*Destaque SUVs

TAC Stark volta com preços a partir de R$ 115.000

TAC Stark volta com preços a partir de R$ 115.000

A catarinense TAC Motors retornou. A empresa que era sediada no sul e transferiu sua produção para Sobral, no interior do Ceará, havia paralisado suas atividades durante algum tempo, onde até tentou um acordo com a representante local da chinesa Zotye, cujo objetivo era produzir o jipinho chamado T200, que é uma releitura do Daihatsu Terios dos anos 90. Como não fechou com a Zotye, a TAC permaneceu independente e agora retorna com seu jipinho Stark, que chega na versão única Black Cover, personalizada.


A brasileira promete agora investir R$ 150 milhões nos próximos quatro anos. A fábrica tem capacidade para 1.000 carros por ano. Variantes flex e automática podem surgir nesse período.O Stark, já conhecido do mercado brasileiro e especialmente dos aventureiros, mantém o mesmo estilo e estrutura leve, montada sobre chassi de longarinas e com suspensão traseira multilink, algo bem diferente do rival Troller, que tem eixo rígido. Os freios são a disco nas quatro rodas. A carroceria é feito em estrutura metálica para formar uma célula de sobrevivência e revestimentos em plástico industrial e material composto com fibra de vidro.

TAC Stark volta com preços a partir de R$ 115.000

Conta também com suspensão dotada de amortecedores duplos e pneus voltados para off-road, embora haja opção de vários tipos e marcas, segundo o fabricante, sendo aros 15, 16 ou 17 polegadas. O curso é de 260 mm e há bons ângulos de entrada e saída. A mecânica diesel não mudou, tendo o motor FPT 2.3 de 127 cavalos e 32,5 kgfm a 1.800 rpm. O câmbio é manual de cinco marchas e conta com sistema de tração 4×4 com reduzida e bloqueio do diferencial dianteiro e traseiro.


Visualmente, o TAC Stark Black Cover traz faróis de LED, para-choques robustos com guincho embutido, cores mais vibrantes, snorkel, ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, sistema de áudio, bagageiro no teto, retrovisores com repetidores de direção, protetores extras nas laterais, rack no teto, estepe na tampa traseira, bancos em couro personalizados, espaço para quatro pessoas, entre outros. A TAC Motors disponibiliza para o jipe uma série de acessórios para off road ou personalização visual, sendo que o total de equipamentos pode elevar o preço para a casa de R$ 130.000.

TAC Stark volta com preços a partir de R$ 115.000

Com a volta do TAC Stark, o mercado de jipes 4×4 voltou a contar com três elementos nacionais, brigando diretamente com o Troller T4, mas com a presença do pequenino Suzuki Jimny numa faixa de preço e potência menores. A empresa falou em uma versão Flex e, tendo em vista que  fornecedor é a FPT, este propulsor poderá ser tanto o E.torQ 1.8 quanto o Tigershark 2.0 ou 2.4. Os dois últimos seriam mais interessantes. No geral, isso deverá reduzir o preço do produto.

TAC Stark volta com preços a partir de R$ 115.000
Nota média 4 de 3 votos

  • Visionário

    É um mercado de nicho, para jipeiros mesmo.

    Até porque um automático (para ser usado a título de passeio) custaria R$ 120 mil (R$ 140 mil no caso do Troller), já colidindo com um Compass, por exemplo, até mesmo a diesel.

    • Rômulo M.

      Conheço um monte de pessoas que esperam por um Troller automático, que provavelmente nunca vai por numa laminha, mas adora o visual do carro. Ford perde muito dinheiro em não colocar o cambio automático no Troller, chego até a achar que venderia mais do que o com câmbio manual

      • Rafael Lima

        E muito mais, o conjunto ja tem, acredito que a Ford deveria fazer o Troller uma espécie de Classe-G, colocar um acabamento acima do Fusion, muitos mimos, fazer um Marketing bem feito e oferecer versão de 4 portas

        • Cmenusi

          Já cria de uma vez um híbrido entre o Troller e Edge, tipo um Trolledge …kkkkkk…

          • Rafael Lima

            Sim, pega o visual parrudo que todo mundo gosta, mas o conforto e espaço do Edge

          • Unknown

            Ou Trollado! Kkkkkk

          • heliofig

            Edge Trollado rsrsrs

      • Eric PB

        Concordo com tudo o q vc disse. Exemplo é minha mulher, que ama o troller e certeza que não colocaríamos em uma trilha pesada, apenas leve na rmc de curitiba! abs

      • Andre Baracho

        Talvez sim, pois poderia atrair também os jipeiros, além dos usuários urbanos. Geralmente não gosto de cambio automático, mas já tive um off road velhinho automático e virei fã desse equipamento em trilha.

      • Paulino Lino

        Exatamente! Por se tratar de um carro muito robusto, pois é voltado pro off-road, tem engates muito curtos, alavanca dura e pula igual um cabrito ( e quem já dirigiu um TR4 manual sabe do que estou falando). Aliás, temos um vermelho 17/17 com 10.000 km pra vender. Alguem interessa? Pneus ATR e pouco usado em estrada de terra e NUNCA usado em trilhas e afins.

      • Luiz Alexandre S Reis

        Power shift eh

  • Matthew

    Quando vi na timeline do Facebook por um momento achei que era algo relacionado a Game of Thrones: “a volta de Ned Stark”.

    • Lucas

      Engraçado

  • Osni Duarte

    Amigo meu foi um dos investidores quando a TAC surgiu em Joinille-SC, sendo um dos primeiros a ter o jipe, amarelo como o da matéria. Anda muito!

    • Diego Lip

      Ainda há muitos exemplares rodando aqui em Joinville.

  • Natán Barreto

    Até que voltou com os preços parecidos que foram praticados antes. Com tanta carroça a 120 mil reais um verdadeiro jipe diesel não está caro a 115 mil

  • Samluzbh

    Caramba, não sabia que era o motor da Ducato, deve andar mais que noticia ruim!

    • Unknown

      Não é feito para andar muito rápido, mas sim para ter muito torque e força em saídas.

      • Samluzbh

        Eu sei que a proposta não é velocidade, mas já trabalhei com a Ducato e sei como ela anda, imaginei o mesmo motor neste jipinho, o 0 a 60, 0 a 80kmh deve ter ficado muito rápido!

  • AlbertoNeto

    O valor é muito próximo ao troller, vai ter que provar muita coisa para engrenar!!!

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Eu acho que o motor flex será o Chevrolet 2.0 ou 2.4, pois como vimos no caso da Puma a GM parece não fazer restrições para vender seus motores – disponíveis Mercado Livre.
    Seria uma boa escolha pela facilidade de manutenção e reduziria bem o peso em relação ao diesel, poro motor da Ducato tem peso seco de 220kg.

  • Erivelton Freitas

    Se eu tivesse grana, compraria! Principalmente para apoiar a produção de carros de uma montadora nacional e também pelo fato deles estarem empregando funcionários no Nordeste. Sendo assim, preferiria um desses ao invés de um Jimny da vida! Mas como só tenho R$ 2,00 pro ônibus, então deixa quieto!

  • Paulino Lino

    Bem interessante o carro mas ainda acho que na faixa dos 80k “pelado” e 100k “completo” seria mais vantajoso e tomaria algumas vendas do T4.

  • Augusto Brum

    Admito que na época que lançou esse carro eu não havia pesquisado muito sobre ele e agora cada vez mais eu estou gostando desse TAC Stark, eu acho o projeto dele muito bem feito!! É um jipe que possui suspensão traseira multibraço, freios a disco nas quatro rodas, uma ótima mecânica e é bem montado e fabricado, também gostei muito do interior. Eu sou suspeito para falar, eu sou bastante fã das empresas nacionais, também gosto muito da Agrale e da Troller!!

  • Unknown

    Seria do Tony Stark? rsrs. Brincadeiras à parte, sou mais o Troller!

  • Mambo Ted

    Em 2010 dirigi um desses por uns 400 km. Apenas a suspensão e o conforto era superior ao troller.

  • Cromo

    Esse Stark usa chassi de longarinas e suspensão traseira multi-link, diferente de veículos + tradicionais q usam eixo rígido. Interessante seria unir o multi-link com estrutura tubular (gaiola feita de tubos de aço), como alguns veículos de competição de todo-terreno. Seria + leve e tornaria os outros jipes jurássicos.

  • Alvaro Mendes

    A Ford vai relançar o seu Bronco nos EUA ano que vem.
    Quanto a essas aberrações nacionais por esse preços, sem comentários.

    Preço de Compass que enfim, no dia a dia é melhor pra ir ao shopping.

    • Paulo Lustosa

      Pode saber que o Bronco que irá ser lançado nos EUA não será o SUV lameiro como era, e se fosse, teria a participação da Troller, que é a divisão off road da Ford, sendo o centro de engenharia em Camaçari.

  • leme

    Se tivesse um preço realmente justo venderia bem, mas prefere vender caro e pouco ao inves de barato e muito.

  • ChalMust

    Poderiam lançar um flex ou a gasolina mesmo, cambio manual, etc … com preço interessante, sinceramente não aguento mais ver hatch, sedan, suv …bla bla bla .. falta criatividade nestas montadoras hoje em dia. Nao temos opção de jipe maiorzinho flex, pick up cabine estendida, muscle car (ao estilo maveco e opaleira) …enfim, precisamos de novidades e de carros diferentes. Valeu!!! Seja bem vindo novamente Stark!!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email