Longform Manutenção

Serviços rotineiros que podem causar grandes prejuízos

vw-manutenção

Serviços rotineiros na vida de um automóvel não custam tanto, mas se forem feitos por pessoas despreparadas para sua realização, podem dar um enorme prejuízo ao proprietário. O dito popular “o barato sai caro” é pura verdade quando se trata de manutenção automotiva.

Proprietários em busca de economia exagerada podem acabar tendo grandes problemas com serviços simples, como troca de pneus, pastilhas de freio, balanceamento e até mesmo uma lavagem do automóvel.

O risco de dor de cabeça é maior em carros com nível elevado de componentes eletrônicos e, nem é preciso dizer que os importados são os mais vulneráveis aos profissionais despreparados que podem ser encontrados em várias oficinais, postos de combustível, borracharias ou lava rápidos, por exemplo.

balanceamento-alinhamento

Embora existam profissionais gabaritados para execução segura e competente do serviço, existem aqueles “mexânicos”, que se aventuram em serviços simples, porém, em carros que exigem atenção e equipamentos específicos para sua manutenção. Um dos casos mais comuns está relacionado com os freios.

Muitos carros hoje em dia necessitam de equipamento eletrônico para o afastamento da pinça de freio, algo que alguns fazem forçando o dispositivo e acabam danificando todo o sistema do veículo.

Em um exemplo, o serviço de forma correta custaria R$ 200, mas o dono preferiu pagar R$ 20 e teve um prejuízo de R$ 12.000 em um Passat alemão. O carro simplesmente ficou sem freio, após a pinça ser forçada. Em carros da Mercedes-Benz, por exemplo, desde 2000 é necessário o uso de dispositivo para afastar a pinça.

chevrolet camaro 2016 freios 1

Prejuízo também para quem manda lavar o motor, já que componentes eletrônicos caríssimos ficam expostos à água sob pressão, o que acaba gerando um prejuízo que pode chegar a centenas ou milhares de reais, dependendo do carro. Até mesmo o balanceamento, pode trazer riscos se não for feito como se deve.

Um carro com câmbio automático, por exemplo, se a roda for girada enquanto a outra estiver suspensa, gera um prejuízo em torno de R$ 5.000. Na troca de pneu, um cavalete mal posicionado, no caso a suspensão, pode avariar completamente a geometria do veículo e, em alguns casos, alterar para sempre a estrutura do veículo.

Nos postos de combustível, o frentista pode pedir para verificar água e óleo. Já houve relatos de introdução de água no reservatório do sistema de freio e mesmo no compartimento de gasolina da partida a frio em carros flex.

Motor

Não é preciso lembrar que no caso do óleo, além de especificação errada, quem realiza o serviço pode acabar não prendendo corretamente o filtro de óleo, ocasionando vazamento e potencial destruição do motor, cuja retífica custa alguns milhares de reais. A má vedação do sistema de refrigeração do motor, no caso da verificação da água, pode gerar um dano catastrófico ao propulsor e ao bolso do proprietário.

Por isso, na hora de realizar serviços rotineiros na manutenção do automóvel, o melhor é obter dois ou três orçamentos em estabelecimentos reconhecidos por terem profissionais treinados e equipamentos adequados para as tarefas. Ou, de preferência, se o carro for muito sofisticado, pagar a conta da concessionária. Será mais salgada, mas, pelo menos, a revenda tem toda a estrutura necessária para a manutenção correta do veículo.

[Fonte: Revista Quatro Rodas]





  • Brasil em crise, e ter que pagar mais de 1.000 para trocar uma Correia na concessionária. Affss

    • Rarmbrock Pescador Tucunaré

      Falo tudo….

  • Ribeiro

    ….”a revenda tem toda a estrutura necessária para a manutenção correta do veículo”… NA me desculpe, mas será que tem mesmo, o nível das concessionárias é muito alto no preço.

    • Mestre Fioda

      Concordo Ribeiro. Nem sempre concessionários/oficinas limpinhas são melhores. Pelo menos na região onde moro é difícil encontrar um profissional decente. Por isso, muita coisa eu procuro fazer. Estou comprando as ferramentas aos poucos e com planos de fazer um curso de mecânica.

      • Ribeiro

        Tenho feito isso também, já tinha uma maleta de ferramentas bem completa, mas a gota d`água foi quando, a concessionária pediu R$ 1.250,00 só MO, para troca de correia dentada, comprei todas as ferramentas para a troca por R$ 190,00, informação técnica no meu caso achei tudo na internet em espanhol, e muitos vídeos no youtube, serviço feito, acho difícil alguém que ia limpar tudo, jogar limpa contato nos terminais que desmontei, e nesse ritmo troquei freios, amortecedor e por aí vai.

        • Mestre Fioda

          Exato, penso da mesma forma. Ninguém vai fazer no capricho como o dono vai dedicar a fazer. Também uso muito a internet, e encontrei até manual de manutenção com todos os procedimentos, até o torque para cada parafuso de carro que meu irmão teve. Como bem disse na internet encontramos muito material bom.

          • Rarmbrock Pescador Tucunaré

            Troca a minha correia na faixa mestre foda…. E nada de cobrar como na CCS….

        • Pedro Henrique

          ando pensando da mesma forma, meu carro foi pra oficina esses dias e cara, dos 500 reais gastos, 320 foi de mão de obra…
          quer dizer a manutenção foi muito barata nas peças, mas a mão de obra ta passando a faca e nem é um serviço tão especializado.
          penso seriamente em entrar num curso de mecânica só pra fazer manutenção em meus carros, só que a alguns entraves como equipamentos específicos para algo, que é bem caro.
          muitas coisas eu pesquiso antes mesmo de levar pra oficina, para que eu saiba exatamente oque o cidadão ta fazendo no meu carro, pra não acabar fazendo nenhuma besteira.
          enquanto eu pesquiso e levo pra alguém fazer e ficar vigiando pra ver se ta certo, eu mesmo poderia fazer né? kkkkk
          acabo pagando pra alguém fazer um serviço que eu fico conferindo.

          • Rarmbrock Pescador Tucunaré

            Que carro é?

            • Pedro Henrique

              Fiat Palio fire 1.4 elx (2010)

      • Vagnerclp

        Eu também e não somente com carros, mas tudo. Veja bem, em 2013 deixei minha lavadora de alta pressão para fazer um orçamento numa assistência técnica autorizada. O orçamento ficou em 195 reais. Peguei a máquina de volta, desmontei e analisei o que poderia influenciar no problema, baixei a vista explodida dela, fui em outra assistência técnica e comprei as peças por 21 reais, substituí e máquina está funcionando até hoje. A máquina de lavar de casa também deu problema, busquei na net, gastei cerca de 45 reais com peças e está funcionando. Minha tv deu problema na tela, todos que eu consultei falaram que não tinha jeito, pois uma tela nova custava 2/3 do valor da tv e não compensava arrumar. Entrei em contato com um técnico que dá aulas no youtube e ele me passou uns macetes, a tv está como nova. (O que me facilita também é que tenho curso técnico na área de eletroeletrônica e eletrotécnica). Mas no geral, é difícil achar uma assistência que cobre um preço justo pela mão-de-obra. Agora estou precisando trocar as correias do carro e está uma dificuldade achar alguém de confiança pra trocar. Na css, eles estão cobrando 1778 (peças e mão-de-obra).

  • Ailton Junior

    Mas em autorizadas realmente enfiam a Faca, e o serviço nem é tão bom

    • Renato Texeira

      Infelizmente é isto. Muitas autorizadas mal sabem sobre os detalhes técnicos dos produtos que vendem. Outro dia levei o carro da minha esposa (um fiat 500) para a revisão e não sabiam nem a pressão correta dos pneus.

      • Pressão de pneus é de menos,… geralmente tem na tampa do tanque de combustível.

        Pior fui eu, na minha primeira revisão agora do UP TSI a CC simplesmente colocou menos óleo do que o recomendável:
        eram 4 litros, mas colocaram 3,5 como se o motor não fosse TSI.

        Os caras não sabem trocar um óleo!!

        • Renato Texeira

          Um absurdo mesmo. Eu já passei por algo semelhante no meu antigo fora ka. Alguns dias após ter levado o carro para a 1º revisão, senti que a direção ficou mais dura que o habitual. Abri o capô e vi que colocaram líquido de direção hidráulica acima da marcação máxima. Algo tão simples de constatar e ainda assim fizeram errado.

        • Jackson

          Na segunda revisão do meu UP que tem pneus verdes, usaram calibragem de pneus comuns. Agora quando fiz a terceira revisão falei para não tocarem nos pneus.

          • Daniel

            Na Citroen eles nem calibram os pneus. Fiz o teste. Antes de levar na concessionaria, deixei um dos pneus traseiros com 5 psi a menos… tirei da revisão e fui no posto… continuava aquele pneu com 5 psi a menos… Triste, e é coisa basica e rapida!

    • Marcelo Alves

      Concessionárias tem muita rotatividade de profissionais, o pessoal vai adquirindo experiência e vão trabalhar em outro lugar, ficando só os mais novos…
      Fora que geralmente trabalham por volume, quanto mais carros atenderem, mais ganham, então tendem a não usar ferramentas adequadas e nem os procedimentos corretos, pois isso toma tempo, então dão jeito em tudo. Não é raro encontrar carro que trocou correia dentada em concessionária com motor fora do ponto, parafusos espanados por falta de uso do torquímetro, ou mesmo faltando parafusos…

      • Rarmbrock Pescador Tucunaré

        Cara no Brasil torquímetro é enfeite isso quando tem….. Da dó da manutenção aki…tem um site do dr ie que disponibiliza toda essa informação técnica para os mecânicos…. Mas se acha que alguém paga… Mosca branca….sobre o preço porque voxe acha que Honda e Toyota vendem corrente de comando? Além de não quebrar não tem que ficar trocando….a nova Hilux 2016 vem com corrente também…..nada de trocar a cada 150 mil

  • Luiz Fernando

    Bom, eu tive um focus e na revenda Ford de S.J da boa vista os caras não sabiam nem trocar o óleo da transmissão, os profissionais mais capacitados na minha opinião abrem a própria oficina e precisam até marcar com antecedência.

    • Rarmbrock Pescador Tucunaré

      Pra trocar o fluido do câmbio dele tem conversor de torque?

  • afonso200

    faço revisao na CCS CAOA, e sefviços adiconais, como troca de fluidos, e etc. no Diego Velocimetros, botem no youtube…..fica a 25km de casa

    • Rarmbrock Pescador Tucunaré

      Putz que sonho ter um Meca igual o Diego a pelo menos uns 300 km…. Só ia nele ….

      • afonso200

        bota la nou youtube. diego velocimetros Azera…….é um video que tem um corolla 1995 junto, ele fala no inicio do video. tem que olhar a partir dos 6min………o meu Azera tava sujo, pois chuveu 3 semanas e nao ia lavar, pois dali 2 dias chuvei dnovo……abraço men

  • cepereira2006

    Não sabia essa da pinça do freio.

  • CharlesAle

    O problema é que o Brasileiro tá fugindo de conta alta como o diabo foge da cruz!! Ou seja, a tendência dos serviços porcos continuarão a todo vapor..

    • Rarmbrock Pescador Tucunaré

      Rapaz aki ninguém quer pagar médico imagina pagar manutenção de carro…. Tinha que ser obrigado do governo…. Além de lavar o carro 1 x por semana com cera e combustível gratuito….é o povo que ta na miseria,…

  • Zé Mundico

    Infelizmente as condições financeiras da maioria da população obrigam o cidadão a recorrer ao mecânico embaixo do viaduto, que sempre pode “dar uma olhadinha” e cobrar baratinho.
    No mais é isso. Brasileiro não tem grana para manutenção e deixa o problema evoluir até não ter mais jeito ou carro pifar de vez na estrada. Aí sai dizendo que o carro não presta e que a manutenção é “caríssima”.

    • Leandro

      Exato

    • Edinaldo_Tapica

      Mas o buraco pra mim é mais embaixo… Existe uma similaridade em gastos muito grande entre manter um carro e comprar um novo: Peças muito caras, especulação de donos de oficina que só visam lucro e sequer sabem trocar uma vela, são os principais fatores.

    • Daniel

      Discordo. Brasileiro nunca tem dinheiro pra manutenção… mas, pras rodas aro 20, pra DVD no painel e pra um milhão de corneta no porta-malas tem, né?

      A verdade é que brasileiro usa mal o dinheiro, muitos (inclusive com grande representatividade aqui nos comentarios do NA) compram o “carrão” semi-novo pelo mesmo preço do popular 0km e depois reclamam do valor da manutenção.

      A conta é mais ou menos simples: Qual carro vc consegue comprar 0km? pois então, é esse carro que você vai conseguir manter!
      Não consegue comprar nenhum 0km? Então fique longe dos carros mais sofisticados e vá de popular usado (mas, se tem 20, compre um de 15 e tenha reserva para a manutenção).

      Mas, brasileiro é fraco…. entra na loja pra ver um HB20, deixa-se seduzir pelo(a) vendedor(a) e acaba saindo com um Santa-fé e um carnê absurdo! heuehuehue

      • Matheus Marques da Silva

        Barbaridade, tchê! Palmas! É exatamente assim! Eu sei que eu não deveria generalisar, mas o cara não consegue pagar um seguro pro carro, mas anda com suspensão “trabalhada”, roda que mal cabe nos pára-lamas, um som totalmente desnecessário chacoalhando a placa na tampa traseira (quase sempre músicas de gosto duvidoso) e o escambau!
        A regra parece ser “A prestação quase que não cabe, mas se eu deixar de comer tanto cabe! Ano que vem tem dissídio e o salário vai subir 6%, daí vai caber bem!”. Como diria o Seu Madruga, nunca mais vamos ganhar uma copa! haha

  • Zé Mundico

    Um negócio que eu nunca entendi foi essa obsessão em lavar motor de carro. Brasileiro tem mania com motor brilhando, que diabo é isso?
    Acho que motor não foi feito para ser lavado, quando muito um leve esguicho de água para tirar alguma lama.
    Aí tem gente que dá um verdadeiro banho de sabão no motor e só falta dar um polimento no bloco e nas borrachas…
    Deixa sujo mesmo, não vai embaixo do capô?

    • Pipo pipo

      Concordo totalmente, nunca lavei motor de carro, inclusive quando faço avaliação para troca friso bem isso. A única exceção seria para possibilitar algum serviço no motor onde a limpeza prévia seja imprescíndivel.

      • Rarmbrock Pescador Tucunaré

        Lavar motor esconde vazamentos…. Na hora da venda…

    • Louis

      Lavar motor realmente é desnecessário, mas o meu está tão sujo que creio que vai atrapalhar na próxima visita ao mecânico rsrsr
      Às vezes passo um paninho nos locais que preciso verificar (reservatório de expansão do arrefecimento, reservatório do fluido de freio, etc.)

    • Edinaldo_Tapica

      Nem esguicho… Um pacote de lenço umedecido já resolve…

    • Guilherme Batista

      Concordo, nunca lavei. Eu costumo passar um pano umido ou um wd40 em alguns locais (como os reservatórios) pra poder ver melhor o nível dos líquidos e tiro manchas de óleo também. Tudo com pano. Também limpo os polos da bateria e de tempos em tempos dou uma limpada no duto de captação de ar e só

      • Johnata Mirrer

        Isso que você faz é deveria estar incluso nas revisões do motor! Infelizmente ccs no Brasil só serve pra extorquir o consumidor…

        • Guilherme Batista

          Também acho, mas em nenhuma concessionaria que fui, eles faziam isso. Na verdade sempre que vejo aquelas revisões de uma hora, já espero um serviço mal feito

    • Johnata Mirrer

      Só lavo em situações que suspeito de um vazamento de algo em algum lugar, só lavando pra descobrir sem desmontar o motor inteiro. Mas de fato, BR tem mania com coisa idiota, uma delas é manter o motor sempre lavado (daí queima bobina/ sensor e reclamam que o carro não presta…).

  • Rafael

    “Um carro com câmbio automático, por exemplo, se a roda for girada enquanto a outra estiver suspensa, gera um prejuízo em torno de R$ 5.000”

    Se eu estiver entao em uma estrada de terra por exemplo em que em algum momento uma das rodas fique em lama (atrito baixo) e a outra fique com atrito normal, ao acelerar a roda livre vai girar em falso enquanto a outra ficará parada. Isso causaria algum dano grave ao câmbio automático?

    • Cesar Mora

      essa parte ficou muito estranha mesmo… alias, esses textos da 4Rodas são muito superficiais…

    • Edinaldo_Tapica

      Isso deve ser previsto no projeto, quando em funcionamento. Diferencial de deslizamento, conversor de torque etc..

    • Guilherme Batista

      Essa situação é diferente porque o carro está ligado, não vai causar danos.
      O texto não explicou direito mas isso realmente é possível em alguns carros quando estão desligados e suspensos por exemplo.
      Também há carros que só podem ser rebocados em caminhão prancha, pois se forem rebocados sendo puxado, com as rodas da frente no chão por exemplo, pode danificar totalmente o câmbio. Eu não lembro exatamente o motivo, mas no curso de mecânica o professor falava que no caso de dúvida, sempre rebocar carros automáticos em prancha e não girar a roda com ele desligado

      • Rarmbrock Pescador Tucunaré

        Se colocar em neutro sem problemas… Naonpode em p

        • GPE

          Mesmo em N não pode. Tem a questão do óleo e tal. Uma coisa é empurrar o carro por poucos metros. Outra é rebocar o carro por quilômetros com ele em N

  • Decio Antonio Bozo

    Tenho experiencias em CCS/Autorizadas, no plano comum de garantia de 3 anos, você deve visitar a CCS 2x por ano em media, ou seja, 6 revisões, muito comum apos a TERCEIRA revisão, o cliente começar procurar oficinas de “confiança” para realizar serviços da QUARTA revisão em diante, para reduzir custos, geralmente uma economia mínima. Oque vejo direto acontecer:

    1- Cliente leva numa oficina qualquer, mecânico não consegue solucionar o problema e sem o cliente saber leva na concessionária, a CCS descobre o problema, o mecânico leva o carro devolta pra sua oficina e cobra do cliente o serviço dele e o serviço que a CCS teve pra dar o diagnóstico pro mesmo.

    2- Esse eh de praxe, cliente não respeita o período e as revisões do veiculo, quando acontece algo mais serio, o mesmo vem na concessionaria ameaçando processar a marca, a CCS, os mecanicos, os funcionários, etc..e quando investigam o histórico do carro do cliente, revisões que não foram feitas, serviços indevidos em oficinas paralelas, uso de peças paralelas e assim vai…tenho uma lista bem extensa se for pegar um por um….Vejo muito o “barato sair caro”.

    • Rarmbrock Pescador Tucunaré

      Vendo por esse lado que de 10 20 30 mil só troca óleo e filtros…. As de 40 diferencial e fluido de freio….. Só quem não entende de mecânica ainda faz revisão de CCS…. Se tiver vazamento ou problemas motor e cambio aí sim da garantia…. Fora isso só alguma merda do mecânico ou algo fora do comum…. As velas de iridium durando 100 mil km e as correias de 50 a 150 …. Isso não vale pro minério de minas gerais

    • Johnata Mirrer

      Por isso que pra economizar no BR vc tem que saber mecânica! Só assim pra descobrir se uma oficina faz um trabalho decente. Eu por exemplo converso com mecânicos de oficinas grandes como D´paschoal e cia, eles me sugerem algumas supostas oficinas ‘de confiança’ para certos tipos de serviços, e então eu levo o carro pra fazer o serviço mais simples possível, e enquanto isso fico de olho no que fazem no meu carro e no outros carros que estiverem na oficina. Desse jeito descobri as 4 oficinas onde levo TODOS os meus carros e os da família, uma pra motor em geral, outra pra suspensão, uma funilaria, outra especialista em eletrônica. Tenho dois carros em casa e gasto como se tivesse menos de 1 nas manutenções (comparado com o gasto que teria em ccs), fora que os serviços costumam ficar 10 vezes melhor que em qualquer ccs que eu já tenha ido na vida.

      • Decio Antonio Bozo

        Vc eh o tipico cliente “barato sai caro”, que depois entra na CCS batendo o pe ameaçando processar a marca, o dono, os mecanicos etc, mas quando pegam histórico do seu veiculo, foi tudo feito em “oficinas de confiança” indicados por mecânicos de outras “empresas de confiança”.

  • Tarcio

    Vou comentar alguns relatos vivenciados.
    – Um colega do trabalho parou em um posto, o frentista foi verificar o óleo do motor e perguntou se queria que completasse.
    1º o nível de oleo do motor deve sempre com preferencia ser verificado com o motor a frio.
    2º o nível de água também deve ser verificado com o motor a frio.
    Pois então o oleo completado não era de mesma especificação e moral da historia foi um prejuizo de aproximadamente R$ 3.500.
    – Ao realizar a revisão de 10 e 20 mil km de meu carro observei que mesmo sendo o mesmo oleo especificado pelo fabricante a ccs não usou a marca recomendada pela fábrica : usaram da marca Motorio quando a recomendada pela Renault é a Total. Lógico que foi pelo custo, mas na ccs este oleo (Motorio) era mais caro que o Total em lojas de auto peças.

  • Fabão Rocky

    Às vezes as próprias concessionárias da marca são as mais incompetentes e são as primeiras a não realizarem o serviço como deveriam. Pagamos mais caro e ainda não realizam o serviço.
    Meu tio por exemplo sempre foi vaidoso c/ os carros dele e só faz revisões nas autorizadas. Certa vez comprei um carro na mão dele c/ apenas 42 mil km rodados (detalhe q fui o 2º dono) e qdo levei num mecânico de confiança p/ fazer a revisão, o filtro de ar e o filtro do ar condicionado nunca haviam sido trocados.

    • Rarmbrock Pescador Tucunaré

      Kkkkk amem

    • Rarmbrock Pescador Tucunaré

      Borboleta de ciclo Otto só em Meca que sabe os paranaue

  • Um ponto a ser observado. Quando for feito um erro na manutenção de um carro e isso gera um problema em que o reparo custa muito carro , o que é feito nesses casos? Na maioria das vezes é feito uma manutenção superficial (mais em conta ) e o carro é vendido , dessa forma o comprador assume o pepino sem saber. O exemplo do passat da reportagem é um exemplo prático, acho muito pouco provável o dono que não quis pagar R$ 200,00 ter arcado com o conserto de R$ 12.000,00 . Provavelmente fez um serviço meia boca e botou o carro a venda. Aí mora o perigo do carro usado, ou semi novo. Em especial carros de alto valor.

    • Fernando Oliveira

      Justamente. O “perigo” do carro usado está nas “picaretagens” que as revendas ou o dono anterior fazem para se livrar da bomba que tem em mãos e o pobre do comprador que se dane. Tudo bem que na internet há muita informação para que as pessoas evitem cair em armadilhas, no entanto, este assunto sempre será controverso.

      Vou citar um exemplo que aconteceu comigo:

      Esta semana levei o carro no lava-jato e comentei com o rapaz que estou querendo vendê-lo. Como de praxe perguntou o valor e em seguida me saiu com esta:
      – Seu carro está “filé” de lata, mas está bem rodado (132700 KM). Tenho um conhecido que mexe no seu odômetro e deixa com o valor que você quiser!

      É mole?

      Resumo: É muito, mas muito arriscado se adquirir um carro usado no Brasil, ainda mais com o “nobre” caráter dos brasileiros.

  • Ricardo

    Quando realizei a primeira revisão do meu antigo punto, a concessionária Azzurra (Av. Brasil/RJ) sequer trocou meu óleo.
    Só depois que a FIAT entrou no circuito é que eles realizaram o serviço pelo qual paguei.

  • Murilo Rodrigues

    Sorte de quem mora em Belo Horizonte-MG e região ter acesso a oficina HIgh Torque do Alexandre. Lá sim tem serviço de qualidade e honestidade de sobra, quem acompanha o canal sabe do que estou falando.

    • Guilherme Batista

      O Alexandre é sensacional mesmo, eu só lamento o fato do sucesso dele ser tão grande, mas tão grande que a fila de espera pra ser atendido é de meses.. Aí complica levar o carro lá.
      Mas sempre que posso levo lá e aproveito pra bater um papo e ter uma aula de serviço de qualidade com ele

      • Murilo Rodrigues

        tomara que o projeto de franquias dele comece a se concretizar logo, o Brasil todo deve estar precisando rs

        • Guilherme Batista

          Tomara mesmo e tomara que ele expanda aqui em BH porque não ta dando pra esperar isso tudo não

    • Rarmbrock Pescador Tucunaré

      Top…. Se já conhece a do Cleiton da autotec…. Lá também é top e pega diesel too

  • The Monster Man

    A maioria dos mecânicos de concessionárias é mais despreparada que um “padeiro” para fazer serviços de manutenção automotiva.

    • Rarmbrock Pescador Tucunaré

      Kkkkkkkk falo tudo

  • Guilherme Batista

    Vou dar um relato de quando trabalhei como mecânico em uma oficina de altissima qualidade de BH:

    Eu já trabalhei muito tempo como mecânico em uma oficina que tinha uma qualidade bem acima do padrão brasileiros. Sem exageros, a única oficina que já vi fazer serviço melhor, é a oficina do Alexandre da High Torque, mas posso dizer que na época, a diferença não era tão grande.
    Vi inúmeros casos assim:
    O cara chegava na minha oficina com um problema, digamos que nesse caso o carro só tinha um problema. Digamos que o orçamento ficava em R$ 200 mais a mão de obra. O serviço ficaria pronto em 3 horas.
    O dono do carro reclama, diz que ta caro e leva em um mecânico qualquer que fazia tudo por R$30 e um cafezinho pela mão de obra, mas o serviço demoraria 3 dias. O dono acha barato e deixa o carro lá. Três dias depois ele o dono busca o carro, da uma voltinha e o problema parece estar resolvido. O dono fica feliz de ter gastado pouco e recomenda a oficina para os amigos.
    Alguns dias depois o carro começa dar defeito em outras coisas. O cara volta no mecânico baratinho e deixa mais alguns dias e o processo se repete até o cara cansar dos problemas do carro, vender e sair espalhando que o carro é uma porcaria.
    Moral. O serviço no mecânico meia boca demorava dias porque era o tempo de ele encontrar uma peça usada para a troca e/ou retirar outras peças novas e boas de seu carro e colocar as ruins dele, pra dar problema e depois você voltar lá.

    Infelizmente o mundo da mecânica automotiva tem muitas pessoas ruins dos dois lados, tanto do cliente quanto do lado da mecânica. Tem mecânicas minusculas mas com bons profissionais como também tem concessionárias que são um lixo

    • Daniel

      A vantagem da concessionaria é que é mais fácil conseguir reparação ou ressarcimento se fizerem M…
      Uma vez, comeram bola e colocaram a vela errada num Corsa 1.4 econo.flex que eu tinha. A vela estourou, estragou pistão, cabeçote, etc. A solução foi colocar um motor NOVO. A GM, embora tenha deixado bem claro que não foi um problema de garantia de fabrica, acompanhou o processo para que eu ficasse satisfeito. Me pagaram taxi até minha casa (mais ou menos 800km), guincharam o carro, e depois a concessionaria me deixou com um carro reserva superior ao meu (uma meriva 1.8 easytronic) e em 10 dias eu estava com meu carro devolta, com tudo novo. Ainda fizeram cristalização da pintura e deram 3 vale troca de oleo hahahaa

      Pode parecer besteira, mas, prejuizo financeiro eu não tive, o inconveniente de parar na estrada, etc foi reparado com disponibilização de taxi e depois um carro reserva superior. E o reparo foi realizado num periodo que considerei justo.
      Resultado, mesmo com o vacilo do cara do setor de peças ou o mecanico, o cliente ficou satisfeito depois de tudo.

      Agora, imagine se fosse na “auficinia de comphiamçia”? Eu iria estar à pé até hoje! E no maximo ia ganhar uma retifica meia boca

      • Guilherme Batista

        Não estou defendendo a minha oficina, só fiz um relato contando os fatos.
        Mas não duvido que a oficina trocaria tudo não, um dos motivos que lá era mais caro era por ter um seguro, tanto que lá dava garantia de até um ano sobre o serviço., dependendo do tipo de serviço.
        Além disso, vamos combinar que esse seu caso foi bem isolado, todo mundo sabe que a grande maioria dos casos, nem concessionária e nem montadora fazem isso. O que não falta é casos de gente empurrando o problema

        • Daniel

          Estou tendo problema com a Citroen… vou meter na justiça e eles vão ter que pagar. Não tem como eles negarem a responsabilidade, diferente de oficinas independentes… o cara declara falência e não paga mais nada e fica por isso mesmo.

          Vc falou de seguro. O que eu conheço de seguro em oficina é para caso de roubo/incendio/colisão (e é coisa meio rara, mais comum só em oficina especializada em importados). Nunca vi seguro contra serviço mal feito…

          • Guilherme Batista

            Na verdade não é um seguro, me expressei mal. É uma espécie de reserva que ele fazia para casos assim ou se sofresse um processo.
            No seu caso você está processando a Citroen, mas se ficar provado que o erro foi da concessionária, ela também pode declarar falência. Novamente, não estou falando que oficina é melhor que concessionária, meu relato foi mais pra exemplificar como que ir em uma oficina meia boca pode ser mais perigosa do que todo mundo pensa.

            • Daniel

              Se ficar provado que foi erro da concessionaria, a Citroen é solidária, pois a concessionaria é a representante oficial dela para os clientes. Se a concessionaria falir, quem assume é a Citroen, sem muito papo… agora, se a Citroen falir, já é outra historia… mas bem dificil de acontecer

              • Guilherme Batista

                Entendi. Bom, boa sorte aí cara.
                Tem que fazer seus direitos mesmo, porque o descaso aqui no Brasil com o consumidor.

  • sigma7777777

    Assunto não abordado: lava-jato!
    Ontem passei pelo problema de soltura de mangueira de combustível e parei no meio da rua porque o carro parou de funcionar e não pegava. A sorte foi que havia alguns revendedores de carro que me acudiram e identificaram rapidamente que o problema era o encaixe da mangueira de combustível que estava solta. Abriram o capô, daí quando o cara acelerou jorrou um pouco de gasolina devido a mangueira não estar encaixada. O cara então encaixou a mangueira e jogou um pouco de água no local para dispersar a gasolina. Pelo o que conversei o problema foi no lava-jato, pois eu permiti que lavassem o carro embaixo e os revendedores de carro disseram que devido o forte jato d’água é possível que ele tenha afetado a conexão da mangueira e pelo o que senti da fala deles isso parece ser algo comum. Em uma pesquisa na internet li um comentário de que seria interessante a utilização de uma presilha para segurar melhor, no entanto lembro que o revendedor que me acudiu comentou que há uma previsão ali nessa mangueira dela justamente se soltar propositalmente para evitar incêndio, então fico em dúvida se colocar uma presilha seria uma boa solução devido essa suposta previsibilidade do projeto do Corola. Hoje pretendo comparecer em um mecânico de minha confiança para ele verificar se a mangueira está bem encaixada, pois agora de manhã ainda estou sentindo um fraco cheiro de gasolina, mas espero que seja apenas fruto do acumulado do problema de ontem que causou obviamente cheiro forte de gasolina.

    • Rarmbrock Pescador Tucunaré

      Que ano é o Corolla amigo? Será que bomba dele ou filtro lá no tanque não tem que trocar ou dar uma geral

      • sigma7777777

        Bomba e filtro foram trocadas agora em março. Já rodei com o carro novamente e parece que está ok, mas eu realmente estou com certa cisma de acontecer de novo. Pretendo levar ao Mecanico para ele ver como está, mas antes do lava-jato passei por um mecânico e estava tudo ok.

        • Rarmbrock Pescador Tucunaré

          Qual ano e km do Corolla sigma? Qual cidade estado que vc está?

          • sigma7777777

            Corolla 2010/2011, apenas 40 mil km, Fortaleza. Esta só com essa quilometragem porque o carro ficou barato uns 2 anos porque o dono viajou, daí teve trocar a bomba e o filtro. Acha que precisa trocar ou verificar algo mais? Mangueiras ou outro componente?

  • zekinha71

    Essa do freio do Passat aconteceu com meu patrão, mas o mexanico era a própria ccs VW, o cara foi lá e arrancou a pastilha do freio de qualquer jeito e todo o sistema foi por espaço.
    Rolou até processo pra que a ccs paga-se a troca de todo o módulo, mais a espera de 4 meses pra vir as peças da Alemanha.



Send this to friend