Montadoras/Fábricas Tata

Tata Nano: fábrica tem construção suspensa

tata-nano-genebra-1 Tata Nano: fábrica tem construção suspensa







A fábrica que irá produzir o Tata Nano está com sua construção suspensa. É o que a Tata Motors acaba de anunciar. As construções pararam por causa de uma onda de manifestações contrárias ao projeto. A fábrica está sendo montada em Singur, na região de Calcutá (no estado de Bengala Ocidental).

Por causa dessas manifestações, a empresa está estudando transferir a produção para outro local, dentro da Índia. Na sexta-feira passada, milhares de manifestantes cercaram a área de produção do futuro supercompacto para protestar contra a expropriação de suas terras agrícolas.

“A Tata Motors está obrigada a suspender a construção e o trabalho da fábrica Nano em Singur por causa da agitação e dos conflitos que prosseguem na área”, estava escrito em um comunicado da Tata Motors. “Seria extremamente otimista imaginar um retorno à normalidade nos próximos dias porque nada aconteceu nos últimos meses”, disse um funcionário da empresa.

A Tata Motors queria produzir 250.000 Nanos por ano nessa fábrica.

[Fonte: Tata]



  • fl4v10r04l

    enquanto no Brasil está para acontecer uma revolta pela construção de uma fábrica nacional!

  • Pettrus Ludwig

    :assob: TRANSFERE A FÁBRICA PRO BRASIL ENTÃO!!!!!!! :banana: :banana:

  • JDFortuna

    [Comentario #100224 sera citado aqui]

    Se transferir pra fabricar isso, eu mesmo crio conflito!! hahahahahaha Espero que role atraso até desenvolverem carro melhor, mesmo sendo a 2500 dólares.

  • rafaelphanton

    [Comentario #100232 sera citado aqui]

    Não da para criticar um carro que oferece pouco mas, custa menos ainda.
    Falta bom senso aos que criticam esse veículo.Oferece muito mais conforto e segurança que uma YBR, Yes, Titan e, ainda assim, lá fora custa menos do que essas motos aqui.
    Fico imaginando uma Biz(algo parecido) com preço de 1000 dólares lá na China, só pode ser isso.

    Eu não sou tapado, sei que para se produzir um carro desses é explorado a mão de obra dos chineses com baixos salários, condições de trabalho degradantes, tiram o coro mesmo mas, lá é tudo assim.

    Melhor nossos metalúrgicos ganharem seus salários atuais do que comprar um carro que explorou para ser produzido, isso eu concordo mas, com ressalvas.

    Apenas vim comentar sobre a barreira contra o veículo:ele não oferece nada mas, praticamente não cobra nada pelo que é então, é um carro justo mesmo tendo as injustiças em seu processo de produção.

    Claro, vão dizer que preferem um Gol, Palio ou outro à 30 K sem nada, isso é que é enganação.
    Se vier um Nano para o Brasil, poderão nos cobrar mesmo com as taxas de importação, uns 12 mil reais (três vezes mais do que na China) e, se isso é possível, pq não podemos ter um Uno à 15 K, um Celta, Ka à 17 K e, Gols e Palios a no máximo 19K?

    Devemos considerar sim os grandes impostos mas, as montadoras estão dando risada sozinhas.

    Falo de um uno à 15 K pq sei que é possível sim (um Civic nos EUA custa hoje cerca de 25 mil reais ou 15/16 mil dólares) e, o aço que constrói a china sai daqui então, podemos ter matérias-primas com excelentes preços também.

  • Claudio

    Estão boicotando porque carro é artigo de luxo no mundo e dão altos lucros!
    Com a produção do Nano por mais simples que seja, cai a máscara de que carros não podem ser baratos!
    E isso ninguém quer!

  • Luis.J.R.

    Caramba?Esse nano vai demorar muito,muito mesmo de chegar ao mercado. :wha:

  • JDFortuna

    Rafaelphantom,

    Apoio o que disse mas um carro popular mesmo, carro que todos possam ter, qualquer um, não saberia lhe dizer qual é a minha opinião definitiva. Acho que por enquanto, um veículo desses, que não é carro ainda, tá quase lá, será um trambolho na rua. Como o Effa M100 também é. Claro que não é só o preço dos carros que define um carro popular, já a manutenção também exigirá dinheiro e alguém não tenha poder pra isso, vai atrapalhar todos e muito mais ainda quem ainda anda de transporte público. A Tata se está preocupada com o povo, tipo povão, que construa bons ônibus. Aqui no Rio, andar de buzu é um inferno!
    Eu não fiz nenhuma comparação do Nano com os nossos atuais populares. Carros também muito equivocados, principalmente pelo que oferecem(ou deixam de oferecer), nem pelo preço.

    Acredito que os impostos altos encontramos aqui vão diretamente de encontro com esse pensamento. Não é pra todos termos carros! É pra ser caro mesmo, mas as fábricas TÊM de oferecer mais pelo lucro que ainda fazem. Vide gasolina… dá a mesma sensação. Não é pra se ter carro. Popular assim… melhor nem ter mesmo. Vai atrasar a mim e também a você. :blink:

  • ELI DE ALMEIDA

    tomara que a tato venha , mas acho pouco provavel pois os outros fabricantes nao tem interesse em vender barato e tambem carro a ar compri ido eu sei que funciona mas os dono do petroleo nao deixarao vir


Send this to a friend