Governamental/Legal

Situação do veículo: como consultar?

Saiba como consultar a situação de um veículo.

Situação do veículo: como consultar?


A prática de comercializar carro com pendências é muito comum principalmente na internet. Não é difícil encontrar pessoas com má intenção querendo prejudicar inocentes.

É por isso que conhecer detalhadamente o bem que você está adquirindo é muito importante, veja como comprar carro usado sem ter problemas.

Muitas pessoas só dão importância em saber sobre o estado em que se encontra o automóvel e esquecem que é necessário avaliar muitos outros detalhes.


Situação do veículo: como consultar?

Já imaginou adquirir um veículo clonado, roubado ou com multas e financiamento não pago? Infelizmente isso acontece diariamente com muitos brasileiros.

Seja através da internet ou de um amigo, checar como está o veículo é fundamental para evitar golpes.

Contudo, engana-se quem pensa que o ato de checar serve exclusivamente ao adquirir um usado. Você sabe como está a situação do seu carro neste exato momento?

Além de verificar se está dentro da lei, é possível já se programar para fazer o licenciamento, afinal, caso haja alguma pendência, o condutor fica impedido de renovar o CRLV – Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo.

Situação do veículo: como consultar?

Lembrando que o documento deve estar com o motorista sempre que ele sair com o veículo. Caso não esteja portando, ele poderá ser autuado com multa de no valor de R$ 88,38 resultando em três pontos na CNH – Carteira Nacional de Habilitação.

Se não for atualizado anualmente, também há penalidade, o motorista será multado em R$ 293,47 e mais sete pontos na CNH, considerada infração gravíssima.

Situação do veículo: como consultar?

Para quem vai comprar um usado, a quitação de débitos pelo antigo dono é fundamental. Ainda é necessário a emissão de um novo CRLV. Confira o que diz o parágrafo 2º do art. 131 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB):

“§ 2º O veículo somente será considerado licenciado estando quitados os débitos relativos a tributos, encargos e multas de trânsito e ambientais, vinculados ao veículo, independentemente da responsabilidade pelas infrações cometidas.”

Preciso de quais documentos para consultar a situação do veículo?

Você verificou que para não ser enganado e não se arrepender após ter adquirido um automóvel, realizar a consulta é essencial. Mostraremos agora quais os documentos e informações do bem em questão serão necessários para fazer a pesquisa.

Situação do veículo: como consultar?

Caso opte por pesquisar através da internet, alguns portais do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) podem solicitar o preenchimento de um cadastro para, posteriormente, acessar com o login e senha.

Entre os documentos, tenha em mãos o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), nele pode conter todas as informações necessárias de consulta.

Situação do veículo: como consultar?

A placa será a primeira identificação que o portal solicitará. Em seguida forneça o código o Registro Nacional de Veículos Automotores, o Renavam. Ele é uma espécie de RG e CPF do carro, armazenando informações importantes como o seu histórico, fabricação e até descarte.

Cada automóvel possui o código numérico do Renavam com 11 dígitos. Aqueles que foram registrados a partir do ano de 2013 possuem 9 dígitos.

Embora a maioria peça apenas identificação da placa e Renavam, o número do chassi também pode ser solicitado. O Detran São Paulo, por exemplo, concede a verificação de furto/roubo e débitos, restrições e vistorias. Para qualquer uma das opções, será preciso fornecer os dois documentos.

Como consultar a situação do veículo (Denatran e Detran)

Situação do veículo: como consultar?

Se antes a forma mais acessível de consultar a situação um carro, moto, caminhão ou ônibus era através de uma unidade do Detran e ficando horas numa fila para conseguir ser atendido, hoje, o cenário está completamente diferente.

Em poucos segundos você consegue saber todo o histórico dele. O próprio Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) possui uma portaria que assegura esse direito de consulta (Portaria Nº 65/2002). Veja o que ela diz:

“Art. 1º Fica disponibilizada a consulta pública aos Sistemas de Registro Nacional de Veículos Automotores – RENAVAM e de Registro Nacional de Carteiras de Habilitação – RENACH, que poderá ser realizada por meio da Internet no endereço http:www.denatran.gov.br ou http:www.mj.gov.br.

A consulta ao cadastro de veículos será realizada mediante indicação do número de registro no RENAVAM e permitirá o acesso às seguintes informações: chassi; placa; Renavam; marca/modelo; ano de fabricação; unidade da federação (UF); município; tipo de veículo; cor; combustível; ano modelo.”

Situação do veículo: como consultar?

O sistema ainda apresenta débitos e restrições de IPVA, seguro e multas, além dos dados do proprietário como número de registro, número do documento, nome do condutor, validade da habilitação, categoria, situação da habilitação e pontuação de CNH.

Acesse o Portal de Serviços do Denatran para realizar a checagem, contudo, é exigido um cadastro que inclui CPF e senha.

Verificação via Detran

A outra forma de consultar é via o portal do Detran na internet. A maioria dos estados disponibiliza essas informações. Para isso, acesse o site e encontre o menu onde há “situação do veículo, “consulta de veículo”, “Débitos e restrições”, ou algo parecido.

Muitos deles não exige a criação de um cadastro como no Denatran. Forneça apenas a placa e o Renavam. No Detran de Minas Gerais é preciso incluir o chassi.

Para registro de roubado ou furtado, em alguns estados, a análise pode ser feita através do site da Secretaria Estadual de Segurança Pública ou da Polícia Civil. No portal do Sinesp Cidadão também viável a verificação.

Como consultar a situação do carro através de aplicativos?

Situação do veículo: como consultar?

Os aplicativos para celulares também fornecem a opção de consultar a situação do automóvel. O principal deles é o “Sinesp Cidadão” ou “Checkplaca”, lançado pelo extinto Ministério da Justiça, agora conhecido como Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Em 2014, o Sinesp Cidadão alcançou a marca de 400 mil downloads, considerado o app mais baixado no sistema IOS, da Apple, e o 14º no ranking mundial.

Situação do veículo: como consultar?

O aplicativo só disponibiliza a estado do veículo com relação a roubo ou furto. Para esse fim, basta digitar a placa.

Quando identificado uma irregularidade, o Sinesp Cidadão dá a opção do usuário ligar para o 190 (polícia militar), que envia uma equipe até o local. Lembrando que não há necessidade de se identificar. O app também é utilizado no dia a dia pelos agentes policiais.

Totalmente gratuito a população, o aplicativo já recebeu mais de 50 milhões de consultas, com média de 150 mil por dia.

Para os mineiros, o Detran MG possui um app próprio para facilitar ainda mais. Trata-se do “MG App” para informações de multas, débitos e registro do carro. Outro à disposição é o “IPVA MG”, como o próprio nome diz, para verificar o IPVA.

Situação do veículo: como consultar?
Nota média 5 de 1 votos

Darlan Helder

Darlan Helder

Darlan Helder, natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011. Além disso, atua com produção de conteúdo para plataformas digitais em agências de comunicação.

  • Louis

    É preciso mais ações de fiscalização nas ruas. Nem lembro a última vez que fui parado. Se eu estivesse usando carro clonado, roubado, irregular, poderia estar há anos rodando sem ser importunado. Está na hora de gerar mais empregos contratando policiais.

    • Bruno Augusto

      não precisa não

    • DiegoC

      Pensou errado, sua placa está sendo verificada várias vezes sem você saber, tanto pelos policiais quanto por algumas câmeras nas rodovias que já verificam automaticamente pela placa do carro. Por exemplo na fronteira com o Paraguai este sistema já funciona.

      • Louis

        O que mais tem por aí é carro totalmente irregular rodando, portanto se está sendo monitorado, não estão fazendo mais nada além de monitorar.

        • DiegoC

          Esse seu pensamento não faz sentido algum, já que a indústria da multa no Brasil é uma das maiores do mundo… não sei onde você mora, mas tente passar com um carro totalmente irregular, como você falou, perto da fronteira em Foz, aqui no Paraná você não roda muito tempo com o carro irregular, inclusive descobri isso da pior maneira, por um descuido acabei deixando de pagar o licenciamento, queriam levar meu carro pro pátio e tive que pagar multa.

  • Rodrigo Cristofolini

    Não é o que consta no site do Denatran. Lá consta:
    “Através do Art. 6º da portaria em referência, poderão solicitar acesso aos sistemas e subsistemas do DENATRAN os órgão e Entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito-SNT, órgãos e entidades públicos não integrantes do SNT, entidades privadas devidamente credenciadas para desempenhar serviços estabelecidos no Código de Trânsito Brasileiro-CTB, normativos do Conselho Nacional de Trânsito-CONTRAN ou DENATRAN e entidades privadas cuja atividade esteja relacionada ao trânsito e que comprove a necessidade de acesso aos sistemas e subsistemas do DENATRAN para o desempenho de suas atividades.

    Neste contexto, inexiste a possibilidade de acesso aos sistemas e subsistemas do DENATRAN por pessoas físicas.”

    Acessado pelo link do artigo no dia 31/01/2019, às 12:10h.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email