Fiat Matérias NA Sedãs

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

O Siena 2010 surgiu com o sucesso da atualização visual da linha 2009, que ocorrera em dezembro de 2008. O sedã compacto da Fiat ganhou algumas novidades, inclusive no velho Siena Fire.


Última atualização da primeira geração do Siena, a linha 2010 chamava atenção pelas opções apresentadas, desde o antiquado Fire até o tecnológico Tetrafuel.

Nessa época, o Fiat Siena 2010 passou a dispor também do sistema automatizado de transmissão Dualogic, desenvolvido pela Magneti Marelli e já presente em modelos como Linea e Stilo, anteriormente.

A opção do Fiat Siena EL acelerou o fim do Siena Fire, visto que a Fiat já trabalhava no sucessor do sedã, o Grand Siena, que chegaria em 2012.

Com visual atualizado, o modelo popular da Fiat já acumulava pelo menos 13 anos de mercado e ainda duraria um pouco mais, mesmo após a chegada do novo produto.

De dimensões bem compactas, suspensão resistente, porta-malas generoso e mecânica confiável, fizeram do Siena 2010 um modelo de sucesso, apesar de sua simplicidade.

Outro aliado seu era o bom custo-benefício, principalmente para compradores de baixo poder aquisitivo. Oferecendo três motores, o Fiat Siena da época tentou ligar vários mundos, usando os Fire 1.0 e 1.4, além do longevo GM 1.8.

Também levou mais conforto ao dirigir com o Dualogic, além de um pacote de equipamentos suficiente para sua proposta. Sem luxo, era um sedã prático e sem frescuras.

Levando cinco pessoas e mais bagagem, faltava-lhe desempenho nos Fire e sobrava fôlego no Família I da GM., que tinha ótimo torque em baixa.

Os Fire entregavam de 73 a 86 cavalos, mas o 1.8 tinha até 114 cavalos e um torque de 18,5 kgfm a 2.600 rpm, algo realmente notável e que supera até mesmo o atual SPE/4 da Chevrolet Spin.

O visual fora modificado para ficar mais atraente e ganhou mais isso na traseira, onde as lanternas no melhor estilo Alfa Romeo, deram mais destaque ao carro.

Um dos carros usados mais valorizados do mercado, o Siena é um produto para quem quer perder muito pouco na hora da revenda e, ainda por cima, fechar negócio rápido.

Projetado originalmente pelo I.DE.A, o Fiat Siena foi um irmão italiano do indiano Tata Indigo, que fora desenhado na mesma época nesse estúdio renomado de Turim.

Sucessor do Fiat Prêmio, o Siena foi produzido em diversos lugares, incluindo a improvável Coreia do Norte. Chegou a custar uma fortuna no México e ganhou uma variante longa na Turquia, batizada de Albea e com entre-eixos maior.

Na China, o Fiat Perla foi uma variante ainda maior do Siena, mas durou tão pouco quanto a joint-venture Nanjing-Fiat. Atualmente, o sedã não é mais produzido, sendo Brasil o último a faze-lo.

Siena 2010 – detalhes

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

O Siena 2010 tinha um visual agradável, apesar de sua idade. O popular da Fiat recebera uma atualização visual em 2008, que lhe deu uma cara mais jovial e até elegante.

A frente chama atenção pelos faróis duplos dotados de projetores, sendo que o do facho alto fica em uma posição mais baixa. Mesmo assim, eles tinhas linhas fluidas que ajudaram a deixa-lo mais equilibrado.

Já a grade envolvente foi redesenhada para ser uma peça única em estilo, cortada por uma barra do para-choque. A parte inferior tem molduras laterais pretas com faróis de neblina em projetores de cor cinza.

Na versão HLX, chegava a ter detalhes cromados nos para-choques, laterais e tampa do porta-malas. As rodas de liga leve aro 15 polegadas com pneus 185/65 R15 apresentavam oito raios e desenho elegante.

As colunas B eram pretas, enquanto as maçanetas eram pintadas na cor do carro. Na traseira, as lanternas altas e horizontais tinham um belo visual, enquanto a tampa do bagageiro tinha uma parte inferior ressaltada.

No teto, uma antena pronunciada e nada mais. O para-choque traseiro era liso e tinha refletores. Nas versões mais simples, faróis monoparabola, rodas de aço era 14 polegadas, kit visibilidade e itens menos importantes, marcaram época.

Por dentro, o Siena 2010 tinha um painel até que moderno, tendo um conjunto alto e com cluster largo, tendo mostradores com iluminação laranja, contento conta-giros, velocímetro, nível de combustível e temperatura da água.

A HLX tinha um painel mais completo, com vistoso computador de bordo de fundo laranja. O conjunto de instrumentos era semelhante em aspecto ao de modelos mais caros da Fiat.

Com regulagem de altura, o volante chamava atenção por ter aro bem grande, mas não tinha comandos de mídia ou telefonia. No centro, um aparelho de rádio Connect com CD player, USB, MP3, auxiliar e Bluetooth.

Logo abaixo, ficavam os difusores de ar quadrados e simples, tendo ainda comandos de ar condicionado manuais. A parte central era de cor cinza e abrigava esses equipamentos, enquanto as demais eram em cinza escuro.

O porta-luvas tinha algumas molduras diferenciadas e logo acima, havia uma tampa do airbag do passageiro, lembrando que havia opção também para a bolsa inflável do condutor.

As portas tinham acabamento aceitável nas versões ELX e HLX, incluindo texturas diferenciadas e molduras elegantes. Os porta-copos eram pequenos. O Fiat Siena 2010 podia ter vidros elétricos nas quatro portas e sem coisas como botões no painel.

Teto e colunas eram claros, enquanto a parte inferior era mais escura. Os bancos tinham acabamento em tecido resistente com padronagens diferenciadas, de acordo com a versão.

O Siena 2010 também podia ter retrovisores elétricos, assim como travamento elétrico. Naquela época, coisas como cintos de segurança laterais traseiros em 3 pontos e apoios de cabeça eram pagos a parte, mas dependendo da versão.

O Siena Fire era o mais “pelado” da linha, mas ainda estava preso à atualização anterior. Já as versões ELX e HLX eram mais completas, recebendo a adição da EL, que tinha motor 1.0 e vários itens presentes nas opções mais caras.

Tendo um espaço interno razoável, o sedã sofria por não ter um entre-eixos maior, que lhe conferiria maior conforto. Com boa altura interna, mas largura pobre, o modelo da Fiat podia se orgulhar do porta-malas, pois o mesmo tinha 500 litros.

O volume era mais que suficiente para muita gente e ainda podia ser ampliado com o rebatimento do banco traseiro. Isso permitia que objetos realmente bem grandes, pudessem ser levados dentro do carro.

Taxistas e frotistas logo se renderam ao pacote do Siena 2010, que tinha anos de vantagem em custo-benefício. Junto com as versões regulares, havia ainda o ELX Tetrafuel, que tinha motor Fire 1.4.

Na outra direção, o Siena Fire ainda tinha itens exteriores na cor preta, mas portava visual antigo, o que o deixava mais depreciável em proposta e preço.

Siena 2010 – versões

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

  • Fiat Siena Fire 1.0 Flex 2010
  • Fiat Siena EL 1.0 Flex 2010
  • Fiat Siena ELX 1.0 Flex 2010
  • Fiat Siena ELX 1.4 Flex 2010
  • Fiat Siena ELX 1.4 Tetrafuel 2010
  • Fiat Siena HLX 1.8 Flex 2010
  • Fiat Siena HLX 1.8 Flex Dualogic

Equipamentos

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

Fiat Siena Fire 1.0 Flex 2010 – Motor Fire 1.0 com câmbio manual de cinco marchas, mais cintos de segurança dianteiros com regulagem de altura, direção hidráulica, desembaçador traseiro, para-choques na cor da carroceria, brake-light,  banco traseiro rebatível, espelhos de cortesia motorista e passageiro, para-choques pretos, maçanetas e retrovisores pretos, minissaias laterais pretas e vidros verdes.

Opcionais: rádio CD Player com MP3, airbag duplo, freios ABS, ar condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, cintos de 3 pontos nas laterais do banco traseiro, apoios de cabeça traseiros, ar quente, entre outros.

Fiat Siena EL 1.0 Flex 2010 – Itens acima, mais conta-giros, computador de bordo, três apoios de cabeça no banco traseiro, espelho de cortesia nos para-sois, vidro traseiro térmico temporizado, bolsa porta-objetos nas portas dianteiras e porta-revistas no encosto dos bancos dianteiros, entre outros itens.

Opcionais: airbag duplo com freios ABS, sensor de estacionamento, vidros elétricos dianteiros e traseiros, travas elétricas nas portas, retrovisores externos com regulagem elétrica,, rádio CD player com MP3.

Kit Stile – Composto por rodas em liga leve 14 polegadas e faróis de neblina.

Kit Celebration 3 – Oferece todos os itens acima mais ar condicionado e para-brisa degradê.

Kit Celebration 4 – Vidros elétricos dianteiros, travas elétricas, cintos de segurança laterais traseiros retráteis, revestimento externo estético na coluna central das portas, maçanetas, retrovisores externos e frisos do teto na cor veículo, comando interno de abertura do porta-malas e tanque de combustível.

Fiat Siena ELX 1.0 Flex 2010 – Volante com regulagem de altura, porta-óculos, relógio digital, bolsas porta-objetos nas portas dianteiras, faróis de neblina, brake-light, vidro traseiro térmico temporizado, maçanetas, retrovisores e minissaias laterais na cor do veículo, entre outros.

Opcionais: rádio CD player, airbag duplo, freios ABS, direção hidráulica, ar-condicionado, vidros laterais traseiros, sensor de estacionamento, retrovisores externos com regulagem elétrica, regulagem de altura no banco do motorista, banco traseiro bipartido, rodas em liga-leve 14 polegadas e volante com revestimento em couro.

Fiat Siena ELX 1.4 Flex 2010 – Itens acima, mais nas molduras cromadas dos faróis de neblina, painel na cor Prata Bari, pneus 185/65 R14.

Opcionais: rádio CD player, airbag duplo, freios ABS, direção hidráulica, ar-condicionado, vidros elétricos laterais traseiros, sensor de estacionamento, retrovisores externos com regulagem elétrica, regulagem de altura no banco do motorista, banco traseiro bipartido, rodas em liga-leve 14 polegadas e volante com revestimento em couro.

Fiat Siena ELX 1.4 Tetrafuel 2010 – Itens do ELX 1.4, mais ar condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros e travas elétricas e sistema de alimentação GNV.

Opcionais: rádio CD player, airbag duplo, freios ABS, vidros elétricos laterais traseiros, sensor de estacionamento, retrovisores externos com regulagem elétrica, regulagem de altura no banco do motorista, banco traseiro bipartido, rodas em liga-leve 14 polegadas e volante com revestimento em couro.

Fiat Siena HLX 1.8 Flex 2010 – Itens do ELX Tetrafuel, mais banco do motorista com regulagem de altura, entre outros.

Opcionais: CD player com Bluetooth, airbag duplo, freios ABS, espelhos retrovisores externos com regulagem elétrica,  sensores de estacionamento, crepuscular e de chuva, retrovisor interno eletrocrômico, banco traseiro bipartido, vidros traseiros elétricos com antiesmagamento e one-touch, apóia-braço no banco do motorista, airbags laterais, banco do motorista com ajuste elétrico de altura, rodas em liga-leve aro 15 polegadas e volante com revestimento em couro.

Fiat Siena HLX 1.8 Flex Dualogic – Itens acima, mais câmbio automatizado Dualogic com modo Sport e troca de marchas manuais.

Preços

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

  • Fiat Siena Fire 1.0 Flex 2010 – R$ 26. 290
  • Fiat Siena EL 1.0 Flex 2010 –  R$ 28.900
  • Fiat Siena ELX 1.0 Flex 2010 – R$ 32.600
  • Fiat Siena ELX 1.4 Flex 2010 – R$ 36.200
  • Fiat Siena ELX 1.4 Tetrafuel 2010 – R$ 43.200
  • Fiat Siena HLX 1.8 Flex 2010 – R$ 43.300
  • Fiat Siena HLX 1.8 Flex Dualogic – R$ 45.420

Siena 2010 – motor

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

O Siena 2010 era equipado com duas famílias de motores, sendo a Fire para as versões 1.0 e 1.4, além da Família I da GM. O primeiro propulsor era de um projeto do fim dos anos 90 para a Fiat.

Feito em alumínio, o Fire tem um projeto que engloba até mesmo cabeçotes de 16V e sistema MultiAir, mas já está sendo aposentado na Europa. Tanto lá quanto aqui, o sucessor será o Firefly.

Com quatro cilindros e cabeçote de alumínio de 8 válvulas, que é acionado por correia dentada. O propulsor tem injeção multiponto e na versão 1.0, tem 999 cm3 com taxa de compressão de 11,5:1.

Assim, ele entrega 73 cavalos na gasolina e 75 cavalos no etanol, além de 9,5 e 9,9 kgfm, ambos a 4.500 rpm. Já a variante 1.4 litro tem 1.368 cm3 e vem com a mesma tecnologia.

Esse dispõe de 85 cavalos na gasolina e 86 cavalos com etanol, bem como 12,4 e 12,5 kgfm, respectivamente. Ambos são equipados apenas com transmissão manual de cinco marchas.

No caso do motor da General Motors, a aplicação na Fiat foi diferente daquela usada nos carros da Chevrolet. Com bloco de ferro fundido e cabeçote de alumínio de oito válvulas, o Família I tem ótimo torque em baixa rotação.

Tendo 1.796 cm3, o 1.8 litro entrega 17,8 kgfm no derivado de petróleo e 18,5 kgfm no combustível vegetal, ambos a apenas 2.600 rpm. As potências são de 112 cavalos no primeiro e 114 no segundo.

Além do câmbio manual de cinco marchas, também teve a opção do automatizado Dualogic, que aciona embreagem e mudança de marcha através de um atuador eletromecânico, que é gerenciado por um módulo eletrônico.

Fora estas opções, o Siena 2010 teve ainda a versão Tetrafuel, que vem com o motor Fire 1.4 preparado para uso de gasolina sem mistura de etanol, como em alguns países da região, assim como GNV.

Neste último caso, a Fiat fez modificações no propulsor para que peças e componentes em contato com o gás natural veicular, resistissem por mais tempo ao uso prolongado.

Assim, com um ajuste na injeção eletrônico e num kit gás especialmente desenvolvido para o Fire 1.4, o Siena Tetrafuel podia ter um bom rendimento com gás natural e ainda manter a garantia de fábrica.

Segurança e confiabilidade também eram dois pontos importantes do propulsor modificado, assim como do sistema de injeção de combustível e controle, todos certificados pelo Inmetro.

O Siena Tetrafuel vinha ainda com um painel de gestão de gás, indicando quando o GNV estava acabando e então iniciando o funcionamento com gasolina, gasolina pura ou álcool. Havia o modo Auto para mudança automática.

Mesmo tendo saído de linha com aquela geração do Siena 2010, a versão Tetrafuel voltou no Grand Siena 2010 e atualmente é oferecida como um kit para taxistas e frotistas em Minas Gerais, como parte de um programa estadual.

Nesse caso, porém, apenas a preparação do motor é feita pela fábrica, ficando a instalação do kit gás por conta do proprietário e com equipamento certificado pelo Inmetro.

Desempenho

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

O Siena 2010 tinha um bom desempenho com motor 1.8 da GM, que o fazia ir até 100 km/h abaixo de 10 segundos e atingir quase 200 km/h. Abaixo, aceleração e velocidade final do modelo:

  • Fiat Siena 1.0 – 16,1 segundos e 157 km/h
  • Fiat Siena 1.4 – 12,8 segundos e 167 km/h
  • Fiat Siena 1.4 Tetrafuel – 15,0 segundos e 165 km/h
  • Fiat Siena 1.8 – 9,6 segundos e 191 km/h
  • Fiat Siena 1.8 Dualogic – 9,6 segundos e 191 km/h

Consumo

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

No consumo, o melhor rendimento no Siena 2010 era com gasolina e no motor Fire, sendo um pouco mais no 1.0, embora o 1.4 fosse bem econômico também. Abaixo, os consumos em cidade/estrada com etanol e gasolina:

  • Fiat Siena 1.0 – 7,4/8,8 km/l e 10,4/12,8 km/l
  • Fiat Siena 1.4 – 7,4/9,2 km/l e 10,4/12,4 km/l
  • Fiat Siena 1.4 Tetrafuel – 6,6/9,6 km/l e 7,8/11,6 km/l
  • Fiat Siena 1.8 – 6,5/8,0 km/l e 9,5/11,5 km/l
  • Fiat Siena 1.8 Dualogic – 6,5/8,0 km/l e 9,5/11,5 km/l

Siena 2010 – manutenção e revisão

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

A revisão do Siena 2010 ocorre a cada 10.000 km ou 12 meses, tendo os valores abaixo atualizados para junho de 2020. Diferente de algumas marcas, a Fiat diferencia apenas o motor, não o modelo.

Assim, o custo de revisão até 50.000 km é de R$ 2.164 no Fire 1.0 e R$ 2.348 no 1.4. A marca italiana não informa os valores de revisão do motor GM 1.8.

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 kmTotal
1.0 8VR$ 204,00R$ 444,00R$ 684,00R$ 592,00R$ 424,00R$ 2.164,00
1.4 8VR$ 216,00R$ 444,00R$ 676,00R$ 604,00R$ 408,00R$ 2.348,00

Siena 2010 – ficha técnica

Siena 2010: detalhes, versões, preços, equipamentos, fotos, etc

Motor1.0 8V1.4 8V1.8 8V
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm399913681796
Válvulas888
Taxa de compressão11,5:112,1:111,5:1
Injeção eletrônicaIndireta FlexIndireta FlexIndireta Flex
Potência máxima73/75 cv a 6.250 rpm (gasolina/etanol)85/86 cv a 5.750 rpm (gasolina/etanol)112/114 cv a 5.500 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo9,5/9,9 kgfm a 4.500 rpm (gasolina/etanol)12,4/12,5 kgfm a 3.500 rpm (gasolina/etanol)17,8/18,5 kgfm a 2.800 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchasManual de 5 marchasManual de 5 marchas ou automatizada de 5 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteiraDianteira
Direção
TipoMecânica ou HidráulicaMecânica ou HidráulicaHidráulica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço ou liga leve, aro 14 polegadasAço ou liga leve, aro 14 polegadasLiga leve, aro 15 polegadas
Pneus175/65 R14185/65 R14185/60 R15
Dimensões
Comprimento (mm)4.1554.1554.155
Largura (mm)1.6391.6391.639
Altura (mm)1.4251.4251.425
Entre eixos (mm)2.3742.3742.374
Capacidades
Porta-malas (L)500500500
Tanque de combustível (L)484848
Carga (Kg)400400400
Peso em ordem de marcha (Kg)1.0601.0761.080 (MT) 1.085 (AMT)
Coeficiente aerodinâmico (cx)NDNDND

Siena 2010 – fotos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Paulo Lustosa

    Siena 1.4 ELX apesar do motor ser bastante fraco pro peso do carro, era um dos compactos mais bem caprichados que tinha na época em conforto e quantidade de equipamentos. É um dos bancos mais confortáveis que já andei em um carro, sendo forrado em veludo, suspensão bem confortável, e além disso, bastante guerreiro. Meu bisavô, que tem 91 anos de idade, possui um 08/09 que hoje está com 230 mil km e motor nunca aberto pra reparo, não baixa óleo e ele não pretende vender o carro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email