Top 10: SUVs mais lentos do Brasil (2022)

corolla cross special 6

Colocar um SUV na garagem parece ser o sonho de muitos brasileiros, o que faz esse segmento ser o mais visado pelas montadoras. Mas em meio a tantas opções, quais são os SUVs mais lentos do Brasil em 2022?


Ainda que o visual seja o fator mais importante para alguns consumidores, outros aspectos deveriam ser vistos com mais atenção, como o nível de equipamentos e segurança. Além disso, o desempenho também deveria entrar nessa lista.

Com as novas normas de emissões e consumo do Proconve L7, os números de potência e torque também mudaram para alguns utilitários, o que gerou uma dança das cadeiras nas posições abaixo.

Para criar esse ranking, levamos em conta apenas uma versão de cada modelo, destacando os números com etanol no caso dos SUVs flex. É verdade que com gasolina teríamos um desempenho inferior, mas nem todas as marcas o divulgam.

Modelos com o mesmo tempo de aceleração aparecem empatados, mesmo que a velocidade máxima seja diferente. Além disso, também falamos sobre seus preços e detalhes de suas listas de equipamentos.

Confira a lista completa e nos diga nos comentários qual foi sua maior surpresa nessa lista!

Veja também: Top 10 – SUVs médios mais potentes do Brasil (2022)

10) Chevrolet Tracker e Jeep Commander Diesel – 11,6 segundos

tracker 22

Começamos nossa lista com um empate curioso, que une SUVs de tamanhos, propostas e motorizações diferentes. Além disso, enquanto o Tracker parte de R$ 113.490, o Commander diesel não sai por menos de R$ 277.990.

O modelo da Chevrolet tem o conhecido motor 1.0 turbo de 116 cv e 16,8 kgfm, agora apenas com câmbio automático de 6 marchas. Além dos 11,6 segundos para chegar nos 100 km/h, ele tem máxima de 177 km/h.

Ele vem de série com 6 airbags, controle de tração e estabilidade, luzes diurnas em LED, rodas aro 16, A/C, assistente de partida em rampas, câmera de ré, chave presencial e MyLink de 8 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay.

A décima posição também tem as versões a diesel do Jeep Commander, com motor 2.0 de 170 cv e 38,7 kgfm, câmbio automático de 9 marchas e tração 4×4. A velocidade máxima é de 197 km/h.

Ele é oferecido de série com aviso de colisão frontal, detector de fadiga, multimídia de 10,1″, ACC, rodas de 18″, A/C dual zone, controle de tração e estabilidade, painel digital, faróis full LED, sete airbags, park assist, partida remota, entre outros.

9) Toyota SW4 e Subaru Forester – 11,8 segundos

Toyota SW4 GR S 2022 3

Aqui temos um empate que começa com o Toyota SW4, que segue com boas vendas no Brasil mesmo custando R$ 384.190. Ele tem motor 2.8 diesel de 204 cv e 50,9 kgfm, câmbio de 6 velocidades e um desempenho interessante.

Sua versão de entrada SRX de 5 lugares já tem controle de tração e estabilidade, bancos em couro, rodas aro 18, porta-malas elétrico, A/C dual zone, multimídia, som da JBL, câmera 360º, sete airbags, entre outros.

Quantas vezes você já viu um Subaru Forester nas ruas de sua cidade? Mesmo não sendo um dos mais vendidos do segmento, ele tem um lugar nessa lista com sua aceleração de 0 a 100 km/h em 11,8 segundos.

Não dá pra dizer que esse tempo é ruim, pois seu motor Boxer 2.0 16V de 150 cv e 20 kgfm movimenta um carro de quase 1.700 kg. Com câmbio CVT e tração integral, ele ainda chega aos 188 km/h de máxima.

Bem equipado, ele tem luzes em LED, rodas aro 18, teto solar, banco do motorista com ajustes elétricos e memória, porta-malas elétrico, A/C dual zone, multimídia de 8″, som Harman/Kardon, ACC, sete airbags, detector de pontos cegos e farol alto adaptativo.

O Forester parte de R$ 227.900.

8) Mitsubishi Outlander Sport AWD – 11,9 segundos

mitsubishi outlander sport 3

A oitava posição tem um dos dois modelos da Mitsubishi que vamos citar por aqui, o Outlander Sport AWD. Ele tem preços a partir de R$ 166.990, mas aqui estamos falando de sua versão mais cara, que sai por R$ 173.990.

Ainda que ambas usem o mesmo motor 2.0 flex de 170 cv e 23 kgfm, além do câmbio CVT de 6 marchas, a opção mais cara tem a tração integral, o que faz seu desempenho ser um pouco pior.

Com esse conjunto, o japonês tem uma aceleração de 0 a 100 km/h em 11,9 segundos e velocidade máxima de 188 km/h, enquanto a versão 4×2 leva 11,5 segundos e chega a 190 km/h.

De série, o Outlander Sport AWD vem com bancos em couro com aquecimento (e ajustes elétricos para o motorista), start/stop, multimídia de 9 polegadas, sete airbags, sensor crepuscular e de chuva, piloto automático, rodas aro 18, entre outros.

7) Hyundai Creta 1.6, Nissan Kicks, Renault Duster e Citroën C4 Cactus – 12 segundos

Para atender vendas online, Hyundai retoma produção em São Paulo

A oitava colocação tem um empate entre Creta Action, Kicks, Duster 1.6 e C4 Cactus, todos levando 12 segundos para atingir 100 km/h. Além disso, eles brigam na mesma faixa de preço e tem outras similaridades.

O Hyundai tem motor 1.6 de 130 cv e 16,5 kgfm, câmbio automático de 6 marchas e chega aos 172 km/h de máxima. Vendido por R$ 107.590, ele vem com rodas aro 16, controle de tração e estabilidade, A/C, piloto automático, rádio com Bluetooth e USB, entre outros.

O renovado Nissan Kicks tem seis versões e preços partindo de R$ 109.290, vindo com motor 1.6 de 113 cv e 15,3 kgfm, com câmbio manual de 5 marchas ou CVT. Ele alcança 175 km/h de máxima.

De série, ele tem seis airbags, multimídia de 7 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay, câmera de ré, ar-condicionado, rodas de 16 polegadas, sensor crepuscular, controle de tração e estabilidade, entre outros.

Confira: Avaliação Kicks 2022: novo visual, continua sem pressa

Além do motor 1.3 turbo, o Duster segue com o 1.6 de 120 cv e 16,2 kgfm, aliado ao câmbio CVT e chegando aos 173 km/h de máxima. Ele parte de R$ 102.290 e tem A/C, 4 airbags, start/stop, direção elétrica, rodas aro 16, rádio com Bluetooth e controle de estabilidade.

Finalmente, o Citroën C4 Cactus (R$ 106.990) tem motor 1.6 16V de 118 cv e 16,1 kgfm, sempre com câmbio automático de 6 marchas. Com isso, o francês também leva 12 segundos para chegar aos 100 km/h e tem máxima de 190 km/h.

Sua versão de entrada Live já tem DRL, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa, ar digital, câmera de ré, multimídia de 7″ com Android Auto e Apple CarPlay, rodas aro 16, entre outros itens.

6) Kia Sportage – 12,2 segundos

sportage 2019

Em sexto lugar temos o Kia Sportage, que é vendido com motor 2.0 16V flex de 167 cv de potência e 20,6 kgfm de torque, ligado ao câmbio automático de seis marchas. Ele custa R$ 179.590.

Sua versão única por aqui tem 3 modos de condução, volante multifuncional, rodas aro 17, sensores de estacionamento, multimídia de 7″ com Android Auto e Apple CarPlay, sensor crepuscular, controle de tração e estabilidade, entre outros.

Vale lembrar que estamos na expectativa do novo Sportage, que virá com motor 1.6 turbo de 180 cv e visual totalmente renovado. A marca informou que ele será apresentado em julho, quando começam suas vendas.

5) Mitsubishi Pajero Sport – 12,3 segundos

mitsubishi pajero sport hpe s 2021 2

O Mitsubishi Pajero Sport parece um gigante perto dos SUVs compactos que dominam essa lista, além de custar muito mais caro (ele parte de R$ 357.990). Mesmo assim, sua aceleração é parecida com os rivais menores.

Equipado com motor 2.4 turbodiesel de 190 cv e 43,9 kgfm, e câmbio automático de 8 marchas, ele leva 12,3 segundos para atingir 100 km/h e tem máxima de 180 km/h. Um desempenho interessante para um utilitário de 2 toneladas.

Ele vem com sete airbags, farol auxiliar para curvas, Auto Hold, sensor crepuscular e de chuva, multimídia de 7 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay, câmera de ré, rodas aro 18 e A/C dual zone, além de sete lugares.

4) Peugeot 2008 – 12,4 segundos

peugeot 2008 griffe 1

Ainda que o Peugeot 2008 tenha suas versões THP, dotadas de um ótimo desempenho, o francês continua sendo vendido com o propulsor aspirado. E é nessa configuração que ele ocupa a quarta posição por aqui.

Seu motor 1.6 16V tem 118 cv e 16,1 kgfm de torque, sempre com câmbio automático de 6 velocidades. Com isso, ele precisa de 12,4 segundos para atingir 100 km/h e tem máxima de 186 km/h.

Esse conjunto aparece apenas na versão Allure Pack, que sai por R$ 116.690 e vem com rodas aro 16, 4 airbags, câmera de ré, piloto automático, A/C, direção elétrica e multimídia de 7 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay.

3) Kia Stonic – 12,5 segundos

kia stonic 1

A parte final dessa lista tem outro modelo que não figura entre os mais vendidos, mas que chama atenção em alguns aspectos. Estamos falando do Kia Stonic, que custa R$ 147.990 em nosso mercado.

O SUV compacto tem o motor Kappa 1.0 turbo de 3 cilindros, com injeção direta e sistema híbrido de 48V, gerando 120 cv e 20,4 kgfm. Movido apenas a gasolina e com câmbio automático de 7 velocidades, ele leva 12,5 segundos até os 100 km/h e tem máxima de 190 km/h.

Ele é equipado com ar digital, direção elétrica, rodas de 17 polegadas, start/stop, multimídia de 8 polegadas, controle de tração e estabilidade, câmera de ré, piloto automático, sensor de estacionamento, entre outros.

2) Toyota Corolla Cross Hybrid – 13 segundos

toyota corolla cross na 26

O objetivo de um modelo híbrido não é entregar um desempenho impressionante, pelo menos quando falamos dos mais acessíveis desse segmento. É por isso que o Corolla Cross aparece entre os SUVs mais lentos em nosso mercado.

O japonês associa o motor 1.8 aos propulsores elétricos, gerando uma potência combinada de 122 cv (o torque não é informado). Com câmbio CVT, ele leva 13 segundos para chegar aos 100 km/h e tem máxima de 170 km/h.

O híbrido da Toyota parte de R$ 196.290 e vem com sete airbags, alerta de ponto cego, rodas aro 18, ACC, alerta de mudança de faixa, farol alto automático, controle de tração e estabilidade, multimídia de 8 a 10 polegadas, entre outros.

Veja também: Avaliação: Corolla Cross 2022 pode ameaçar Compass?

1) Chery Tiggo 3X – 14,2 segundos

Chery Tiggo 3x 2022 4

A Chery ocupa a primeira posição em nossa lista com o Tiggo 3X. Ele chegou como o substituto do Tiggo 2, sendo vendido lado a lado por um tempo até a morte do mais velho.

Aqui temos um motor 1.0 turbo de apenas 102 cv, mas com 17,1 kgfm, ligado ao câmbio CVT de 9 velocidades. Ele precisa de longos 14,2 segundos para chegar aos 100 km/h e tem máxima de 172 km/h.

Além do visual mais moderno, ele vem com multimídia de 9 polegadas com comandos do A/C, direção elétrica, piloto automático, assistente de partida em rampa, sensor de estacionamento, câmera de ré, rodas aro 16 e controle de tração e de estabilidade.

Vale lembrar que a CAOA Chery decidiu tirar de linha o Tiggo 3X, restando apenas o estoque atual das concessionárias. O motivo é a mudança em sua fábrica de Jacareí (SP), que produzirá apenas híbridos e elétricos.

Top 10: SUVs mais lentos do Brasil (2022)

  1. Chery Tiggo 3X – 14,2 segundos
  2. Toyota Corolla Cross Hybrid – 13 segundos
  3. Kia Stonic – 12,5 segundos
  4. Peugeot 2008 – 12,4 segundos
  5. Mitsubishi Pajero Sport – 12,3 segundos
  6. Kia Sportage – 12,2 segundos
  7. Hyundai Creta 1.6, Nissan Kicks, Renault Duster e Citroën C4 Cactus – 12 segundos
  8. Mitsubishi Outlander Sport AWD – 11,9 segundos
  9. Toyota SW4 e Subaru Forester – 11,8 segundos
  10. Chevrolet Tracker e Jeep Commander Diesel – 11,6 segundos

Autor: Viny Furlani

Formado em Gestão de Negócios, trabalha no segmento automotivo há mais de 18 anos. Em 2009, passou a escrever avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos, em vários sites. Além das matérias escritas para o NA, também cuida das mídias sociais do site.