais falar “motor de chevette”, “mecânica de monza”, “onicussauro” e bla bla bla.

    Tive um Onix no começo de 2013 e digo (repito): o motor não tem nada de beberrão e estava de acordo com concorrentes nos anos de 2013/2014/2015. Porém, nos anos seguintes começou a chegar a galera com Turbo, aí não tem como competir mais, a saída é atualização. Antes disso estava muito bom mas ainda assim via pessoas falando asneiras do motor.

    • Walter Augusto

      Hater além de cego é surdo. Então devem comentar aqui que esse motor nada mais é do que um monzatech melhorado.

    • haterXhater

      Os haters não aceitam cara, veja os comentários deles.
      Pra mim o SPE/4 é um bom motor, com desempenho adequado e ótimo consumo, tão bom quanto alguns 3 cilindros. E não vibra e tem manutenção barata.

      • Renato Duarte

        extrair 106cv em um motor 1.4 sem turbo,, pra mim é digno de premio. E tem asno pra falar mal ainda. Pra mim o SPE/4 é um dos melhores motores pra carro popular.

    • MarcioMaster

      Então Alexandre, comentar coisas por aqui, com quem tira opinião na internet é complicado, vou pela minha experiencia. Aqui na Empresa tem Onix, Up e agora Mobi, ando com todos regularmente e o Onix apesar de mais pesado e maior tem consumo semelhante. No uso 100% urbano todos consomem a mesma coisa, na estrada o Onix só perde em velocidade constante, andando de leve, praticamente atrapalhando o transito, se for andando normal, ultrapassando etc o consumo fica tudo igual. O desempenho tambem não tem diferença significativa e nesse caso o motor velho de manutenção barata e simples compensa muito mais.

    • PEDAORM

      Os problemas do Onix não se limitam ao motorsauro. A 3/4 anos atrás era Ok, não era elogiável, tão pouco denegrível, diria aceitável, mas já era antigo. Hoje é um motor pré-histórico em uma carroceria frágil. Fica fácil não gostar do carro…

      • Alexandre

        Discordo em relação a mecânica. Quanto à segurança não tenho o que falar. É um fato.

    • ViniciusVS

      Já pensou uma Spin 1.0 turbo com 125cv que legal?

      Já consigo imaginar a Capivara na estrada dando um certo trabalho para UP TSI… Quero viver pra ver essa zoeira

      • FPC

        A questão aí são 325 kg de diferença, 1275 da Spin contra 950 do up, esses 20 cavalos a mais da Spin não vão ajudar, ainda mais o torque quase identico de ambos.

        • ViniciusVS

          Foi uma brincadeira kkkkk

      • Alexandre

        Se a “geladeira deitada” embalar da jogo. Kkkkk

      • Pedro154

        Imagina que louco ver uma capivara desgovernada na estrada. Hehehehe

        • ViniciusVS

          Belina do capeta do século XXI

          Kkkkkkkkkkkk

      • Lucas de Lucca

        Capivara hahahahaha

    • Pedro154

      Esse não é o principal problema do Onix. O trágico é que, além de não ter motores tão modernos quanto à concorrência, é muito inseguro, vide o resultado de zero estrela.

      • Fernando

        lendo seu comentário, parece que os concorrentes do Onix é tudo 5 estrelas e top da proteção.
        Sera que o Ka, HB, Sandero, Gol são tão melhores nesta questão de segurança? Será mesmo? Eu acho que todos sao farinha do mesmo saco. Os unicos que sobressaem sao o UP e o novo Polo. De resto, mistura no liquidificador e não dá 1 carro 5 estrelas do latincap.

        • EJ

          Fernando, são. O Ka também já passou por crash tests assim como o HB20. Todavia, eu gosto de carro antigo, nem esquento. Relevaria isso. A motorização que precisa ser revista porque as referencias agora são outras. Por mais que os donos adorem o fator do custo baixo de manutenção, em virtude do projeto já beeeeem amortizado do 1.0 e 1.4.

          • Fernando

            nao me lembro da avaliaçao desses modelos que falamos. Se vc tiver ou alguem ter as notas do latincap posta aqui. Por que, eu nao acredito que a segurança deles seja tao melhor que o Onix.

            Também queria entender o criterio dessa latincap pra fazer testes. Porque ainda nao testou o ka, hb, sandero, kwid nesse novo metodo de teste e so o onix foi testado? Acho q seria mais etico se a empresa testasse pelo menos sempre 3 modelos concorrentes de cada categoria para o publico poder fazer suas analises e comparar.

            Senao, agora, monte de gente mete pau no Onix, e daqui 1 mes, ou seila qto tempo, fazem o teste do Ka, HB, etc e constatam q sao tao ruins qto o GM.

            Testes com varios concorrentes reduziria muito o mimimi da internet rs

        • Pedro154

          Não estou dizendo isso. Etios, HB20, Gol, provavelmente todos esses não passam das 2 estrelas. Mas, no critério antigo, os dois primeiros ainda foram melhores que o Onix. Não acredito que cheguem a zerar, nem o Mobi zerou! O que acho ruim é que o líder de vendas seja zero estrela, tenha motores antigos e sequer tenha simples repetidores de seta nos retrovisores.

          • Fernando

            Te entendo. Na logica comprar o carro sabendo q nao é o mais seguro nao seria o ideal. Mas a compra de um carro envolve muitos fatores. Muitas pessoas nao sabem disso. Muitas pessoas nao sabem que o motor é antigo, mas qdo fazem o test drive e veem que o carro anda de modo satisfatorio, nao ligam pra isso.

            Te um zerokm é dificil. A GM se vc ver no site dela, tem ofertas mto boas e condiçoes de pagamento bem mais acessiveis pra levar um Onix pra casa. Parcelas menores que os concorrentes. Eu vi aqui mesmo, um Up tenho que dar mais de 30 mil de entrada e parcelas de mais de R$ 1.600 por mes em 18 meses mais ou menos. O mesmo valor praticamente vc leva um Onix com parcelas na casa dos R$ 400 a 600.

            Mesmo q diga que sera mais meses o pagamento, é um valor q cabe no bolso.

            Entao nao é tao simples unir util ao agradevel pra comprar um carro. Na maioria das vezes compramos o que dá, nao o que gostariamos.

    • Mario

      É que para esses haters, o único motor bom é o super, mega, plus 1.0tsi…segundo colocado!

      • Lucas de Lucca

        Ué mas está errado? Pois, com exceção do Ecoboost da Ford, não há no mercado 1.0 do mesmo nível do TSI em tecnologia e eficiência.

    • EJ

      Quem vem de outros modelos, não se impressiona com Onix. O motor 1.4 dele não o faz referência em desempenho nem em consumo, apesar de se destacar mais em consumo. Por muito menos, a Ford já tirou de linha o Zetec Rocam em 2014, motor que tem uma robustez, performance (sobretudo nas primeiras iterações, quando nem era flex), superiores ao 1.4 que apesar das contantes modernizações, não impressionam ninguém. Fará bem a Chevrolet substituir esse motor sim. E sim, há motivo pra crítica ao líder incontestável de vendas no Brasil. Motorização é a principal, em minha opinião. Sobre segurança… não é preciso opinar muito pois até a GMB já admitiu reforçar o veículo.

    • Matthew

      Sei lá hein. Tem Onix 1.4 na minha família e ele é bem justo ao carro. Não falta, mas também não sobra. Isso nada tem que ver com ser hater. É um motor cansado, sim, por mais que atenda na maioria das condições de uso. Caberia um Ecotec 1.6-16v tranquilo pro tanto de “chão” que tem o Onix. O 1.8 então é uma piada. Esse sim é beberrão e anda pouca coisa mais que o 1.4.

      • José Barbosa

        na verdade o 1.8 é muito mais torcudo. É um motor elástico e agradável para quem não vai pisar fundo.

        • Matthew

          O que você quis dizer com elástico? O 1.8 parece um motor de trator, muita força em baixa e logo em seguida apaga. Tem que dirigir que nem motorista de táxi: pianinho, trocando marcha cedo… não é um motor girador e acima de 4 mil rpm morre.

          • José Barbosa

            Um motor que dentro da faixa de uso adequada (entre 1,5 a 3,5 mil rpm) responde bem. Até por ser 2v por cilindro, não se pode exigir desempenho em altas rotações.

    • José Barbosa

      Isto é o bom da concorrência. O Ônix tem recebido “pedrada” de todo o lado: no custo com o Kwid, no segmento mais premium com Argo e, principalmente, Polo.
      A Hyundai ainda vai ter que se mexer (veículos com ciclo de vida semelhantes, lançados mais ou menos na mesma época), de forma que o próximo Onix, para ser líder, vai trazer um novo patamar em motores e algum incremento em segurança.

  • Roxxton

    Sem chances desse motor vir para o Brasil!!
    A GM teria que investir uma grana pra produzir aqui, e ainda iria aumentar muito os preços dos carros equipados com ele.
    Além do que, o povo daqui gosta de comprar porcaria(ônix/prisma).

    • Walter Augusto

      Se vier, o que você irá fazer com esse comentário? Kkkk

    • Gu92

      E o que explica o investimento de 1,9 bilhão na fábrica de motores da GM em Joinville se não for para produzir esta nova familia de motores no Brasil??

      • Mario

        Concordo!

    • fofis

      Vai ter sim. A GM lançara junto com a nova geracao do Onix em 2019 uma nova familia de motores, 1.0 aspirado, turbo e 1.2 aspirado e Turbo. Varios fornecedores ja estao trabalhando nesse projeto, e ha alguns engenheiros da GM trabalhando em conjunto com o pessoal da China.

    • Lucas de Lucca

      Vejamos, up! tem opção de 1.0 turbo, HB20 (mesmo que não tenha GDI, mas ainda assim é aceitável) tem opção de 1.0 turbo, subindo de categoria Fiesta e Polo idem. É questão de tempo até ela por, pois ou investe ou perde mercado.
      E se não estou enganado, ela já fez um investimento altíssimo na fábrica de motores em SC, provavelmente já pensando na produção local desses novos propulsores.

      • Fernando

        tambem acho. A proxima troca de carros da GM com certeza trarao carros mais seguros e com motores turbo. Pra mim isso é uma certeza. Apenas questao de tempo.

  • carloscomp

    Minha opinião:

    Possível Novo 1.0 aspirado: Para o lugar dos 1.0 8V “atuais” (Onix e Prisma)
    Novo 1.0 Turbo: Para o lugar dos 1.4 8V “atuais” (Onix, Prisma, e Cobalt)
    Novo 1.3 Turbo: Para o lugar dos 1.8 8V “atuais” (Cobalt, Spin e Novo SUV)

    • Ericson Lorenzetti Düsmann

      1.3 com 163cv dá pra usar até no Cruze.

    • Paulo Lustosa

      Eu acho que o 1.0 turbo vai matar o 1.4 e 1.8 8V, e o 1.4 Turbo ainda vai ficar na linha normal sem ceder lugar ao 1.3 por ter mais torque

      • Lucas de Lucca

        Apenas 1 kgfm de diferença, da pra abrir mão disso (quase insignificante a diferença) em prol de mais economia e mais potência desses 1.3, sem contar que esse torque divulgado é com gasolina, aqui uma versão flex usando etanol provavelmente chega nos 24,5 kgfm do 1.4 atual.
        Mas realmente acho que não virá, já que a GM começou a fazer recentemente esse 1.4 atual na Argentina. Não seria legal já trocar o motor com tão pouco tempo de mercado.

    • predadordemarea .

      Que isso cara?
      Você acha que a GM vai colocar um motor 1.3T de mais de 160 cv e mais de 23 kgf de torque em carros como Cobalt e Spin?
      Nem o Cruze que é um carro caro terá esse motor, quanto mais um carro intermediário.
      Esse motor, SE VIER, vai ser para carro mais caro.
      Uma SUV eu até acredito.
      Mas quer saber mesmo?
      Duvido que esses motores venham para cá.

  • No_Name

    Única coisa que virá da China para os Chevrolet BR nos próximos anos é a plataforma GEM (Global Emerging Market), feita junto com a SAIC para a próxima geração de Onix e cia.
    Esses motores sem chances, talvez no máximo alguma derivação destes sem turbo.

  • Marcos Souza

    Problema da GM no Br não é o motor 1.0 8v.
    Ele dá conta do recado, é econômico e durável. Se vir, vai substituir os motores 1.4 e 1.8. substituiria também o 1.6, mas a GM não tem mais motor 1.6 desde que deixou de trazer o Sonic e é uma litragem q eu acho perfeita pra tanto uso na cidade quanto na estrada com ar e carro carregado.
    Pela potência do 1.3, ele pode substituir o 1.4turbo atual.
    Mas voltando ao início, o problema da GM no Brasil é a insegurança de seus carros de entrada. Isso talvez melhore com a próxima geração do Onix/prisma.

    • Lucas de Lucca

      A questão da segurança me pergunto para quem é o problema, pois veja, mesmo com os péssimos resultados continua vendendo igual pão quente. São poucos como você que leva isso em consideração infelizmente.

  • Ate a GM Brasil vai achinesar e os haters ainda falando mal da China kkk

    • ViniciusVS

      Se considerar os fornecedores de peças e os materiais utilizados na produção das peças, tem muito carro “chinês” no mercado kkkkk

      Praticamente tudo vem da china, nem que seja um % menor, mas sempre tem algo Chinês. O Brasileiro deveria aprender com os Chineses em vez de fazer piada deles.

  • Fabão Rocky

    C/ a nossa mijolina esse motor c/ ctz n passaria de 14km/l.

    • Lucas de Lucca

      Lino, creio que não.

  • Vinicius

    Vai mexer a bunda e trazer sim. O mercado vai exigir. Não sou fã da vw, mas espero que tenha sucesso na empreitada com o polo tsi. Vai incentivar as marcas que só trazem algo a mais quando pressionadas.

  • Tom Costa

    No máximo chega o 1.3 sem turbo e bem simplificado. Apostem.
    E mais, vão cobrar o preço do polo tsi com todos os opcionais.

    • Pedro154

      Por se tratar de um projeto mais moderno, o 1.3 poderia muito bem vir para cá para substituir o atual 1.4. Como vai ser flex, chega nos 24 kgfm do 1.4 e ainda tendo mais potência.

      • Tom Costa

        O 1.4 turbo atual, né? O 1.4 aspirado do onix não tem nada a ver com o 1.4 turbo. O mais provável é que venham esses motores em versão aspirada para a família onix e 1.3 turbo para os médios. Vai se encaixar da mesma maneira que o Argo, com 1.0 e 1.3 aspirado.
        A grande vantagem é o ganho de escala, uma mesma fábrica para até quatro configurações de motor e peças semelhantes. E até lá um onix pelado já estará custando de 55 a 85 mil, do jeito que anda a I.M.C(inflação média de carros, criei a escala agora… kkkk), que é bem diferente da inflação oficial e da real.

        • Pedro154

          Sim, no caso eu comparei os 1.3 e 1.4 turbo. O 1.3T poderia substituir muito bem o 1.4T aqui, assim como uma versão aspirada desse 1.3 poderia substituir o velho 1.4 8v.

  • Edson Fernandes

    Acho improvavel chegarem os dois motores. O 1.3 canibaliza o 1.4 do Cruze e do Tracker. Logo, não vejo modelos abaixo recebendo ele.

    E no 1.0… fica dificil considerar sua mudança. Creio que a possibilidade é maior de existir a vinda de Ecotec de gerçaão anteiror a essa para substituir os atuais e talvez um downsizing 1.0 nas variantes de topo de Spin e Cobalt. Não enxergo isso no Onix/Prisma.

    • Gustavo Doricci

      Será que o cruze não vai receber o 1.5 do Equinox?

      • Lucas de Lucca

        Acho improvável, pouquíssimo tempo de mercado ainda desse 1.4, seria um tiro no pé substituir ele já. Fora que eles adequaram a fábrica na argentina para fazer o 1.4 turbo pra América do Sul, falo que por aqui esse 1.4 vai longe.

      • Edson Fernandes

        Muito improvavel. O motor 1.5 é para o mercado americano. Duvido que venha a ter aqui.

  • A julgar pelo que vende o 1.4 velho de guerra, vai demorar um cadinho ainda… rs

  • REDDINGTON

    Vai vir sim igual veio o Corsa Classic…saiu de linha na China e mandaram pra cá…

  • Tochio

    Corram para colinas, a GM lançou motor novo……!!

    • Lucas de Lucca

      Não aqui ainda amiguinho, cancela a viajem. hahahaha

  • V12 for life

    Esse motores são feitos em alumínio que foi o que a GM informou que produziria aqui, então provavelmente se trata sim da nova família de motores que será feita em Joinville, porém esse 1.3T deve seguir o mesmo caminho do 1.4T atualmente e vir apenas no SUV e Cruze, e o 1.0 deve ter uma versão aspirada para os modelos de entrada, se o próximo Onix realmente se equiparar com Polo e Argo, um dos 2 modelos indefinidos dos 8 que irão compor a nova família da plataforma GME deve ser um novo hatch abaixo do Onix, principalmente pelo fato do Kwid estar mostrando que esse mercado ainda existe.

    • 4lex5andro

      Deverão ser motores inicialmente destinados a modelos médios e suv (cruze, cruze hatch e tracker). O investimento em SC parece servir pra dar escala ao caso de, a médio e longo prazo, expandir oferta de versões turbo para os modelos de “menor preço” da linha onix/prisma e cobalt.

      P.s. É cedo cravar que o novo Onix vai subir de degrau e enfrentar Fiesta, Polo, C3, Argo e Pg208.

  • Lucas086

    Aí vai vim, quando a GM lançar os elétricos kkkkk ai o refugo vem pra cá

  • Wagner Lopes

    Líder de vendas com os monzatech ??? Mais de 12.000 onix por mês ??? Por enquanto esquece esses motores aqui pois, o brasileiro tá satisfeito…kkkkk.

  • octavio cesar godoy

    nossa, injeção direta depois de 20 anos no mercado? aqui é um estardalhaço por isso, mas que é coisa basica a 20 anos nos carros fora daqui

  • Dreidecker

    É disto que a GM do Brasil necessita, dos modernos motores SGE – Ecotec Turbo SIDI em substituição aos jurássicos OHC, e chegarão tarde aqui.

  • CÁSSIO

    esta passou da hora da GMb atualizar seu motores ,Joinvile foi concebida para a tempos atrás fazer um tal motor 1.2 de 3 cilindros isto bem antes do UP das as cara e ate agora nada ……….

  • predadordemarea .

    Nossa!
    O pessoal dos blogs só sabe reclamar.
    Reclamam dos motores mais modernos e quando tem notícias animadoras, já começam a chorar falando que é tarde.
    Ontem mesmo reclamavam e hoje já é tarde?
    Quanto a esses novos motores turbinados, SE VIEREM PARA O BRASIL, devem equipar os futuros lançamentos da GM mais caros por aqui(SUV, uma nova picape…), ou seja, carros que ultrapassam um pouco os 100 mil reais.
    Duvido que a GM vá queimar esses motores com um carro do porte do Onix.
    No máximo, para o Onix, motores 3 cilindros aspirados.

  • Carlos Sá

    Acredito que se a GM realmente trouxer esses motores:
    vai retirar o turdo do 1.0 para ficar na linha de frente, com Onix e Prisma;
    poderia manter o turbo no 1.0 para substituição dos atuais 1.4 e 1.8 (Onix, Prisma, Nova Montana, Cobalt e Spin);
    e o 1.3 turbo iria substituir o atual 1.4 turbo do Cruze?

  • Danilo

    a GM pelo visto e como sempre atrasada. Foi falado a tempos atras que downzising nao era bom, que a quantidade de NOX produzira era maior, tanto que a VW alterou o 1.4 pra 1.5

    ai vem a GM com 1.3?

    Cade os 1.6 da parada? acho que a cilindrada 1.6 com turbo eh uma das que pode melhor oferecer torque e potencia entre 140 a 180cvs.

    mas enfim, quem sou eu pra discutir isso.

    Capaz de na geracao nova do onix o modelo de entrada ser esse motor atual ainda….

  • D136O

    seria um ótimo tapa na cara de vw e ford que estão cobrando muito por essa tecnologia, porem acredito que vão fazer o mesmo jogo e cobrar tanto a mais pelo motor turbo que vai dar pra bancar a diferença de consumo até você trocar de carro denovo.

  • Sassá

    tudo de mal pra uma montadora que matou os Opels por aqui pra colocar monstrana, spin capivota, cocobalt e onixsardinha.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend