Crossovers EUA Híbridos Subaru

Subaru XV Crosstrek PHEV é o primeiro híbrido plug-in da marca japonesa

Subaru-Crosstrek-2018-10-1024x640

O Subaru XV, chamado Crosstrek no mercado americano, se torna o primeiro modelo da marca japonesa com propulsão híbrida plug-in, onde é possível recarregar as baterias de lítio. Com o crossover, o fabricante nipônico quer ampliar as vendas nos EUA , onde o modelo é o terceiro mais vendido.


Chamado Subaru Crosstrek PHEV, o crossover híbrido tem baterias de lítio de 8,8 kWh, que permite ao modelo rodar em torno de 35 km no modo elétrico, poupando assim o motor boxer 2.0 que o equipa. Com transmissão Lineartronic CVT e tração integral S-AWD, o modelo não teve seus números de consumo revelados, pois a marca espera que isso seja feito pela EPA, que apenas garantiu a autonomia revelada.

Subaru-Crosstrek-2018-4-1024x667

Com chegada ao mercado americano apenas no final do ano, o Subaru Crosstrek PHEV é um novo concorrente para outros crossovers asiáticos no mercado americano, podendo ter preço na casa dos US$ 30 mil ou pouco acima disso. Na faixa entre US$ 28 mil e US$ 35 mil, existem o Kia Niro PHEV com alcance de 42 km e que sai por US$ 28.840, bem como o Mitsubishi Outlander PHEV com os mesmos 35 km de autonomia no modo EV, mas custando US$ 35.915.


A promessa da Subaru é lançar o Crosstrek PHEV, mas aqui no Brasil, onde a marca é representada pela CAOA, ainda não se sabe se chegará. Com a mudança na política de tributação dos carros elétricos e híbridos, esperada para o Rota 2030, o IPI de 7% e a redução no imposto de importação para 2% (nesse caso), poderia facilitar a chegada do modelo, visto que existe poucas opções por aqui. Dos rivais nos EUA, apenas o Outlander PHEV foi vendido aqui.

Subaru-Crosstrek-2018-5-1024x576

Alternativa aos elétricos, o híbrido plug-in ainda é defendido por muitas marcas como um complemento ou produto de transição para os carros puramente movidos por energia. Algumas marcas, especialmente europeias, estão apostando na eficiência energética desse tipo de propulsão para manter os motores diesel por mais tempo, o que ajudaria a sustentar a indústria do continente, altamente dependente do óleo combustível.

Nos EUA, a força do plug-in hybrid já não é tão for, pois os grandes fabricantes querem passar diretamente para o carro elétrico, seguindo o sucesso da Tesla, que foca totalmente nisso. No Japão, só agora as marcas locais estão se unindo para sustentar uma indústria automobilística voltada para o carro elétrico, enquanto a China só quer isso para o futuro. Por aqui, o híbrido comum (sem recarga externa), deve ser prioridade por falta de infraestrutura.

COMPARTILHAR:
  • Emanuel

    Eu só não gosto muito do interior Subaru mas acho no geral carros fantásticos.

  • noticiasehumakaka

    que tristeza kkk

  • Mauro Banqueiro

    Tem interior contemporâneo mas por fora não devem nada

  • Louis

    “Por aqui, o híbrido comum (sem recarga externa), deve ser prioridade por falta de infraestrutura.”
    Eu já acho o contrário, acho o plugin muito mais interessante, qualquer um que tenha uma tomada em casa pode carregar seu carro para andar no dia-dia, e utilizar gasolina em viagens mais longas.

    • Também penso assim. Quem quer ter um elétrico, pode recarregar em casa e não quer passar aperto nas viagens por falta de infraestrutura, tem no híbrido plug-in o produto perfeito.

  • Tychus

    Sem dúvida, os carros elétricos são a solução definitiva para a mobilidade. O Brasil hoje tem a oportunidade de acessar essa tecnologia com facilidade. Para que os custos sejam razoáveis, a melhor opção é converter carros convencionais em carros elétricos e, para isso, os especialistas são Organización Autolibre. Desde 2002, mais de 2.000 conversões já ocorreram na América Latina e na Espanha. Com o melhor conselho para empresas e clientes particulares..

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email