Suzuki S-Cross ganhará terceira geração em 2022

Suzuki S-Cross ganhará terceira geração em 2022

Ele é vendido no Brasil há bastante tempo e muitos até se esquecem que ele realmente continua por aqui. Com o Jimny eclipsando a imagem da marca japonesa no Brasil, o S-Cross e até seu irmão Vitara, são raros de se ver.


Enquanto a Suzuki no Brasil, é um nome que você só lembra quando vê o jipinho trilheiro por aí, no mercado internacional, a marca tem seu destaque, especialmente na Índia, seu maior mercado.

Para lá e também para Ásia e Europa, o Suzuki S-Cross ainda é um player importante e chegará na próxima geração com motorização híbrida, de acordo com o site indiano Gaadi Waadi.

Suzuki S-Cross ganhará terceira geração em 2022

O Novo S-Cross surgirá na Europa, onde é produzido em Esztergom, Hungria. Aliás, ele só é feito também na Índia e na China. Compacto, o crossover terá de ser hibridizado a força, por conta das regras mais rígidas na União Europeia.

Atualmente, o S-Cross já dispõe de uma opção MHEV com motor 1.4 Boosterjet de 129 cavalos, que ajuda a reter as emissões de CO2, porém, o que se fala é que ele será integralmente híbrido.

Por ora, não se sabe se apenas o sistema MHEV de 48 volts será suficiente para a Suzuki mantê-lo no portfólio europeu, onde ainda vende o Vitara feito localmente, além de outros modelos importados.

Com 4,30 m de comprimento e 2,60 m de entre-eixos, o Suzuki S-Cross tem porte de Honda HR-V, embora passe a impressão de ser menor. Tendo excelente dirigibilidade, ele usa diversos motores interessantes em determinados mercados.

Suzuki S-Cross ganhará terceira geração em 2022

Só da linha Boosterjet, o S-Cross tem versões 1.0, 1.4 e 1.4 MHEV, enquanto ainda dispõe de 1.6 aspirado, vendido no Brasil, além de dois 1.5 litro, um aspirado e outro MHEV. Isso sem contar os diesel 1.3 com ou sem MHEV, além de um 1.6 litro.

Só em câmbio houve cinco opções, com manual de 5 ou 6 marchas, automático com 4 ou 5 marchas e CVT. E aqui? O S-Cross vem nas versões 4Stile e 4Stile-S, esta última com AWD.

Ambas possuem o Boosterjet 1.4 de 146 cavalos e 23,5 kgfm. Preços? R$ 149.990 e R$ 178.990, respectivamente. Bom, agora ele está devidamente lembrado…

[Fonte: Gaadi Waadi]

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.