Asiáticos Japão Mercado Suzuki

Suzuki: Recém chegada, já enfrenta crise no país!

suzuki-recem-chegada-ja-enfrenta-crise-no-pais Suzuki: Recém chegada, já enfrenta crise no país!

Depois de cinco longos anos longe do mercado brasileiro, a Suzuki retornou ao Brasil no pior momento que ela poderia imaginar, bem no começo da crise em fins de Setembro!

Se não bastasse a alta do dólar e escassez de crédito com juros altíssimos, outro fator parece fazer com que a marca derrape no caminho do sucesso em nosso mercado.

O Grupo Souza Ramos, o mesmo da MMC, trouxe a marca para o Brasil, prometendo vendas mensais de mil unidades. Mas, além da crise a representante nacional resolveu focar em outra asiática, a Mitsubishi.

Como a Mitsubishi está incentivando a Souza Ramos à investir na produção nacional mais voltada para a exportação para a América latina e Caribe, a Suzuki acabou ficando de lado.

Tal é a situação da Suzuki, que hoje as vendas ficam em torno de 160 veículos/mês, no caso principal o Grand Vitara 2.0 16V, que é vendido nas versões manual e automática, por R$89.700 e R$94.700!

Além disso, a MMC assumiu a marca, depois da SR demitir toda a estrutura humana da Suzuki no Brasil! Incluindo o seu presidente.

Com a chegada do Jimny, talvez as vendas aumentem, mas para isso a Souza Ramos terá de olhar mais para a Suzuki, pois poderá correr o risco da marca voltar para o Japão novamente!

Fonte: Interpress Motor.

  • kokokil

    Estava demorando…

  • Felipe

    A suzuki não vai crescer no Brasil se não começar a trazer seus carros menores. Eles tem ótimos carros como o SX4 sedan e o “supermini” Alto
    Essa coisa de só trazer utilitário já não deu muito certo da última vez!

  • netto

    Suzuki quer crescer atraves de milagre.
    Quer crescer mesmo?
    Então traga carros mais baratos, o sx4, o Alto, vendendo carro acima de 60k, é q não vai crescer tão facilmente. :cool:

  • Jeff Brown

    Sei não, mas está com cara que vai acabar sobrando para quem comprou.
    Os carros até são bacanas.
    Mas o tipo de consumidor desses veículos, fazem compras mais racionais. E com certeza terão receio de ficarem órfãos em breve. Ainda mais que a marca está no Brasil atrávés de outra empresa.
    Posso estar errado, mas eu só lembro do Grupo Senna fazendo um bom trabalho ao trazer uma marca ao país.
    A CAOA Fez os coreanos crescerem mas é cheia de controvérsias.

  • Fernando

    Vieram competir no segmento mais concorrido… logo, não dá. Deveriam se preocupar em trazer versões mais simples do Vitara, e principalmente, o SX4!!!

  • diego_german

    Jamais a Suzuki irá ter um numero de vendas expressivo gracas ao Jimny…
    Isso é FATO!
    Carrinho caro, e muito de “nicho”

  • Fernando

    Espero que quando a Suzuki sai do Brasil, a GM comtinue vendendo o “New” Gran Vitara como “new” Tracker por uns 70 K pra concorrer con o Tucson e não deixar quem comprou esse Suzuki com um mico na garagem

  • Rafaelrss

    Também com esses preços…. tem que tomar na cara mesmo

    Porque não olha a CAOA fez com a Hyundai com o Tucson e Azera :teeth:

  • Nasser

    Volta pro mar, oferenda ! :bate:

  • Luis.J.R.

    Muito caro!A suzuki tem que começar fazer desconto para vender alguma coisa.Senão assim não dá.

  • pablorocha

    tragam os carros de passeio…esta mania de quererem enfrentar o “ecosport” com estes utilitários da faixa dos 60 a80 mil lascas é o que trava as montadoras no Brasil…

  • ricadu

    Fabriquem no Brasil o novo Suzuki Kizashi, aquilo sim que é carro! Ai sim fará um enorme sucesso no país..

  • Dener

    :teethTragam a Wagon R da Suzuki a preco de 28.000 …Certamente acabaria com as lideranca de GOL, Palio e Uno… :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: Antes de criticarem, procurarem saber sobre o carro.

  • Hodney

    O problema é que a Suzuki deu ouvidos demais para a imprensa parcial local sobre os números enganosos de cada dia da economia “forte”.

    Agora ela tá vendo a fria que se meteu. Se não se cuidar irá ter o mesmo destino que antes. Vide Chrysler. :clown:

  • Luciano.MS

    Tmbém com esses preços e muitas opções no mercado…

    O Gran Vitara é opção para quem quer um 4×4, fora isso…

  • José Robson

    Nunca compraria um Suzuki … Não confio na Suzuki

  • bugahc

    “EITA”, a maioria aqui nunca nem entrou em um Grand Vitara para falar… esses carros Tucson e etc por preços mais baratos não são 4×4 os preços dos 4×4 dos concorrentes do grand vitara superam o seu preço as vezes em muitooo mais. Exemplo, o tucson custa 120 mil no modelo 4×4 enquanto o grand vitara custará 86 mil e para quem tem muita grana no bolso 82 mil. Mais verdade seja dita a Suzuki poderia ter trazido o Jimmy por um preço mais viável para o consumidor 52 mil é muito caro para tao pouco carro, um preço que iria vender era algo em torno de seus 48 mil no máximo… e para quem não sabe, o tracker parou de ser fabricado, a licença do GM com Suzuki, para produzir o tracker na argentina e no brasil expirou ficando suspensa o fornecimento e a permissão para produção do carro. O preço de concessionária essa semana é de 58 mil ainda é uma incerteza o futuro do tracker. A GM tenta negociar o tracker com a suzuki, mais ainda se vier será um outro carro, a suzuki não quer liberar o tracker por que o mesmo realmente representa um ótimo negocio no mercado interno. Então, nisso tudo quem ira pagar o pato é o consumidor que irá perder um ótimo carro com um ótimo preço sem contar que aos donos do tracker resta esperar o que irá acontecer com seus carros!

  • Eduardo

    A suzuki está certa de trazer utilitários esportivos. São os que mais dão lucro por carro. Como os carros vêm para o Brasil de navio, não vale a pena trazer um monte de carro popular. Carros populares ainda podem enfrentar o preconceito de ser de uma marca que não traz muita confiança no pós-venda.

    É por isso que a honda e a toyota não produzem carros baratos. Ela teriam que produzir e vender milhares de carros para ter algum lucro que valha a pena. Melhor produzir poucos carros caros que geram uma boa receita

Send this to a friend