Mercado SsangYong

SsangYong deve voltar a vender no Brasil em 2018, segundo jornalista

ssangyong-tivoli-oficial-11 SsangYong deve voltar a vender no Brasil em 2018, segundo jornalista

A coreana SsangYong, que deixou o mercado brasileiro há cerca de dois anos, deve voltar a oferecer seus modelos em breve no País. De acordo com o jornalista Roberto Nasser, na coluna De carro por aí, a fabricante fará sua reestreia em nosso mercado no primeiro semestre de 2018 e, desta vez, será representada pelo grupo JLJ, responsável pela vinda da chinesa Chery ao Brasil em 2009 e que atualmente comanda a também chinesa Rely.



E como já era de se esperar, a SsangYong voltará ao mercado nacional apostando no segmento de crossovers, SUVs e picapes. O “carro-chefe” da marca sul-coreana por aqui deverá ser o compacto Tivoli, para enfrentar modelos como Honda HR-V e Jeep Renegade. A linha deve contar ainda com a nova geração do Rexton, o XLV de sete lugares e também a picape Actyon.

ssangyong-rexton-2018-1 SsangYong deve voltar a vender no Brasil em 2018, segundo jornalista

O retorno da SsangYong ao Brasil “coincide” com o fim do Inovar Auto, eliminando o imposto de 30% extras para carros importados. Além dela, outras montadoras preparam novidades para o mercado brasileiro, como é o caso da Kia Motors (uma das que mais sofreu com a medida do governo), que deve lançar os compactos Rio e Rio Sedan e também um inédito crossover compacto em nosso País.

Vale lembrar que está será a terceira tentativa da SsangYong de comercializar seus carros por aqui. Na primeira vez, a marca abandonou o Brasil devido a problemas com a Daimler pelo uso de motores da Mercedes-Benz. Já na segunda vez, em 2015, a empresa foi afetada pelo Inovar Auto e também pela alta do dólar.

novo-ssangyong-actyon-sports-2013-11 SsangYong deve voltar a vender no Brasil em 2018, segundo jornalista

A SsangYong, por meio da JLJ, deve anunciar a sua reestreia no Brasil em setembro. Na ocasião, espera-se que a marca divulgue parte dos detalhes da sua gama de produtos, bem como seu novo posicionamento no mercado.

[Fonte: Roberto Nasser – De carro por aí]

  • Fanjos

    Os carros que ela tinha eram bizarros demais com desenho dignos de uma criança de 7 anos, depois que lançaram o Korando melhorou muito, mas tambem foi o único aceitável deles por aqui pouco antes de irem embora, de resto só bizarrice mesmo

    • Ⓜ️arcelo

      Monstros sa parte 2

      • Fanjos

        Porque assustar não é tão difícil assim kkkkkk
        Esses carros da SaangYong não precisavam nem fazer faculdades de sustos

        • Ⓜ️arcelo

          Não eram carros feios não, não é isso. ERAM ASSUSTADORES, hahahahahh

          • Igor Guimasi

            Primeira coisa que assusta é o nome SsangYong. Tipo o molho “Sotiquero” q vendo aqui no mercado.

            • Ⓜ️arcelo

              esse nome com certeza combina mais com macarrão instantâneo do que com carros

    • ObservadorCWB

      Difícil acreditar em quem já “foi embora” duas vezes. Dos coreanos, melhor ficar nas bem consolidadas Kia e Hyundai. Mas ainda quero ver, o governo vai aprontar alguma lambança ao final do Inovar Auto. Sempre apronta. Saudades de 2009 quando se comprava um V6 completíssimo apreço da trinca Vectra/Civic/corolla…..não por acaso foi o início da implementação dos acessórios aos carros nacionais. Daí veio o Inovar Auto ,o não sei o que 2030 e outras pérolas do desgoverno. E hoje um Civic/corolla passam de 100k fácil….

      • Fanjos

        Esquerdistas Esquerdosos Esquerdando Esquerdices

      • Mr. Pug

        “Difícil acreditar em quem já “foi embora” duas vezes. Dos coreanos, melhor ficar nas bem consolidadas Kia e Hyundai. ”

        Então aconselho você a não confiar na Hyundai, que também já foi embora duas vezes do país, deixando os consumidores sem suporte nenhum. Isso foi na década de 90 e ambas as vezes a marca foi trazida pela própria matriz. Só retornaram de vez em 1999 pelas mãos do grupo CAOA. Das coreanas a única que não abandonou o mercado na primeira dificuldade foi a Kia.

        • Zé Mundico

          É, mas a Hyundai aprendeu a lição e abriu fábrica no país.
          Pelo menos aprendeu com o passado e encarou o desafio.

  • Mr. Car

    Podiam aproveitar e voltar com outro nome, que este é de uma “tristeza” ímpar. Quem sabe assim, emplaca, he, he?

  • Lucas

    Tinham ótimos motores a diesel de origem alemã (mercedes), mas o design dos carros era simplesmente ridículo.

    • Elfo Safadão.

      O Korando era bonito.

  • Yuri Calmon

    A Marca ainda faz uso de motores da Mercedes-Benz ?

  • Tinha um tio meu que na época comprou aquela caminhonete da SaangYong. Deu um problema lá não lembro no que, ficou meses na concessionária até arrumar.
    Isso sem contar o desenho horrível.
    Mas enfim, quanto mais opções, é sempre melhor para nós.

    • Zé Mundico

      Mesmo caso aconteceu com uma colega de trabalho. Bateu o Korando e precisou de várias peças da frente, tipo parachoque, tela, radiador, faróis, lanternas, etc.etc.
      Pois bem, a espera durou exatos 4 meses.
      4 meses sem carro e com filho na escola, mãe doente, tendo que pedir carona e favor aos colegas e parentes.
      Quando recebu o Korando da autorizada, comprou um Ecosport e mandou rezar uma missa….kkkkkkkkk

  • Lucas086

    A ssangyong até vendeu bem, a ultima Korando vendeu pra porra, era tipo um renegade, pequeno, bem acabado, confortável, motor diesel muito bom, tomara que traga de novo algo nesse tipo, pq nessa categoria de suv pequeno a diesel, o renegade domina.

    • Marcos Carvalho

      Já estou no meu terceiro Ssangyong. Agora é uma Korando. Preço de peças e mão de obra caras, foram os únicos pontos a serem corrigidos na marca. Quanto aos carros, é só pesquisar na América do sul e Europa para ver que eles são super bem vistos. Excelente qualidade e desempenho de todos os modelos. Agora quanto a beleza, isso é gosto. E como se sabe, gosto e .., cada um tem o seu. Aguardo ansioso a volta da marca.

      • Lucas086

        Um amigo tinha uma Korando e vendeu pq ficou com medo justamente pq ela saiu do Brasil, mas era um carro muito bom, econômico, tomara que volte volte com todo o suporte.

  • Vinicius Maciel

    ainda bem que esse programa protecionista acabou. quanto mais marcas e modelos, melhor para o povo

    • Louis

      Calma, daqui a pouco entra outro populista bolivariano na presidência, e volta o protecionismo…. isso é cíclico por aqui.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Será que esta notícia que a JLJ representará a SsangYong é um indicador de que a Chery assumirá as operações da Rely no Brasil?

    Pois estes caminhõezinhos chineses reacenderam um nicho importante de veículos urbanos leves. Porém quase todas as propostas do segmentos eram compostas por modelos muito ruins importados por empresas picaretas. O resultado foram pessoas insatisfeitas com carros frágeis sem pós venda.

    Um investimento sólido nos Rely, com fabricação local poderia ser uma estratégia importante para Chery consolidar sua posição no país

    • Felippe2010

      Caminhõezinhos diga-se de passagem que são descartáveis, com dois anos de uso já estão desmontando

  • Tosca16

    Não aposto no sucesso, aliás é certo o fracasso… vindo pelo antigo importador da Chery é de doer os olhos.

    • carnero

      Não era a avenco o importador?

  • jkpops

    vale ressaltar que a atual dona da Ssangyong é a indiana Mahindra que também abandonou o país..

  • Natán Barreto

    A qualidade dos carros da SsangYong é impressionante. Inclusive é melhor até que Hyundai e Kia da mesma faixa de preço.

    Alguns eram feios demais, mas os carros eram ótimos.

  • Zé Mundico

    Parabéns a SaangYong por ser a primeira marca itinerante no mercado automotivo brasiliero.

  • Marcelo Cordeiro

    Se brasileiro tiver vergonha na cara, deixará os modelos da SsangYong encalharem. Já disse e repito, acho um absurdo este vai e vem de montadora que desvaloriza os produtos comercializados e desrespeita o consumidor. Não adianta dizer que mantiveram peças e oficinas, haja vista que isto é obrigação legal. Nem se diga ainda que a marca era representada pelo grupo local X ou Y porque é responsabilidade da marca escolher os seus parceiros. Se a SsangYong não tem condições para suportar adversidades políticas/econômicas nos mercados em que pretende atuar, então é melhor ficar lá na Coreia do Sul mesmo. Por outro lado, a KIA – conterrânea da SsangYong – foi devastada pelo INOVAR AUTO, praticamente sumiu do mercado, perdeu concessionárias e participação, mas se manteve forte e atuante no Brasil, o que encoraja os consumidores a adquirir um veículo da marca. Se depender de mim, a SsangYong nem precisa voltar ao Brasil, pois, tal qual a Suzuki, eu não compraria, pois não confio nem tenho motivos para confiar. Simples assim!

    • A Kia chegou a ser a 10ª marca no Brasil em 2011 em vendas, passando ate mesmo a Peugeot, mesmo sem ter fábrica no país. Quer mesmo comparar a Kia com a Ssangyong que trocou de mãos varias vezes nos ultimos anos? Não tem nada a ver uma coisa com a outra e eles não sao culpados se o governo muda as regras do jogo a cada momento. Liberdade de mercado é isso.

      • Marcelo Cordeiro

        Exatamente sobre isso que estou falando: Liberdade do consumidor escolher em qual montadora irá gastar o seu dinheiro suado. Para tanto, há que se fazer uma análise da marca no mercado e prestigiar aquelas que se comportam da melhor forma para o consumidor. Definitivamente, Suzuki e Ssangyong não exemplos dessas marcas. Pensassem antes de agirem da forma como agiram. Você deve ser um “sócio” excelente, pois não faz retiradas e tenta justificar práticas de mercado deletérias dessas empresas. Parabéns!!!

        • vc esta analisando com a paixão e naõ com a razáo, te demonstrei que existe uma questão de tamanho, a Kia ja é uma marca grande por si só, e ainda pertence ao grupo Hyundai, então ela tem força e condições de se manter. Estas outras marcas são pequenas e de nicho. Pq acham que vieram poucas marcas chinesas até o momento, sendo que la tem trocentas marcas? Exatamente plo mesmo motivo.

  • Léo Grossmann

    Eu acho que vi um Creta vermelho.

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    Os designers dos carros estão melhores pelo visto, trazendo a mecanica da Mercedes como antes e ter um preço atrativo vai ser uma boa..

  • Alunak Oliva

    O Tivoli é lindo é que a marca é mau compreendida e se ela investir numa fábrica aqui no Brasil ia se dar bem

  • Luccas Villela

    Sempre achei os carros bonitos, mas representada por quem trouxe a Chery, já imagino um regresso bem apagado.

  • Matheus

    Impressionante como tem desses carros no sul do Rio Grande do Sul. Estive na região de Rio Grande/Pelotas e via muitos por lá.

  • Gran RS 78

    Quero ver se sem esses 30% de impostos, os preços serão revertidos em descontos para os consumidores, pois se os preços dos importados continuarem onde estão, cairá por terra que os altos preços são por causa dos altos impostos.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend