História

TAC Motors, a catarinense que apostou no utilitário 4×4

TAC Motors, a catarinense que apostou no utilitário 4x4

A Federação das Indústrias de Santa Catarina decidiu, no início dos anos 2000, fomentar a criação de uma montadora com o objetivo de aproveitar o potencial das empresas de autopeças presentes na região do Vale do Itajaí e Grande Florianópolis.


Daí, surgiu em 2004 a TAC Motors (Tecnologia Automotiva Catarinense), uma empresa de capital misto. O desenvolvimento de seu primeiro produto demorou cinco anos e resultou no utilitário 4×4 Stark.

TAC Motors, a catarinense que apostou no utilitário 4x4

Stark


O jipe Stark surgiu como um competidor direto do também brasileiro Troller T4. O utilitário catarinense apresentava um estilo mais moderno, além de soluções técnicas de relevância, tais como suspensão independente nas quatro rodas.

A TAC utilizou um bom número de peças e componentes de origem Fiat, inclusive parte do acabamento. Mas, o principal era o motor. O propulsor da FPT 2.3 de 127 cv e 30,6 kgfm, por exemplo, era o mesmo usado na Fiat Ducato. O preço era perto de R$ 100 mil.

TAC Motors, a catarinense que apostou no utilitário 4x4

Ceará

Logo no início da operação, a TAC Motors decidiu-se mudar para o Ceará, alegando que a região Norte-Nordeste detém os maiores mercados para jipes como o Stark. O governo cearense entrou com R$ 30 milhões na obra de construção da fábrica, que foi instalada em Sobral.

A ideia inicial era ter uma produção mensal de 3.000 unidades, muito maior que a da rival Troller, que fazia 160 T4 por mês. Em 2012, a TAC anunciou uma versão militar do Stark. No entanto, com o passar do tempo, as vendas não acompanharam as qualidades do produto, enquanto a rival cearense – sob controle da Ford – lançou uma nova geração do T4, ganhando destaque no segmento.

Zotye

Em 2015, a chinesa Zotye anunciou a aquisição da TAC Motors e um investimento de R$ 190 milhões na planta de Sobral. O objetivo da empresa era exportar o Stark para o Oriente Médio e África, além de lançar uma versão Flex.

Mas, prioritariamente, a Zotye pretendia utilizar a fábrica cearense para fabricar seus próprios veículos, que no caso seria o T200 Hunter (foto acima), um Daihatsu Terios da primeira geração. A chinesa anunciou uma fábrica nova em Goianésia/GO, onde montará automóveis. Agora, o destino da TAC depende exclusivamente de sua nova controladora.

TAC Motors, a catarinense que apostou no utilitário 4×4
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email