Crossovers SUVs

SUV ou crossover?

suv-crossover-1 SUV ou crossover?

Com o advento do mundo globalizado, a cada dia mais estamos conectados com as informações e tendências globais. Tão rápida quanto uma flecha, uma novidade surge em qualquer parte do mundo e logo já está sob nosso conhecimento, não existem barreiras geográficas que impedem a informação de transpor as distâncias, entretanto, tão importante quanto o conhecimento ou tecnologia chegar a nós, é ser bem aplicada e ser corretamente divulgada.



Nosso país, que já anda passos atrás das demais nações em relação a evolução automotiva, anda também com passos tortos. Os termos SUV (Sport Utility Vehicle) e Crossover veem sendo amplamente utilizados e a cada dia mais aplicados em propagandas que inundam os veículos de comunicação, onde há certa confusão por parte das entidades que destes termos utilizam.

Vamos entender então o que são veículos caracterizados como SUV e Crossovers, suas diferenças, similaridades e tirar nossas conclusões, especialmente se o que vemos e ouvimos sendo amplamente divulgado sobre os carros aqui vendidos estão certos.

Origem/Evolução

Para explicar estes termos, nos remetemos ao local onde estes foram primeiramente cunhados: Estados Unidos – Detroit, também conhecido como um dos berços da indústria automotiva, onde o termo SUV começou a ser utilizado mais fortemente na década de 80.

Apesar disto, o conceito já existia bem antes, onde pequenos caminhões destinados para o trabalho foram levemente adaptados para carregar também a família, assim como veículos militares foram criados em suas versões civis para ajudar o trabalho no campo e ser usado para ir e voltar da cidade. Utilizando a robustez da mecânica de pequenos caminhões, confiabilidade e versatilidade dos veículos militares, criou-se um veículo para toda a família.

suv-crossover-2-jeep-willys SUV ou crossover?

Jeep Willys CJ3B 1953

Em comum estas duas origens traziam consigo sua capacidade de tração, reboque e transposição de obstáculos com uma das principais características: construído sobre um chassi reforçado. Antigamente eram comuns invenções serem criadas simultaneamente por todo o mundo, e com esta invenção não foi diferente, assim como nos Estados Unidos, também existem exemplos da criação de veículos com esta característica na Rússia, Inglaterra e Japão.

suv-crossover-3-suburban-620x373 SUV ou crossover?

GM Suburban 6.5 1995 

Popularização

A popularização destes carros se deu fortemente em países mais ricos onde a preocupação com consumo de combustíveis não era prioridade e preço do aço não era um agravante. O SUV possuía a imagem de um veículo robusto, seguro, capaz de levar e trazer seus entes queridos com segurança e com muito espaço de um final de semana nas montanhas. “Estar pronto para qualquer aventura”, este parecia ser seu lema, pelo menos no mercado norte americano.

suv-crossover-4-rural SUV ou crossover?

Propaganda em revista – Ford Rural

Assim como nas demais categorias de veículos, nesta de utilitários esportivos também existem as diferentes classificações que são estas abaixo, com alguns exemplos:

Compacts (Compactos)
o Toyota Cruiser
o Toyota Hilux SW4
o Chevrolet Blazer
o Chevrolet Tracker/Suzuki Gran Vitara
o Jeep Cherokee
o Nissan Xterra

MidSize (Médios)
o Kia Mohave
o Land Rover Discovery
o Nissan Pathfinder

Full Size (Grandes)
o Toyota Sequoia
o Cadillac Escalade
o Lincoln Navigator
o Chevrolet Suburban
o Nissan Armada
o Ford Expedition

Como existem diferentes órgãos que regulamentam a classificação dos carros, você pode achar algumas diferenças, mas de modo geral, é isto acima exposto.

suv-crossover-5-xterra SUV ou crossover?

Nissan Xterra

Perda da popularidade

Os SUVs não foram projetados para o conforto e economia de combustível, afinal o valor do petróleo estava subindo e os mais preocupados com o meio ambiente e ativistas estavam ganhando voz. Estes carros foram ficando cada vez maiores e mais “desnecessários” aos olhos do mundo.

Foi tratado como “monstro sobre rodas”, “o grande vilão das estradas” entre outras coisas, pois estes veículos não são tidos como eficientes e o mundo moderno preocupa-se com o meio ambiente. Com o tempo os pesados SUVs já não eram tão queridos (não por toda a parcela, lógico). Estava aí um cenário que precede uma evolução.

suv-crossover-6-suburbans SUV ou crossover?

Chevrolet Suburban – 1966 e 2010

As grandes companhias notaram que grande parte dos proprietários destes pequenos caminhões não o utilizava em sua total capacidade: seu chassi reforçado, sua força e sua robustez não eram a principal razão pelo qual era tão comum nas ruas. Muito do sucesso era pela sua imponência, espaço para a família e o sentimento de segurança que era transmitido pelas suas musculosas feições.

Resumidamente, ele dava ao proprietário um status. Percebeu-se então um nicho de mercado, onde pessoas que gostam do tamanho de um SUV, mas não querem fazer um uso severo do veículo, assim como pessoas que possuem um sedan ou uma station wagon e querem uma evolução, mas não querem deixar o conforto de um automóvel. Estas pessoas queriam a aparência de um SUV com o conforto de um automóvel. Pareciam querer um crossover…

Reinvenção dos SUVs?

Seria errado identificar pelo nome Crossover uma categoria de veículo, mas é a melhor definição para esta nova característica de carro que vem surgindo e ganhando espaço no mercado. O Crossover ganha então (na maior parte das vezes) a aparência de um SUV compacto.

Construídos nas mesmas plataformas de automóveis, os crossovers não possuem chassi rígido, são construídos com monoblocos, muito mais leves e confortáveis, são focados para o uso na estrada e não são projetados para o trabalho. Muitos deles não possuem tração nas quatro rodas, e capacidade de carga e reboques não sendo nada muito além dos veículos menores.

Alguns deles aparentam uma station wagon um pouco mais alta, outros se parecem com um SUV compacto. Estes crossovers são bastante flexíveis quanto a possibilidade de desenhos. O céu é o limite para os designers de Crossovers.

suv-crossover-7-explorer SUV ou crossover?

Ford Explorer 2011

Abaixo alguns exemplos de modelos de crossovers nas principais categorias:

Compacts (Compactos)
o Kia Sportage
o WV Tiguan
o Mitsubishi ASX
o Jeep Compass
o Honda CRV
o Chevrolet Captiva
o Ford Scape

MidSize (Médios)
o Kia Sorento
o Mitsubishi Outlander
o Ford Edge

Full Size (Grandes)
o Ford Flex
o Mercedes Benz GL350
o Ford Explorer (!)

Em algumas situações veículos migram de um utilitário para um crossover devido a reposicionamento de mercado, adotando mais conforto e diminuindo seu custo de produção, onde um dos mais famosos exemplos é:

Ford Explorer

Um dos SUVs mais tradicionais dos Estados Unidos passou por essa migração depois de muitas décadas como um dos mais famosos utilitários esportivos norte americano. Ele passou a adotar a mesma plataforma do Ford Taurus e do Ford Flex.

Mark Fields, presidente da Ford clama pela máxima: “Reinventing the SUV for the 21st century.”, porém a crítica automobilista norte americana não pensa igual e cita que se transformou em um veículo para mães levar seus filhos para o colégio e se sentirem seguras em um poderoso carro. Para isso, a Ford sacrificou uma bela história de um tradicional SUV: Ford Explorer. Chegou ao ponto de até mesmo entusiastas pedirem para que ao menos o nome fosse alterado.

No Brasil podemos citar os irmãos coreanos Sportage e Sorento que trilharam o mesmo caminho do Ford Explorer.

Principais diferenças técnicas

SUV

suv-crossover-8-chassi SUV ou crossover?

Chassi com motor e transmissão

– Uso de chassi (body-on-frame);
– Geralmente originado de camionetes ou veículos militares;
– Tração traseira e comumente com tração 4×4 acopladas em caixas com reduzidas;
– Grande capacidade de reboque e carga;
– Não tão dinâmicos e mais rígidos;

suv-crossover-9-acoplamento SUV ou crossover?

Acoplamento corpo ao chassi

Crossovers

– Construídos em monobloco (unibody);
– Nascem de projetos próprios ou mesmo de veículos menores;
– Tração dianteira e raramente tração 4WD (sob demanda, ou seja, aciona quando necessário) sem caixas com reduzida;
– Capacidade de carga moderada;
– Mais dinâmicos e confortáveis na estrada;

Mercado brasileiro

Nosso mercado não tem o SUV como a menina dos olhos, por motivos óbvios, apenas os compactos é que tem certa presença, mas não tão significante. Adotamos com bastante carinho os utilitários compactos japoneses e estes fazem um grande sucesso com os motores diesel, que apesar de mais fracos, comparando os com os norte americanos, são bem mais econômicos. Alguns exemplos são de sucesso brasileiro: Pajero, Hilux, Xterra e a GM Blazer.

Veem surgindo no nosso mercado uma categoria de veículo que também está sendo categorizado como SUV, entretanto, em minha humilde opinião, o que está acontecendo é uma enorme distorção, e das bem grosseiras eu diria. São veículos de derivados de subcompactos, muitas vezes entrando no lugar da variante perua, que estão sendo ingenuamente categorizados como SUV. Não os são.

Possuem sim suas atribuições, vide grande sucesso de vendas, são chamados de SUVs subcompactos, micro SUVs ou até mesmo Jipinhos. Estes “aventureiros urbanos”, nome bonito adotado, são carros que clamam por algo que não os compete. É um ótimo exemplo para demonstrar como se utiliza da fama de um produto para vender outro.

Os “old school” SUVs (SUVs à moda antiga) que sempre foram queridos pelas mais afortunadas famílias, estão sim dando espaço para os modernos Crossovers. O cenário atual mostra que estes veículos altos, confortáveis e seguros estão mais próximos do ideal em termos de uso doméstico, agora competindo com os sedans e station wagons por uma vaga na garagem.

Os SUVs ficaram destinados a um mercado mais restrito, onde há exigência por veículos mais robustos, onde a durabilidade e robustez são quesitos primordiais.

Referências:

autoblog – suburban
auto-crossovers
ehow – SUVs
ehow – crossover-suv
shopautoweek – crossover-vs-suv
blog.truecar.com – crossovers
carlist.com
thedetroitbureau.com – Ford Explorer

Por Rodrigo Linhares

  • kiko1974

    Excelente Texto!!!!!!!! parabéns Rodrigo!!!!!

    • AutoIng

      A matéria é boa, mas acho exagero uma matéria tão longa só pra dizer que um é monobloco, e o outro é sobre chassi. Existe alguém apaixonado por carros que não saiba disso? A propósito, 99% das pessoas precisam é de um crossover mesmo, não de um SUV. De repente seria legal uma matéria com foco só nisso, na aplicação, pra questionar o uso nem sempre adequado de cada tipo de veículo. Poderia ser colocado um comparativo de consumo, peso, emissões, custo e segurança de cada categoria. Isso ajudaria muita gente a se decidir na hora de escolher um grandalhão desses.

      • zemarreta

        Excelente ideia, Auto.

      • g_freire

        Talvez não seja importante para nós, que já sabemos disso, mas imagina um curioso, novato na área automotiva, que navegando pela internet acha o NA e lê este artigo.

        Isso pode dar início à uma conscientização sobre o real posicionamento dos veículos em nosso mercado, o que geraria consciência em mais algumas pessoas sobre as trapaças do nosso mercado (veículos subindo de categoria, categorias subindo de status, crossovers sendo vendidos como suvs, etc.).

        • CyborgPilot

          Perfeito seu comentário g_freire. E parabéns ao autor da matéria.

      • Garanto que existem muitos aqui no NA que não faziam a menor ideia entre a diferença de um SUV para um Crossover…
        Concordo com a ideia do amigo acima, sua ideia é ótima… Mas também não podemos deixar de divulgar a parte mais “técnica” para os novatos, tem muita molecada que lê o NA e seria interessante ter cada vez mais matérias desse tipo…

        • ocduarte

          Se não me engano li umas vezes o Tripa Seca batendo nessa tecla sobre a diferenciação entre um e outro(Chassi X Monobloco), mas sempre alguém rebatia dizendo que não era nada disso

      • Snoop

        Quando fazemos uma matéria curta, reclamam. Quando fazemos uma matéria bastante explicativa, reclamam também…
        É dose!

        • CyborgPilot

          Não liguem não, continuem trabalhando bem assim que tá muito bom.

        • ocduarte

          Ficou show a matéria. O AutoIng é do ramo automotivo (salvo engano) e não deve ter muita paciência prá isso. Mas achei bastante relevante, inclusive as origens de ambos.

        • Rafa_el

          Cara, reclamões existem em todo o planeta.

          Mano, o texto ficou bom e, além do mais, vem para solucionar uma dúvida tremenda tanto por aqui, quanto em vários outros canais automotivos.

          Parabéns e relaxem.

      • kiko1974

        reclamando de matéria longa, explicativa, pesquisada????

      • Edson Roberto

        Ué Auto, a ideia do NA é passar uma visão simplista e concisa do que é um e outro. Para isso só aliando o histórico, o que cada um é e ainda o porque existe essa distorção.

        Eu e vc sabemos, mas pense que essa materia precisa atingir leigos e como leigos saberiam tecnicamente sobre isso? Somente com uma materia esclarecedora mas ainda assim, bem interessante. Eu achei essa materia perfeita.

  • JORGE_BAMBAM

    Muito boa a matéria, suv forever.

    • BullittKowalski

      Nem SUV nem Crossover, duas bobagens da esperta indústria automotiva.

      O que pra mim existe é o Jipe, pra rodar em terrenos ruins e o veículo comercial pra transporte de carga, ambos sobre chassi. O resto são deformidades empetecadas pra madame levar cachorro e se sentir segura indo pro shopping.

      O CrossFox é o que então? Crossunder??

      • ocduarte

        É um Cross-Across!

      • Eder_

        E se o camarada tem um sítio com acesso complicado? Vai colocar a família toda num Troller apertado e sem porta malas para ir até lá? Um SUV serve muito bem para esse uso e para muitos outros. Já em relação a crossover concordo contigo. Se nunca vai pegar uma estrada de terra, não vejo motivo de comprar um carro tão alto (menos estabilidade) e bem mais caro que um sedã ou hatch, por exemplo, com porte e nível de equipamentos semelhantes.

        • Edson Roberto

          Ue…. cai no mesmo conto que vc disse, exceto que alguem pode ter um Crossover para viagens e também acessar um sitio que apesar de não precisar de ujm carro lameiro, pode querer trazer a familia em um carro alto que não raspe e carregue pessoas e bagagens com conforto.

          Além disso, não é dificil ver um crossover com qualidade de acabamento e construção mais refinado que alguns sedans no qual eles herdaram.

      • JORGE_BAMBAM

        Se um dia você precisar trabalhar rodando por estradas de terra e ter que transportar sua família no mesmo carro que usa para trabalhar você mudará seu conceito, a propósito, se tivesse lido a matéria teria observado que SUV é montando sobre chassi e entenderia sua finalidade que é servir tanto para o transporte de passageiros bem como para o serviço pesado, ainda, na matéria diz claramente que um dos primeiros suv foi o Jeep, abração.

  • wbianchi

    Ótimo texto!

  • Rods

    Excelente texto!!! Parabéns! Limpo e esclarecedor!

    Eu prefiro CrossOver…

  • Rafael_Reis

    Tudo isso só pra dizer que o Ecosport e o Duster não são SUV?

    São SUV, sim.

    Não adianta importar conceitos estrangeiros. O Ecosport foi uma criação brasileira da Ford, e abriu um espaço que ninguém percebia: também se gosta de carros grandes e altos no Brasil, mas não se tem o dinheiro para comprar um monstro desses. O estilo proliferou, principalmente devido à alta do petróleo, e hoje todo mundo quer lançar seu mini-SUV.

    Fora isso, o histórico da matéria está bem legal, principalmente quando fala das especificações que você escolheu para definir um SUV. Crossover é que é um nome meio genérico, é aquele que abarca tudo que as outras categorias não descrevem, mas pelo texto acho que você concorda e não achou nome melhor. Parabéns pela pesquisa.

    • lachard

      Definitivamente todos estes que vc citou não são SUVs.

  • RicardoSuroieck

    É sempre bom ressaltar que a maioria dos carros vendidos no Brasil são CUVs, e não SUVs, essa inclusive é uma tendência mundial, pois os veículos excessivamente grandes e pesados são espaçosos (ruins para uso urbano), difíceis de estacionar e gastam muito.
    Infelizmente, talvez para tentar dar um ar de robustez aos carros, as propagandas de veículos (e até algumas revistas) usam o nome de SUV em carros que são pequenos até mesmo para os CUVs do exterior.
    EcoSport, Duster, Tucson, ix35, são todos CUVs.

  • potenza

    Resumidademente
    SUV anda em qualquer lugar, é bruto, beberrão, é muito instável(Fazer curva) e é desconfortável

    CrossOver não presta nem no asfalto nem na lama, é beberrão, um pouco menos instável e é confortável (isto é: mais que um SUV)

    • zemarreta

      Esses crossovers modernos como o 3008, o Tiguan ou a Sorento fazem curva muito bem, e para quem tem família são muito mais práticos e espaçosos que um sedã ou uma perua.
      De todo modo, nem todo mundo precisa fazer curvas na estrada pra Santos a 150km/h. Pra muita gente o mais importante mesmo é de botar 3 caderinhas no banco traseiro, e de preferência conseguir passar por ruas alagadas sem o carro morrer, ou por cima do quebra-molas sem raspar a parte de baixo do carro.

      • Edson Roberto

        Ou ter acesso ao sitio sem raspar o carro também.

  • emanuelbm

    Eu já tinha a idéia de que o SUV era carro derivado de caminhão (com maior poder de carregar carga e reboque) e que o crossover era de carros menores. Mas esse texto é bem esclarecedor, mostrando que as diferenças não se resumem apenas a isso que foram projetados para nichos diferentes no mercado.

    É bom mostrar esse texto pros amigos que compram um crossover e falam, como se fizesse muita diferença com quem também não conhece a diferença, que é um SUV. Se você tenta explicar, a pessoa vê como se tivesse falando mal do carro, como se crossover fosse pior que SUV… Na verdade cada um tem suas vantagens, dependendo do uso que o proprietário dará ao carro.

  • abussade

    Excelente texto!
    É uma nomenclatura que confundia muita gente.

  • Pedro_Rocha

    Bem elucidativo, mas aí surgiu-me uma dúvida: a Honda Ridgeline (monobloco) é Picape, SUV ou CUV?
    https://www.noticiasautomotivas.com.br/honda-picap

    • AutoIng

      É uma pickup pra usos mais leves a princípio, mas que provou não fazer feio fora de estrada (como tantos crossovers também já provaram). A tendência é de termos cada vez mais monoblocos mesmo pra usos não tão leves. Ou seja, toda essa classificação aí da matéria vai ter que ser revista novamente dentro de algum tempo. Chassi, só pra usos realmente pesados.

  • Danillobar

    é sempre bom esclarecer duvidas !
    muito bom.

  • Daniel Ramos

    Excelente mesmo!!! valeu NA, minha praia é mais os SUV's, mais crossovers são sensasionais, é bom uma pitada de emoção na vida não é?! hehe

  • ntpv
  • hugogyn94

    Ate agora eu nao acredito o ford explorer seja crossover,pior nem parece.

  • marthepunisher

    Uma Captiva 3.6 4×4 com 1850 kg e uma baita capacidade de reboque é um crossover?????????????????? e compacta?????? Entao se os palhaços da VW chamam uma parati c suspensao mexida de crossover eu coloco as duas no mesmo nível?????????????????????

  • loucoporcarro

    é dificil de entender a diferença em , mas valeu.

  • JulioCMO

    O problema é quando nem as montadoras respeitam as próprias «regras» de produção, algo que vem de longa data… muitas vezes é o próprio mercado que cuida dessas classificações para diferenciar nichos de consumidores ou facilitar o trabalho em análises. Hoje em dia, quando um só carro é capaz de gerar outras dezenas, fica ainda mais difícil de "cavar" e identificar "o que é" aquele ser sobre quatro rodas.

    A Ford BR chama a Ecosport de SUV, sendo que ela tem as mesmas capacidades off-road de uma Mazda CX-5… que é uma CUV, mas ao mesmo tempo tem quase o mesmo tamanho e o mesmo "modelo genético" de uma Evoque, no entanto, a Range tem capacidades muito superiores na terra. Ai vem a Audi e cria uma CUV que pode andar na terra e tem grip absurdo no asfalto, no entanto, não passa de um Golf por baixo.

    Nos anos 90 era a disputa entre gran-tourer's, sedans e coupes. Ninguém mais sabia quem era quem, ai veio a VW nos anos 2000 e introduziu o conceito de Comfort Coupe, que é o conforto de um gran-tourer, a praticidade de um sedan e o design de um coupe… ou seja, REALLY ?? rsrs'

  • HugoLange

    e o Freemont, entra em que categoria entao!?

    • JulioCMO

      MPV (multi-purpose vehicle) talvez… people-carrier… minivan, depende do país de referência

    • abussade

      Categoria MB – Manca e Beberrona!
      Rs… Desculpe mas não resisti!

      Pelo que entendi é um Crossover (apesar da própria Fiat a denominar SUV). Tração dianteira, vocação mais para estrada, sem opção 4×4, etc… (No exterior ia sair versão AWD, não sei se vingou).

    • Edson Roberto

      O pessoal falou e não respondeu. Ela é um crossover que assim como a propaganda, apela para levar as pessoas com conforto mas denomina errado o tipo de carro: Falam que é um SUV. Porém, peçam ao pessoal da Fiat colocar ela em uma lama e ele verá o que é um SUV.

      Além disso, os Crossovers usam pneus de uso em asfalto, logo, outro apelo para ser um crossover.

  • Eber por favor, traga mais textos assim: técnicos e explicativos… O NA precisa disso…

  • zeuslinux

    Saí recentemente de um sedã médio para um Crossover compacto (que no Brasil é considerado médio) e não me arrependo não. O meu carro tem praticamente o mesmo comprimento de um sedã médio, muito pouca coisa a mais na largura e bem mais na altura e capacidade de carga em geral.

    Paguei cerca de 10 mil a mais em relação ao preço do sedã anterior zero km e ganhei um carro com mais potência e torque (não muito a mais mas maiores), mais conforto, mais tecnologia, aparência mais jovial, posição de dirigir mais alta, maior vão livre do solo, possibilidade de deitar os bancos e levar coisas grandes na mala, pneus de raio e banda maiores, etc.

    As desvantagens foram o consumo um pouco maior (não muito) por causa do maior peso do carro e maior coeficiente dinâmico e maior diâmetro de giro, o que dificulta um pouco mais as manobras. Mas essas desvantagens dependem muito de quais modelos especificamente estejamos comparando.

    Particularmente no meu caso, que tive mais carros hatch do que sedãs e que prefiro a praticidade dos hatches, acho que um crossover é praticamente um hatch grande, ou uma perua, com suspensão elevada e espaço interno vertical maior. Com isso ganha-se mais espaço interno mantendo quase o mesmo comprimento e largura, a praticidade dos hatches para levar bagagens grandes, deitar bancos, etc.

    Os crossovers à venda no Brasil também têm geralmente motores e tecnologia similares ou superiores aos dos sedãs médios. O maior problema dos crossovers e SUVs no Brasil é o preço que as montadoras daqui cobram por esses carros. Não há justificativa para grande parte delas cobrarem tão a mais do que cobram dos sedãs médios mais ou menos equivalentes em motorização e tecnologia. Mas tirando isso, os crossovers para mim substituem com mais vantagens para a maioria das pessoas do que desvantagens sedãs médios e grandes e hatches/peruas médios/grandes.

  • zeuslinux

    Eu gostaria de saber a opinião do autor desse artigo sobre os carros "aventureiros", aqueles que são basicamente carros pequenos ou médios com suspensão mais elevada e adereços para parecer um fora-de-estrada.

    • spok

      gostaria de saber oq?! que sao um lixo automotivo. haha

      nao passa de um CARRO.. com suspencao elevada e pronto e mais um monte de breguice .

      nao tem nada de crossover neles, nao sao em monobloco, nao tem AWD, capacidade de carga igual do carro original.

      é a maior INUTILIDADE automotiva, só serve pra montadora ganhar dinheiro, ja que os precos se elevam consideravelmente e os adereços nao custam nada.

      • Hoosier 559

        Só uma correção, esses carros são em monobloco sim.

      • Edson Roberto

        NÃO MESMO.

        Meu tio tinha um Fit e mora em um sitio. Para ele, esse tipo INUTIL de carro, o serviu perfeitamente.

        Ele vivia acabando com o Fit raspando a parte de baixo do carro, até o dia que o parachoque ficou no caminho. Depois de tanta dor de cabeça, ele adquiriu a INUTILIDADE de um Stepway que resolveu os problemas dele. É um carro espaçoso, altinho, motor bom e parou de trazer problemas ao meu tio. Pode ser um carro de aspecto tecnico muito mais simples que o Fit, mas se prestou superior ao que ele precisava.

        E o melhor: SEM PRECISAR GASTAR RIOS DE DINHEIRO para ter um carro acima de R$60000.

  • Sias

    A Sorento já esteve dos dois lados: na geração passada era um SUV e na nova um Crossover

  • diogo_rs6

    Sobre os SUVs, vale lembrar que as famílias começaram a migrar para elas no começo dos anos 70, quando, em conjunto com a crise do petróleo, novas normas de segurança e de emissões tornaram os automóveis de passeio mais lentos e menos atraentes ao consumidor. Como as novas regras não afetaram picapes e outros utilitários muita gente começou a comprar utilitários para passeio.

    Claro que existe certa consciencia ambiental, mas consumo de combustível sempre foi ponto de extrema importância para muitos que vão comprar o carro da família, além da questão da segurança e dirigibilidade – em especial em situações evasivas, que SUVs não são bons nisto. Mas desde o final dos anos 90 se busca algo mais próximo a um automóvel convencional do que a um fora-de-estrada, desde que não perca o ar parrudo e a posição alta tão apreciada por muitos. Mesmo em SUVs e picapes mais modernos, se percebe o ganho em dirgibilidade no asfalto.

    Agora, sendo bem sincero, a grande maioria destes crossovers só surge devido a uma demanda de mercado vinda de pessoas que buscam uma falsa sensação de segurança por causa da posição mais alta de guiar – na verdade seria até o contrário – e que tentam buscar num carro com visual fora-de-estrada, uma falsa sensação de jovialidade que não possuem em suas vidas. Pois afinal, carros ideais para as famílias já existem: como as minivans, que possuem o máximo em espaço e praticidade ou até mesmo peruas, que são carros de verdade em sua essência – algumas peruas inclusive tem versões fora-de-estrada bem feitas, como no caso das minhas três paixões: a Subaru Outback, a Volvo XC70 e a Volkswagen Alltrack (além das Audis Allroad).

    <img src="http://thebest-car.com/wp-content/uploads/2012/04/Subaru-Outback-2012-Thebest-car.com_.jpg"&gt;

    <img src="http://images.drive.com.au/drive_images/Editorial/2008/03/12/VolvoXC70_m_m.jpg"&gt;

    <img src="http://i.telegraph.co.uk/multimedia/archive/02303/Passat-Alltrack_2303813c.jpg"&gt;

    Carros como estes, que fazem parecer estes crossovers patéticos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend